CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 1110 - Mestre Hao

Ascensão de um Deus (AUD)

Capítulo 1110 - Mestre Hao

Autor: Calebe Piccoli Camargo

Alguns instantes depois, tudo lentamente acalmou-se e a comoção criada por Le Chang esmaeceu.

Lipa Esfort ainda estava em choque.

Anteriormente, quando ela levava seu olhar para Le Chang, ela sentia-se como alguém diante de uma imensa montanha, onde era impossível ver o seu topo, pois, ele era encoberto por densas nuvens, mas, agora, ela sentia-se como parada diante do início de um infinito e profundo oceano, capaz de encher todo o vácuo eterno com suas águas.

Era uma sensação de pequenez tão grande que Lipa estava achando difícil ficar na presença de Le Chang.

E não era por nada, afinal ele havia acabado de receber o direito de controlar o poder de milhares de Antigos.

Claro, isso havia feito sua força dar um salto gigantesco, mas não era como se ele fosse capaz de usar a totalidade do poder destes Antigos.

Os motivos eram simples, primeiro ele não estava no Vácuo Eterno e sim dentro da Criação, isso reduzia os poderes de Antigos e Primordiais a um nível extremamente baixo.

Segundo, por mais que ele tivesse recebido o direito de controlar e usar os poderes destes seres ele ainda precisava treinar para melhorar seu controle.

Era como entregar uma arma divina nas mãos de um mortal, por mais forte que ele tenha ficado com ela isso não o faz um mestre espadachim, sendo assim, Le Chang ainda tinha um longo caminho pela frente, contudo, claramente ele estava muito mais forte que alguns instantes atrás.

“Certo...” Murmurou Le Chang olhando para a palma de sua mão, como se todo o seu poder estivesse ali.

Lipa apenas riu em derrota, afinal, Le Chang não era o único monstro que havia finalmente acordado de seu profundo sono e mostrado suas presas.

Wuhan Xie, Lian Mei, Chi Ziyun e Min Jia tinham poderosos brilhos em seus olhares e elas eram monstruosas, não era à toa que elas eram as Futuras Deusas Supremas.

......................................................................................

Um dia depois, Le Chang e as meninas estavam em um campo aberto, alguns metros à frente estavam Shun Ru, sua esposa e filha, bem como Mi Ki, Lipa Esfort e Hur Esfort.

“Vocês realmente precisam ir?...” – Lipa.

“Sim, ainda falta um item para fazer a formação...” – Le Chang.

“Certo...” Lipa parecia um pouco decepcionada, ela estava animada com toda a comoção criada por eles, há muito tempo que o Império Esfort não via tantos acontecimentos.

“Nos veremos futuramente, até lá esperamos que esteja no Ápice do Dao do Eterno Deus...” Lian Mei disse para Lipa.

“En...” – Lipa.

“Shun Ru, cuide bem de sua família, lembre-se para ter cuidado, não sabemos quantos Primordiais e Antigos espreitam por esses lados. Fortaleça-se, sua ajuda na batalha final será imprescindível...” – Wuhan Xie.

“En!...” – Shun Ru.

“Hur Esfort, eu lhe entreguei um medalhão, nele existe uma quantidade considerável de Energia Dourada, caso após nós termos ido embora alguém ataque o Império, use o medalhão junto de Shun Ru para ativarem uma poderosa formação que criará uma barreira ao derredor de todo o Império...” – Le Chang.

Hur Esfort curvou sua cabeça em direção a ele em sinal de respeito.

“Muito bem... Até breve...” Disse Min Jia movendo a sua mão e ativando uma formação sobre os seus pés, feita por Shun Ru e eles, a qual era capaz de os levar novamente para o Céu Terreno.

Eles precisavam buscar o último item que faltava para Invocar a Provação Divina.

.....................................................

Le Chang e as meninas surgiram fora do Cemitério das Singularidades.

Segundo Sundar Vonstorm uma pessoa dentro do Céu Terreno poderia ter informações a respeito Lã da Ovelha Sagrada Carmesim.

“Certo... Vamos para o Planeta Que, segundo Sundar a Loja do Mestre Hao fica na maior cidade do planeta...” – Le Chang.

As meninas assentiram e rapidamente moveram-se com ele através do espaço.

Não demorou mais que algumas horas para eles chegarem ao seu destino.

O planeta era colossal, pelo menos, mil vezes maior que o Planeta Penas ao Vento, local de nascimento de Le Chang e das meninas.

Era possível sentir uma quantidade surreal de poder ao derredor daquele imenso planeta.

Le Chang sabia que o Reino Divino era consideravelmente superior em todos os sentidos, mas a densidade de Energias e Qi presente naquele lugar era surreal, pelo menos alguns milhares de vezes a densidade do que havia na Seita Dragão, na Cordilheira da Ascensão Espiritual.

Claramente um local digno dos deuses, apesar de que aquele lugar claramente era poderoso demais para estar meramente no Céu Terreno.

Le Chang já havia pisado no Céu Celestial e podia dizer facilmente que o Planeta Que provavelmente seria um dos melhores planetas mesmo lá, ou seja, dentro do Céu Terreno provavelmente ele seria o mais poderoso de todos.

Apesar da Ordem da Justiça Terrena ser consideravelmente poderosa, ela ainda dominava apenas um Agrupamento Galáctico, sendo que o Céu Terreno era composto por 490 desses agrupamentos.

O Planeta Que não ficava no Agrupamento dominado pela Ordem da Justiça Terrena, na realidade, quem dominava aquele agrupamento era um Clã, consideravelmente poderoso.

Eles tinham consigo Sessenta Cultivadores no Dao do Verdadeiro Deus e era dito que alguns de seus Anciões já haviam atingido o Dao do Eterno Deus, apesar de que isso eram apenas mitos sem confirmação.

De qualquer forma, como era de se esperar, a Sede do Clã Lao, o qual dominava aquele agrupamento, também ficava no Planeta Que.

Le Chang e as meninas sabiam disso de antemão, tendo coletado uma boa quantidade de informações a respeito desse lugar a partir de Sundar Vonstorm.

Eles então rapidamente dispararam para a superfície do Planeta Que.

Assim que passaram pelas nuvens eles puderam ver a grandiosidade da fauna e flora daquele lugar.

Eram ilhas flutuantes, das quais cachoeiras com milhares de metros de altura caiam sobre o solo, criando arcos-íris.

O rugido das bestas podiam ser ouvidos à distância e imensos dragões eram vistos voando através das montanhas.

A densidade de energia que havia ali claramente havia alterado tudo e todos, animais eram mais inteligentes e as plantas pareciam ter ganhado uma certa consciência.

Era quase como se o planeta em si fosse um imenso ser vivo, cheio de poder.

“Bom... Vamos lá...” Murmurou Le Chang disparando para a direção norte.

Ele tinha um mapa em suas mãos, dado a eles por Sundar.

O mapa mostrava onde ficava a Capital.

E, não era muito difícil perceber quando se estava perto dela, afinal, seus muros se erguiam por milhares e milhares de metros.

Não apenas isso, o poder que emanava daquele lugar era monstruoso, Le Chang podia facilmente sentir o poder de seres no Dao do Eterno Deus, mas, não era apenas isso, ele podia sentir algo além.

Haviam Primordiais e Antigos naquele lugar.


Capítulo 06/06 do Combo!

Por Calebe Piccoli Camargo | 20/09/20 às 17:39 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Magia, Harém