CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 46 - Yi Tianmu!

Deus Imperador dos Taos (DIT)

Capítulo 46 - Yi Tianmu!

Autor: General Xin

“Cof… Cof… Você venceu. Tô zonzo!” Yan estendeu a mão para que Lianjie o retirasse do solo.


“Agora estamos quites!” Lianjie bateu no seu próprio peito e fez um sinal de positivo. Em seguida, retirou Yan do solo.


Yuanjia retornou à arena e cumprimentou ambos. “Foi uma boa luta! Irmão Lianjie, seu controle sobre o vento melhorou muito, assim como suas táticas! Irmão Yan, seu avanço nas Artes do Imperador da Terra também estão muito mais afiadas! Se não me engano, para ser capaz de utilizar os Cinquenta Punhos da Terra, você deve ter compreendido o terceiro nível da técnica! Incrível! Além disso, sua técnica de punhos é impressionante. Como se chama?”


“Punhos Misteriosos de Li Han.” Yan respondeu em tom orgulhoso. Ele empinou seu nariz e pôs as mãos sobre a cintura.


“São misteriosos mesmo! Eu ainda não entendi a maneira que você utiliza para aplicar seus socos…” Lianjie colocou sua mão direita sobre o queixo, como se estivesse pensando.


“E não serei eu a contar! Hahaha! Mas os seus golpes também foram incríveis! Que golpes foram aqueles?” Yan perguntou.


“Mordida Dominante do Dragão, uma técnica que venho praticando há alguns meses.” Lianjie coçou a cabeça.


“É realmente dominante… Em pensar que destruiria minha pele de bronze com um ataque só!” Yan fechou a cara e continuou: “Mas não se preocupe, da próxima vez eu vou te derrotar.”


Devido a expressão engraçada de Yan, seus amigos riram alto.


Dong. Dong. Dong. Dong.


O sino da escola começou a soar de repente.


“Hm? O que será que está havendo?” Yuanjia olhou para o teto.


“É o sino do centro da escola. Deve ser algum aviso do diretor.” Lianjie respondeu e acrescentou: “Vamos!”


Yan e Yuanjia assentiram positivamente e seguiram Lianjie até a saída. Ele entregou quinze moedas de prata para o gerente das arenas e seguiu para o centro da escola.


Logo que saíram, puderam ver uma infinidade de jovens correndo apressadamente para o centro da escola. Em um movimento caótico, havia muito empurra-empurra e gritaria.


“Dá licença! Dá licença! Dá licenç-… Ugh…” Uma garotinha corria de olhos fechados entre a multidão. Seus cabelos eram negros e estavam presos por um laço verde. Possuía feições delicadas e muito belas. Seu olhar era delicado, como se abraçasse todas as injustiças do mundo. Ela possuía os olhos em um radiante tom perolado. Suas roupas eram de baixa qualidade: ela vestia uma blusa branca por baixo de uma camisa de tecido verde, suas calças, na mesma cor da camisa, estavam um pouco surradas devido ao uso exacerbado e seus sapatos marrons estavam começando a perder a cor.  Enquanto ela corria, acabou trombando em um garoto.


“Desculpe!” Falou a menina em tom tímido.


“Desculpe? Olha o que você fez! Sujou toda minha roupa de poeira! Você tem noção de quanto custaram minhas roupas? Como você vai me compensar?” Falou um rapaz de longos cabelos vermelhos. Ele possuía grandes olhos que emanavam orgulho. Seu rosto fino em formato de v lhe concedia uma aparência elegante. Suas roupas eram negras e possuíam um enorme ‘Tong’ escrito nas suas costas.


Lianjie imediatamente reconheceu o garoto: era Tong Ye!


“Eu já pedi desculpas… Foi sem querer!” A garotinha se ajoelhou e encostou a testa sobre o solo, se prostrando diante dele.


“Sem querer uma ova!” Tong Ye ergueu a mão. Ele estava prestes golpear a garota.


Lianjie rangeu os dentes, olhou para seus amigos e falou: “Irmãos… Esperem aqui!”.


Yan e Yuanjia se entreolharam e sacudiram os ombros. “Beleza.” Responderam em uníssono.


