CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 3.2 – Treinamento Especial de Touro e Lebre

Dungeon ni Deai o Motomeru no wa Machigatte Iru Darou ka (DanMachi)

Capítulo 3.2 – Treinamento Especial de Touro e Lebre

Tradução: Verin | Revisão: GonP


O céu está coberto pela escuridão.

O sol ainda não subiu no céu do leste, mas o horizonte está começando a clarear. É aquele momento antes do amanhecer, quando você não tem certeza se é noite ou manhã.

A muralha da cidade... Eu nunca estive aqui antes.

Acordei muito mais cedo do que o normal esta manhã e subi ao topo do muro que circundava a cidade de Orario.

Eu estou de pé na borda noroeste. Olhando para o interior da cidade, a vista é absolutamente deslumbrante.

Eu posso ver o Panteão, o Coliseu, edifícios que provavelmente abrigam grandes 【Famílias】 e outras estruturas altas de uma só vez. Mesmo a essa distância, posso distinguir os detalhes minuciosos do artesanato de cada um deles. Colora-me impressionado!

Mas, claro, há uma que se destaca acima de tudo o resto no centro da cidade: Torre de Babel. Sua presença é quase esmagadora. Acrescente as pequenas casas que preenchem os quarteirões da cidade e sei que nunca me cansarei de ficar em pé aqui.

Olhando para cima e para baixo nas ruas principais que separam Orario em oito pedaços, a maioria das luzes dos prédios é fraca. É quase como se o clamor da cidade estivesse em silêncio. Um por um, partículas de luz se apagam enquanto as lâmpadas mágicas estão sendo desligadas em todo o lugar.

E pensando bem, eu realmente moro nessa metrópole! Calafrios percorrem minha espinha e meu coração bate mais rápido com excitação toda vez que me lembro de onde estou.

"Você está preparado?"

"Ah, sim!"

Sua voz soa como um sino em meus ouvidos, eu me viro para encarar a senhorita Wallenstein.

Ela é a razão pela qual estou aqui agora. Eu vou aprender a lutar.

Ela disse que sua família, 【Família Loki】, fará uma expedição em poucos dias. Então não temos muito tempo, mas ela vai trabalhar comigo até que ela saia. Por isso decidimos ontem começar a treinar hoje.

"Desculpe por fazer você vir até aqui ..."

"D-não se preocupe! Isso não é um problema!"

Sendo um membro da 【Família Loki】, isso é algo que ela supostamente não deveria fazer. Se outro membro de sua 【Família】 descobrir que está treinando um membro de um grupo diferente em técnicas de combate, haverá grandes problemas, com certeza.

É por isso que chegamos até o topo da parede, para ficarmos fora de vista.

Pensar sobre isso a partir de sua posição, ficar escondido e só se encontrar ocasionalmente é a única opção.

Quanto a por que estamos aqui tão cedo, eu preciso ir para a Dungeon, como normalmente, para ganhar dinheiro. Então, ao invés de treinar depois de um dia duro de trabalho, faz mais sentido fazer isso primeiro.

"Bem, hum, senhorita Wallenstein, o que eu deveria..."

"... Aiz."

"Hã?"

“Me chame de Aiz.”

No segundo em que percebo que ela está me dizendo como abordá-la, quase caio de costas.

“Todo mundo me chama assim. Isso te deixa desconfortável?”

“Eh, erm, hum…… Não, eu estou confortável com isso.”

Por que eu recusaria? Eu digo para mim mesmo com a mão sobre a minha boca. Algo em sua voz parece que ela vai ficar desapontada se eu não chamá-la pelo seu primeiro nome.

Minhas bochechas ficam vermelhas. Claro, não houve muito tempo em que eu fiquei na frente da senhorita Wallenstein… er, Aiz, e não fiquei vermelho…

De qualquer forma, espero ter conseguido transmitir alguma impressão de como essa situação é estranha.

“… A-Aiz, o que devo fazer agora?”

… Uma boa pergunta.”

"Hã?"

Sua voz é um pouco pesada; como devo reagir a isso?

As sobrancelhas de Aiz caem quando ela coloca a mão no queixo delicado. Ela parece que está tentando extrair uma ideia do seu cérebro.

"Eu tenho pensado duramente... desde ontem."

Sua cabeça se abre na outra direção como se o pescoço dela estivesse em uma mola, como uma criança sendo repreendida.

Onde está toda a graça e refinamento que ela sempre teve? Isto é estranho.

Meu ídolo, minha Aiz Wallenstein e a pessoa real estão se afastando…

"...Você pode me mostrar seu estilo de treino?"

"Sim, claro."

Eu faço o que ela disse, trabalhando um leve suor no processo.

Tomando minha adaga para fora, e me sentindo um pouco envergonhada, eu pego dois ou três golpes no ar ao meu lado enquanto ela assiste.

Ela apenas olha para mim, os olhos me seguindo atentamente.

"Você só usa sua faca?"

“É……?”

"Os usuários de facas que eu conheço usam chutes e artes marciais para lutar."

Pensando sobre isso, ela está certa. Quando lutando na Dungeon, eu confio completamente na minha arma. Posso contar em uma mão o número de vezes que eu chutei ou dei um soco em um monstro.

Eu olho para os meus membros por um momento antes de Aiz dizer: "Dê para mim" e tira a arma da minha mão.

Ela faz uma pose; Eu acho que ela vai me mostrar um exemplo?

"…Como isso."

Ela está segurando a adaga para trás em sua mão direita, a lâmina saindo de trás de seu dedinho, e seu joelho esquerdo está para a frente, com o pé pairando logo acima do chão.

Com o joelho no ar, Aiz inclina a cabeça para o lado.

Ela coloca a perna de volta para baixo e levanta mais uma vez... novamente inclinando a cabeça para o lado.

“…?”

Aiz levanta e abaixa o joelho várias vezes, e cada vez inclina a cabeça.

Neste ponto, não consigo esconder meu suor ou minha confusão. É realmente estranho vê-la assim. Mas ela está me dando um exemplo a seguir. Eu deveria assistir o mais perto que puder.

Ela só… não tem a menor ideia…?

"Hm" - foi meu último pensamento.

O corpo de Aiz subitamente se confundiu, como se ela tivesse se apoderado de alguma coisa.

"-Hã?"

Usando a perna direita para pular no ar com um tapa, todo o seu corpo gira.

Completamente ignorando os sons atordoados que saem da minha boca, ela estende a perna esquerda, traçando um arco ao redor dela no ar.

Sua minissaia palpita; leggings azuis escuras até os joelhos dela brilham diante dos meus olhos.

No instante em que sua parte interna branca e clara da coxa pisca na frente dos meus olhos, eu estou lançada para o céu.

"Ah-"

Um chute giratório de alta velocidade.

Eu estava muito perto do chute assustadoramente rápido de uma aventureira de primeira classe. Eu posso e não posso ver como o pé dela bate em mim no peito e me envia voando para a borda da muralha da cidade. Verin: Aquele momento de dúvida em que você se perguntaria “Isso realmente vai acontecer???”. kkkkk

Eu não posso reagir, não posso me defender, nem sequer grito, enquanto meu corpo bate na barreira de pedra com uma força incrível, meus braços e pernas esticados batendo forte o suficiente para deixar uma marca de corpo inteiro para trás enquanto eu desmorono no chão.

Que diabos foi aquilo?!

Ela me expulsou do meu próprio corpo.

