CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 34 - Assalto a banco

Beauty and the Bodyguard (BTB)

Capítulo 34 - Assalto a banco

Tradução: Shen Yanshui | Revisão: Tubs

Lin Yi não era um herói.

Ele preferiu se calar e compreender com uma mente clara as coisas que deveria e não deveria fazer. Era o mesmo no norte da África - ele sempre se lembrava do dever que lhe fora confiado: Ele era encarregado de vigiar a equipe de entrevista e não fazer atos heróicos.

A atual mentalidade de Lin Yi, como resultado, colocou a segurança de Chu Mengyao e Chen Yushu na máxima prioridade. A tarefa de apreender os ladrões de banco, por outro lado, não era algo com o qual ele planejava se envolver.

Também ficou evidente que as meninas não tinham nenhuma experiência com situações como essa - simplesmente ficaram paralisadas sem saber o que fazer.

“Todo mundo ouça! Segure suas cabeças e agache-se no chão e garanto que ninguém vai se machucar. Você se mexe, você morre!!!” Baldy disparou outro tiro no teto, e o banco voltou do caos para a ordem mais uma vez. Tubs: Pessoal, Baldy significa careca e decidimos chamo-lo assim.

As crianças pararam de chorar e os adultos pararam de gritar. Todos se agachavam por vontade própria, calma e firmemente; era o único meio de sobreviver diante de criminosos armados.

No entanto, não era correto dizer que essas pessoas que acataram a ordem não tinham senso de justiça... Qualquer um que desse um passo adiante pagaria o preço de sua vida - isso era tudo o que havia para isso.

O grupo de Baldy já estava atacando o balcão quando disparou seu segundo tiro. Eles quebraram o vidro com martelos e começaram a apontar suas armas para os atendentes. Eles foram então ordenados a encher os sacos com dinheiro.

"Depressa, porra!" Impaciente, um dos ladrões vociferou. "Eu vou explodir sua cabeça se você perder mais tempo!"

“S-sim..." As mãos do homem tremiam, não levando bem à ameaça do ladrão. Como resultado, o dinheiro que ele estava segurando escorregou de suas mãos e caiu no chão.

“Filho da puta!!! Você está tentando ganhar tempo?!” O ladrão gritou com um olhar penetrante, disparando uma bala no braço do homem. O atendente gritou em agonia quando ele apertou sua ferida.

Os dois tiros anteriores foram apontados para o teto e serviram para derrubar a multidão com medo. Este novo tiro, no entanto, foi destinado a uma pessoa! Isso levava tanto os atendentes quanto aos clientes a cobrir suas bocas enquanto o medo pelos ladrões aumentava - nenhum deles ousava se mexer.

Baldy, por outro lado, passou o olhar pelas vítimas encolhidas, satisfeito com o movimento de seu lacaio.

"Yao Yao... Eu estou com medo..." Yushu empalideceu quando agarrou o braço de Mengyao com força, sua personalidade alta e brincalhona estava reprimida pela tensão.

"Está tudo bem, está tudo bem...... Eu vou te proteger Shu." Mengyao estava apavorada, mas Yushu era um ano inteiro mais nova do que ela - ela tinha que ser a única a confortá-la!

“Parem de se consolarem. Eu protegerei vocês duas.” Lin Yi disse sombriamente.

Lin Yi não tinha certeza se poderia capturar os ladrões vivos, mas proteger as duas garotas do perigo estava bem dentro de suas capacidades.

Mengyao estava prestes a disparar alguns insultos a Lin Yi com reflexo, mas ela conseguiu se conter ao ver os olhos determinados de Lin Yi.

O grupo de ladrões estava prestes a deixar o banco com seus sacos de dinheiro quando as sirenes da polícia começaram a soar lá fora.

Os clientes do banco franziam o cenho ao ouvir as sirenes - era muitas vezes uma vantagem para a polícia aparecer, mas os ladrões não tinham para onde correr agora - era natural que fizessem algo às vítimas, a fim de garantir a sua segurança. Segurança própria!

Ninguém queria ser feito de refém. A maioria das pessoas era egoísta - não lhes importava quanto dinheiro o banco perdia - o que importava era à segurança de si mesmos. Tubs: Mas é claro, que roubem todo o dinheiro banco, o que importa é as pessoas estarem vivas.

“Vocês foram cercados! Abaixe suas armas imediatamente! A rendição é sua única opção!” Um megafone soou do lado de fora do prédio.

Baldy bufou ao ouvir o megafone. Ele se virou para um de seus seguidores. "Vá dizer-lhes para não fazer nada estúpido, senão eu vou começar a abater esses porcos!"

O lacaio assentiu, correndo para as portas antes de gritar com a polícia do lado de fora. "Cale-se! Continue latino e nosso chefe começará a matar!”

A polícia ficou imediatamente em silêncio - eles queriam recuperar as perdas do banco, se possível, mas havia as vítimas dentro do banco para considerar também.

Song Lingshan, a vice-capitã da equipe de policiais criminais, assumiu o comando sob as ordens do diretor do departamento de polícia. Yang Huaijun, o capitão ausente, estava participando de uma reunião fora do país, forçando o diretor a entrar em contato diretamente com Lingshan, sugerindo a ela que a filha de Chu Pengzhan também estava no banco, junto com a filha do Ancião Chen. A tarefa destacou-a fortemente - o fracasso não era uma opção!

Mesmo a autoridade que supervisiona o diretor estaria em apuros caso algo acontecesse com Chen Yushu- a organização inteira seria destruída!

Como resultado, Song Lingshan ao ouvir a ameaça do ladrão, ordenou ao policial que manejava o megafone parar - ela não podia se dar ao luxo de enfurecê-los.

Baldy ficou muito satisfeito com a cooperação e o silêncio. Ele então andou pela sala, com à arma na mão e muitos dos clientes entenderam - um deles estava prestes a se tornar um refém.

Muitas das vítimas abaixaram à cabeça um pouco mais, temendo o que estava por vir - a última coisa que queriam eram ser escolhidos por criminosos tão implacáveis ​​quanto estes. Não havia como dizer o que aconteceria a eles uma vez escolhidos como reféns.

Baldy levou seu tempo enquanto ele olhava para todos com um sorriso. Seu olhar então pousou em Mengyao, que estava agachada bem ao lado de Lin Yi. Tubs: É muita sorte. kkkk

"Você! Levante-se!” Baldy já estava na frente de Mengyao, sua arma apontada para à cabeça dela.

O coração de Mengyao parou e foi sua vez de apertar firmemente a mão de Yushu. Ela levantou a cabeça para o careca lentamente.

“Hoooh? Uma bonita, não é!!!” Baldy sorriu luxuriosamente enquanto apontava a arma para Mengyao novamente. "Bem? Levante-se!"

“Eu ……” Mengyao estava longe de estar preparada para lidar com uma situação como esta, e seu coração estava batendo tão forte quanto possível. Ela não sabia como deveria fazer isso, mas se forçou a permanecer forte independentemente. Eu não posso chorar! Eu não posso chorar!!!

Mengyao apertou à mandíbula e começou a se levantar quando um par de mãos de repente a empurrou para baixo novamente.


Tubs: Pessoal, caso sejam assaltados, Deus os livre, nunca se deve reagir; sei que parece clichê, mas é a recomendação a ser seguida.



Por Tubs | 01/04/19 às 15:50 | Ação, Aventura, Artes Marciais, Slice of Life, Romance, Harém, Comédia, Xuanhuan, Mistério, Vida Escolar