CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 682 - Passeio no Seu Quintal

Ascensão de um Deus (AUD)

Capítulo 682 - Passeio no Seu Quintal

Autor: Calebe Piccoli Camargo

No mesmo instante, um imenso pilar de Energia da Criação despencou sobre o homem gordo e o mesmo simplesmente virou pó.

O olhar de Le Chang varreu a multidão a sua frente e todos finalmente entenderam.

“Teu Fel era mal, matou milhões de inocentes, mas não se enganem, no caminho que ele andava, eu sou Deus! Se ele era um monstro para os inocentes, eu serei a encarnação do caos para os maus!” Suas palavras gravaram com perfeição suas intenções no Reino Mortal.

Le Chang estava cansado ou melhor, exausto, de presenciar tanta maldade, tanta destruição e tanto sofrimento.

Ele sabia que apenas o poder falava, não importava onde, era preciso estar no topo para se fazer ouvido.

Se ele não fizesse isso, acabaria passando a imagem de um jovem inexperiente que não sabe o que fazer com o poder que tem em mãos, porém, no momento em que viram um cultivador no Dao da Eternidade ser transformado em pó em um piscar de olhos, todos compreenderam a mensagem.

Por alguns segundos, Le Chang deixou todo o seu poder a mostra, suas Heranças vieram à tona, sua divindade, seus títulos divinos, suas centelhas divinas e até mesmo a Energia Dourada.

No mesmo instante, algo incrível aconteceu, um por um, crianças até os idosos, mulheres e homens, humanos e feras mágicas, todos, se ajoelharam em direção a Le Chang.

Para a surpresa de todos, até mesmo Jo Vana e Dra Gon se colocaram de joelhos diante do jovem, muitos não entendiam o que acontecia, mas quando Le Chang trouxe tudo que tinha e deixou à mostra, a divindade dentro de seu corpo era tão pura e poderosa, que a vida dentro de cada um dos presentes não soube outra forma de mostrar respeito além de colocar-se de joelhos perante o jovem.

Assim que isso aconteceu, Le Chang novamente passou seus olhos pela multidão e todos levantaram suas cabeças, vendo um imenso Dragão Dourado que voava pelos céus acima da arena e rugia de forma celestial, deixando claro sua força descomunal.

E com esse acontecimento único, Le Chang selou sua aparição oficial diante de todos do Reino Mortal.

Sua presença ficaria gravada para sempre nas almas daqueles ali presentes.

Sem dúvida alguma, Le Chang era o ápice do Reino Mortal, sua soberania era indiscutível.

E com um sorriso em seus lábios, não de deboche ou de soberba, mas de felicidade por ver que a maioria o aceitou, Le Chang moveu suas mãos e toda a Aura de seu corpo foi dispersada, fazendo o ar da Arena voltar ao normal, liberando a vida nos corpos dos presentes para novamente colocar-se de pé.

Com um sorriso meio envergonhado, Jo Vana colocou-se de pé e andou até o lado de Le Chang e o mesmo fez Dra Gon.

“Que se iniciem os Combates!” A voz de Le Chang soou como trovão e o grito de animação de toda a multidão era tão alto quanto o romper da barreira do som.

............................................................................................

O Evento era feito em um formato simples.

As batalhas ocorreriam em vários palcos menores, dispostos pela arena.

Primeiro ocorreriam as batalhas de Alquimia, depois de Matrizes, Forja, Controle e por fim as batalhas Marciais.

Cada Etapa de Batalha seria dividida em Etapas Menores, por exemplo, nas Batalhas Marciais, os embates entre os cultivadores no Dao da Integração, Dao do Espírito, Dao da Alma, Dao da Purificação, Dao Lendário, Dao Santo e Dao do Santo Rei, ocorreriam ao mesmo tempo, afinal, com tantas pessoas se inscrevendo, demoraria meses para ver todos lutarem em um sistema de apenas um combate por vez.

Sendo assim, seria deixado o combate único apenas para os cultivadores no Dao do Supremo Santo, Dao do Eterno Santo, Dao das Leis, Dao do Poder e Dao da Eternidade.

Nas outras categorias a ideia era a mesma, a parcela maior, composta pelos mais fracos, batalhariam em grandes grupos.

Claro, cada nível de poder haveria apenas um vencedor.

Muitos ignoravam as batalhas iniciais, pois as achavam sem graça e não davam muita importância.

Porém, dessa vez, haviam algumas pessoas interessantes.

Lou Ling, Tui Guo, Zi Huan, Zi Lim, Long Mu, Ming Feng, Lion Song, Lion Liang, Fun Mei, Tou Ning, Hu Jiao, Lau Mei, Tian Mao, Muo Kan, Lu Na, Reo Song, Shao Yang, Le Kun, Le Huo, Le Liang, Le Li, Wuhan Xie, Lian Mei, Chi Ziyun e Min Jia.

Este grupo era especial, afinal, não era somente a primeira vez que Le Chang era um dos cabeças do evento, mas também era a primeira vez que ele trazia um grupo com ele.

Atualmente, Shao Yang, Lu Na e Reo Song estavam no Dao do Supremo Santo.

Wuhan Xie, Lian Mei e Min Jia estavam no Dao das Leis, enquanto que Chi Ziyun estava no Dao da Vida.

Le Kun, Le Huo, Le Liang, Le Li, Fun Mei e Lau Mei estavam no Dao Santo.

O restante estavam todos no Dao Lendário.

Na etapa de Alquimia, vários discípulos da Seita Dragão estavam presentes, do grupo principal, composto pela família e amigos de Le Chang, nenhum se interessou por esta etapa.

Apesar de todos eles terem um certo conhecimento na área, era um fato de que o único entre eles que tinha um conhecimento profundo do assunto era Le Chang.

Já na Etapa de Matrizes, Wuhan Xie, Lian Mei, Chi Ziyun, Min Jia, Le Li, Le Liang, Le Kun e o restante dos amigos de Le Chang se inscreveram, bem como vários discípulos da Seita Dragão.

Na Etapa da Forja, foi o mesmo caso da Alquimia, apenas os discípulos da Seita Dragão se inscreveram e ninguém do grupo principal.

Já na Etapa de Controle, apenas Le Huo e alguns poucos da Seita Dragão se inscreveram.

E assim o tempo voou, na Etapa da Alquimia o grupo da Seita Dragão teve vários lugares no Top 10 e alguns campeões surgiram.

Le Chang havia treinado vários deles pessoalmente, sendo assim, era algo quase certo de alguns talentos haviam sido lapidados com grande precisão.

Haviam ali vários Alquimistas que podiam se colocar entre os melhores do Reino Mortal, afinal, o conhecimento que eles estavam aprendendo não eram apenas descobertas que Le Chang havia feito, mas técnicas de Alquimia advindas de Seiryuu, Gao Yao, Xiong Lin, Xiong Long e Le Mei.

Porém, com toda certeza, a animação da multidão aumentou de forma significativa com a chegada da Etapa das Matrizes.

Todos mantiveram seus olhares direcionados para um grupo específico e eles notaram, afinal, era possível ver o nervosismo na face dos amigos de Le Chang.

Já Le Li, Le Liang e Le Kun pareciam totalmente aquém da situação, Le Li até bocejou, como se estar no centro de poder do Reino Mortal fosse como dar um passeio no seu quintal.

Le Chang deixou um sorriso amoroso dançar em seus lábios e todos notaram seu imenso amor por sua família.

Por Calebe Piccoli Camargo | 09/01/19 às 19:15 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Harém, Magia