É preciso toda a força que me resta para levantar a cabeça o suficiente para dar uma olhada no Aiz. Seu rosto é inexpressivo como sempre, mas parece que desta vez os olhos dela estão um pouco mais largos enquanto ela olha para mim.

… Sim, ela é sem noção…

A última das minhas forças se foi, eu consegui chegar a essa única realização antes de desmaiar.

"Desculpa…"

Eu estou fora apenas por alguns segundos. Eu acordo com o pedido de desculpas de Aiz e um olhar triste no rosto dela.

Eu faço o meu melhor para forçar um sorriso e dizer a ela para não se preocupar com isso, mas meu peito está com dor e eu acho que estou engasgando com minha clavícula.

Depois disso, tentamos mais algumas vezes por tentativa e erro, mas nada parece estar funcionando.

Vendo seu rosto profundamente pensado após cada falha, parece que eu preciso fazer uma saída bastante desconfortável.

Sob um céu ainda à espera do nascer do sol, um clima muito pesado desce sobre nós dois.

"…É o suficiente. Vamos lutar.”

"Hã?!"

Ela ficou em silêncio porque eu não sei quanto tempo, antes que a cabeça dela se agarre e ela fale comigo.

Ela fica de pé, a mão segurando firmemente o cabo de sua espada.

Eu pulo surpresa quando ela tira sua espada e a coloca ao lado da barreira. Então ela se vira para mim, brandindo sua bainha como arma.

"Eu não posso ensinar tão bem quanto Riveria e os outros... Então eu acho que isso é o melhor." De repente, sua aura é diferente.

Ela segura sua bainha em uma mão, assumindo uma postura defensiva. No entanto, sua bainha e sua espada têm quase o mesmo alcance, então eu não posso baixar minha guarda por um segundo.

Arrepios saem da minha pele um momento antes de meus músculos reagirem.

Eu puxo meu 《Punhal》 de sua bainha enfiada na parte de trás da minha armadura e me preparo, tudo em um movimento fluido.

"Sim ... isso é bom".

"...?!"

"Como você fez agora, eu quero que você perceba o máximo que puder do que está prestes a acontecer."

Eu terei que aprender com a experiência em primeira mão através da preservação, enquanto lutamos. Isso é o que ela está dizendo.

Ela está me dizendo para aprender com o impacto da lâmina batendo na lâmina, lendo os movimentos um do outro.

"M-mas ... eu estou usando uma lâmina real, e você está ..."

"Tudo bem."

Sua rejeição da minha gentileza é tão rápida e curta que tenho que limpar minha garganta.

Mostrar simpatia a um oponente armado é uma boa maneira de ser morto. A seriedade em seus olhos está gritando isso para mim agora.

Ela está me dominando apenas com um olhar penetrante e um pedaço de madeira sem corte.

"..."

O ar entre nós está esquentando; Eu poderia jurar que fagulhas voavam. O céu da noite ainda é um preto fosco; o sol ainda tem que espreitar no horizonte.

Aiz nem sequer se contrai, nem eu.

Embora no meu caso, eu não pudesse me mover mesmo se eu tentasse.

Visões de seu avanço me assaltam. É quase certo que uma vez que ela der o primeiro passo, eu vou encontrar um ataque que excede minha própria velocidade e alcance de ataque.

A adaga em minhas palmas suadas nunca me pareceu tão inútil.

"…Você está com medo."

"!"

“Acho importante que um aventureiro solo tenha medo. Mas há algo mais que você tem medo.”

Essa é a única coisa que eu não queria ouvir, da pessoa exata da qual eu não queria ouvir.

Com o mesmo olhar de seriedade no rosto, Aiz dá um passo à frente. "Eu não sei do que você tem tanto medo ... mas a esse ritmo, quando você enfrenta um inimigo, você só poderá fugir.”

Ela está certa. Essas palavras cortam profundamente.

Droga... Minhas entranhas estão queimando. Eu sou tímido? Ou indigno? Eu espero que seja o primeiro.

Eu não tenho certeza porque, mas eu sinto que ela acertou em cheio na cabeça. O indicador final. Por uma fração de segundo, o rugido de um certo bovino vindo atrás de mim passa pela minha cabeça.

Embora eu saiba que não é real, uma pontada de medo me invade.

O que é isso? Agora meus dentes estão tremendo? Eu tenho que ficar firme, rápido. Agarrando a adaga em minhas mãos o mais forte que posso, eu dou um passo na direção dos olhos que perfuraram minha alma.

Não há tempo para pensar, então eu só coloco toda a minha força em meus músculos e vou! Mais um passo, mais um passo - estou tomando a ofensiva.

"YAAAAAAA!!?!"

"Isso não vai funcionar." - Meus pés deixam o chão.

O som do ar que me atinge chega aos meus ouvidos. A próxima coisa que sei é que estou do meu lado, sofrendo de dor. O chão de pedra é quente, meu corpo achatado em cima.

Minhas costelas... doem como o inferno.

"Ah... Gah?!"

“Você nunca deve se tornar imprudente. Isso é algo que você nunca deve fazer, especialmente na Dungeon.”

Eu posso dizer que ela está tentando educadamente explicar, mas suas palavras não estão me alcançando.

Eu fui ceifado.

Meu 《Punhal》 tinha ido muito longe na minha frente, e ela bateu no meu lado indefeso com a sua bainha vazia tão rapidamente que eu nem consegui ver.

Bem, eu vi um pouco de um borrão. Pelo menos eu acho que foi um borrão... eu sabia. Eu deveria saber.

Eu sabia, mas… Ela é tão... rápida.

"Você aguenta?"

“……!”

A pergunta é voltada para mim de cima, e eu me apoio lenta mas seguramente no chão e me levanto de novo.

Eu não posso respirar. Meu flanco dói demais. Eu quero chorar tanto, mas não. Eu não vai chorar aqui, não agora.

Eu aperto meus dentes da frente no meu lábio e viro para encará-la novamente.

"Você não está acostumada a sentir dor..."

"Hnggh-?!"

“Mas você não deve ter medo disso.” Outro ataque.

Um golpe frontal no meu peito a uma velocidade tremenda. Eu posso ver onde o golpe aconteceu, mas eu posso ver meus pés também... eu estou voando para trás de novo, não estou?

Wham! A parte de trás da minha cabeça atinge o chão de pedra. Nenhum ar está entrando ou saindo dos meus pulmões.

"Você pode ficar de pé?" Não há pena em sua voz. De alguma forma eu consegui rolar meu corpo para o lado e me levantar sem engasgar. Verin: Crueeeel!!!! O título dela deveria ser Iron Maiden (referência à máquina de tortura). | GonP: Aiz ja ta quase igual o Doko (espero que ele não leia isso kk)

“Estar sozinho no calabouço significa que você não pode deixar nenhuma abertura, nunca. Mantenha os olhos abertos e afiados.”

"!"

"Melhor."

“Hnff ?!”

Eu pensei que tinha me esquivado disso, mas ela mudou de rumo.

Desta vez ela tirou meu joelho de debaixo de mim. A próxima coisa que eu sei, eu estou praticamente beijando o chão, meu rosto queimando vermelho.

A propósito, eu tenho usado minha armadura leve o tempo todo. E ainda assim, essa dor!

"Você pode ficar de pé?" Aquelas palavras frias novamente. Eu posso sentir o sangue escorrendo do meu nariz enquanto eu mais uma vez fico de pé.