Em seguida, avançou. Antes que a mão de Tong Ye pudesse tocá-la, o pé de Lianjie entrou em contato com a palma de sua mão.


PAF.


A mão de Ye recuou violentamente e este sentiu-a completamente dormente.


Lianjie se agachou e levantou a menina. “Você está bem? Está tudo bem! Não há motivos para se sujeitar a isso. Venha, eu irei te levar até o centro da escola.”


A menina ergueu a cabeça e quando viu o belo rosto de Lianjie corou violentamente. Imediatamente ela baixou sua cabeça novamente e sussurrou: “Uhum… Obrigada…”


“Você de novo? O caipira!” Tong Ye cerrou os punhos. “Hahaha! Ótimo, faz tempo que desejo te dar uma lição! Como ousa dizer que não há motivos?”


Rapidamente uma multidão começou a se formar ao redor dos jovens.


“Você conhece ele?” Yuanjia perguntou.


“Não, mas a família dele é bem famosa aqui na cidade.” Yan respondeu.


“Vamos assistir?” Yuanjia abriu um sorriso.


“Você realmente está perguntando isso? Vamos!” Yan aplicou um leve tapa sobre o ombro de Yuanjie entrou no meio da multidão. Logo atrás dele, foi Yuanjia.


“Nos metemos?” Yan estava um pouco preocupado com a possibilidade de retaliação por parte da família Tong caso Tong Ye fosse severamente machucado.


“Nah… Vamos ver irmão Lianjie lutar. Faz tempo que não vejo ele sendo agressivo… Hehehe.” Yuanjia colocou ambas as mãos atrás da cabeça e começou a assistir o desenrolar da discussão.


“Você quer me dar uma lição? Antes deixe eu te perguntar… Como anda a sua mão?” Lianjie respondeu com um sorriso maligno no rosto. Ele estava alfinetando Tong Ye.


“Isso é passado! Eu estou muito mais forte!” Tong Ye fez sua aura explodir revelando que ele estava no pico do estágio elementar.


“Não importa quanto as garras de um gato cresçam, ele nunca será um leão!” Lianjie também fez sua aura explodir. Ele também estava no pico do estágio elementar!


Ye bufou em desdém. E aí que seu inimigo estava no mesmo estágio de força dele? O que mais ele poderia fazer? Durante os meses que eles não se encontraram Ye treinou arduamente suas técnicas ofensivas herdadas pela sua família. Ele treinou para este momento! Ele desejava fazer Lianjie pagar por te-lo humilhado na frente de todos durante os testes de medição de força.


Uma espada surgiu na mão direita de Ye e ele aplicou um corte vertical sobre Lianjie. Este, por sua vez, sacou sua guan dao e, com a lateral dela, bateu na lateral da espada de Ye. A força da batida fez o trajeto ser alterado, criando uma abertura. Lianjie então girou sua alabarda colocando a parte da lâmina virada para si e golpeando seu inimigo com a ponta do bastão.


A força do golpe fez Tong Ye recuar quatro passos e sentir uma vontade de vomitar. Ele levou a mão à boca e engoliu o vômito forçosamente. No momento seguinte, avançou e começou a movimentar a sua espada de maneira estranha: às vezes desenhando um z, às vezes desenhando um n.


“Você está fodido! Esta é a Espada do Aprisionamento criada pela minha família!” Ye riu orgulhosamente.


Lianjie tentou se esquivar, mas os movimentos de seu inimigo alternavam de extensão. Isso culminou em um corte que se estendia do seu peito até próximo ao umbigo. Ele produziu um som similar a um rosnado.


“Seu filho da puta, não me culpe se você se machucar!” Lianjie bateu a ponta do bastão da sua alabarda no chão e fortes correntes de vento começaram a circular ao redor dele. A cada instante que se passava, mais correntes invadiam a área  e circulavam ao redor do garoto, formando uma esfera de vento.


“Que técnica é essa?”


“Que misteriosa!”


“Eu nunca vi nenhuma técnica assim na biblioteca!”


“Seria uma técnica da família dele?”


“Você não o ouviu durante os testes de força? Ele vem de uma pequena tribo. Isso seria impossível!”


