CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 41 – Juramento

Bringing The Farm To Live In Another World (BFLAW)

Capítulo 41 – Juramento

Tradução: Blue Sparky | Revisão: Luiz Oliveira

Os escravos não eram burros, pois agora aprenderam a cozinhar arroz. Quando eram propriedade de outros donos, alguns deles tinham sido escolhidos aleatoriamente para cozinhar refeições, de modo que não eram estranhos para cozinhar.

Com a simplicidade do cozimento do arroz, não demorou muito para que os escravos enchessem 7 panelas de arroz e água. Zhao Hai então trouxe bacias de bronze para eles usarem como tampas para as panelas.

As panelas grandes não tinham tampas específicas, e todos sabiam que os militares regulares não usariam essas panelas. Somente os escravos usavam panelas como essas e para eles, era bom o suficiente para poder comer, enquanto o gosto não estava entre as preocupações deles.

Os escravos nunca haviam feito sopa antes e não sabia como fazer isso. Eles nunca haviam comido nada tão decente como as refeições da família Buda durante o tempo em que estiveram em outros lugares com outros proprietários. Às vezes, naqueles lugares, eles só podiam comer coisas semelhantes a balas de arroz ou arroz mofado. Foi por causa disso que muitos escravos morreram todos os dias no continente. Mas para os donos dos escravos, os escravos que morriam não eram um grande problema. Era simplesmente uma questão de comprar mais deles.

Essa foi a razão pela qual os escravos agora estavam olhando fixamente para os vegetais e óleo de frutas. Ju também sabia como os escravos estavam se sentindo naquele momento. Ela tinha sido uma plebeia uma vez, então ela ainda sabia um pouco sobre métodos simples de cozinhar.

Ju ficou na frente de uma panela vazia e despejou óleo de frutas nela. Desta vez, Zhao Hai prestou muita atenção no óleo. Foi ligeiramente amarelo e muito claro. Ele ouviu dizer que foi espremido de frutas que continham uma quantidade extremamente alta de conteúdo oleoso. Muitos lugares no continente estavam plantando essas frutas, então o óleo de frutas era muito barato.

Ju esperou que o óleo esquentasse, depois colocou os vegetais na panela para uma simples fritura. Ela então derramou água e colocou 2 colheres de sal na panela. Uma vez fervida, esta sopa seria contada como feita. Gringo: Lembre-se crianças, óleo e água não se misturam. Este é uma panela para que a catástrofe não apareça, mas se você está fritando algo com óleo em uma frigideira, pelo amor de si mesmo, NÃO despeje água na mistura. Caso contrário, você experimentará uma erupção vulcânica em sua própria cozinha.

Esta foi a receita mais simples para uma sopa. Não tinha quase nenhuma habilidade por trás e não havia outros temperos além do sal grosso. Este foi o melhor que qualquer escravo conseguiu.

O sal não era barato no continente. Normalmente, o que os nobres usavam eram sais limpos e finos. Esse tipo de sal era muito pequeno, muito parecido com o sal da Terra, enquanto o tipo de sal usado pelos escravos era, claro, muito barato com muitas impurezas.

Mesmo assim, esses escravos da família Buda não conseguiam consumir sal todos os dias. Foi considerado generoso os escravos terem sal a cada 3 dias para outros proprietários de escravos. Comumente, os proprietários de escravos deixam seus escravos tomarem sal uma vez por semana e em pequenas quantidades. Gringo: A deficiência de sal/sódio é ruim para qualquer pessoa, especialmente para os escravos, que são o peso do trabalho físico neste mundo. Nada inteligente fazer isso.

Nos dias de hoje, Zhao Hai estava ocupado com as questões dentro do espaço e os futuros desdobramentos das Terras Negras, então ele não teve tempo de entender claramente as condições de sobrevivência dos escravos. Ele não tinha dúvidas sobre o que Ju estava fazendo agora, então ele assumiu que todo escravo no continente estava vivendo dessa maneira. Talvez os escravos desta família estivessem em situação pior em comparação com outras famílias, já que não tinham tantos suprimentos.