“Apenas tente seguir meus ataques por enquanto. Aprenda a ler seu oponente.”

“ Tch—?!”

"Assim."

"Buh ?!"

Um balanço para cima e depois outro lado.

Mas meu 《Punhal》 está sempre um passo atrás. Bem, chega ao lugar certo, mas a bainha dela apenas se aproxima, a caminho de me pregar novamente. Tenho certeza que me virei no ar pelo menos uma vez naquela vez.

"Você pode ficar de pé?" Suas palavras mágicas. Estou de novo.

"...Você não é bom em bloquear, não é?"

"- ?!"

Golpe golpe golpe.

Uma onda absoluta de não sei quantos golpes. Não há saída! Eu posso sentir pequenas explosões em erupção por todo o meu corpo enquanto sua bainha se conecta repetidamente.

Bam! Eu caio de joelhos, o impacto ecoando em torno de mim enquanto a poeira desaparece.

Eu não aguento. É um milagre que eu não tenha sido plantado no chão de pedra novamente. Eu posso ouvir minha respiração irregular novamente, fraca e patética...

"Nós, aventureiros de primeira classe, costumamos dizer que muitos aventureiros são atraídos por seu próprio status".

"Hein……"

“Todo mundo depende demais de sua bênção. Habilidade e técnica são coisas diferentes.”

Ela está olhando para mim. Soa como uma palestra. É doloroso, mas eu forço meus olhos a abrir e olho de volta para ela.

Ela fala devagar, enquanto tenta me dar informações de que aprendeu.

“Técnica e estratégia. Você não tem os dois. ”

“…! ” GonP: Caraí, tadin | Verin: Humilhou o coelhinho... kkkkkkk

“Essas coisas vão ficar com você, mesmo que você perca seu status. Essas coisas ... são tudo que posso te ensinar.

Ela quebra o contato visual comigo por um momento, antes de olhar para mim ainda mais intensamente do que antes.

"Você tem dificuldade para defender, por isso vamos nos concentrar nisso. O objetivo deste treinamento é você ler meus ataques e defender. Este caminho pode ser doloroso para você, mas vai ficar bem pra você, eu acho. E eu acho que você vai se aproximar do seu objetivo.

Ela diz tudo isso de uma vez, olhando diretamente nos meus olhos chocados. Seus olhos dourados brilham com sinceridade enquanto espiam os meus.

Eu tento fazer algum tipo de resposta - ou qualquer tipo de som - mas nada sai. Aiz dá um passo para trás e fica parada ali, como se esperasse que eu levantasse.

"Você ainda pode ficar de pé?"

"... Obrigado!"

Ela olhou diretamente para a minha fraqueza e me aceitou. Eu tenho que dizer alguma coisa.

Esse tempo gasto treinando com ela pode ser curto, mas eu não posso perder um segundo disso.

Usando cada fibra do meu ser, eu forço meu corpo ajoelhado de volta para os meus pés.

Eu continuo tomando golpe após golpe de sua bainha até que o sol enfie a cabeça para fora do distante horizonte leste.

 

Para cima, para baixo, para a esquerda, para a direita - qualquer direção que ele olhasse, sua visão era preenchida por paredes escuras da Dungeon cobertas por rochas de todos os tamanhos.

Apesar do teto extremamente alto, as paredes sempre pareciam estar se fechando. Pedregulhos que se projetavam das paredes podiam cair a qualquer momento, sua presença avassaladora aparecendo em todas as direções. Fontes de luz eram escassas e pouco confiáveis, tornando cada sombra sinistra.

Claro, a condição do terreno também não era boa. O caminho até aqui era uma trilha irregular de cascalho que simplesmente tornava o avançar um desafio.

Uma caverna, uma mina, um poço profundo.

Muitas palavras vieram à mente enquanto viajava através deste nível de rocha sólida sem nenhum padrão em seu layout.

“Muito tempo se passou desde que eu percorri este andar…” O décimo sétimo andar do Calabouço.

Ottar, uma pessoa animal de tamanho incomum, continuou sua busca solitária no chão, um andar normalmente usado por aventureiros do Nível Dois.

Passando por baixo de uma das rochas luminescentes em forma de lanterna, a moldura impressionante do homem emergiu das sombras.

Ele usava apenas armadura leve para proteção. Apesar de ser capaz de usar o revestimento de corpo inteiro, ele optou por usar apenas uma armadura suficiente para proteger seus pontos vitais.

Por outro lado, cada peça de armadura que ele tinha era incrivelmente grossa. Parecia quase como se ele tivesse escudos embutidos em seu corpo. Se o equipamento dele pode ou não ser classificado como armadura "leve", nem ele sabia.

Ele carregava uma bolsa extremamente grande e durável por cima do ombro. Foi recheado até seu limite absoluto, prestes a explodir.

Então, novamente, não tenho certeza de quanto tempo passou desde que eu estava na Dungeon.

Os passos poderosos de Ottar fizeram seu corpo tremer enquanto ele andava. No entanto, onde deveria ter havido um pequeno tremor ou dois em seu rastro, os pés do homem não emitiam nenhum som. Uma sinistra aura silenciadora acompanhava todos os seus movimentos.

Sua presença não podia ser ignorada, nunca passaria despercebida. Nenhum monstro apareceu diante dele, quase como se eles estivessem saindo de seu caminho com medo.

"...Ciumento, hein?"

Seus olhos e ouvidos poderiam estar ocupados examinando cada canto de seu entorno, mas a mente de Ottar estava em sua recente conversa com Freya.

Ela perguntou se ele estava com ciúmes.

Ele respondeu com total honestidade na época. Não importava o que acontecesse, ele nunca duvidaria do amor de Freya por ele, e continuaria a servir e adorá-la.

O amor da Deusa Freya era como um vento abraçando o mundo.

Mesmo se alguém tentasse pegá-lo, eles falhariam. Seu amor os envolveria como uma brisa suave, mas no momento em que pensassem que o amor dela era deles, escorreria por entre os dedos.

O vento não pode ser contido. Não era possessão de ninguém. Não poderia ser parado.

Acima de tudo, o vento não procurava companhia.

O vento escolheu uma direção por capricho e traçou seu próprio caminho sob o céu. Se ele encontrasse um viajante em um campo aberto, ele sorriria e iria abraçá-lo. Mas assim que o viajante se virou para encará-lo, o vento já havia passado.

Ao mesmo tempo, o vento era justo.

Trouxe a boa sorte de uma brisa refrescante para todos que passavam. Às vezes, era duro; outras vezes, gentil. Poderia fluir do norte, ou a partir do sul.

Sempre sussurrava em seus ouvidos quando passava. O vento nunca parou. O vento era eterno.

Enquanto Ottar e as outras crianças estivessem nesta terra, não importava para onde fossem, o vento sempre os alcançaria.

O fato de eu estar aqui agora é a resposta?

E se o vento tivesse um céu para ir para casa? Um céu pelo qual o vento ansiava?

Como uma pessoa deste mundo, tudo o que ele podia fazer era olhar para o céu.

Se olhar de cima para baixo desencadeou uma emoção mesquinha de dentro, então sim, muito bem poderia ser inveja.

A inveja e o ciúme eram lados da mesma moeda.

Infantil…

Um sorriso doloroso atravessou seu exterior duro e sem emoção. Isso teria sido muito surpreendente, se alguém estivesse lá para ver.

Na verdade, ele aceitou isso no momento em que concordou em seguir o comando de Freya. O vento soprava por ele.

