CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 142 - Espadas Voadoras

A Guerra dos Nove Mundos (GNM)

Capítulo 142 - Espadas Voadoras

Autor: Maurício Argôlo | Revisão: SolidSnake | QC: Bru

Alguns minutos atrás:

Assim que Yumi chegou nas proximidades sua beleza chamou atenção de vários discípulos, muitos deles procuraram saber quem ela era e descobriram que era uma das amigas de Sagwa e filha do patriarca do Clã Snow.

Jacoby foi um dos interessados e quando soube seu nome, ele rapidamente se lembrou dos boatos do acordo entre o Clã Snow e o Clã Stafford, de como uma das filhas do patriarca se recusou a casar com um dos filhos do patriarca mas ele nem ligava para isso, já que não tinha muito contato com os filhos do patriarca, afinal ele era filho de um dos anciões do Clã, nada além disso.

Sua atenção estava voltada para o fato de elas serem amigas, um plano começou a ser bolado em sua mente: ele não deixaria a humilhação que Naomy sofreu passar em vão. Apesar de não ser correspondido, ele sentia algo por ela que ia além da amizade e esse sentimento lhe fazia querer vingança.

Quando viu Sagwa e Yumi tão próximas ele não teve mais dúvidas, ela seria o seu caminho até a vingança. Yumi era muito mais fraca que ele, estava um nível abaixo. Sagwa podia ser forte, mas não queria dizer que seus amigos também fossem.

Um sorriso diabólico marcava seu semblante e quando a partida que estava em andamento terminou ele se apressou e subiu na arena sem esperar nenhum segundo para dizer quem ele desejava desafiar.

------------------------------------------------------

“O que está acontecendo?” - Yumi perguntou enquanto findava o abraço com Sagwa.

“Parece que ele quer te desafiar” - Sagwa falou.

“Mas como assim?” - Yumi perguntou demonstrando não saber do que se tratava. Quando ela saiu da casa da Matriarca ela não viu ninguém nas proximidades, porém ao olhar na direção da entrada da cordilheira ela viu luzes e uma grande concentração de pessoas, então se lançou na direção da entrada com curiosidade, quando chegou, viu pessoas lutando em uma arena mas não entendia ao certo o que aquilo queria dizer.

“É uma demonstração de movimentos. Qualquer um pode subir na arena e desafiar outro discípulo, o desafiado pode recusar ou não.” - Yullan falou bem sucintamente.

“Entendo…” - Yumi falou olhando para Jacoby.

“Yumi, você acabou de avançar, é melhor aguardar um pouco…” - Yullan falou.

“Não há necessidade, eu quero experimentar o quão forte estou.” - Yumi falou enquanto ajeitava seu corpo e se preparava para ir na direção da arena.

Um sorriso apareceu no rosto de Jacoby quando ele percebeu que Yumi pretendia aceitar seu desafio.

“Yumi…” - Sagwa falou antes de ela ir - “As regras são para não machucar ninguém severamente, então vá com calma.”

Yumi olhou para trás enquanto sorria levemente: “Certo…”

“Além disso, a luta termina quando um dos participantes ficar inconsciente, pedir rendição ou sair da arena.” - Yullan falou apressadamente.

Segundos depois ela se lançou para a arena.

“Yumi Snow, dezessete anos e discípula da Seita Externa do Oeste da Seita Penas do Caos no Nível inicial do terceiro grau da purificação da matéria. Eu aceito o seu desafio.”

No mesmo instante os discípulos foram à loucura, eles veriam a luta de mais um cultivador de um dos clãs mais importantes da Seita Penas do Caos.

“Owwww o Jacoby vai finalmente lutar.”

“Dizem que, apesar de não ser filho do patriarca, ele é um dos principais gênio do Clã Stafford.”

“Aquela garota é amiga da Sagwa, e apesar de ela estar na mesma idade do Irmão Sênior, o nível dele é superior ao dela. Será que ele quer vingar a Senhoria Naomy?”

“Eu não sei, só sei que quero ver ela sendo espancada para aprenderem que os Discípulos da Seita Interna são superiores à maioria deles. São apenas que em alguns casos os gênios aparecem, mas esta não é a regra.”

