CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 211 - Discípulos de Núcleo

A Guerra dos Nove Mundos (GNM)

Capítulo 211 - Discípulos de Núcleo

Autor: Maurício Argôlo | Revisão: SolidSnake, The tempest

Os olhos do Mestre estavam tão arregalados que pareciam querer saltar do rosto. David também não conseguiu esconder sua surpresa, mesmo ele não ousava andar com uma quantidade de Étherion como aquela.

“I-isso é muito…” - O Mestre falou enquanto engolia saliva.

David se virou e pegou metade do Étherion que estava na mão de Sagwa - “Essa quantidade é mais que o suficiente. Não precisa nos dar o troco!” - Ele tinha um expressão séria quando entregou o Étherion para o mestre que entendeu perfeitamente o que ele queria dizer.

Já faziam décadas desde que o Étherion se tornou escasso, sendo esse foi o principal motivo da decadência das seitas da Região Nordeste. Não foi diferente com a Seita Penas do Caos que foi a mais afetada pela falta de Étherion.

Em pouco tempo as seitas maiores começaram a se aproveitar da fraqueza e começaram a suprimi-la. Ou, de forma mais exata, a única coisa que mantinha a seita viva era a existência de Skar e Zaffaroni que usavam seu poder e influência por baixo dos planos para impedir ataques massivos.

“Está discípula agradece a compreensão do Mestre!” - Sagwa falou e depois de guardar o resto do Étherion que estava em sua mão juntou os punhos e se curvou levemente.

“Qual nível a jovem discípula deseja começar?” - O Mestre Kenny perguntou olhando Sagwa nos olhos.

“Dez…” - Sagwa falou sem nem pensar duas vezes.

“Tudo bem…” O Mestre se virou para o painel que lhe permitia gerir a matriz, mas quando elevou o nível a ficha finalmente caiu: ele virou-se novamente e com os olhos demonstrando dúvida ele perguntou novamente “Desculpe minha falta de modos, mas a jovem discípula disse nível dez?”

“Isso mesmo…” - Sagwa respondeu.

David quase morreu de rir quando ouviu Sagwa falar aquilo. Fora ele, os únicos que aguentavam o nível dez da matriz eram os vinte melhores discípulos da Seita Penas do Caos - ou seja, os discípulos que ocupavam as vinte primeiras casas Celestiais.

Apesar de achar um pouco difícil acreditar que Sagwa fosse durar muito tempo ao iniciar no nível dez ele tinha plena noção que ela era uma garota não se podia subestimar.

“Mestre Kenny, está tudo bem… Ela vai ficar bem!” - David falou serenamente.

“Se o Jovem mestre diz…” - O Mestre Kenny  virou-se para terminar as configurações da matriz e assim que terminou indicou o caminho para Sagwa.

David juntou os punhos e agradeceu ao Mestre, em seguida saiu da cabine e procurou um lugar para se sentar e esperar que Sagwa saísse. O primeiro lugar que ele viu foi um banco estava vazio que ficava exatamente embaixo de uma árvore. Melhor ainda, dali ele conseguia ver totalmente a matriz e todas as Estelas de Pedra.

Sagwa teve que esperar alguns minutos até que uma das vagas da Matriz estivesse livre. Ela aproveitou este tempo para refletir quais seriam seus próximos passos no futuro. Sem dúvidas teria que ajudar a aumentar o nível de prestígio da Seita Penas do Caos. Se não o fizesse, nada garantia que sua família estaria segura quando ela ascendesse ao reino principal.

“Sagwa… É a sua vez!” - O Mestre Kenny falou. Ele ainda não tinha certeza sobre tudo isso. Com certeza o Ancião, e possivelmente o patriarca, ficariam sabendo que ele permitiu a entrada de Sagwa na matriz, e ainda por cima de tudo, no nível dez. Inicialmente ele usou a desculpa do Étheiron imaginando que aquilo seria algo impossível de conseguir, até mesmo para David. Mas ele tinha se esquecido completamente que Skar tinha a própria reserva de Étherion pessoal e poderia usar de qualquer forma.

Como não podia voltar atrás com sua palavra, não tinha mais o que fazer a não ser encarar as consequências de seus atos.

……

Quando Sagwa abriu os olhos novamente ela estava no meio de uma floresta, fazia tempo desde a última vez que ela tinha visto aquele ambiente. Diferente da primeira vez no entanto, agora ela se sentia uma sensação boa. Poder testar seus novos limites lhe deixava extremamente feliz.