Keh! Um único riso cheio de auto-zombaria ecoou pela caverna. "…Hmm."

Ottar parou de andar.

As duas orelhas de javali saindo de seu capacete preto, fino e quase em forma de moldura se contorceram em resposta a algo à frente.

Seus pés mudaram de direção para a fonte do som. Com certeza, não muito longe da ponta de suas botas, a cabeça vermelha e preta de um touro emergiu de um buraco na parede que havia sido escondido entre duas pedras.

“Mmmoooo…!”

"Aí está você."

Os olhos vermelhos da besta encontraram sua nova presa: Ottar.

「Minotauro」. Um monstro de categoria enorme com o corpo de um homem musculoso e a cabeça de um touro. Este estava no mesmo nível com Ottar - talvez até um pouco mais alto. Começando com sua altura, os dois combatentes tinham muito em comum.

Essa era a razão pela qual Ottar estava rondando um nível da masmorra cheia de monstros muito abaixo de seu próprio nível.

Ele estava aqui para pegar um desses animais violentos.

“Mmmmmrrrrrgh…!”

O Minotauro estava ficando animado.

Uma formação de terra estava ao seu alcance. Esta arma natural encontrada dentro da Dungeon tinha a forma de um machado de pedra.

A borda da arma estava coberta de um líquido carmesim. Ou acabara de acabar com um aventureiro, ou cobria o machado com seu próprio sangue. Ottar não conseguiu ver nenhum dano na própria fera.

Este é o único, Ottar pensou enquanto seus olhos ásperos se estreitavam.

Alcançando o cinto, Ottar deixou a bolsa cair do ombro com um baque alto. Junto com o som do solo rachando no impacto, sons metálicos estridentes também ecoaram.

O som do acidente foi tão bom como um apito inicial para o Minotauro. Ele apertou os olhos enquanto investia de cabeça em Ottar.

“Mrroooooooooah!!”

Os passos da besta atingiram o solo com tanta força que fragmentos de pedras quebradas voaram para trás em sua esteira. O Minotauro segurava o machado acima da cabeça com uma das mãos enquanto fechava a distância.

Diante de um minotauro que gritava alto o suficiente para fazer as paredes tremerem, Ottar não piscou.

Segurando a mochila na posição vertical com a mão direita, Ottar deixou o braço esquerdo solto. Ele esperou, desarmado, pela chegada iminente do Minotauro.

No instante em que o Minotauro plantou o pé - com força suficiente para deixar uma pequena cratera - na frente de Ottar para atacar, o homem maciço ergueu calmamente o braço esquerdo.

“Mrooooh… Mroa?!”

"…Bem feito. Você foi escolhido.” Ottar bloqueou o machado de pedra completamente.

Na verdade, foi o machado que levou dano. A lâmina quebrou, pedaços e pedaços caindo no chão.

O Minotauro colocou todo o seu peso nesse ataque, apenas para ser bloqueado pelo braço coberto de armadura de Ottar.

Enquanto a armadura em si tinha que ser considerada, esse nível de defesa era de outro mundo. Ottar ficou de pés chatos no impacto Verin: Aquela sensação de quando carregamos muito peso e nossos pés parecem que vão afundar no chão., mas seu corpo maciço não se moveu. Sem tomar uma posição defensiva, ele havia atacado o ataque do Minotauro.

Ottar parecia que era uma árvore gigantesca, enraizada no local, quando ele fez sua avaliação do Minotauro.

Pode ter sido instinto, mas o Minotauro tomou um, depois dois passos para trás, os olhos tremendo de medo.

Aprendera um pouco tarde demais que a criatura à sua frente era ainda mais monstruosa do que era.

"Groh...?!"

“Você é bem-vindo para tentar novamente. Se não…"

O olhar penetrante de Ottar fez o Minotauro congelar de terror.

Ottar observou quando o machado de pedra caiu dos dedos moles do Minotauro e teve uma ideia.

Ele chegou por trás de sua cintura. Mantendo os olhos fixos no Minotauro, Ottar agarrou uma das espadas gêmeas presas ao cinto - uma espada enorme, na verdade -, puxou-a para fora e jogou-a na direção do Minotauro.

"... Uwwa?"

“Você demonstrou boa técnica. Agora use isso.”

Com um charme misterioso que enervaria qualquer um que estivesse assistindo, o Minotauro inclinou a cabeça, confuso, ao cabo que estava sendo apontado.

Seus olhos saltaram nervosamente entre Ottar e a espada uma e outra vez, antes de timidamente se estenderem e agarrarem o punho.

Os dedos do Minotauro envolveram cuidadosamente o cabo e, em seguida, segurou firme.

"Na minha vida, Senhora Freya, não vou me segurar."

Freya disse isso por si mesma: ela deixou o crescimento do menino Bell nas mãos de Ottar.

Como ele havia respondido naquela conversa, havia apenas uma maneira de ele crescer. Freya deu-lhe a ordem, sabendo muito bem o que poderia acontecer.

Este Minotauro lutaria contra Bell.

O caminho que Ottar estava preparando para Bell era cruel, cheio de espinhos.

…Estes podem ser mais que meros preparativos.

Até este ponto, Ottar havia encontrado muitos Minotauros, mas os sentia indignos.

E tudo para remover a última corrente dentro da alma do menino. Para trazer o "brilho" que Freya desejava.

Para os aventureiros do Nível Um, derrotar um monstro de Nível Dois como o Minotauro era quase impossível. Devido à diferença de pura força e habilidade, um aventureiro Nível 1 teria que ter uma morte caso desejasse desafiar um deles. Apesar disso, Ottar havia dado ao Minotauro escolhido uma arma.

A "orientação" de Ottar era tão severa que beirava a tirania.

Ottar teve que admitir que uma emoção levemente absurda se enraizou em seu coração. Ele foi forçado a pensar em um garoto chamado Bell.

Estaria ele, talvez, tentando apagar o menino da vista de Freya?

Ottar se fez essa pergunta e respondeu com um retumbante não. Se o menino morresse, não havia dúvida de que Freya iria perseguir sua alma. Ela estaria disposta a percorrer todo o caminho até os céus para abraçá-lo. Se ela não o fizesse, nunca permitiria que Ottar o colocasse em uma situação tão perigosa.

Nesse ponto, não importava se Bell vivesse ou morresse. Não importa o que aconteceu, a deusa do amor estaria esperando por ele.

Isso não foi ciúme. Este foi um julgamento.

Se você é digno de seu amor, sobreviva a isso.

Ottar queria provas de que Bell merecia tratamento especial. Prova de que ele estava certo para Freya.

Ele não se importava se ele perdesse o carinho dela. Ele estava disposto a aceitar que todo o amor dela iria para Bell sozinho.

No entanto, ele se recusou a permitir que alguém indigno de sua atenção sujasse o nome da deusa que ele adorava.

Agora que você tem sua atenção, é seu dever provar-se digno. Foi essa emoção que levou Ottar.

"Mroooaaaah!"

"…Correção. Vou ter de utilizar a arma corretamente.”

Ottar facilmente desviou o primeiro giro errante da espada grande do Minotauro.

A fim de preparar a besta na frente dele para o seu papel, Ottar estava preparado para "treiná-lo" e totalmente destinado a fazê-lo.

O som das espadas colidindo ecoou, flashes de faíscas de aço colidindo com o aço irromperam por horas e horas.

Tudo por Freya.

