CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 134 - Demonstração de Habilidades

A Guerra dos Nove Mundos (GNM)

Capítulo 134 - Demonstração de Habilidades

Autor: Maurício Argôlo | Revisão: SolidSnake | QC: Bru

Durante toda a viagem no tapete de David, Sagwa não pode deixar de pensar em testar fazer o mesmo com Poseidon. Ela não sabia se daria certo, mas queria testar. Se não desse certo iria simplesmente procurar algum lugar para comprar tal item.

Assim que chegaram perto do palanque o tapete diminuiu a altura e Sagwa saltou para o chão sendo seguida por David, logo em seguida o tapete se aproximou de David e entrou em seu anel espacial.

“Jovem mestre…” - Uma voz feminina gritou quando o viu, logo em seguida uma garota foi vista indo em sua direção.

“O Jovem mestre chegou…” - outra voz feminina pôde ser ouvida.

Em alguns segundos David estava rodeado por garotas que queriam tocá-lo e conhecê-lo. Elas faziam parte de um número grande de garotas que não se importariam de serem apenas a concubina dele, esta poderia ser o melhor das posições que elas poderiam ocupar.

David ficou meio sem jeito no meio das garotas e tentava sair do aperto indo na direção do palanque onde seu avô estava, mas foi mais difícil do que ele imaginou.

Sagwa sorriu de leve para a careta que David fazia e se afastou. Ela olhou para o lado e viu Sukh e Yullan em um local próximo a arena que foi construída.

“Senhorita Sagwa…” - Yullan falou quando ela se aproximou.

“Yullan, você já deveria ter parado de me chamar assim há bastante tempo.” - Sagwa falou olhando para ele.

“Ahhh… Desculpe…” - Yullan ia tentar se explicar mas Sukh falou antes dele.

“Sagwa, você conseguiu terminar a matriz?”

“Ainda não, faltam alguns preparativos e outras estelas para fixar em locais estratégicos. Mas em uma semana devo terminá-la.”

“Hô… Tão rapido?” - Yullan falou.

“Sim… Eu treinei nos últimos dois meses para este momento, não deve ser tão complicado agora.” - neste momento Sagwa olhou para o lado tentando encontrar Yumi - “Cadê a Yumi, ela não deveria estar aqui?”

“Ela se trancou no quarto e falou que iria tentar avançar para o terceiro grau antes de irmos à procura do senhor Thousaka.” - Sukh respondeu. Depois que Yumi saiu do cultivo que eles fizeram na recém descoberta mina de Étherion ela conseguiu consolidar seu cultivo com Yullan e também adiantar seu cultivo, agora ela estava no ápice do nível supremo do segundo grau, faltava pouco para cultivar - claro isso só era válido quando se adicionava o Étherion na equação, se ela fosse cultivar normalmente, demoraria em média seis meses até conseguir fazer um novo avanço.

“Hô… Yullan não seria melhor se você estivesse fazendo o mesmo?” - Sagwa perguntou com um sorriso sarcástico no rosto.

“A senhorita Sagwa é malvada, como eu poderia cultivar em paz enquanto tem tanta comida aqui esperando por mim.” - Yullan falou enquanto colocava um pedaço de carne de besta demoníaca na boca.

Sukh e Sagwa não se contiveram e riram com a resposta de Yullan. De fato, era previsível que aquela fosse sua resposta.

“Eu entendo. E esta arena? Vocês sabem para que serve?” - Sagwa perguntou intrigada.

Sukh olhou para Sagwa tentando saber se aquilo era uma brincadeira da amiga ou não, mas em seguida ela lembrou que o Clã Étheiron era um clã Mortal, estes tipo de coisa não existia lá: “Geralmente, nas grandes seitas, quando temos uma festa tão grande como esta tem uma pequena disputa amistosa de troca de golpes entre dos discípulos  e quem quiser pode participar e se testar com outros. Não é nada sério e causar ferimentos graves é terminantemente proibido.”

“Hô… Interessante…” - No momento que Sagwa falou o Patriarca levantou de seu assento e momentos depois todos se calaram e olharam para ele.

“Recentemente a nossa Seita teve grandes perdas que nos entristeceu grandemente, principalmente vocês que estiveram no centro destes acontecimentos. A tragédia que aconteceu na Cidadela do Oeste é algo que nunca conseguiremos esquecer e entrará para a história da nossa Seita.

Porém, por mais que estejamos tristes com nossos mortos ainda precisamos comemorar por nossos vivos e por termos conseguido eliminar completamente toda a tropa do exército inimigo. Lhes garanto que o futuro trará a vingança e todos que tramaram contra a Seita Penas do Caos sofrerão um destino ainda pior que a morte.