Enquanto olhava o cronômetro no céu iniciava a contagem regressiva para que as primeiras hordas de bestas começasse a aparecer, Sagwa refletia sobre tudo que Vishnu lhe disse. Segundo ela, Sagwa herdou uma Habilidade Intrínseca de Shiva e era algo que desafiava a lógica e as leis do mundo. Se fosse algo assim tão extraordinário podia chamar muita atenção, e nesse mundo onde a inveja rodava solta, era mais seguro se ela descobrisse do que se tratava em um lugar que ninguém pudesse vê-la. Assim sendo, a Matriz de Simulação era o ambiente de teste perfeito. Este era o principal motivo que a fez ter insistido em utilizá-la.

Finalmente o cronômetro chegou a 0 zero, em instantes um som de *Zooom* e, ao mesmo tempo, alguns pontos brilhantes apareceram diante dela. Segundos depois quinze Lobos de Presas Fantasma surgiram.

Como de costume, eles tinham um poder equivalente a um artista marcial que estava no pico do nível avançado do segundo grau. Normalmente seriam inimigos fáceis para ela, contudo, eles pareciam um tanto diferentes, esteticamente eles pareciam Lobos de Presas Fantasma comuns. A aura que eles liberaram deixava Sagwa um pouco ansiosa, não por achar que eles podiam representar alguma ameaça, mas sim porque ela não sabia o que aquilo significava.

Ignorando aquele sentimento ela sorriu levemente quando Poseidon apareceu em sua mão e, sem falar nada, se lançou na direção dos lobos. Ela golpeou com Poseidon na horizontal e, mesmo sem usar a condensação do fogo, três lobos foram mortos em instantes.

Ela olhou pro lado e aproveitou a posição que Poseidon estava e cortou novamente na horizontal e atingiu mais dois lobos que desfaleceram instantaneamente. Contudo, uma sensação estranha brotou surgiu. Os outros dez lobos fizeram uma formação circular e cercaram-na completamente.

Segundos depois as presas dos dez lobos começaram a emitir um brilho negro e em instantes uma fumaça negra começou a se apossar completamente das presas deles. E não parou por aí, a fumaça continuou a fluir na direção da ponta das presas e começaram a se amontoar, em instantes as presas pareciam ter o dobro do tamanho.

Sagwa estreitou os olhos quando viu aquilo. Até onde ela sabia as bestas demoníacas não podiam usar habilidades como os humanos, então, o que diabos estava acontecendo?

Os dez lobos atacaram de uma vez, um sorriso de satisfação apareceu no rosto de Sagwa - “Bem… Não importa. Isso tornará as coisas mais divertidas.” - Sagwa falou consigo mesma, agora entendendo porque o Mestre Kenny ficou tão perplexo com sua decisão de experimentar o nível dez.

Sagwa ativou a condensação do fogo e simplesmente girou seu corpo 360 graus Em instantes as labaredas de fogo junto com poseidon deram fim a vida dos dez lobos restantes Assim que foram consumidos pelas chamas a primeira rodada tinha terminado. A segunda rodada começou  logo em seguida e quarenta Lobos de Presas Fantasma apareceram diante de Sagwa.

……

Fora da Matriz de Simulação:

Uma comoção se iniciou quando o número dez se acendeu acima do slot que Sagwa tinha se sentado.

“Uma garota que chegou com o Jovem Mestre Snake entrou no nivel dez?” - Um discípulo que tinha acabado de chegar na praça perguntou ao amigo que tinha presenciado toda a cena.

“Sim… Inacreditável né?” - O outro respondeu sem querer acreditar na coragem da garota.

“O que? Você não acha que isso é demais? Ela só está querendo se mostrar, eu não dou quinze minutos até ela sair de lá completamente esgotada.” - Uma discípula enraivecida falou;

“Pare de falar merda, ela chamou atenção do Jovem mestre, não a subestime desta forma.” - Um amigo que estava ao seu lado a repreendeu.

“Ela é a garota que lutou no certo a Cidade da Boa Fortuna, não foi?” - Uma garota do outro lado da praça perguntava a um discipulos.

“Sim… De acordo com os discípulos que estavam presentes, uma garota de cabelos escarlates, mesmo estando no terceiro grau, conseguiu lutar formando dupla com o Jovem Mestre.” - Outra garota respondeu.

“Temos que passar essa informação a Irmã Senior o mais rápido possível.” - A primeira garota respondeu enquanto se virava e ia na direção das Casas Celestiais. A sua amiga a seguiu e ambas correram com toda velocidade possível.

Em questão de minutos a notícia da garota desconhecida que entrou na Matriz de Simulação no nível dez.

“David…” - Uma voz feminina se destacou na multidão que circundava David.

“Hô… Jacoby… Naomy!” - David respondeu com um sorriso no rosto. Desde a visita ao Clã Étherion ele não tinha mais visto os seus amigos.

“O que você está fazendo aqui?” - Naomy perguntou querendo demonstrar surpresa no encontro.

“Eu trouxe a Sagwa para fazer um teste na matriz de simulação…” - David sorriu levemente quando disse aquelas palavras. Naquele momento todos pararam o que estava fazendo para prestar atenção na conversa dos dois.