Ottar simplesmente seguiu ordens com o melhor de sua capacidade.

 

"Sr. Bell, por que você está uma bagunça antes de ir para o calabouço?”

“Ha-ha-ha… Bem, você sabe, isso e aquilo. ” GonP: Hmm estava "treinando" com a Aiz

Eu ri baixinho da pergunta de Lili para tranquilizá-la.

De alguma forma eu passei por dois dias da pulverização de Aiz... Eu suponho que eu possa chamar isso de "treinamento intenso".

Lili me parece que sabe que estou escondendo algo, e eu não posso culpá-la. A maneira como meu corpo parece agora, ela provavelmente acha que eu fui atropelado por monstros em disparada ou algo assim.

Mas eu não posso dizer a verdade. Eu não quero contar a ela. Eu não quero que ela saiba o quão inacreditavelmente descoordenado eu sou.

Eu não consegui bloquear um único ataque. Nenhum. E agora eu sou um desastre absoluto.

Eu sabia que, indo a essas sessões de treinamento, seria tolice pensar que eu ficaria melhor imediatamente... Mas, para fugir cada vez melhor do que um saco de socos e chutes, a confiança que tive se foi.

Eu sabia que não era tão forte, mas não percebi o quão longe eu tenho que ir.

Lá está o nível dela e depois o meu nível. Ainda há distância suficiente entre nós para fazer minha cabeça girar só de pensar nisso.

Entro no saguão da Torre de Babel ao lado de Lili, me sentindo um pouco deprimido.

O lobby é absolutamente enorme. O chão é coberto por grandes padrões circulares de azul e branco profundos. Mas a característica mais bonita do saguão tem que ser os vitrais feitos para parecerem flores que se alinham nas paredes.

Muitos aventureiros estão aqui agora, ou a caminho da Dungeon ou saindo dela. Pelo que parece, a maioria deles, como nós, está prestes a entrar no labirinto. No entanto, existem alguns que parecem estar na Dungeon durante a noite.

O contraste entre os sorridentes e felizes grupos de batalha e os desleixados e debilitados grupos de batalha é muito impressionante.

A quantidade de saque que os aventureiros trazem de volta da Dungeon diz tudo. Balançando a cabeça lentamente para mim mesmo enquanto Lili e eu fazemos o nosso caminho através da multidão, eu prometo a mim mesmo que não vamos parecer com os deprimidos no final de hoje.

É um problema que todos nós compartilhamos e nada para zombar. Nada mesmo. “Lili sente muito, senhor Bell, por obrigar você a levar as coisas de Lili quando está tão cansado.”

"Não sinta, é minha culpa que eu esteja cansado... e de qualquer forma, eu ainda posso carregar uma mochila vazia."

Lili olha para mim com uma expressão muito apologética quando descemos a primeira escadaria que leva à entrada da Dungeon, seus ombros afundando. Eu abro um grande sorriso e pulo para cima e para baixo algumas vezes, dizendo: “Viu? Tão leve!"

Nós trocamos de lugar - ou pelo menos é assim que estamos vestidos agora. Basicamente, estou carregando a bolsa de Lili, então pareço um torcedor.

Enquanto isso, Lili não está usando seu habitual manto cor de creme, mas uma jaqueta de couro de aparência robusta em cima de roupas leves. A cereja no topo do bolo é que ela está vestindo meu protetor como uma bainha em suas costas, o 《Punhal》 saindo dele... então ela olha para todos os outros como um aventureiro genuíno.

Por que estamos colocando essa fachada? Para manter a existência de Lili em segredo da Soma Familia.

Claro, Lili está usando sua magia para se disfarçar, mas com sua altura e carregando algo tão distinto quanto aquela mochila enorme, qualquer um com um bom cérebro na cabeça pode ser capaz de conectar os pontos.

Pallums, sendo uma das raças mais curtas de pessoas, geralmente não carregam malas com quase o dobro do tamanho delas. O mesmo vale para crianças de outras raças.

Estamos sendo extremamente cuidadosos e é por isso que criamos esse ato. "E nós vamos mudar em breve de qualquer maneira, não precisa se preocupar comigo."

Já que estamos apenas fazendo o papel um do outro, precisamos estar fora de vista antes de voltarmos. O melhor local parece estar bem antes do décimo nível, em algum lugar no nono andar. O nevoeiro no décimo andar é outro bônus; não precisamos nos preocupar com outros grupos de aventureiros que nos vislumbram por acidente.

Nós dividimos o saque uniformemente para a viagem de volta para que as coisas não pareçam tão estranhas quando voltarmos ao topo.

"O coelho é o suporte... Oh, eu me pergunto se ele vai ser comido."

"Suprimento de alimentos de emergência em um cenário de último recurso... quão miserável!" "Assustador, assustador. Não pode julgar aventureiros apenas na aparência e status, agora você pode? Melhor manter minha guarda.”

… Isso é estranho.

Por que eu sinto que estou sendo insultado?

Sussurro-sussurro. Eu posso ouvir todos vocês, bem aqui, sabe?

Eu nunca senti esse tipo de olhar gentil de aventureiros - é como se eu fosse o centro das atenções em uma festa de pena.

Especialmente a observação daquele elfo macho um segundo atrás. O que ele quis dizer com "quão miserável"?

Pelo menos o meu sorriso está me levando através disso, mas uma nova pergunta pula na minha cabeça enquanto dou outra olhada no “aventureiro” Lili.

Eu abro minha boca para perguntar a ela. Eu posso dizer que ela ainda está de bom humor apenas olhando para o lado do rosto dela.

“Ei, Lili. Você não pode mais atualizar seu status, não é?”

“Sobre o que o Sr. Bell está falando?”

"...Você sabe, desde que você não pode ir para a 【Família Soma】, você não pode encontrar o seu deus, certo?"

"Cuidado para não ser ouvido";Eu me inclino perto de seus ouvidos enquanto falo.

É impossível para Lili ir a algum lugar perto de Soma por enquanto. Portanto, o 【Status】 nas costas dela não mudará.

Como um aventureiro, não ser capaz de atualizar meu 【Status】 seria uma sentença de morte. Eu imagino que é o mesmo para os suportes também. Quando vou a pisos mais profundos, os monstros ficam mais fortes, o que significa que é mais perigoso...

"Você não está preocupado?" Pergunto com preocupação nos meus olhos.

“Para dizer a verdade, Lili está um pouco preocupada… mas provavelmente está bem. No mínimo, Lili está bem por enquanto.”

"R-realmente?"

"Sim, Lili é boa em encontrar maneiras de lidar com monstros... Afinal, Lili não tem uma atualização de status há quase meio ano e está bem."

"M-meio ano?"

Suas palavras me jogam num loop.

Acho que não preciso explicar, mas sem uma atualização de 【Status】, ela não ficará mais forte depois de tudo pelo que passou. Todas as vezes que ela sofreu um ataque, lutou contra um monstro - tudo foi sem sentido. Fale sobre alto risco, sem recompensa.

Lili faz uma careta quando vê o choque no meu rosto e explica. “Para obter uma atualização de status na Família Soma, Lili teve que completar a cota.”

“O que… não é isso…?”

"Sim, é a condição de Soma..."

De acordo com Lili, Soma não faz muitas atualizações de status para ninguém no começo.

Parece estranho para mim, mas parece que ele só faz atualizações de status em uma base “conforme necessário”. Ele dedica todo o seu tempo e dinheiro à sua verdadeira paixão, fazendo vinho. Então, se alguém como Lili não está ganhando dinheiro para ele, é um desperdício de tempo para torná-la mais forte. Sem dinheiro de seus aventureiros, ele não pode fazer vinho.

