CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 558 - Grande Irmã Poeira-Vermelha, Me Deixe Explicar

A Will Eternal (AWE)

Capítulo 558 - Grande Irmã Poeira-Vermelha, Me Deixe Explicar

Tradução: Glaurung | Revisão: Marverick

"O que está acontecendo lá!?!?" No lado das Terras Selvagens, os necromantes de alto escalão ficaram chocados e começaram a recuar nervosamente.

Comparado com a pressão que irradiava da área que estava entrando em colapso, os cultivadores da área eram como insetos!

Enquanto todos do lado de fora olhavam ansiosamente, o terceiro nível onde Bai Xiaochun estava também desmoronava!

Aparentemente, o próprio sepulcro foi a razão pela qual todo o labirinto estava em colapso; No instante em que Bai Xiaochun agarrou a pulseira, tudo começou a tremer violentamente. Até as estátuas começavam a desmoronar.

A cabeça de uma das estátuas caiu, batendo no chão e espalhando uma teia de rachaduras.

Era o mesmo com as paredes e até o altar parecia estar desmoronando. O dragão de luz dourada estava se distorcendo e lajes de pedra caíam do telhado em forma de cúpula, fazendo estrondos soarem conforme as peças caíam no chão.

Ao mesmo tempo, poeira subia por toda parte, dificultando a visão.

A expressão de Bai Xiaochun cintilou; todos esses acontecimentos repentinos vieram completamente sem aviso, deixando-o totalmente despreparado. Quando ele estava prestes a recuar do altar...

Em uma área à esquerda do altar, perto de um dos cantos do sepulcro, uma luz de teletransporte brilhou e uma figura vermelha e sombria emergiu.

Momentos depois, a estátua mais próxima começou a cair, fazendo a figura sombria agitar o braço e reduzir a estátua a escombros. Quando a poeira voou, a figura sombria começou a acelerar na direção de Bai Xiaochun e do altar.

Bai Xiaochun imediatamente reconheceu quem foi teleportado para o local. “Senhora Poeira-Vermelha!”

A expressão dela estava sombria e seus olhos ardiam de raiva. Assim como Bai Xiaochun antes, ela estava um pouco desorientada. Ela acabara de terminar o teste e então foi teleportada para este lugar para encontrar tudo em colapso. Embora ela não tivesse certeza do que exatamente estava acontecendo, quando viu Bai Xiaochun e a pulseira que ele estava prestes a colocar em sua bolsa, ela sabia que era a alma Deva. Nesse momento, tudo se encaixou.

Ela não tinha ficado em primeiro lugar, Bai Xiaochun tinha. E ele foi quem pegou a alma Deva diante dela!

“Que impudente!” Ela gritou. "Você nem se qualifica para falar o nome Senhora Poeira-Vermelha! Como se atreve a roubar o tesouro do sepulcro, Bai Xiaochun. Você quer morrer ou algo assim?!?!” Seus olhos ardiam com intenção de matar e quando sua voz penetrante apunhalou os ouvidos de Bai Xiaochun, parecia que uma espada estava rasgando seu cérebro.

Ele cambaleou para trás como se tivesse sido atingido por um martelo, com sangue escorrendo pelos cantos da boca. De repente, ele sentiu um Qi frígido vindo em sua direção, fazendo com que sua espinha arqueasse. Tremendo e com as pupilas se contraindo, ele percebeu naquele momento que estava a poucos minutos de morrer!

"Estou acabado. Kaput!” Ele sabia exatamente o quanto os Selvagens o odiavam e lembrou-se da Senhora Poeira-Vermelha proclamando uma recompensa por sua cabeça do lado de fora da Grande Muralha. O jeito que ela estava olhando para ele agora, quase parecia que ela queria comê-lo vivo.

Nesse momento de crise mortal, sua mente girou para chegar a uma ideia. Essa ideia veio quase instantaneamente e sem hesitação, ele estendeu a mão direita para limpar um pouco do texto da estela de pedra!

Seu objetivo era apagar o texto que falava sobre a maldição, mas pelo que a Senhora Poeira-Vermelha poderia dizer, ele estava tentando apagar todas as palavras com urgência.

Seus olhos se arregalaram e ela acenou com a mão, enviando uma rajada de vento para o atingir.

"Grande Irmã Poeira-Vermelha... me deixe explicar!!" No entanto, sangue jorrou de sua boca enquanto ele era arremessado da estela de pedra. No entanto, porque ele tinha estado tão perto, ele ainda conseguiu apagar aquela linha de texto....

Parecia óbvio que ele estava tentando ganhar seu favor, que era realmente a única opção que ele tinha no momento....

Quase no mesmo momento em que Bai Xiaochun era atingido e jogado para longe do altar, o golpe da Senhora Poeira-Vermelha atingiu também o altar, que foi explodido em pedaços, deixando a estela pairando ali sozinha.

