CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 07 - Massacre

Corvo Negro (CN)

Capítulo 07 - Massacre

Autor: Keven Alves

Olhando atentamente em volta, Atlas percebeu que havia um total de 5 pessoas com as mesmas roupas que a pessoa misteriosa, o que significa que há um total de cinco membros da academia do Corvo Negro, lutando contra uma tropa de 200 soldados do exército bem equipados e bem treinados. Atlas estava estupefato com a visão de tal cena, em momento algum os membros da academia do Corvo Negro demonstravam medo, eles eram como fanáticos por lutas, se movimentando de um lado para o outro no campo de batalha enquanto sangue banhava completamente a rua principal da cidade Cinza, cadáveres despedaçados estavam em todos os lugares, gritos de agonia soavam com frequência, e o combate só ficava cada vez mais feroz.

O membro que estava com o arco e flecha na mão era extremamente rápido, se movimentado frequentemente, ele estava realizando um massacre em todos os cantos do campo de batalha, barulhos de flechas cruzando o ar eram frequentes, cada disparo, era equivalente a uma morte. Seus movimentos eram extremamente fluidos e suaves, ele nunca se colocou em uma situação de combate próximo, ou deixou seus companheiros serem pegos desprevenidos, estava claro que ele tinha a função de suporte durante este combate, mantendo seus companheiros seguros, ele controlava boa parte do campo de batalha com suas poderosas flechas.

O segundo membro que mais chamou atenção de Atlas foi um que provavelmente era gordo. Atlas percebeu isto pois o traje dele era muito mais largo do que os outros, mas o que mais chamou atenção não foi o seu traje ser maior e mais largo, mas sim o martelo gigantesco que ele segurava com as duas mãos. O designe era absurdamente lindo e imponente, no meio do martelo havia o designe da cabeça de um corvo.

Conforme ele movimentava o martelo durante os ataques, sons de ventos eram audíveis a grandes distâncias. Quando acertava o seu oponente, eles eram arremessados longe cuspindo sangue ou em um estado ainda pior, muitos dos que receberam um único ataque não conseguiam se levantar para continuar o combate. Seu modo de luta era totalmente brutal e estabanado, movimentos poderosos e pesados eram frequentes, deixando a cidade cinza já destruída, em um estado ainda pior.

O terceiro estava usando uma espada de mão dupla, ele era muito preciso em todos os seus ataques, gerando mortes atrás de mortes. Ele também foi o primeiro a entrar com sucesso no meio das tropas inimigas, ataques de todos os lados visavam acerta-lo, no entanto, ninguém conseguia obter sucesso, ele tinha um controle absoluto sobre sua espada, gerando um impacto muito grande tanto na defensiva como na ofensiva.

O quarto membro, estava usando um machado de mão única e uma clava em outra mão. Ele tinha um estilo de luta muito peculiar, impossível para Atlas entender exatamente os seus ataques, no entanto, ele era o único membro que estava ferido, seu estilo de luta era muito direto, e muitas vezes ele ignorava alguns ataques inimigos para abater o seu inimigo com mais velocidade.

O quinto membro, na verdade, estava usando duas correntes com lâminas na ponta. Era um estilo de combate peculiar e muito belo, isto porque, conforme este membro movimenta as correntes em combate, parecia uma magnifica dança, as correntes serpenteavam entre os inimigos e as lâminas os perfuravam com precisão, este membro tinha o menor efeito de combate no campo de batalha, no entanto, se colocado em um ambiente onde enfrentasse 1 contra 1, provavelmente seria o mais efetivo.

"Booom" Enquanto Atlas estava em seu estado de estupor, com os membros do Corvo Negro em combate, um enorme barulho soou. Parecia ter vindo de todas as direções, era impossível distinguir exatamente de onde estava vindo. E neste momento, Atlas viu uma sombra gigantesca caindo em uma parte da cidade, oscilações de energias extremamente poderosas estavam vasando da sombra negra bem como de um determinado ponto preto no céu, estava tão alto que era difícil de ver claramente. Prestando atenção no local em que a sombra negra caiu, Atlas viu um enorme corvo se levantando e voando em direção ao ponto preto que estava no céu.