Além disso, sua Familia é bem grande. Para atualizar todos os seus status, provavelmente, leva muito tempo e teria sido uma dor real...

Então, com tudo isso em mente, ele aparentemente anunciou: "Quando você atingir sua cota, veremos seu status".

"Então, Lili, você não conseguiu atualizar seu status sem ganhar uma certa quantia de dinheiro?"

“Não é bem assim, senhor Bell. Lili não queria se destacar.”

“Destacar-se?”

“Cumprir a cota regularmente significa que essa pessoa tem habilidades. Lili não pode lutar e todos sabiam disso. Então, se eles vissem Lili fazendo sua cota, ficariam desconfiados.”

"Ah..." O som me escapa antes que eu possa pará-lo. Isso é o que ela estava chegando.

Então, nesse caso, Lili...

“Na verdade, Lili fez o suficiente para pagar a cota toda vez, mas Lili nunca entregou. Se Lili carregasse dinheiro, isso a entregaria. Não ser capaz de atualizar o status de Lili foi um sacrifício que Lili fez para esconder o que estava fazendo.”

Mesmo indo para essas reuniões de membros era apenas para manter as aparências. Ela diz que ela atualizou seu status algumas vezes depois que ela aprendeu magia, mas nem sequer uma vez nos últimos seis meses.

Não está atualizando seu status pela preocupação com o que os outros na sua Família vão pensar…? Essa Família está quebrada.

Eu sabia que ela estava sozinha lá, mas ouvir isso me deixa saber o quão sozinha.

Com um status tão escasso, ela deve ter sobrevivido dia após dia na Dungeon apenas porque cresceu em um ambiente tão cruel.

Ela fez isso por muito tempo por causa de sua inteligência e estratégias. A confiança para entrar na Dungeon armada apenas com isso, sabendo que seu status nunca melhoraria, teve que ser o resultado daquela educação estranha.

Eu sinto meu rosto se contrair em uma carranca. "Você a despreza depois de tudo?"

"Hein?"

“A Lili que enganou a todos. Lili é um monstro disfarçado…”

Quase como se ela pudesse prever para onde a conversa está indo, Lili muda de assunto.

Seus olhos dourados nem sequer olham para mim. Ela apenas continua olhando para frente.

Sua voz é tão suave. Eu não posso dizer nada de volta.

“Lili odeia aventureiros. Com a exceção do Sr. Bell, Lili ainda guarda rancor… um ódio intenso deles.”

“……”

"Não importa o que o Sr. Bell pense, Lili não tem intenção de se desculpar por qualquer coisa que ela tenha feito ... e também não tem remorso."

Isso é uma mentira.

Algo dentro de mim sabe que ela não está dizendo a verdade, mas, infelizmente, eu não posso dizer isso.

Eu posso ver a expressão severa em seu rosto enquanto ela expressa suas emoções duras. Sem muita pausa, ela recomeça novamente.

"O Sr. Bell desprezaria essa Lili depois de tudo?", Ela pergunta mais uma vez, sem interromper o passo.

Sua voz é normal agora. Seus olhos parecem estar virados para frente... mas algo é... ela percebe?

As orelhas de lobo no alto da cabeça não ficam paradas. Elas estão se mexendo, quase sem medo.

Piscando rapidamente, deixei as palavras se acumularem em minha mente antes de liberá-las.

Eu sei que não é hora de sorrir, mas meio que sai de mim enquanto falo.

"... É difícil para mim desprezar pessoas que não podem ser honestas consigo mesmas, eu acho."

"Hã?"

Seus pés param e sua cabeça se inclina para me encarar.

“Tudo bem, Lili. Eu gosto de quem você é, então eu não posso te desprezar, muito menos te odiar. ”

É como me sinto.

Para ajudá-la a eliminar quaisquer preocupações ou dúvidas que ela possa ter, eu dei a ela a verdade honesta.

Eu não sabia que o olhar de Lili podia ser tão forte! Parece que ela está olhando através de mim enquanto seu rosto fica vermelho. As orelhas de lobo que estavam dobradas e tremendo repentinamente se animam.

Estou assustado. A cauda de Lili está enlouquecendo sob sua saia.

Eu posso parecer calmo por fora, mas por dentro, estou absolutamente confuso. Os olhos de Lili ainda estão em mim, suas bochechas rosadas enquanto ela se afasta.

"Perguntar ao Sr. Bell o que ele quer dizer seria... uma pergunta idiota, não é?"

"Hã?" Antes que eu possa pedir um esclarecimento sobre isso, ela já começou a andar novamente.

Apenas olhando para ela por trás, eu diria que ela está em um humor ainda melhor do que antes.

Eu a animei? Antes que eu perceba, eu caio para trás e corro para alcançá-la.

"A voz do Sr. Bell soa clara no coração de Lili. ”

Sua voz é sempre suave.

Eu tento perguntar a ela mais algumas vezes, mas ela não vai me dizer nada. Vagamente amuado atrás dela, eu corro através da nossa conversa silenciosamente na minha cabeça.


“Hyaaaaa!” “Giiii!”

Pequenos monstros demoníacos - Diabretes - voam para mim, gritando no alto de seus pulmões.

Seus corpos são negros de cima para baixo. Um pequeno chifre sai de suas cabeças enormes, seus corpos pequenos em comparação, dando-lhes uma aparência desequilibrada. Mas eles são capazes de realizar movimentos rápidos e nítidos que eu nunca imaginei serem possíveis apenas olhando para eles.

Suas caudas balançam ao redor, seguindo as voltas e reviravoltas dos corpos, os pequenos ganchos nas pontas movendo-se para frente e para trás.

"!"

Vindo para mim lado a lado, eles parecem que estão pulando no ar.

Eu me armo com a 《Faca da Deusa》 e o 《Punhal》, enquanto os enfrento.

Eu ando para o lado da mão direita do diabrete.

Agora eles não podem me atacar ao mesmo tempo, e o outro na minha frente está do outro lado.

Isso é tão bom quanto um-contra-um. Brandindo todos os tipos de garras e dentes, o primeiro vem até o meu rosto com o braço direito erguido.

"Giii!"

"Muito. Lento. Também!"

- Isso não é nada comparado com a velocidade de seus chutes!

Está planejando dar uma pancada na minha cara com suas garras, então eu lanço a 《Faca da Deusa》 para encontrá-las.

No instante em que meus olhos vêem o arco roxo da lâmina, não apenas os diabinhos perdem suas garras, mas os dedos cortados de sua mão direita voam.

"Ge, Gii?!"

Em meio aos gritos agudos de dor e surpresa do ajudante, mantenho meu impulso enviando meu corpo para uma volta completa.

Eu vi tantos flashes de cabelo loiro que a forma foi batida em minha mente. Já é hora de eu tentar me mover sozinho.

Girando sobre a minha perna direita, eu lanço um poderoso chute giratório no monstro na minha frente em um movimento rápido.

“Higya?!”

"!"

Meu pé esquerdo atinge o leve torso do monstro e violentamente o envia voando para trás.

E direto para o outro diabrete logo atrás dele. Esse diabrete consegue fazer uma recuperação aérea depois que seu amigo sem dedos se choca com ele, mas eu já estou indo para o próximo ataque.