Alguns dos destroços atingiram Bai Xiaochun, fazendo mais sangue sair de sua boca.

"Ela está tentando me matar!" Bai Xiaochun tremia enquanto fugia, incapaz de parar de pensar sobre o fato de que ele estava essencialmente preso em uma pequena sala com a Senhora Poeira-Vermelha. Ela era como um dragão furioso e explosivo, e ele era como um coelhinho minúsculo. Não havia como ela se acalmar e se ela o acertasse com um golpe mortal, ele seria morto instantaneamente...

Ele já havia se arrependido de ter pego a alma Deva e se arrependeu de tudo que fez no teste do aprimoramento espiritual. Como ele poderia saber que ficaria em primeiro lugar?

"Vamos apenas esperar que a curiosidade da Senhora Poeira-Vermelha seja o melhor dela, e que ela perceba que eu iria apagar o texto e então termine o trabalho..." Repetidas vezes, ele rezou interiormente para que isso acontecesse.

"Eu realmente não tirei o primeiro lugar de propósito!", Ele gritou em voz trêmula. "Grande Irmã Poeira-Vermelha, você tem que acreditar em mim..." No momento em que o altar foi destruído e as rachaduras se espalhavam na estela de pedra flutuante, a Senhora Poeira-Vermelha apareceu na frente dela. Quando ela começou a ler o que restava do texto, seus olhos se arregalaram e ela pareceu esquecer-se de aproveitar o poder de sua base de cultivo.

Vendo que a Senhora Poeira-Vermelha havia sido distraída pela estela de pedra, Bai Xiaochun começou a acelerar rapidamente, procurando uma saída. No entanto, enquanto o sepulcro desabava ao redor dele, não havia saída em nenhum lugar.

“Droga. Onde está a saída?! Tem que haver uma por aqui em algum lugar! Se o Arqui-Imperador da segunda geração se deu ao trabalho de dar a alguém uma alma Deva, ele também teria que fornecer uma saída. Caso contrário, qual seria o ponto de tudo isso?!” Os olhos de Bai Xiaochun estavam completamente vermelhos. Finalmente, ele soltou um grito e usou seu Hex Imortal!

O poder do Hex Imortal podia perfurar tanto as formações de feitiços quanto a terra, e embora não tivesse funcionado no labirinto, considerando que tudo estava desmoronando, ele tinha que arriscar.

E, no entanto, quando ele estava prestes a dar um passo, a Senhora Poeira-Vermelha soltou um bufo frio, olhou para ele e acenou com a mão.

“Tentando correr?!” ela rosnou. Um incrível poder encheu o sepulcro, selando todo o lugar e prendendo Bai Xiaochun no lugar.

Parecia que uma montanha estava caindo sobre ele; seus ossos rangeram e racharam, e ele cuspiu uma enorme quantidade de sangue quando o Hex Imortal foi interrompido.

Felizmente, ele tinha um corpo forte. Antes que qualquer outra coisa pudesse acontecer, ele jogou fora um monte de itens mágicos aprimorados espiritualmente. Haviam dúzias, alguns deles com aprimoramentos espirituais triplos, alguns com aprimoramentos de seis vezes. De repente, ele os detonou, criando uma explosão enorme que afastou as forças esmagadoras contra ele. Sem qualquer hesitação, ele recuou, afastando-se daquela área o mais rápido possível, sentindo-se como se tivesse acabado de se afastar dos portões do inferno.

"Grande Irmã Poeira-Vermelha", ele gritou: "Pode pegar a alma Deva, certo? Por que não conversamos sobre iss--”

A Senhora Poeira-Vermelha virou-se para olhá-lo. No momento, não havia tempo para considerações demoradas. Ela sabia que Bai Xiaochun havia apagado algumas das palavras na estela de pedra, o que tornaria muito difícil entender completamente o resto do conteúdo.

Isso foi especialmente preocupante com o fato de ela ter visto informações extras sobre como usar almas Devas, algo que ela nunca tinha ouvido falar. Claramente, essa era uma informação que não poderia ser deixada para trás para outros lerem. Sem outro momento de hesitação, ela acenou com a mão, quebrando a estela de pedra e destruindo qualquer palavra que permanecesse sobre ela.

"Tarde demais", ela disse friamente. Então, ela começou a andar em direção a Bai Xiaochun. A partir deste momento, ela já tinha três razões para matá-lo. Uma era a alma Deva. A segunda era impedi-lo de divulgar as informações sobre a estela de pedra. E a terceira era porque ela o odiava. Portanto, foi sem a menor hesitação que ela desencadeou um ataque mortal.

Por Glaurung | 16/02/19 às 18:20 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Wuxia, Xianxia, Chinesa