CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 15 - O peso da decisão

Corvo Negro (CN)

Capítulo 15 - O peso da decisão

Autor: Keven alves

No momento em que a voz desapareceu Atlas ficou parado olhando para as 5 entradas que estavam diante dele, olhando ao redor, ele não conseguiu ver ninguém que entrou junto com ele. O que significa que provavelmente, todos foram separados na hora da entrada.

Muitos jovens começaram a fazer suas escolhas no momento em que o som da voz desapareceu, afinal, quanto mais rápido se decidirem, mais tempo terão para enfrentar o desafio e assim completar o teste. No entanto, existiam alguns que ainda estavam parados e analisando com cuidado qual a melhor decisão a se tomar. E depois de algumas horas, todos fizeram suas escolhas... Exceto por um jovem, que estava calmamente sentado dentro da ilusão, como se nada estivesse acontecendo.

― Abreu, será que aquele jovem sentado desistiu? Ou ainda está pensando em qual porta escolher? ― Astrid tinha um olhar confuso enquanto olhava para o comandante Abreu.

― Espero que ele esteja analisando, mas ao mesmo tempo, espero que ele tome logo uma decisão. Nunca pensei que alguém ficaria horas sentado sem se mover no teste que o diretor preparou. ― Comentou Abreu com uma expressão estranha.

........

Neste momento, dentro da porta número 2 um jovem extremamente magro de aparência doentia e olhares fundos estava caminhando lentamente. ― Hehe, como eu pensei. Moleza!

Na terceira porta, uma jovem donzela, baixinha, com aproximadamente 1,52 de altura, magra, cabelos negros, com um nariz fino e grande, estava usando uma armadura leve de cor prata meio azulada e um arco elegante com flechas de pontas douradas. Apesar de todo o seu cuidado com a sua aparência ela só poderia ser considerada por muitos como 'feia', principalmente o seu nariz, que parecia como o de uma bruxa.  Ela estava enfrentando uma besta demoníaca com um nível equivalente ao dela, no entanto, a besta demoníaca possuía traços da linhagem dos dragões e era um escorpião dracônico. Em um momento de descuido, ela foi fortemente atingida e ficou com uma cicatriz horrenda em seu rosto. ― Maldição! Besta vil, como ousa acerta o rosto dessa bela dama? Como diabos ele vai me querer agora? ― Gritou ela claramente desesperada e extremamente nervosa com a situação. ― Eu vou cozinhar você!

Na quarta porta, todos que entraram pensando que seria a alternativa mais fácil estavam suados, cansados, e em um estado lamentável, muitos já haviam caído pelo caminho, seus destinos... Incerto.

― Como pode ser tão quente? Impossível! Vamos todos morrer aqui! ― Afirmou um jovem que estava quase se arrastando pelo deserto.

Após mais algumas horas de exames, alguns tinham conseguido avançar com sucesso e alguns outros morreram durante o exame. Virando-se Abreu perguntou.  ― Como estão os números?

Um homem que estava Atrás dele e Astrid, deu um passo à frente, se curvou para eles e falou em um tom claro. ― Reportando aos comandantes, de 4556 participantes... 0 escolheram a primeira porta, 5 escolheram a segunda porta, 3331 escolheram a terceira porta, 817 escolheram a quarta porta, 402 escolheram a quinta porta, 1 ainda não escolheu nada.

― Interessante. ― Comentou Abreu que deu um olhar estranho para Astrid.

― O diretor é realmente assustador. ― Comentou a mesma, surpresa com o desenrolar do teste, até agora, tudo estava se saindo como o diretor tinha previsto, exceto pelo jovem sentado sem se mover.

Após o último relatório, 12 horas se passou, a maioria dos participantes já tinham terminado o teste, os que não conseguiram completar o teste foram mortos, pois não conseguiriam chegar até o lugar designado para sair da ilusão, todos, independentemente de ter conseguido ou não passar no exame, enfrentaram batalhas ferozes.

Com uma voz calma e suave, Astrid perguntou. ― Relatório.

― Reportando aos comandantes...

― Na primeira porta, nenhuma escolha.

― Na segunda porta, 0 mortes, 5 passaram.

― Na terceira porta, 1692 mortes, 1639 passaram.

― Na quarta porta, 589 mortes, 228 passaram.

― Na quinta porta, 402 mortes, 0 passaram.

― No total temos, 2683 mortes, 1872 que passaram com sucesso no exame. E 1 que ainda permanece parado sem fazer sua escolha.