Colocando meu braço direito nas minhas costas, eu empurrei o punhal para a frente!

"Gigi?!"

Meu ataque empala ambos.

Ambos os corpos convulsionam em agonia.

Líquidos e tripas de prata pingam de suas feridas, e os espasmos de seus corpos fazem o punho da minha lâmina tremer.

"Sr. Bell! Atrás de você!"

"Eu sei!"

Lili não precisa me avisar. Eu posso sentir a presença de outro monstro vindo em minha direção.

Amplie sua visão. Não deixe nenhuma abertura.

Eu solto o punhal enquanto giro para cumprimentar o recém-chegado, preparando minha faca no processo.

Indo para a ofensiva, eu pulo para o novo diabrete, cortando com as duas lâminas de uma vez.

"Gee—!"

"Whoa ... Muito bom, Sr. Bell."

Pernas. Corpo. Cabeça.

Eu pulo através dos monstros; todas as três partes de seu corpo atingem o chão quando eu aterrisso um metro além.

Eu já estou escaneando a área, procurando por mais. Ainda há muitas sombras negras no nevoeiro. Seus números não diminuíram muito.

Lili pega o punhal e eu pulo direto para as sombras na neblina.

Estamos no décimo andar.

O chão neste nível é coberto com grama, e seus salões e corredores são mais largos do que qualquer outro nível que vi até agora. Eu não posso dizer de onde vem, mas uma névoa espessa e branca enche o ar em todos os lugares que eu olho.

Escolhendo uma sala sem saída particularmente espaçosa como nossa base, Lilli e eu estamos trabalhando neste andar da Dungeon hoje.

Esta é a minha oportunidade de usar o que Aiz me ensinou nos últimos dois dias na batalha contra monstros reais.

Depois de passar por essa situação de vida ou morte, é meu dever usar o que aprendi com ela e me esforçar mais.

“HYAAAAAAA!!”

Lili e eu estamos atualmente lutando contra um enxame de diabretes. Esses pequenos monstros são muito mais comuns que os orcs daqui.

Eles usam números absolutos como arma - eu sinto que não estou chegando a lugar nenhum contra eles, não importa quantos eu derrube.

Diabretes são inteligentes. Eles podem se parecer com goblins, mas há uma grande diferença entre os dois: esses pequenos bastardos são espertos. Eles sabem como usar uma estratégia.

Eles nunca atacam um alvo um de cada vez; Eles se acumulam em bandos. Como grupo, eles são uma séria ameaça. Ao contrário de outros grupos de monstros que eu já lutei antes, essas coisas têm um plano. É realmente impressionante.

E em um andar onde uma grande nuvem branca lhes dá cobertura constante, é dito que um bando de diabretes é mais temido do que os gigantescos orcs que vagam por aí.

“Gii!” “Hnh!”

Eu definitivamente concordo. Eles são tão rápidos que, se eu bloquear um ataque com o meu protetor, eles já estão recuando para a névoa no momento em que eu lanço um contra-ataque. É o suficiente para fazer minha boca se contorcer de frustração.

Então eles usam o nevoeiro para me espreitar de todas as direções. É assim que eu sei que diabretes são espertos. Eles se espalham e trabalham em equipe.

Se eu me mudo para algum lugar que eles não podem me cercar, eles começam a clicar em suas línguas e gritam para mim por trás da nuvem. Há oito deles, por enquanto. Mais e mais estão chegando.

Uma equipe de batalha de aventureiros não teria muitos problemas, mas como um aventureiro solo, esses caras são difíceis de enfrentar.

“Hyahii!”

“Hiii…”

“……”

No momento em que coloco meus pés, eles se espalham como uma rede em volta de mim.

Eu posso ver seus ombros tremendo enquanto todos riem de mim além da névoa.

O anel dos diabretes está se aproximando cada vez mais. Pousando no chão, eles caminham pela grama, lambendo os lábios como lobos loucos na caça. Eu posso ouvir tudo.

Se eu tivesse enfrentado isso na semana passada, provavelmente teria entrado em pânico.

Eu poderia ter aceitado o fato de pegar um ou dois golpes e tentar forçar a saída da rede deles.

Contudo-

"Sr. Bell sendo olhado como comida faz Lili um pouco… irritada!” Eu não estou sozinho agora.

Sua voz vem de fora do anel dos diabretes.

Uma flecha repentinamente corta o ar de suas costas. "Gyya?!"

"- ?!"

A flecha de Lili atingiu um dos diabretes na parte de trás da cabeça. O ataque furtivo envia uma onda de surpresa pelos monstros restantes.

Monstros não são os únicos que podem usar o nevoeiro como cobertura. Lili havia se escondido temporariamente e não foi detectada por eles.

Eles são inteligentes, mas há um limite para a inteligência deles. Por outro lado, Lili e eu já tínhamos um plano para isso, bem como experiência em trabalhar juntos. Nós somos a equipe mais forte.

Então, é assim que funciona o trabalho em equipe. Isso é bom.

Minha vez!

Agora é minha chance. Eles ainda estão tentando descobrir de onde veio a flecha.

Eu corto um diabrete que estava olhando para a flecha dourada que dividia a cabeça do camarada ao meio.

Mas eu não paro por aí. Os monstros estão todos no chão - alvos fáceis para uma onda de chutes em toda a confusão. Agora não é a hora da misericórdia.

“SHYAA!”

“-! Lili!”

Eu pego um vislumbre deles assim como eu acabo com o diabrete que pegou sua flecha. Dois dos diabinhos restantes se separam do grupo e vão direto para Lili.

Eu posso estar gritando com ela, mas ela não recua. Um sorriso nos lábios, ela calmamente alcança dentro de uma dobra de tecido em sua blusa e puxa uma pequena bolsa.

"Obrigado por seu trabalho duro."

Estalido! Lili abre a bolsa e solta uma pequena nuvem de pó. Os diabretes voam diretamente para ele e imediatamente começam a atacar e tossir.

Koff! Koff! A súbita nuvem de poeira roxa permeia seus corpos, os diabretes tossindo com tanta força que caem do ar.

Escamas De Traça Roxa. Um item de queda.

Lili acabou de usar uma granada de veneno feita dessas escamas.

É de ação rápida, ao contrário das escamas da mariposa roxa, e é forte o suficiente para envenenar monstros menores em contato.

“Garota esperta! Parece que ela não estava mentindo sobre ser capaz de lidar com monstros!”

Lili dando um rápido passo para trás é a minha sugestão para entrar em ação.

Faço contato visual e lhe dou um pequeno aceno de cabeça para que ela saiba que eu vou tirá-lo daqui.

Eu não posso deixar de sorrir um pouco. "Tudo certo!"

Eu respiro fundo e seguro enquanto pulo na nuvem de poeira roxa. Então, corte.

Usando ambas as lâminas mais curtas, uma em cada mão, eu mato os dois diabretes sem respirar.

Os únicos que restam agora são…

"…Sr. Bell, algo um pouco maior está aqui!”

“! ”

Um pequeno tremor sacode a sala. Eu sei o que é imediatamente.

Um Orc. Eu já tive contato com esse tipo de monstro com cabeça de porco. Em pé, com perto de três metros de altura, a besta está vindo para nós de mãos vazias.

É claro que ainda há alguns diabretes por aí, mas eles parecem lacaios esperando pelo comando do chefe, enquanto eu tenho uma idéia melhor do ambiente.