“Ela também é discípula do Mestre Skar, não a subestime…”

Várias conversas começaram a acontecer ao mesmo tempo entre os discípulos da Seita Interna. Os discípulos da Seita Externa estavam olhando sem muito ânimo. Eles sabiam que Yumi era forte, mas seu oponente era ainda mais forte, na opinião deles. Sagwa podia ser um gênio entre os gênios, mas isso não significava que seus amigos também seriam, afinal, um raio nunca cai duas vezes no mesmo lugar.

“A Irmã Yumi é bem corajosa…” - Jacoby falou enquanto dava um leve sorriso.

“O irmão Jacoby é muito educado, Obrigada por se preocupar comigo…” - Yumi falou enquanto buscava em seu anel espacial com seu sentido divino e encontrava sua amada espada ‘Tormento de Gelo’.

Assim que a espada apareceu na mão de Yumi um vento frio soprou pela arena e ao mesmo tempo David olhou com mais atenção, demonstrando extrema surpresa. Ele ouviu boatos sobre que a afinidade elemental da Yumi, a rara afinidade com o gelo. As peças do quebra cabeça começaram a se juntar em sua mente.

‘Então foi para isso que a Sagwa tanto queria a espada…’ - Ele pensou consigo mesmo. Inicialmente ele não entendia porque Sagwa gastou tanto em uma espada que não combinava com nenhuma de suas afinidades, mas agora que Yumi estava portando-a ficou claro que era pra sua amiga.

Neste mesmo instante sua ficha caiu ‘Um presente desta magnitude para uma simples amiga?’ - ele pensou enquanto tentava avaliar se aquelas duas eram amigas de fato ou tinham algo a mais.

“Essa espada… Ela é…” - Um ancião falou.

“Tormento de Gelo!” - Outro ancião completou.

Quando Jacoby viu a espada na mão de Yumi, sentiu um calafrio. Ele conhecia as lendas por trás daquela espada, mas ainda assim, não iria se render.

Ele sacou três espadas de seu anel espacial que começaram a flutuar ao seu redor.

“Afinidade elemental com vento… Armas, espadas voadoras… Isso é brutal!” - Um dos discípulos falou. A afinidade com o Vento era conhecida por sua velocidade e poder de seus ataques cortantes. Geralmente seus usuários escolhiam arco ou adagas, mas haviam alguns que escolhiam as espadas voadoras, apesar de serem a minoria.

Isso se dava porque aprender a controlar as espadas voadoras era algo mais fácil de ser falado do que feito. Geralmente somente para aprender a controlá-las demandaria anos de prática.

Mas quando sua arte era aprendida, seu poder era impressionante e brutal, ainda mais porque podiam ser usadas a curta distância e longa distâncias além disso, quando tinha o poder do vento infundidas nelas, seu poder de perfuração e de corte quadruplicava.

Quando Yullan viu aquela cena sua atenção se voltou totalmente para o que Jacoby estava fazendo. Cada fluxo de prana que ele usava para controlar as espadas estava sendo completamente analisado por ele. ‘I-isso é incrível…’ - Ele pensou enquanto respirava fundo e animadamente.

No mesmo instante as três espadas de Jacoby foram na direção de Yumi porém, diferente de como todos achavam que ela iria reagir, ela ficou imóvel, admirando as espadas se aproximarem dela.

Eram realmente armas forjadas por um grande mestre - não só por serem visivelmente muito bem proporcionadas e balanceadas, mas também por sua qualidade artística. Cada uma das lâminas tinha um padrão intrincado gravado de ambos os lados. E as guardas, eram ainda mais impressionantes: não apenas tinham um padrão esculpido, combinando com o das lâminas, como tinham ainda filigranas de ouro, complementando perfeitamente o desenho das espadas, de forma magistral.

E os mesmos desenhos e filigranas se repetiam no pomo, tornando cada uma daquelas espadas uma peça de arte única, mas em perfeita harmonia, quando consideradas parte de um conjunto. Não seria de se duvidar que cada uma custasse o mesmo que um pequeno clã conseguiria produzir em um ano.

Quando estavam quase a tocando Yumi decidiu que já havia ficado admirando a beleza das armas de seu adversário por tempo demais. Voltando a se focar na luta, ela falou baixinho consigo: “Lento…” - Instantaneamente três cristais de gelo apareceram ao redor dela e se lançaram na direção das espadas.