No momento em que o relatório terminou, uma voz calma e envelhecida soou.

―Quando eu e aquele velhote estávamos pensando neste teste, nós queríamos testar uma série de fatores dos participantes, infelizmente, muitos acabam morrendo no caminho do cultivo, no entanto, o caminho do cultivo é um caminho onde apenas os fortes podem caminhar, aqueles que desejam, mas não estão preparados, acabam por se tornarem degraus de outros.

O comandante Abreu e a comandante Astrid, ouvindo essa voz, se curvaram imediatamente e falaram em uníssono. ― Nós pagamos nossos respeitos ao Vice-Diretor Almeida.

Os jovens que já tinham terminado seus determinados exames, e ouviram as palavras do vice-diretor da academia Corvo Negro, estavam com os punhos cerrados, eles sabiam que não foi nem um pouco fácil passar nesta etapa, e muitas vezes ficaram entre a linha da vida e da morte para conseguir estar de pé neste exato momento.

Vendo o olhar determinado dos jovens, o Vice-Diretor que tinha acabado de chegar ao lado dos comandantes, tinha um olhar de satisfação em seu rosto.

Dentro da ilusão, Atlas continuou sentado como se nada estivesse acontecido, e depois de mais duas horas terem se passado, ele se levantou e começou a caminhar lentamente em direção a porta do deserto. Dentro da porta do deserto, ao contrário do que foi dito, não estava escaldante, com um calor absurdamente grande, na verdade, estava até mesmo um pouco frio, no céu, ao invés de um sol abrasador, tinha uma enorme lua banhando todo aquele deserto com uma luz deslumbrante. Após caminhar tranquilamente por seis horas, Atlas finalmente saiu da ilusão.

Assim que Atlas saiu da ilusão, ele se tornou o foco de todos os estudantes e dos examinadores. Teve dois motivos principais por trás disto, o primeiro, é que ele foi o último participante a sair da ilusão e levou muito mais tempo do que a maioria deles. O segundo motivo, é que ele estava completamente bem, como se não tivesse enfrentado nenhum empecilho. Entre a multidão, tinha também pessoas que olhavam para Atlas com olhares hostis.

― Já que todos finalizaram o exame, permita-me explicar exatamente o que este exame testou. ― Comentou o Vice-Diretor Almeida.

Todos os estudantes que estavam olhando para Atlas momentos antes, voltaram sua atenção para o vice-diretor, em seus olhares, tinha admiração, respeito, curiosidade, entre outras emoções, mas não era possível ver raiva ou ódio, mesmo entre aqueles que perderam amigos durante o exame, não carregava o menor ódio em relação ao organizador do teste, o Vice-Diretor Almeida. Afinal, este mundo orientado para o cultivo, é brutal, implacável e não espera por ninguém. Ou você vive a sua vida ao máximo, ou morrerá com arrependimentos e amarguras.

― Este teste, consistiu na análise de informações e escolhas, um verdadeiro guerreiro, digo, um cultivador capacitado, deve analisar cuidadosamente suas decisões e escolher o caminho com a maior chance de sucesso. Afinal, o caminho do cultivo é árduo, é um mundo onde, cão devora cão, se cometerem um único erro, pode significar o fim da sua jornada como cultivador, ou seja, a morte. ― Fazendo uma pausa e observando a reação dos participantes o Vice-Diretor continuou comentando lentamente. ― Neste teste, vocês tiveram os principais aspectos de um cultivador marcial testado, ou seja, força, inteligência, sagacidade, resistência, coragem e até mesmo a tolice.

― Na primeira porta, seria testado coragem, força e resistência, já que teriam que enfrentar um cultivador no reino do refinamento corporal nível 9, existem poucos aqui entre vocês que teriam alguma chance, felizmente, ninguém escolheu está porta, afinal, as chances de passarem eram muito baixas.

― Na segunda porta, foi testado inteligência e sagacidade. Foi dito que nela, residia uma besta demoníaca comum que está no reino do refinamento corporal nível 9, além disto, ela estava a 10 anos sem se alimentar. Se tivessem prestado atenção e analisado friamente as informações, teriam percebido que era impossível para uma besta demoníaca deste nível sobreviver 10 anos sem alimento, portanto, aquela porta era a escolha mais segura, um passe direto para fora da ilusão, mas, infelizmente, apenas 5 pessoas á escolheram.