Uma besta demoníaca, era na verdade uma besta demoníaca. Foi a primeira que Atlas viu em toda a sua vida, e provavelmente estava junto com os membros da academia do Corvo negro, mas seja lá o que for que ela estava enfrentando no céu, é com certeza, muito poderoso.

Uma besta demoníaca é uma espécie de 'animal' que tem a capacidade de cultivar da sua própria maneira, que difere da forma humana, mas ainda é capaz de se fortalecer e se tornar cada vez mais forte, dizem que existem bestas demoníacas que são ainda mais poderosas que os humanos, podendo destruir facilmente um país se desejar. Sua origem é completamente desconhecida, seu passado obscuro, assim como o surgimento da raça humana, ninguém sabe exatamente a origem de tal raça, no entanto, muitos especulam sua relação com demônios devido a sua aparência um tanto peculiar.

― Ei pirralho, você vai ficar olhando ou vai ajudar? ― Reclamou a pessoa com o arco e flecha.

― Ajudar, claro. Vou ajudar! ― Respondeu Atlas apressadamente.

― Existem muitos que estão no mesmo nível que você. Estão chegando reforços para eles de todos os lugares, comece atacando os reforços. ― Ordenou a pessoa com o arco, que então continuou falando. ― Lembre-se, nós os Corvos Negros, não temos medo de nada, nem ninguém, somos implacáveis na batalha, e assim como os corvos usamos a inteligência no combate, não vá cegamente, pense antes de atacar. Considere este combate, um temperamento para o exame de entrada da academia.

― Entendido! ― Respondeu Atlas em voz alta, claramente empolgado com a situação. Ao invés de medo de uma batalha de tal escala, tudo o que poderia ser visto era determinação e vontade de lutar, ele estava queimando com a vontade de lutar, seu coração estava acelerado, seu sangue estava fervendo, ele estava começando a desejar por isto mais do que tudo.

Puxando a espada que estava presa nas suas costas, Atlas partiu em uma determinada direção com sua maior velocidade. Seus olhos estavam fixos nas tropas que estavam chegando para fornecer reforços. O arqueiro que tinha ordenado Atlas momentos antes, estava espantado com a resolução do jovem que correu diretamente para as tropas inimigas com um olhar resoluto em seu rosto.

Colocando a mão atrás das costas enquanto corria, Atlas puxou uma lança, que estava com uma parte do cabo quebrada, com um movimento rápido ele arremessou a lança. O movimento dele foi tão súbito que era impossível para os inimigos desviarem, um soldado que estava vindo em alta velocidade em cima de um cavalo, teve o seu peito perfurado e foi pregado no chão devido à pressão da lança arremessada por Atlas.

Atlas nem sequer prestou atenção na lança arremessada por ele, assim que terminou de executar o arremesso, ele voltou a cobrar em direção as tropas inimigas.

"Chi, Chi." Sons de cortes eram frequentes, assim que Atlas chegou de frente para as tropas inimigas, ele começou a fazer um abate, seus movimentos eram simples, devido à falta de treinamento com armas, no entanto, ele estava mesclando ataques instintivos, com a técnica marcial que aprendeu antes, toda vez que o pescoço de um oponente estava desprotegido, as 'garras' de Atlas não mostravam piedade e sons crepitantes causavam arrepios nas tropas inimigas.

A maioria destas tropas estavam no quinto, sexto e sétimo nível do reino refinamento corporal, eles não eram muito poderosos para uma guerra e são as tropas sobressalentes. Quando foram enviados como reforços para a rua principal eles sabiam que muitos deles morreriam, mas nunca imaginaram que nem sequer poderia passar por um jovem de 16 anos, sozinho, no quinto nível do reino refinamento corporal.