Zhao Hai não pôde deixar de soltar um suspiro enquanto observava Ju fazer a sopa simples. Meg, que estava ao lado dele, perguntou: “O que há de errado, Jovem Mestre? É porque há muito sal sendo usado? Devemos cortá-lo?”

Zhao Hai olhou para Meg com confusão: “Sal demais? Como assim? Aquela panela grande, com apenas aquele pouquinho de sal? Só estou pensando que nossa família ainda está muito fraca agora, e só podemos deixá-los comer coisas tão simples. Quando ficarmos mais ricos, certamente os deixaremos comer carne.”

No momento em que Zhao Hai terminou a frase, ele sentiu que todo mundo estava dando a ele uma aparência estranha. Os escravos o observaram como se tivessem visto um fantasma, o que serviu para confundi-lo.

Ele perguntou a Meg em voz baixa: “O que há de errado, Meg? Foi algo que eu disse?”

Meg não pôde deixar de suspirar interiormente pela tela de Zhao Hai. Adam sabia que a família Buda tinha escravos no passado, mas ele não deixaria a capital imperial, nem se aproximaria dos escravos antes, de modo que não havia como saber que tipo de vida os escravos tinham vivido. Meg apenas explicou as condições de vida dos escravos para Zhao Hai em voz baixa.

Zhao Hai ficou estupefato ao ouvir Meg. Para alguém que havia nascido em uma nova sociedade sob a bandeira vermelha, enquanto na linha de frente da reforma e liberalização, o modo de vida que Meg estava descrevendo para ele era tão distante dele. Era como se as pessoas que tinham experimentado a vida da velha sociedade tivessem ressonância com a ópera, enquanto pessoas como ele, que nasceram durante os anos 80, teriam dificuldade em ressoar com ela, uma vez que nunca tiveram esse tipo de experiência. Não importa quão detalhada seja a descrição dentro dos livros, eles seriam apenas coisas dentro de livros. Como os livros poderiam ser comparados à experiência real? Gringo: Bandeira vermelha faz alusão a bandeira da China.

Depois que Meg resumiu as condições de vida dos escravos, Zhao Hai olhou para os escravos com olhos cheios de simpatia. Ele suspirou e disse: “Fique à vontade, todos. Eu vou manter minha palavra. Um dia, vou deixar vocês comerem carne todos os dias, todas as refeições, até que vocês estejam fartos disso. Juro pela honra da família Buda.”

Zhao Hai era uma pessoa gentil. Mesmo que ele tivesse sido muito otaku na Terra, otakus em geral eram pessoas geralmente tímidas e salvo algumas diferenças, eles eram pessoas gentis também. Eles poder ser socialmente ineptos, mas isso não significa que eles são pervertidos. Na verdade, a maioria dos otakus não suportava os aspectos sombrios de seu mundo e foi por isso que eles escolheram se trancar em seus próprios mundos. Zhao Hai tinha sido tal pessoa.

Depois de chegar ao Continente Ark, a identidade de Zhao Hai foi alterada. Ele era agora um nobre com um feudo e 100 escravos tinham que sobreviver sob ele. Suas palavras podiam significar sua sobrevivência ou suas mortes, o que colocava outra responsabilidade sobre ele. Ele achava que melhorar suas vidas era sua responsabilidade, e foi por isso que ele disse essas palavras enquanto era levado a desenvolver seu feudo.

Os escravos então se ajoelharam no chão emocionalmente e se prostraram em direção a Zhao Hai: “Obrigado por sua benevolência, Mestre!”

As palavras de Zhao Hai foram suficientes, apesar de não ter ganhado nada ainda. Os nobres do continente tinham uma estranha tradição: eles não fariam juramentos com facilidade. Mesmo que eles jurassem, normalmente não usariam a honra da própria família para fazê-lo. Porque, embora às vezes eles iriam contra a palavra deles, mesmo quando juravam por Deus, eles nunca o fariam depois de juramento pela honra de sua família.