“Mas… Ela nem é discípula da Seita Interna. Porque permitiriam isso?” - Naomy tinha inveja no olhar ao fazer a pergunta. David já a estava chamando pelo nome.

“Não importa se for Seita Interna ou Seita Externa, todos fazemos parte da Seita Penas do Caos. Este tipo de segregação é algo que não deveria existir.” - David respondeu.

“Hô… E você acha que a seita tem recursos suficientes para gastar com discípulos que geralmente não passam do terceiro grau?” - Uma voz masculina soou no meio da multidão.

Em instantes um corredor se abriu e um homem alto de cabelos curtos e corpo musculoso andou na direção de David.

Outra grande comoção teve início:

“A-a-aquele é Ennio Yogi, um discípulo de núcleo… Residente da décima primeira Casa Celestial.

“O-o que ele veio fazer aqui?Não me diga que mesmo os discípulos de Núcleo estão interessados no incidente de hoje.” - Um discípulo comentou com um amigo.

“Ohhh… Em pensar que este incidente chamaria a atenção do Irmão Yogi...” - David respondeu.

“Ahhhh... Não da para subestimar uma pessoa que aceita entrar na Matriz no nível 10. Se essa garota realmente sobreviver muito tempo dentro da Matriz, é certo que ela se tornará uma rival na competição pelas casas Celestiais.” - Ennio falou sem rodeios.

“Acho que não fui somente eu que decidi vir dar uma espiadinha nos acontecimentos.” - Uma garota com cabelos negros até a altura do ombro falou.

Outra comoção teve inicio, desta vez a pessoa dos comentários era Yvette Marcelli, residente da décima quinta Casa Celestial.

“Parece que as coisas vão ficar animadas hoje…” - Dessa vez quem falou foi Stefan Yamadron, residente da trigésima terceira Casa Celestial.

“Faz tempo desde a última vez que vi tanto de nós reunidos em um só lugar.” - Helena Tullius, residente da vigésima oitava Casa Celestial.

Em pouco tempo, dos cem discípulos de Núcleo da Seita Penas Celestial, quarenta e dois apareceram na praça para testemunhar o que iria acontecer. Alguns deles tinham medo de perder sua posição e queriam ver se realmente deveriam prestar atenção em Sagwa.

Outros sentiram inveja de tudo aquilo e queriam ver quem era aquela garota. Se fosse alguém quem eles julgassem ser uma ameaça, fariam de tudo para eliminá-la. E outros apareceram somente para testemunhar os novos acontecimentos. Se ela fosse mais forte que eles, certamente a culpa seria deles mesmos por serem tão fracos. Afinal de contas, sabiam que o universo não tinha limites e em cada esquina, um ser mais fortes que eles espreitava.

“Naomy, você não deveria estar treinando? Cuidado, ocupar a Casa Celestial de Número 100 é perigoso!” - Uma garota falou sorrindo para Naomy. Naturalmente o tom provocativo dela deixou claro que ela esperava que Naomy não durasse muito tempo com o Status de Discípula de Núcleo. Mas ela não estava totalmente errada, possuir a casa de Número 100 também significava que ela seria a mais fraca dentre os discípulos de núcleo e por isso ela seria a mais desafiada.

“Porque você não cuida da própria vida? Mina Giannini, você está a apenas oito posições depois de mim, se não tomar cuidado, eu quem vou te desafiar.” - Naomy respondeu apropriadamente.

“Vocês duas… poderiam parar de brigar?” - Jacoby falou, em seguida virou para David e prestou atenção no amigo. De todos os discípulos de núcleo que tinham dígito único, ele era o único presente.

“David… O que você planeja ao trazer essa garota aqui?” - Jacoby perguntou. Ele sabia do poder que Sagwa tinha e, ao testemunhar seu novo nível de cultivo, tinha plena convicção que o talento dela era incrivelmente alto. Será que seu amigo estaria interessado nela?

“Nada demais Jac. Estou fazendo um favor de amigo…” - David falou, em seguida fechou os olhos e começou a cultivar se isolando mentalmente do mundo ao seu redor.

… …

Naquele mesmo momento, dentro da cúpula da Reunião dos Anciões.

“O Selo D’Alma foi implantado com sucesso. Deixem-na descansar por algumas horas e em seguida façam-na falar o nome e sobrenome de todos os traidores. Quando a lista estiver pronta me avisem e ativem a matriz de interrupção de comunicação na área da Seita por inteiro. Depois disso, todos os anciãos e mestres estão encarregados de dizimar até a última pessoa que ousou trair nossa Senhora. Do Caos iremos nos restabelecer e do Caos nos tornamos mais fortes.” - O patriarca fez os encaminhamentos das decisões tomadas junto ao conselho, depois de uma pequena pausa ele continuou - “Os discípulos de Skar terão permissão para ingressar na Seita Interna e, a partir deste momento até daqui a oito meses, eles deverão ocupar uma vaga na primeira estela de pedra e uma das quinze primeiras casas Celestiais. Skar irá pedir a sua Discípula para permitir que o senhor Hitokiri nos acompanhe em nossa caça aos traidores. E eu e meu filho iremos lidar com todos os traidores que estejam dentro da Capital e da Seita Interna. Todos de acordo?”

