CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 581 - Trunfo

A Will Eternal (AWE)

Capítulo 581 - Trunfo

Tradução: Glaurung | Revisão: Marverick

Bai Xiaochun estava tão nervoso que sua garganta estava completamente seca. Depois de um longo momento, ele cuidadosamente enviou seu senso divino de volta para o pagode de armazenamento de almas e avançou para a área selada.

Do ponto de vista de seu sentido divino, a área selada parecia coberta de inúmeras rachaduras, como se o mais leve empurrão a quebrasse. Bai Xiaochun permaneceu lá hesitante, analisando os leves pulsos de energia que ocasionalmente emergiam do outro lado.

"Estou acabado. Kaput. Eu causei outro desastre...” Deprimido, ele percebeu que simplesmente fugir não era uma opção e que ele realmente precisava dar uma olhada para entender com o que estava lidando. Com extrema cautela em seu controle de seu sentido divino, ele lentamente enviou-o para uma das rachaduras.

Ele não mandou muito, apenas um pouquinho, mas isso foi o suficiente para lhe dar uma idéia geral do que estava dentro da área lacrada!

Chocante, havia uma dimensão dentro!

Era um espaço vazio, cheio de luz cinzenta, nas profundezas podia ser visto... um velho sentado de pernas cruzadas em meditação!!

Seu rosto era uma massa de rugas e ele não tinha cabelos. Chocantemente, ele estava sendo firmemente contido por 999 correntes formadas por símbolos mágicos.

Sua aura superava amplamente a de um Deva e, para Bai Xiaochun, ele parecia uma espécie de deus ou um ser divino. A mera pressão que emanava dele deixou Bai Xiaochun tremendo!

"Ele é... um Semideus...?" Bai Xiaochun pensou, mal conseguindo respirar. O que ele via através do seu sentido divino quase desafiava a crença. Com medo de atrair a atenção do velho, ele cuidadosamente começou a retratar seu sentido divino. Ao mesmo tempo, ele decidiu que realmente não queria esse pagode...

No entanto, foi nesse mesmo momento que os olhos do velho se abriram para revelar uma luz tão brilhante quanto um sol brilhante. Ao mesmo tempo, ele de repente se transformou em uma píton carmesim de três cabeças. Bai Xiaochun não se conteve de soltar um grito.

“Me poupe, Sênior...” ele gemeu quando puxou seu senso divino de volta. No entanto, um momento depois, ele impediu que seu senso divino se movesse.

“Eee?” Ele murmurou. Foi só nesse momento que ele percebeu que o velho acorrentado não parecia corpóreo. Pelo contrário, ele era parcialmente translúcido, quase como se não estivesse completo...

Ainda mais revelador foi que seu olhar, apesar de ser ferozmente poderoso, estava um tanto vazio, quase como se ele não estivesse consciente...

"Ele é uma alma desencarnada?" Bai Xiaochun engasgou e olhou um pouco mais perto. “Uma alma Semideus desencarnada!!”

Depois de confirmar o que ele estava olhando, Bai Xiaochun retraiu com cuidado seu senso divino. Então, ele ficou sentado lá, com o coração acelerado, olhando para o pagode cristalino que segurava em suas mãos trêmulas.

“Se existem almas de Devas, então faz sentido que existam almas de Semideuses... Embora a alma no pagode seja desencarnada e incompleta, ela ainda conta como uma alma Semideus!

"Claramente, originalmente não pertencia a um cultivador, mas sim a uma besta de nível Semideus... Deve ter sido uma entidade onipotente em eras passadas, que foi morta por algum cultivador. Sua alma desencarnada foi então selada, seja por quem a matou, ou talvez por si mesma. O que quer que tenha sido exatamente, acabou neste pagode…”

Bai Xiaochun lambeu os lábios ao pensar em como esse tesouro era precioso. Incapaz de conter sua curiosidade, ele enviou seu senso divino de volta ao pagode para estudá-lo ainda mais. No dia seguinte, ao meio-dia, ele finalmente terminou sua inspeção, com seus olhos brilhando com a iluminação.

“É realmente uma alma inconsciente desencarnada que foi fundida no pagode... Se o pagode fosse destruído, a alma selada também seria destruída. No entanto, isso resultaria simultaneamente em uma explosão de energia destrutiva que provavelmente mataria até mesmo um Deva, ou pelo menos o deixaria com ferimentos graves...

“Essa coisa é essencialmente um item mágico descartável!! A função de armazenamento de almas é apenas uma característica secundária, ou talvez algo para disfarçar sua verdadeira função!” Bai Xiaochun estava completamente abalado e não podia sequer imaginar qual entidade seria capaz de transformar uma alma desencarnada Semideus em um item mágico descartável.

Quase não parecia real que ele pudesse casualmente adquirir um item que seria ameaçador até para um Deva.

No entanto, isso não era necessariamente um bom sentimento. Era mais como um sentimento assustador de arrepiar os cabelos.

"É realmente uma coincidência...?", Pensou ele, recordando tudo o que o levara a ser teleportado para as Terras Selvagens... Quanto mais ele pensava em tudo, mais parecia que algo suspeito estava acontecendo....

Depois de pensar um pouco mais, ele retirou o pagode de armazenamento de almas e convocou os dois cultivadores de almas. Eles rapidamente correram para a sua caverna do imortal e se curvaram em saudação, nervosos com o que estava acontecendo.