Esta festa está muito boa e a comida muito saborosa, porém creio que seja o momento de começarmos a animar um pouco as coisas. Assim sendo, daremos início a demonstração de habilidades e as lutas amistosas, aqueles que desejarem participar basta subir na arena e esperar um desafiante ou desafiar alguém.

Como todos sabem é proibido ferir gravemente seu oponente e matá-lo será punível com um castigo ainda pior. Se o oponente sair da arena, desistir, ou ficar incapacitado para lutar, será considerado o perdedor. Quem vencer pode escolher por continuar na arena e continuar com os desafios ou poderá descer e aguardar para desafiar outra pessoa em outro momento. Os que perderem não poderão mais desafiar nem ser desafiados por ninguém. Dadas as regas, os primeiros participantes podem subir na arena.”

Assim que o patriarca terminou de falar um homem trajando um robe verde subiu na arena. Ele tinha cabelos negros que iam até a metade de suas costas e parte dele formava um coque na parte de trás da cabeça.

“Este discípulo da Seita Externa do Oeste da Seita Penas do Caos se chama Arjen Payton, tenho dezessete anos e estou no nível intermediário do segundo grau da purificação da matéria, gostaria de lhes mostrar algumas das minhas pobres e fracas habilidades.” - Arjen falou com um ar de superioridade. Com o patriarca e vários anciões da Seita Interna assistindo esta troca de experiências entre os discípulos era complicado não levar as coisas mais a sério do que o conveniente, pois caso eles conseguissem chamar atenção de algum deles, entrar na seita interna seria muito mais fácil e ainda mais nas atuais circunstâncias. Assim, com tal chance ao alcance de suas mãos, como ele não poderia aproveitar?

Neste momento uma comoção começou, rapidamente a área ao redor da arena ficou lotada de gente. Os anciões antes dispersos conversando entre si, agora estavam prestando atenção. David, para fugir das desgarradas que ainda o estavam seguindo, já estava ao lado de seu avô junto com Jacoby e Naomy.

Por alguns momentos ninguém ousou subir na arena, mas quando Arjen ia falar novamente uma garota subiu.

“Katrina Ramsay discípula da Seita Externa do Oeste da Seita Penas do Caos nível intermediário do segundo grau da purificação da matéria.” - Uma garota com cabelos ruivos falou encarando Arjen.

“Hô… Uma garota? Eu irei pegar leve com a irmã Júnior.” - ele falou com um ar de superioridade.

Katrina olhou estranho para o garoto enquanto tirava sua espada de seu anel espacial.

“Mm? Eles vão usar armas?” - Sagwa perguntou com um leve tom de preocupação.

“Armas são permitidas, mas, visto que são lutas amistosas, ferimentos graves não são permitidos, para isso alguns anciões irão se posicionar ao redor da arena prontos para intervir caso seja necessário, a arena também foi feita com um tipo de matriz que não deixará que os ataques atinjam os espectadores.” - Sukh respondeu.

“Hô, um mestre de matriz veio junto com o patriarca?” - Sagwa perguntou intrigada.

“Ao que parece sim, mas esta é uma das matrizes mais simples de serem feitas. São capazes de aguentar os ataques de qualquer um abaixo do quinto grau da purificação da matéria.” - Sukh explicou a Sagwa.

Assim que ouviu a explicação Sagwa olhou mais atentamente na direção da arena e conseguiu perceber algumas runas que brilhavam em série.

Enquanto ela estava olhando e tentando entender a matriz que tinha sido montada alguns anciões da seita interna e externa apareceram ao redor da arena prontos para intervir a qualquer momento.

Katrina não esperou, simplesmente avançou na direção de Arjen e cortou com sua espada sem ativar habilidade nenhuma. Arjen já estava portando suas duas adagas e rapidamente esquivou para a esquerda, mas ele subestimou Katrina que rapidamente girou o corpo cortando com a espada na direção que ele estava se deslocando.

“A irmã Sênior tem afinidade elemental com o vento e é uma das melhores especialistas com espadas da Seita, durante o ataque ela sozinha conseguiu nos proteger dos inimigos que estavam tentando nos matar. Não acredito que ela vá perder para um homem arrogante como Arjen.”

“Sim, você tem razão. A irmã Sênior é simplesmente aterrorizante.”

“Aposto com vocês que o Arjen irá perder em menos de dez movimentos.”

