CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 39 - Coelhos Demoníacos

A Guerra dos Nove Mundos (GNM)

Capítulo 39 - Coelhos Demoníacos

Autor: Maurício Argôlo | Revisão: Luis Gimenes, Bru, SolidSnake

Após algum tempo, finalmente Sagwa matou a última raposa de quatro caudas. Suas roupas estavam rasgadas e, em seu corpo, era possível ver muitas feridas feitas pelas garras delas. Agora o relógio no céu marcava 01:35 e o contador de bestas: 1500.

Sagwa voltou para onde Yumi estava e sentou-se um pouco para descansar.

“Yumi… Vamos aproveitar que esta rodada inicial só irão aparecer 15 bestas e vamos gastar o mínimo de Prana possível.” - Enquanto falava, o corpo de Sagwa ia se curando e Yumi viu as feridas de Sagwa se fechando, o que a deixou surpresa com a taxa de recuperação dela, era algo impressionante.

“Yumi, porque te chamam de Bastarda”?

“Hamm… Isso é porque eu sou filha de uma concubina do meu pai”.

“Mesmo assim, você ainda é filha do Patriarca do seu Clã, porque ninguém te respeita”?

“Depois que minha mãe morreu eu fui esquecida pelo meu pai, tudo piorou mais ainda quando eu demonstrei não ter tanto talento no cultivo. O único que me apoiou foi meu avô, pai do meu pai”.

“Seu Avô é o pai do patriarca e ainda assim não te respeitam?”

“Sim, meu avô está quase morrendo, mesmo meu pai já não liga tanto para ele. Atualmente, ele é visto como um cadáver vivo e ninguém quer gastar tantos recursos com ele. Minha maior motivação em participar neste teste é para tentar conseguir da seita algum medicamento espiritual que consiga fazer com que a vida do meu avô seja prolongada. Mas com meu nível de força, temo que isso seja quase impossível de fazer”.

“Uma pílula como esta realmente existe”?

“Sim, mas eu li nos livros antigos que está é uma pílula rara, difícil de ser conseguida até mesmo pelos anciões e o patriarca de algumas seitas grandes”.

“Entendo, nós vamos dar um jeito de ajudar seu avô”!

“Nós? A senhorita pretende me ajudar”?

“Mas é claro, somo amigas não somos? E outra coisa… Pare de me chamar de Senhorita, para você, Sagwa está de bom tamanho”!

Neste momento, os olhos de Yumi começaram a ficar molhados. Ela nunca foi tratada tão bem a não ser pelo seu avô. E nunca teve uma amiga de verdade, seu único status era de ser uma bastarda e por isso ninguém a respeita. Depois de passar tanto tempo sofrendo, ela finalmente encontrou alguém que pudesse chamar de amiga.

*Roooooaaarrrrr*

Não houve muito tempo para se emocionar, logo os animais da primeira rodada as encontraram.

“Humm? Não são mais raposas? Agora são… Coelhos”?

Esses Coelhos tinham os dentes tão grandes, quase do tamanho das presas de um Tigre Negro dos Olhos Vermelhos. Seu pelo era completamente preto e seus olhos tão vermelhos quanto o sangue. Em suas patas, era possível ver três garras tão grandes quanto as garras do Wolverine. Suas orelhas eram pontiagudas e não redondas, nas pontas elas eram prateadas, como se fossem feitas de algum tipo de metal raro.

Enquanto Sagwa estava perdida em seus pensamentos, o coelho pulou para frente e direcionou suas orelhas na direção de Yumi. Rapidamente, elas se esquivaram, cada uma para um lado, e uma cratera surgiu onde elas estavam. Yumi engoliu seco quando viu aquilo, o poder destas bestas era muito maior do que as raposas.

“Sen… Sagwa… Cuidado, esses são Coelhos Demoníacos, eles são tão fortes quando um artista marcial no pico do Nível Intermediário do Segundo Grau da Purificação da Matéria.”

“O que? Saltou do Nível Supremo do Primeiro grau para o Nível Intermediário do Segundo Grau?… Eles são muito mais rápidos e poderosos que a raposa de quatro caudas. Do terceira lote em diante eles vão dar trabalho”.

“S-sim”...

“Yumi, eles são mais rápidos que você e quase tão rápidos quanto eu. Tome cuidado!”

Assim que terminou de falar Sagwa se lançou na direção dos Coelhos. Ela usou sua técnica de consolidação de fogo no tridente, pulou no ar e movimentou seu tridente em direção ao crânio de um dos coelhos demoníacos. Subitamente, o coelho desviou do ataque e se aproximou dela com as garras apontando para seu tórax, instintivamente Sagwa reagiu e desviou da trajetória do ataque do coelho.

“O Que? Eles são mais rápidos que os artistas marciais que eu já matei até hoje, como isso é possível”?