“A-afinidade elemental com gelo…” - Um discípulo da seita interna gritou com urgencia.

Mesmo o patriarca e os anciãos ficaram surpresos. Apesar de terem ouvido os rumores eles não acreditavam que pudessem ser verdadeiros.

Logo em seguida os três cristais de gelo colidiram com as espadas voadoras e produziram leves sons agudos.

Quando Jacoby viu a cena ele ficou sem reação por alguns instantes, mas logo em seguida ele despertou e começou a controlar as espadas de forma que uma luta frenética entre espadas e cristais de gelo se desenrolou.

Yumi estava parada e imóvel desde que entrou na arena, era como se ela controlasse os cristais somente com o pensamento. Diferente dela Jacoby movimentava os dedos alucinadamente tentando acompanhar a velocidade de Yumi.

Alguns minutos se passaram e flocos de neve começaram a cair na arena enquanto a aura de Yumi aumentava. Naquele momento todos sentiram o mesmo calafrio que sentiram mais cedo.

E desta vez, os flocos de neve pareciam estar afetando especialmente Jacoby, que já era lento perante a Yumi, agora então? Era como se fosse o cultivo dele que estava alguns níveis abaixo de Yumi.

Enquanto os flocos caíam e as espadas digladiavam com os cristais, Yumi deu seu primeiro passo, lento como se estivesse acabando de acordar, logo em seguida o segundo, terceiro, quarto e assim continuou enquanto ia na direção de Jacoby.

Ele começou a se assustar, agora tinha que usar mais prana que o normal para lidar com o gelo e sentia suas forças serem drenadas.

Demorou pouco tempo para Yumi chegar perto dele, neste momento ela nem estava mais olhando para os cristais, era como se soubesse onde as espadas estavam somente de olhar a posição dos dedos de Jacoby.

Neste momento uma onda de vento se precipitou do corpo de Jacoby e outra espada apareceu indo na direção da cabeça de Yumi tão rápida quanto o vento. Os anciãos são redor se agitaram se preparando para intervir, eles olharam rapidamente para Skar o o viram sentado, como se não estivesse preocupado com sua discípula.

“Muito lento…” - Jacoby pôde ouvir a doce e suave voz de Yumi falar enquanto agitava a ‘Tormento de Gelo’ ainda embainhada e desviava a trajetória da espada.

“I-isso é impossiv--” - Jacoby não conseguiu terminar sua frase pois o pomo da mesma espada, que desviou de sua quarta espada o acertou em cheio na boca do estômago.

Ele cuspiu um bocado de sangue quando saiu voando e colidiu com uma mesa cheia de comida.

No mesmo instante um vento frio passou por todos os presentes lhes fazendo sentir a mesma sensação de perigo que sentiram momentos antes. Quando sentiram aquilo eles novamente entenderam.

“A-aquela aura gélida, era da Yumi…” - Cristan estava de longe ao lado de Avril quando falou, admirando a força sobrenatural que sua meia irmã obteve.

“Monstros, elas não são normais…” - Um discípulo gritou alarmado.

“Quem vai querer enfrentá-la agora? Eu não subo nesse ringue nem que me paguem.”

“Acho mais válido tentar a sorte com os outros discípulos do Mestre Skar, essa ai e a última que lutou são dois seres anormais.”

Várias pessoas comentavam o que viam, céticas do poder que ambas tinham.

Neste exato momento o patriarca olhou para Skar, surpreso. Que tipo de monstros ele estava treinando?



Notas:

Jovens, nós tínhamos um evento onde a premiação seriam camisas e a possibilidade de fazer personagens junto comigo, porém, o evento não teve uma participação significativa, eu irei prorrogar o prazo ate 01 de Maio. Por favor, participem, este será o pontapé inicial para que eu consiga trazer umas novidades para GNM :) Para quem não sabe a ideia é a seguinte: Link Evento GNM

Nota 2 - Faltam apenas 5 capítulos patrocinados para conseguirmos o valor da imagem do Skar, Aqueles que puderem, por favor, ajudem!!!

Por ScryzZ | 03/04/18 às 21:43 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Wuxia, Xianxia, Xuanhuan, Protagonismo Feminino, Romance, Brasileira