Foi exatamente por causa disso que os escravos acreditavam nas palavras de Zhao Hai. Eles acreditavam que o juramento de Zhao Hai, feito sob a honra de sua família, um dia se tornaria uma realidade.

Meg abriu a boca, mas nenhuma palavra saiu. Ela cuidava dos escravos nos últimos dias e, para ser honesta, também era solidária com eles. Foi por isso que ela não se opôs às palavras de Zhao Hai.

Só então, Merine gritou: “Jovem Mestre, a refeição está pronta.”

Zhao Hai acenou com a cabeça e olhou para todos antes de falar com Meg, Ju e An: “Meg, Ju, An, vamos comer lá dentro.”

Ju e An iam ficar aqui e comer, mas depois de olhar para Zhao Hai, não disseram nada. Eles simplesmente seguiram ele e Meg para a cabana de palha, seguidos por Blockhead e Rockhead.

No momento em que entraram na cabana de palha, os escravos se soltaram. Mesmo que Zhao Hai tenha sido muito gentil com eles, ele foi o mestre deles no final. Enquanto ele estivesse por perto, eles não se sentiram livres.

Dentro da cabana de palha, Zhao Hai e os outros viram que Merine acabara de fazer uma massa e uma sopa. Zhao Hai realmente queria comer arroz, mas vendo Merine assim, ele temia que não tivesse esperança de fazê-lo hoje.

Havia apenas 4 cadeiras na cabana de palha, mas Zhao Hai trouxe mais 3 cadeiras do armazenamento a vontade, para que 7 pessoas pudessem se sentar. Embora a mesa não fosse tão grande quanto a que estava na sala de jantar do castelo, era suficiente para 7 pessoas jantarem.

Depois de deixá-los sentar, Zhao Hai usou uma faca e um garfo para começar a comer a massa assada de Merine. Na verdade, ele não queria usar garfo e faca, mas Merine nunca concordaria com isso, infelizmente.

Ainda assim, essa massa tinha seu próprio sabor. O sabor era aceitável. Zhao Hai e os outros terminaram o jantar devagar, antes que Merine limpasse os pratos. Quando todos saíram da cabana, os escravos terminaram suas próprias refeições.

As panelas grandes ainda estavam lá, mas obviamente tinham sido limpas. Os escravos pareciam cheios e estavam sentados lá sem energia em suas expressões.

Zhao Hai sabia que as pessoas ficariam sonolentas depois de estarem cheias, então ele achava que os escravos seriam os mesmos. Luiz: eu mesmo fico “inútil” após o almoço, precisando de uma siesta Ele não os deixou se levantar. Ele apenas franziu a testa quando olhou para o lixo no chão.

Embora Zhao Hai não fosse uma aberração legal, ele não queria que seu espaço fosse sujo. Essas coisas só poderiam ficar dentro do espaço por enquanto.

Zhao Hai olhou para o céu do espaço. Os arredores desse espaço ainda eram nebulosos e pouco claro, mas era uma sorte que não houvesse fumaça no céu. Parecia que a queima dentro do espaço tinha pouco efeito.

Zhao Hai virou-se para Merine e disse: “Vovó Merine, acho que você deveria descansar dentro da cabana. Acabamos de fazer uma refeição e eles devem estar com sono. Apenas deixe-os descansar.”

Merine olhou para os escravos e notou como eles estavam “fora de sintonia”. Ela apenas assentiu: “Tudo bem. Vamos descansar um pouco, mas não precisamos fazer isso dentro da cabana. Do lado de fora serve.” Zhao Hai imediatamente respondeu: “Vovó Merine, Meg, Blockhead, Rockhead, venham comigo para cabana. Eu tenho algo que eu quero te mostrar.” Ele abriu a porta da cabana e entrou depois.

Merine e os outros não sabiam o que Zhao Hai iria mostrar, mas eles atenderam suas palavras. Eles sabiam que nunca saberiam tanto quanto Zhao Hai quando chegasse ao espaço. Era melhor ouvir Zhao Hai sobre esse assunto.

Por Blue Sparky | 23/11/18 às 12:53 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Harém