“Sagwa, tenha cuidado, esses coelhos se destacam em agilidade, eles vivem em uma determinada área do mundo dimensional controlado pela Seita Penas do Caos e são os responsáveis pela morte de muitos dos discípulos”.

“Humm, a velocidade deles é anormal… Eles são mais rápidos que os Leopardos de Sangue que eu costumava caçar na floresta perto do meu clã”.

Enquanto trocava informações com Yumi, mais dois Coelhos chegaram ao local. Agora, elas estavam enfrentando quatro coelhos demoníacos. Um dos coelhos tomou a iniciativa e correu na direção de Sagwa e outro foi na direção de Yumi.

Sagwa lançou seu tridente na direção do Coelho que estava indo em sua direção. Quando o tridente estava prestes a acertá-lo, ele subitamente desapareceu e o tridente acertou um fantasma do coelho que tinha ficado no local. Quando ela menos esperava, o coelho que estava indo na direção de Yumi desviou da trajetória e acertou-a pelas costas.

*boooommmm*

Um som de explosão ecoou quando Sagwa se chocou contra o chão. Ela não teve muito tempo para descansar, enquanto colidia com o chão, os dois coelhos iam em sua direção. Logo, a pérola negra apareceu na testa de Sagwa e o poder se sua linhagem começou a permear seu corpo, pela primeira vez no teste ela sentiu perigo.

Sem se preocupar em limpar o sangue que escorria de sua boca, Sagwa simplesmente se pôs de pé e se lançou da direção dos dois coelhos. A linhagem dos três príncipes percorreu cada um dos meridianos de seu corpo.

“Você estão procurando a morte”...

Ela movimentou seu tridente na horizontal, tentando dividir os dois coelhos na metade, mas novamente eles desviaram do ataque. Mas diferente de antes, Sagwa calculou a trajetória deles, que idiotamente foram para o mesmo lado, e logo condensou fogo e girou o corpo cortando o lugar onde os coelhos estavam indo. Eles foram pegos de surpresa e até tentaram esquivar, mas era tarde demais.

*Wushhh*

Os dois foram mortos instantaneamente pelo ataque de Sagwa. Mas ela não parou por aí, assim que o corpo dos coelhos foram divididos em dois pedaços, ela se lançou para onde yumi estava. Um dos coelhos estava atacando e ela não conseguiria aguentar por muito tempo.

Em segundos, Sagwa chegou onde ela estava e lançou o tridente na cabeça do coelho que estava distraído no ataque a Yumi, dilacerando completamente o crânio da besta.Antes que Yumi tivesse tempo de agradecer, Sagwa partiu em direção ao último coelho, que não fugiu. Ele correu na direção de Sagwa com suas garras apontadas para ela. Sagwa sorriu, aquela era a emoção que ela queria. “Venhaaaaaa… pague sua penitência com sangue”...

A pérola na testa de Sagwa ficou ainda mais negra. O coelho atacou diretamente, era um tipo de ataque suicida, mas ele planejava levar Sagwa junto com ele. Ela sorriu e fez a mesma coisa que o primeiro Coelho fez com ela. Quando as garras do Coelho estavam próximas a sua testa ela desviou para a esquerda e a garra passou por um fantasma de Sagwa que tinha ficado no local. Sagwa tinha um esbelto sorriso enquanto girava o corpo e arrancava a cabeça do Coelho que só viu o mundo girar enquanto sua cabeça caia no chão.

“Yumi, você está bem?”

“S-sim, só que eu acabei gastando boa parte da energia que eu tinha conseguido acumular.” - Enquanto falou isso Yumi tentou esconder os ferimentos que ela sofreu do coelho que a atacou. Ele só atacou por alguns segundos, mas mesmo assim foi o suficiente para ferir Yumi em vários pontos de seu corpo.

“Yumi… Tá tudo bem… Eles estão a muitos níveis de distância de você e são assustadoramente rápidos, não precisa esconder os ferimentos, eu não estou chateada. Mas a partir de agora, fique perto de mim e só ataque o mesmo coelho que eu estiver atacando, se sentir qualquer tipo de perigo se afaste e deixe que eu cuido do resto e se ficarmos cercadas por mais de 5 coelhos vamos fugir e bolar algum plano”.

“C-certo… Desculpe por ser um peso para você”.

“Não se preocupe com isso, nós vamos matar muitos desses coelhos, fique tranqui-”...

Antes de conseguir terminar sua frase, mais três coelhos apareceram e foram na direção dela e, um pouco mais atrás, mais dois coelhos vinham em alta velocidade.

“Eles vão nos alcançar logo. Vamos nessa Yumi”...

“Hummm”

*Wuishhh”

Ambas se movimentam na direção dos três monstros, Sagwa na frente e Yumi atrás. Logo, elas alcançaram eles, os três coelhos foram cada um para um lado e o que ficou na frente atacou primeiro e Sagwa foi na direção dele. Ela condensou fogo e se lançou na direção do coelho. Quando este estava prestes a desviar para lançar um contra-ataque no abdômen de Sagwa, um chicote de água o agarrou pela perna impedindo que ele saísse se onde estava.