― Terceira porta, nela estava um deserto escaldante, onde seriam testados, resistência e força. Muitos escolheram enfrentar o deserto, mas com certeza, subestimaram a dureza da jornada, um cultivador não deve embarcar em uma jornada sem preparo, claro, a não ser que ele não tenha escolha, nós cultivadores, escolhemos o caminho que vai contra os céus, nos tornando cada vez mais poderosos com cada desafio, mas hoje, vocês tinham 4 escolhas, onde foi fornecido várias informações importantes, logo, o deserto não era uma escolha muito sábia, resultando assim na morte de muitos participantes despreparados.

― A quarta porta, uma luta sangrenta contra uma besta no mesmo nível que o cultivador que à escolheu, uma besta possuidora de traços da linhagem sanguínea dos dragões e extremamente faminta, essa porta, testaria a força, coragem, resistência e inteligência. Para aqueles que a escolheram, encontrariam a verdadeira essência de um cultivador, que é sempre encarar seus adversários com sabedoria e força, avançando cada passo, se tornando cada vez mais forte, até o ponto onde poderiam se declarar verdadeiramente invencíveis. O que vocês encontraram nesta porta, é basicamente o que vão enfrentar durante as suas vidas de cultivador. ― olhando para os participantes, o Vice-Diretor deu um leve aceno com a cabeça na direção dos que escolheram este teste, e com um leve sorriso ele continuou. ― Fiquei feliz quando percebi que a grande maioria tinha escolhido enfrentar este desafio, no entanto, assim como a vida de um cultivador, para aqueles que não possuem o necessário, acabam ficando pelo caminho, e neste teste não foi diferente, mais da metade morreu em combate.

― Por último e não menos importante, a quinta porta. Nesta porta, foi testado a tolice de um cultivador, na verdade, a tolice do ser humano. Vocês precisam entender, que o caminho do cultivo é árduo e perigoso, não haverá atalhos e muito menos milagres. Encontros fortuitos acontecem, mas são raros, uma pessoa a cada vários milhões podem ter a boa sorte de encontrar uma oportunidade dessas e sair vivo para aproveitar os benefícios. Com quatro portas com informações detalhadas, escolheram cegamente uma porta que era uma incógnita, para essas pessoas, a única coisa que espera por elas no caminho do cultivo é se tornarem uma estrada de ossos para outros cultivadores caminharem, para aqueles que escolherem a quinta porta, nenhum conseguiu sobreviver. Entretanto, quero ressaltar que não tornamos essa porta um campo de morte, colocamos nela uma 'taxa' de sucesso equivalente as áreas proibidas do nosso mundo, infelizmente, ninguém foi capaz de sair vivo dela.

― E para finalizar a explicação, gostaria de comentar e elogiar o cultivador Atlas Guerra, ele foi o único que passou no teste onde todas as cinco características básicas eram testadas. Após entrar na ilusão, ele percebeu que o tempo dentro era igual ao tempo fora, logo, se existe dia, haverá noite. Com está informação ele esperou pacientemente por várias horas até finalmente caminhar para a porta do deserto, e passar tranquilamente por ela, finalizando assim o teste. Para realizar isso, era preciso inteligência, para perceber as portas com a maior taxa de sucesso. Sagacidade, para perceber a mudança do tempo dentro da ilusão. Coragem, para confiar em sua análise e esperar pacientemente por várias horas. Força e resistência para conseguir atravessar o deserto.

Atlas que estava ouvindo as explicações junto com os outros participantes, estava tão calmo quanto antes. Ninguém reparou, mas naquele momento dentro dos seus olhos, havia na verdade, dois espelhos girando. Isto foi semelhando com o que aconteceu na floresta de pedra, onde ele começou a ver tudo de forma diferente, o mesmo aconteceu dentro da ilusão e isto o ajudou a perceber a passagem do tempo.

Percebendo que o seu discurso teve um bom impacto sobre os jovens participantes, o Vice-Diretor Almeida se virou e falou em voz alta.

― A partir de agora, todos vocês são Corvos Negros!

Ouvindo essas palavras, todos os jovens ficaram empolgados e alguns até mesmo comemoraram em voz alta, outros, choraram por seus amigos caídos durante a jornada, neste mundo, não há tempo para chorar, é preciso erguer a cabeça e seguir em frente, passo a passo, se tornando cada vez mais forte.

Por Jhinn | 19/07/18 às 23:17 | Ação, Aventura, Fantasia, Elementos de Cultivo, Romance, Maduro, Guerra, Cultivo