Ao ver a esfera composta por inúmeras correntes de ar envolvendo o garoto, Ye produziu um ‘tsc’ e atacou novamente. No entanto, Lianjie realizou o mesmo procedimento de quando lutou contra Yuanjia alguns minutos atrás: fez circular os ventos absurdamente rápido e alterou seu sentido bruscamente produzindo uma grande onda de impacto.


WOOOOOOOSH.


Ye foi arremessado cinco metros para trás e perdeu sua espada. A multidão chegou a abrir caminho para que ele continuasse voando.


Lianjie sorriu, mostrando seus caninos protuberantes, e saiu correndo em direção a Ye. No meio do caminho ele cravou sua guan dao no chão e deixou-a para trás.


“Toma isso!” Ele utilizou seus Sete Passos do Relâmpago para rapidamente surgir sobre o inimigo e, assim, desferiu um poderoso soco com seus punhos negros.


TOF.


O corpo de Ye caiu com força no chão. Ele rapidamente se levantou, mas sentiu sua cabeça girar e sua respiração instável. Os Punhos da Sombra de Lianjie desbalancearam o chi do tipo Yin em seu corpo, o que causou tontura e respiração irregular!


Lianjie não perdeu tempo, seus punhos, antes negros, agora se transformaram em garras e uma aura vermelha violentamente quente surgiu delas. Ele desceu sua garra sobre o peito de Ye. No entanto, antes que pudesse atingi-lo, sentiu algo se prender ao seu calcanhar e puxá-lo. Lianjie caiu. Na sequência, uma longa espada enrolada em panos atingiu as pernas de Ye e derrubaram-no.


“Amigo, não aja ao ponto de fazer besteira.” Lianjie caiu com o rosto virado para o céu. Acima dele, havia um rapaz. Ele era alto, possuía negros cabelos longos, um rosto fino e era esbelto. Seus traços eram delicados, mas elegantes e masculinos. Vestia roupas brancas da mesma qualidade da garotinha e carregava uma longa espada enrolada em panos. Além disso, havia uma faixa vendando seus olhos!


“Tianmu Gege! Esse moço me defendeu desse ruivo horroroso! Malvado!” A garotinha correu até o rapaz e abraçou-o. Logo após, mostrou a língua para Tong Ye, que estava deitado no chão, ainda mais zonzo.


“Binbin meimei! Como sempre se metendo em problemas!” O jovem deu um leve tapa sobre a testa da garotinha.


Lianjie se levantou e limpou a terra em suas roupas. Vendo que seu amigo havia sido atacado pelo rapaz, Yan e Yuanjia saíram do meio da multidão e rapidamente se juntaram a Lianjie.


“Meimei? É sua irmã?” Perguntou Lianjie.


“Sim, desculpe por antes. Eu senti uma forte aura prestes a atingir alguém e a aura de Binbin no meio da multidão. Logo calculei que algum dos dois estavam lutando por causa da minha irmãzinha. Vendo que você provavelmente machucaria gravemente seu oponente, eu decidi interrompê-lo.” O jovem abriu um sorriso.


“Não há razão para se desculpar! Você evitou que eu tomasse uma decisão de cabeça quente. Na verdade, eu que devo lhe agradecer. Me chamo Lianjie, Yu Lianjie.” Lianjie estendeu a mão.


Contudo, o jovem continuou parado, somente respondendo: “Muito prazer, me chamo Yi Tianmu.”


“Yi Tianmu? Da família Yi?”


“Tianmu Visão Celestial?”


“Não estavam todos mortos?”


Binbin, sem jeito, foi até Lianjie e falou: “Meu irmão é cego, Lianjie ge.”


“Cego?” Lianjie respondeu.


A multidão, assim como Yan e Yuanjie, quedou perplexa. Cego? Mas e seu movimento agora há pouco? Com tamanha maestria ele utilizou uma faixa de cabelo para puxar o calcanhar de Lianjie e impedir que ele golpeasse Tong Ye.


Tianmu sorriu sem jeito e respondeu: “É uma longa história…”

Por General Xin | 03/01/18 às 01:14 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Xianxia, Romance, Brasileira, Magia, Poder, Maduro, Drama