Sagwa ficou surpresa mas lembrou que Yumi tinha afinidade elemental com a água. Ela aproveitou o momento e finalizou seu ataque. Um jato de sangue saiu do corpo do Coelho enquanto o tridente percorria seu tórax e deixava para trás um gigantesco buraco.

Yumi girou o corpo e formou outro chicote de água com a sua mão esquerda. Ela direcionou ele para o coelho que foi pelo lado direito e segurou ele no lugar. O Coelho que foi pelo lado esquerdo e aproveitou a oportunidade para se lançar na direção do crânio de Yumi. Sagwa viu aquilo e se antecipou, se lançou na direção do Coelho da esquerda e, quando estava próxima ao alvo, ela levantou o tridente e cortou rapidamente para baixo. O corpo do coelho foi instantaneamente dividido em dois. Neste momento, o da direita estava prestes a se lançar na direção de Yumi, como o ataque dela criava chicotes que estavam ligados a sua mão seria fácil para ele se aproximar dela, mas Sagwa já tinha ido na direção dele e cortou sua cabeça.

Ela não falou nada, só se lançou para frente na direção dos dois coelhos que estavam vindo e subitamente lançou seu tridente na direção de um deles. O Coelho tentou desviar, mas a velocidade do tridente era muito alta. Logo, o tridente passou por seu corpo e colidiu com uma árvore ao fundo. O segundo coelho aproveitou que Sagwa estava desarmada e foi em sua direção, mas Yumi se adiantou e segurou-o pelas pernas. Foi tempo suficiente para Sagwa pegar sua arma e lançá-la novamente na direção do último Coelho.

Yumi sorriu e se sentiu feliz por conseguir ajudar, Sagwa retribuiu com outro sorriso. Elas não sabiam quando nem como, mas a sincronia de ambas estava ficando cada vez mais perfeita.

Relógio: 1:25Contador: 1510

…………………………..

Neste momento no Coliseu:

As duplas apareciam uma atrás da outra e o público delirava cada vez que alguém passava no teste.

Dupla n° 873 - 952

Dupla n° 874 - 905

Dupla n° 875 - 891

Dupla n° 876 - 945

Dupla n° 877 - 875

Dupla n° 878 - 1005

“Wowwww …  mais uma dupla passou”.

“Eu não entendo, como os números podem variar tanto, ficar mais tempo não significa dizer que eles mataram mais”?

“Seu burro, se as pessoas ficam mais tempo na matriz significa que eles tiveram estratégias diferentes, mas não significa dizer que mataram mais”.

“Sim, a pessoa pode simplesmente ficar correndo de um lado pro outro e não matar nada”.

“Hááá … Entendi”!

Dupla n° 879 - 999

“Caralho, por um monstro …”

Dupla n° 880 - 1200

“Wowwwwww … Mais outra dupla passou !!”

“Sim, esses são os garoto do Clã Snow, se eles conseguiram tudo isso, imagina o prodígio do Clã, ele conseguirá mais de 1300 com certeza”.

“Sim, e a jovem mestra do Clã Yamadron? Com certeza terá muito mais que 1400”!

A discussão de quem iria conseguir quantas mortes continuou por bastante tempo, até mesmos o ancião e os mestres estavam ansiosos, eles não viam a hora do teste terminar.

“Com certeza o garoto do Clã Snow e a garota do Clã Yamadraon serão os mais destacados, espero que o Ancião escolha somente um deles”.

“Sim, espero que o Mestre Skar também não mude de escolha, se não, os melhores ficarão com ele e com o Ancião”.

“Vamos esperar, Skar só pegou um discípulo até hoje para treinar. Dizem que Sukh é um grande talento que ele encontrou fora da seita e com permissão do Patriarca ele conseguiu que ela entrasse na Seita sem fazer teste”.

“É uma pena que nunca a vimos lutar, parece que o Skar insiste em fazer com que ela não lute”.

“Talvez ela seja uma força, ou não seja tão forte como ele disse e por isso a faz não lutar”.

“Sim… também acho isso”...

Todos os anciãos estavam usando uma técnica que utiliza prana para se comunicarem, assim outras pessoas não podiam escutar sua conversa. É preciso saber que os sentidos de um artista marcial são muito afiados, principalmente depois que eles passam com sucesso do sexto grau da purificação da matéria. Mas ainda assim, Skar sentiu a movimentação de prana e, apesar de não saber o que, ele percebeu que eles estavam falando dele.

……

De volta à simulação de Sagwa e Yumi

Neste momento, o relógio no céu estava marcando: 00:55 e o contador de mortes: 1537.

“Yumi, Cuidado…” Sagwa gritou preocupada.

Por Luis Gimenes | 30/12/17 às 00:15 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Wuxia, Xianxia, Xuanhuan, Protagonismo Feminino, Romance, Brasileira