“Sem Objeção!” - Todos os anciãos falaram ao mesmo tempo.

“Assim encerramos esta reunião.” - Assim que o patriarca falou as portas se abriram e dois meses entraram às pressas.

“O que houve?” - O senhor da Cidade perguntou repentinamente.

“Desculpem a intromissão… Senhor Patriarca, há um assunto urgente.” - O homem falou.

“O que houve? Fale de uma vez.” - O patriarca falou.

“O Jovem Mestre David permitiu que a Discípula do Mestre Skar entrasse na Matriz de Simulação…” - O Mestre falou meio ofegante.

“Hô…” - Skar abriu os olhos sonolentos até a metade.

“Então ela já acordou? Tudo Bem, ela e os discípulos de Skar podem usar a Matriz no momento que quiserem.” - O patriarca falou.

“Senhor… Ela acessou o nível dez!” - O homem terminou de falar a frase.

“O que?” - Um Ancião falou boquiaberto.

“Ela não está no nível Avançado do Terceiro grau? Como pode escolher este nível? E quem permitiu isso?” - Outro ancião falou;

“Este Mestre não tem a intenção de corrigir o Ancião, mas a Discípula Sagwa está no nível Supremo do terceiro Grau.”

Quando o mestre falou aquilo os olhos de Skar se abriram por completo, ele tinha certeza que faziam poucas semanas desde que Sagwa avançou para o nível avançado. Como ela já tinha ido para o nível Supremo? Yullan olhou para o mestre e percebeu que eles estavam pensando a mesma coisa.

Sem falar mais nada Skar simplesmente se moveu e desapareceu do salão.

… …

Na Matriz de Simulação.

Cerca de trinta minutos tinham se passado. O olhar de Sagwa era sereno enquanto ela encarava as dez luzes brancas que apareciam em sua frente e tomavam a forma de Ursos Demoníacos. Da última vez que ela tinha entrado na Matriz de Simulação estes foram os inimigos que a mataram. Eram Bestas demoníacas que se equiparavam a um cultivador do Nível Inicial do Terceiro Grau.

Ela sabia que a partir de agora a dificuldade iria aumentar drasticamente. Diferente das fases anteriores, esta começava com uma rodada de dez inimigos e iria aumentar progressivamente. Outra diferença era que as fases anteriores possuíam seis rodadas de monstros e agora seriam dez, sendo que a última tinha um número de monstros que poderia ser considerado um pequeno exército.

Mas, o que mais preocupava Sagwa era o fato de esses monstros conseguirem usar alguma habilidade especial. Primeiro foram os lobos com suas presas fantasmas, depois leões de duas cabeças que cuspiam fogo. Agora, Ursos que pareciam ter o dobro da força de um urso comum.

Sagwa ativou sua condensação de fogo e sem falar nada se lançou na direção do primeiro inimigo. Ela não era mais a mesma de antes, depois se sua última participação na matriz, havia enfrentado várias batalhas e algumas guerras. Ela matou inúmeros inimigos e sabia que estes Ursos não estavam aptos para produzir qualquer risco.

Ela brandiu Poseidon, que vibrou de em resposta ao entusiasmo de Sagwa, e em segundos dividiu um urso ao meio como se fosse uma tesoura cortando um pedaço de papel.



Pessoal, eu já não suporto mais pedir desculpas a vocês pelos atrasos. Por isso eu estive conversando com alguns leitores lá no grupo do WhatsApp e, junto a equipe de GNM, decidi fazer o seguinte:

Pretendo mudar mais uma vez a frequência e dia de lançamentos para uma vez por semana e sempre aos domingos. Isso será somente por alguns meses, até eu conseguir me reerguer mentalmente, minha inspiração decidir voltar e ter tempo suficiente para escrever. Vou aproveitando esse tempo para continuar relendo a novel, atualizar a Wiki, fazer minhas anotações pessoais, programar mais detalhadamente os próximos 3 arcos, que já sai o que irá acontecer, e guardar capítulos ara lançamentos sem atrasos. O que vocês acham? Deixem suas opiniões nos comentários. 

No Mais, Arigatou Gozaimasu <3


Por ScryzZ | 22/10/18 às 20:45 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Wuxia, Xianxia, Xuanhuan, Protagonismo Feminino, Romance, Brasileira