Olhando para os dois cultivadores de almas com olhos que relampejavam como um relâmpago, ele foi direto ao assunto e perguntou: "Onde vocês conseguiram esse pagode de armazenamento de almas?!"

Para ter certeza de que eles não mentiriam para ele, ele abriu seu Olho do Dharma Celestial um pouco, para que ele pudesse sentir qualquer mudança em suas auras e flutuações.

Os cultivadores de almas tremiam sob o peso da pressão que pesava sobre eles e não ousaram esconder nada; eles contaram a ele tudo sobre o pagode em detalhes extremos.

Como se viu, o pagode era uma antiga herança da Tribo da Montanha Negra. Nem os dois cultivadores de almas estavam realmente certos de suas origens. Afinal, a maioria das tribos selvagens nas Terras Selvagens teria algum objeto deixado para trás por um ancestral fundador. Alguns seriam incrivelmente valiosos, enquanto outros seriam relativamente insignificantes.

Depois de ouvir isso, Bai Xiaochun chamou os líderes dos selvagens da tribo e fez algumas perguntas detalhadas. No final, ele dispensou todo mundo e sentou-se lá, franzindo a testa.

Claramente, o pagode nada mais era do que algo transmitido de geração em geração na Tribo da Montanha Negra. Ele, como outros itens legados semelhantes, existia há tanto tempo que ninguém sabia muito de onde vinha.

Ele ainda não se sentia confiante com base no que sabia, então voltou para os líderes e pediu para ver as outras coisas deixadas por seus ancestrais.

Depois de examiná-los todos de perto, ele não encontrou nenhuma pista útil. Eventualmente, ele foi forçado a abandonar sua busca por informações sobre a origem do pagode.

Tarde da noite, ele ficou do lado de fora da sua caverna do imortal, estudando o céu, as terras e as montanhas. Eventualmente, seus olhos começaram a brilhar intensamente.

“Eu espero que eu esteja apenas pensando demais... Bem, em todo caso, esse pagode pode ser pelo menos um poderoso trunfo! É uma pena que eu só possa usá-lo uma vez!” Suspirando, ele deixou o assunto de lado e parou de pensar nisso.

Alguns dias depois, ele escolheu deixar a tribo. Na sua partida, todos os selvagens se curvaram, com seus olhos cheios de respeito e reverência.

Os dois cultivadores de alma se comportaram de maneira semelhante.

Bai Xiaochun olhou ao redor, com o coração orgulhoso sobre o quão popular ele era... De volta à sua aldeia natal, todos se reuniram para vê-lo com grande alarde. Foi o mesmo na Seita do Rio Espiritual, na Seita Desafiadora do Rio e é claro, na Cidade do Céu, na Seita Polaridade do Céu Estrelado do Dao...

Agora, aqui estava ele nas Terras Selvagens, onde a Tribo da Montanha Negra fazia a mesma coisa.

Um momento depois, ele varreu a multidão com senso divino para se certificar de que nenhum deles tivesse nenhum gongo ou bateria escondido em suas roupas, depois disso ele ficou convencido de que eles estavam sendo sinceros. Glaurung: heuehheheuhe tá certooo!!!

"Vocês estão todos dispensados", disse ele com o aceno de sua mão. Então, ele levantou o queixo e saiu, o mais grandiosamente possível.

Zhou Yixing seguiu logo atrás, com os olhos brilhando de determinação. Ele há muito tempo jurou seguir esse Grão Mestre Bai onde quer que fosse. É claro, ele continuamente lançava olhares vigilantes para a pessoa que estava andando ao lado dele.

Essa pessoa não era outro senão outro seguidor de Bai Xiaochun, Li Feng....

Li Feng pôde ver Zhou Yixing olhando para ele e isso o deixou tão vigilante quanto ele. Considerando que este Grão Mestre Bai não o expulsou, isso indicava sua aprovação. Portanto, Li Feng sabia que no momento, sua maior competição não era com outro senão o maldito Zhou Yixing.

Os três continuaram um pouco, antes que Zhou Yixing finalmente não aguentasse mais. Girando, ele olhou para Li Feng e gritou: “Por que você está nos seguindo?! Suma daqui!”

Então, ele se virou e curvou-se para Bai Xiaochun, colocando no rosto uma expressão bajuladora que vinha praticando ultimamente...

“Grão Mestre”, ele disse, “esse cara não é bom. Ele está obviamente nos seguindo porque ele tem algum tipo de plano nefasto!”

Bai Xiaochun deu um grunhido evasivo, mas nada mais. Pegando um mapa, ele checou para ver em qual direção estava a Cidade Fantasma Gigante.

Li Feng olhou desdenhosamente para Zhou Yixing enquanto ele apertava as mãos e se curvava para Bai Xiaochun.

“Por favor, não entenda mal, Grão Mestre. Seu humilde servo não tem tais intenções. Por causa da minha profunda reverência por você, eu sinceramente desejo ser seu seguidor!” Li Feng estava dizendo a verdade. Ele queria tanto ser o seguidor de Bai Xiaochun, que ele quase teve que se segurar para agarrar sua perna para que ele não fosse mandado embora.

No entanto, Bai Xiaochun não prestou muita atenção a ele. Em vez disso, ele apenas se virou para sair.

Zhou Yixing, por outro lado, sentia-se maravilhoso. Lançando outro olhar para Li Feng, ele correu atrás de Bai Xiaochun, com sua expressão mais bajuladora do que nunca.


Por Glaurung | 28/02/19 às 11:59 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Wuxia, Xianxia, Chinesa