CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 35 - Culpa

Battle Through the Heavens (BTTH)

Capítulo 35 - Culpa

Tradução: Silence | Revisão: SolidSnake | QC: Totlof

Ouvindo as palavras de Xun Er, Xiao Mei fez uma pausa e pensou cuidadosamente. Se fosse qualquer outra garota dentro do clã, Xiao Mei estaria confiante de que ela poderia sair por cima com base em sua beleza e talento, mas como era Xun Er, Xiao Mei só poderia admitir a derrota.

Vendo que o rosto de Xiao Yan não mostrava reação, Xiao Mei deu um sorriso autodepreciativo e só pôde sair derrotada.

A multidão dentro do campo de treinamento olhou fixamente para Xiao Yan que estava sendo inclinado por Xun Er e todos sentiram pontadas de inveja. Quando Xun Er, sendo a pérola mais brilhante de todo o clã, esteve tão perto de outro homem?

Olhando Xiao Mei estranhamente sair, Xiao Yan foi atordoado e virando a cabeça para ver a sorridente Xun Er, ele zombou: “Garota, o que você está fazendo”?

Xun Er, ainda pendurada no braço de Xiao Yan, olhou para a multidão que os encarava e disse inocentemente: “Xiao Yan não estava prestes a rejeitá-la de qualquer maneira”?

Ouvindo isso, Xiao Yan revirou os olhos – a desculpa que ele tinha em mente era completamente diferente do que Xun Er sugeria com sua desculpa. Lembrando-se da expressão estranha no rosto de Xiao Mei, Xiao Yan desanimado sacudiu a cabeça enquanto pensava: Xun Er fez isso de propósito?

“É só que Xun Er não gostou de quão rápido ela mudou. Haha, indo ao Salão de Técnicas Dou para aprender uma Técnica Dou juntos… Ela nunca te convidou nos últimos três anos” – Xun Er arrastou Xiao Yan para fora do campo de treino lentamente enquanto ignorava os olhares em volta dela. Ao mesmo tempo, ela murmurou palavras que só Xiao Yan poderia ouvir, parece que ela realmente não gostava de como Xiao Mei mudou rapidamente.

Levemente dando de ombros, Xiao Yan concordou com Xun Er com um sorriso amargo. Três anos atrás, Xiao Mei era bem próxima dele, mas quando Xiao Yan recebeu o título de “aleijado”, ele foi capaz de ver como a “verdadeira” Xiao Mei era.

Observando Xiao Yan e Xun Er deixarem o campo, o rosto de Xiao Ning se contraiu enquanto suas mãos apertavam com tanta força que podiam ser ouvidos os ossos estalando. Seu ciúme fez até seus olhos ficarem levemente vermelhos.

“Pirralho, daqui a um mês, vou quebrar todos os seus dentes!”. Xiao Ning cuspiu as palavras enquanto ele furiosamente deixou o campo de treinamento.

Na plataforma alta, Xiao Zhan estava prestes a sair quando ele viu a cena atentamente e olhou atentamente para Xun Er e Xiao Yan enquanto uma pitada de preocupação brilhava em seus olhos. Yan Er, ele… ele gosta de Xun Er? A origem de Xun Er… nem mesmo a família de Na Lan Yan Ran poderia se comparar com eles. Mesmo com um talento genial, seria extremamente difícil ser aprovado pelo poder por trás dela.

Depois de pensar por um tempo, Xiao Zhan soltou um suspiro enquanto saia lentamente.

Enquanto caminhava, Xiao Yan de repente esvaziou a mente depois de lembrar o que tinha acabado de acontecer.

Virando em um canto, Xun Er de repente soltou o braço de Xiao Yan com um rosto vermelho. Empurrando suas bochechas, ela olhou para Xiao Yan de maneira acusadora.

Perdendo o impulso que estava o arrastando para frente, Xiao Yan se sentiu perdido quanto o que fazer e até mesmo suspirou sem nenhuma razão. Seus olhos se moveram para Xun Er enquanto pensava no que Xun Er insinuava.

Sentindo o olhar vazio de Xiao Yan, o rosto pequeno de Xun Er ficou vermelho e suas mãos instintivamente levantaram e ela disse: “Xiao Yan ge-ge, você…”.

“Ahem… ahem…”. Acordando de seu estupor, Xiao Yan violentamente tossiu enquanto seu rosto corou de forma assustadora e ele pensou: ‘Quando eu desci tão baixo, para pensar em avançar na minha própria irmã’?

Apesar de Xun Er e Xiao Yan na verdade não terem uma ligação de sangue, ambos viveram um com o outro por mais de uma década e seu relacionamento não era muito diferente do que o de um irmão ou irmã de sangue. Não era surpreendente que Xiao Yan já tivesse pensado em Xun Er como sua irmãzinha e sentiu culpa e repulsa em relação a si mesmo quando percebeu o que estava pensando agora…

Ter esta percepção súbita fez a atmosfera se tornar bastante estranha.

Xun Er abaixou a cabeça e sua elegância habitual tinha sido substituída por um embaraço de garota. Ocasionalmente, ela inclinou o olhar para espiar uma parte do rosto de Xiao Yan que estava olhando para frente.

Sob a atmosfera incômoda, percorrer o caminho não muito longo parecia uma grande conquista que demorou muito para chegar ao fim.

Claro que, apesar de quanto a jornada parecesse ser longa, eventualmente ela teve um fim, no local em que o caminho se dividiu em duas direções. Nesse local, Xiao Yan suavemente disse adeus e começou a fugir.

“Xiao Yan ge-ge”.

Observando o Xiao Yan em pânico, Xun Er ficou atordoada com a visão antes de chamá-lo.

“Huh?”. Parando, Xiao Yan olhou para trás para ver Xun Er parada debaixo de um salgueiro e seu coração começou a bater rapidamente novamente.

Xun Er tinha uma túnica verde com um cinto roxo que vibrava ao vento. Ela e o salgueiro atrás dela compunham uma imagem que não parecia ser originária da Terra.

“Amanhã… Você irá acompanhar Xun Er?”.

Sob os ramos do salgueiro, o rosto delicado da garota tinha um tom vermelho e seus dentes de jade mordiam seus lábios rosados. Um par de belos olhos estavam observando Xiao Yan com uma pitada de antecipação…

Por Luis Gimenes | 02/01/18 às 17:20 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Wuxia, Xianxia, Chinesa