Um grupo de pessoas conversavam enquanto torciam por Katrina, ela era uma das garotas, do seu nível, mais fortes da Seita externa do Oeste, ela possuía um Talento Amarelo Nível 2 e era considerada um gênio.

Arjen teve que virar o corpo rapidamente e cruzar as duas adagas para defender o ataque, ele infundiu seu prana em suas armas para aumentar o poder defensivo e esperou pelo melhor momento para contra atacar.

Momento depois um sorriso pôde ser visto em sua boca quando ele forçou Katrina para trás e ativou sua habilidade. Instantaneamente suas adagas foram envolvidas por vento que aos poucos foram tomando forma de uma lâmina, agora as duas adagas dele estavam mais parecendo dois sabres formados por vento.

Ele cortou com as espadas de vento formando um ‘x’. Katrina viu o ataque se aproximar dela e rapidamente ativou sua técnica defensiva ‘Parede de Vento da tartaruga Divina’ Sem segundos uma concha de tartaruga formada vento a envolveu.

Arjen tinha total confiança em seu ataque e atacou com força total “Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh Segure meu ataque…” - Ele gritou, imbuindo suas lâminas com ainda mais prana.

“Tente passar por minha defesa antes…” - Katrina sorriu para ele também confiante em sua defesa.

Assim que as duas habilidade entraram em contado uma onda de energia se precipitou para todos os lados, mesmo com a matriz como proteção, parte da energia passou pelas brechas fazendo o couro cabeludo dos mais fracos se arrepiarem.

Katrina estava sorrindo enquanto desativada o escudo e cortava com sua espada na direção de Arjen, instantaneamente outras duas espadas de vento surgiram cada qual ao lado dela.

Arjen não teve tempo de digerir o que estava acontecendo, ele mal teve tempo de tentar preparar um defesa, mas foi tarde demais.

As espadas de Katrina cortaram horizontalmente e atingiram as adagas que Arjen tinha colocado em posição de defesa, mas desta vez ele não conseguiu aguentar a pressão do ataque e depois de alguns momentos saiu voando dando cambalhotas no ar. A multidão abriu espaço e ele colidiu contra uma árvore que estava próxima.

“Woowwwwww a Irmã Sênior Katrina venceu…”

“Eu falei, ninguém pode lidar com a técnica de espadas dela.”

“I-isso foi incrivel, que técnica incrível de defesa formada de vento.”

De longe Yullan olhava aquela cena com total atenção, ele ainda não tinha uma habilidade de defesa e era ainda era fraco em lutas de curta distância. Em sua mente, já estava pensando em como lidar com aquele problema, mas uma técnica de defesa formada de vento seria um incrível incremento em sua força atual.

Enquanto Yullan pensava, outro garoto subiu a arena encarando Katrina.

“Este jovem discípulo gostaria de desafiar a irmã sênior em algumas trocas de golpes. Valerius Alden, dezesete anos e discípulo da Seita Externa do Oeste da Seita Penas do Caos nível intermediário do segundo grau da purificação da matéria” - Um garoto com roupas e cabelos curtos subiu na arena com um olhar sereno. Claramente ele respeitava a força de sua oponente.

Katrina olhou intrigada para o jovem a sua frente. Apesar de todos fazerem parte da Seita Externa do Oeste, dado o número elevado de discípulos, raramente existia alguém que conhecia todos - para falar a verdade uma pessoa dessas não existia. Este discípulo em sua frente tinha uma aura tranquila e passava total confiança, era alguém que ela não poderia ignorar, mesmo que perdesse esta seria uma ótima oportunidade para aprendizado.

“Eu aceito seu desafio…” - Katrina falou com um sorriso no rosto. Ela tinha pensado em sair da arena e aguardar uma outra oportunidade, mas reconheceu o caráter e a força deste oponente atual. Diferente da luta com o Arjen, no qual ela só queria dar uma lição, ela agora queria se divertir com uma luta de verdade.



Acadimentos especiais a Davi Monteiro Silva por patrocinar este capítulo. 

PS: Mais um capítulo patrocinado e conseguiremos metade do valor necessário para a imagem do Skar * - *

PS2: Ainda estou devendo um capítulo da semana passada que irá sair junto com o capítulo de amanhã.

PS3: Estarei quitando os Capítulos prometidos pelos comentários na Index o mais rápido possível, planejo fazer isso ainda essa semana :D Então quem ainda não comentou, aproveita o evento: A cada 10 Comentários e 10 Recomendações na Index de GNM eu irei liberar um capítulo extra :D

Por ScryzZ | 26/03/18 às 19:05 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Wuxia, Xianxia, Xuanhuan, Protagonismo Feminino, Romance, Brasileira