Os olhos de Atlas estavam opacos, ele estava em transe durante a luta, sua expressão facial era assustadora para os inimigos, nem mesmo os que estavam no sétimo nível conseguiam parar este jovem demônio. No máximo poderiam durar mais tempo em combate contra ele, mesmo assim, mais parecia que Atlas estava se temperando do que com dificuldade durante a luta. Seus movimentos ficavam cada vez mais ferozes, e ele estava avançando cada vez mais profundamente dentro das tropas inimigas.

O arqueiro da academia dos Corvos Negros, estava espantado com a maneira insana com a qual Atlas estava lutando, em muitos momentos o arqueiro teve que se reposicionar somente para evitar que alguém fizesse algum ataque surpresa no jovem.

Atlas estava cada vez mais sanguinário e imparável, ele estava avançando profundamente dentro do exército inimigo. Naquele momento ele viu um jovem, com aproximadamente 18 anos de idade, ele estava montado em um cavalo e pela aparência da situação, ele é o comandante das tropas de reforço, olhando atentamente, Atlas percebeu que em sua cintura havia uma placa de bronze com a letra 'S', o que significa que ele é um jovem da família Souza da capital real.

O semblante de Atlas que estava inalterado momentos antes com o olhar opaco, na verdade, tinha um leve sorriso neste momento, o que tornava a sua aparência ainda mais demoníaca.

Atlas arremessou a sua espada cravando na cabeça de um soldado que estava na sua frente, esquivando dos ataques remanescentes, Atlas pegou a lança e o escudo do soldado que ele acabou de matar, com a lança e o escudo na mão, ele começou a defender e perfurar. Conforme ele defendia com o escudo, girava e perfurava com a lança, seu método de ataque era estranho, as vezes sem jeito, mas era completamente efetivo, ele estava causando um banho de sangue no meio das tropas.

Girando, ele defendeu com o escudo e perfurou com a lança atravessando a cabeça de um soldado, puxando a lança, ele defendeu o ataque que vinha de outro soldado com o seu escudo, girou e arremessou a lança, que emitiu um barulho alto e perfurante.

"Chiii" A lança perfurou completamente a cabeça do cavalo, que emitiu barulhos agonizantes enquanto se debatia no chão, o jovem da família Souza nem conseguiu reagir quando percebeu que tinha um jovem se movendo com uma velocidade assustadora em sua direção. O jovem tinha apenas um escudo, e estava ultrapassando as tropas restantes do exército, como se elas não estivessem lá. O jovem da família Souza que foi até a cidade Cinza, apenas como um exercício de temperamento para o seu futuro, se via agora em uma situação completamente fora do esperado.

Com um movimento simples, Atlas segurou o jovem da família Souza pelo cabelo, e com a outra mão que ainda estava segurando o escudo Atlas moveu em direção ao pescoço do jovem.

― Se você me to...

"Pruch" ― Um barulho estranho de pele rasgando misturado com ossos quebrando foi emitido interrompendo o que o jovem da família Souza pretendia dizer, e desta forma ele foi decapitado cheio de queixas para com o seu destino.

Segurando a cabeça do jovem da família Souza que era o comandante do exército de reforço, enquanto sangue quente pingava no chão, Atlas olhou friamente para os soldados restantes enquanto gritava. ― Há mais alguém? ― Os olhos de Atlas não emitiam brilho algum, como se fosse um abismo, os soldados inimigos estavam paralisados no lugar, repletos de medo deste jovem demoníaco.

― Mais alguém? ― Gritou Atlas novamente.

― Atlas, recue! ― Gritou o membro dos Corvos Negros que estava com o arco na mão fornecendo suporte para todo o campo de batalha. Além de Atlas que fez um massacre sozinho, os outros membros também estavam se saindo extremamente bem, mas nenhum deles poderiam ter um desempenho tão vistoso quanto Atlas teve, afinal, eles estavam enfrentando pessoas mais poderosas do que eles em grande quantidade.

Por Jhinn | 19/07/18 às 22:59 | Ação, Aventura, Fantasia, Elementos de Cultivo, Romance, Maduro, Guerra, Cultivo