Há um morcego ruim acima de mim. É um monstro tipo morcego negro com garras afiadas e um grito realmente perturbador. É o suficiente para me fazer sentir tonto em combate.

Os diabretes remanescentes no chão erguem-se no ar, com o rabo entre as pernas, e juntam-se aos aliados atrás do nevoeiro.

"Muitos…"

“Sim, é muito raro que muitos tipos de monstros se juntem assim. O que Lili deveria fazer? Levar o Orc embora?”

Lili colocou sua mochila na grama e colocou uma flecha em sua besta enquanto fazia sua sugestão.

Eu olho meus olhos enquanto penso nisso.

Com o nevoeiro no caminho, não sei exatamente quantos de cada monstro existe. Exceto pelo orc, de qualquer maneira. Eu não me sinto confortável dizendo a Lili para sair do meu lado quando eu não sei o que estamos enfrentando...

Devolvo minhas duas facas às bainhas e sacudo meu pulso direito.

"Sr. Bell?"

"Heh heh. Eu poderia estar contando com isso um pouco demais…”

Eu sorrio e aceno para que ela saiba o que está vindo. Eu acho que ela recebe a mensagem porque ela rapidamente sai do caminho.

Agora eu tenho um tiro claro.

Com os vários gritos e guinchos dos monstros em meus ouvidos, eu levanto meu braço direito e miro. "FLECHA DE FOGO!"

Raios de chama escarlate escavam o caminho através do mar de neblina, aniquilando tudo em seu caminho.

“Posso te perguntar uma coisa, Lili? Você acha que eu estou dependendo muito da minha magia?”

Segurando um sanduíche na mão, peço a Lili a opinião dela.

Depois de limpar a maioria dos monstros, decidimos descansar um pouco. Então voltamos para o primeiro salão no décimo nível. As escadas que ligam ao nono estão atrás de mim.

Esta é a única sala no décimo nível que não tem nevoeiro. Como as chances de um ataque furtivo são muito maiores em qualquer outro lugar, acho que é seguro dizer que esse é o salão menos perigoso nesse nível.

Eu estou comendo o almoço normal da Syr enquanto espero pela resposta de Lili.

Agora que penso nisso, os sanduíches artesanais da Syr são sempre um pouco estranhos. Quanto mais mastigo, mais novas e excitantes variedades de amargura vêm à tona.

Ela tentou algo novo de novo hoje, mas tem gosto de pântano... É rude da minha parte pensar assim, então é melhor eu continuar mastigando para compensar isso. Mas sinceramente, estou à beira das lágrimas.

Meus almoços estão ficando mais assustadores e assustadores todos os dias.

"Hmmm ... Lili não acha que é um problema ... o a Magia do Sr. Bell é muito fácil de usar também...”

Lili inclina a cabeça de um lado para o outro, como se estivesse revirando as ideias em sua cabeça, enquanto segurava um pedaço de pão de tamanho modesto em suas mãos.

Seus lábios envolvem o pão sempre que ela dá uma mordida; é muito fofo. Tomando sua última mordida, ela limpa a boca com um guardanapo antes de continuar.

“Como é fácil de usar, pode ser fácil adquirir o hábito de lançá-lo. Mas, em vez de depender disso, Lili acha que se tornou uma das manobras básicas de Bell.”

"Bem, quando você coloca assim..." Alinhava-se muito bem, na verdade. Flecha de Fogo é uma magia de lançamento rápido.

Cada 「Magia」 tem um feitiço que você tem que cantar para ativá-lo... então, basicamente, não há nada que você precise economizar.

Para mim, 「Magia」 é como um soco ou um chute que eu não uso com tanta frequência. Talvez seja apenas outra técnica para eu usar em combate.

“Lili pensa sobre isso assim. A magia de Bell é muito eficaz, mas seu papel é muito mais limitado do que outras magias”.

"Hum ... e isso seria ...?"

"Como um movimento final."

No momento em que ela disse isso, imediatamente penso na imagem de um certo herói na primeira página de um livro de Contos de Aventura.

Um jovem guerreiro élfico convocando uma nevasca para enfrentar um animal temível.

“Magia é o ás na manga. Você pode até chamar isso de último recurso, porque, se for poderoso o suficiente, a magia pode derrubar um inimigo em um nível mais alto do que o lançador. A magia de Bell é muito fácil de usar, mas pode ser limitada a um papel como o golpe final”.

Claro, eu posso usá-lo como ninguém, mas isso não significa que é tão poderoso.

Golpe por golpe, não é nada como o tipo de magia que Lili está falando. Eu faço uma cara tímida enquanto ouço o resto da explicação de Lili.

“Já que as Magias com feitiços longos são mais poderosas, elas têm a habilidade de trazer o conjurador de volta da borda da derrota. Eles são uma maneira de fazer milagres.”

Então, se você mudar isso...

"Minha magia é muito fraca para fazer isso...?"

"Não não. Não é isso que Lili está dizendo. É a ideia de qualidade sobre quantidade ou quantidade sobre qualidade. A magia do Bell é formidável... Pelo menos para Lili, uma magia que pode ser lançada de repente é muito mais assustadora do que uma que é mais poderosa, mas leva tempo. A "Flecha de Fogo" do Sr. Bell é assustadora porque não pode ser evitada."

Lili sorri quando ela termina.

Eu acho que ela está tentando dizer que minha magia é muito intimidante como é agora.

É só que o impacto de cada ataque não tem o poder de outras magias. Então, se eu fosse enfrentar um monstro particularmente forte - algo com defesa muito alta - então minha magia não seria tão eficaz quanto qualquer outra magia ofensiva.

Bem, sim, a magia não é perfeita. Eu sei que qualquer um pode encontrar uma desvantagem para qualquer mágica no livro...

Eu não sei se é porque eu fantasiava sobre magia desde criança, mas percebendo a fraqueza em mim mesmo... eu me sinto, eu não sei, triste de alguma forma.

Lili deve ter lido a decepção no meu rosto porque quando eu olho para ela, ela é toda sorrisos.

"Sr. Bell, oh Sr. Bell? Lili acha que a magia de Bell é uma das melhores, ok? Sem magia, velocidade de raio, mas está crescendo muito rápido também. Essa magia está à frente do pacote.

"......?"

“É muito difícil usar uma magia que requer tempo para conjurar. O Sr. Bell acha que os monstros vão esperar que alguém termine o encantamento? E como essas magias não podem ser usadas com muita frequência, elas não podem crescer. Magia tem que ser usada para se tornar mais poderosa; o status não mudará."

Então, se o lançador não tiver a chance de usar a magia, sua perícia mágica não melhorará.

Nesse caso, com um pouco de tempo e esforço da minha parte, minha magia pode se tornar muitas vezes mais poderosa do que é agora, se eu a usar com frequência.

“Como a habilidade mágica aumenta, o mesmo acontece com os efeitos de cada feitiço. Lili sabe disso porque sua Magia mudou quando sua Habilidade Mágica subiu. Não tem nada a ver com combate, mas pode fazer mais coisas.”

A magia de Lili, "Cinder Ella", tem um limite para o quanto ela pode mudar a forma geral de seu corpo. Na maioria das vezes, ela só pode mudar para se parecer com outras raças pequenas ou filhotes de raças mais altas. Aparentemente, ela ganhou a habilidade de copiar diferentes tipos de roupas enquanto sua habilidade mágica aumentava. No entanto, ela precisa de um exemplo para copiar para que funcione.

Acontece que suas roupas agora são o resultado de sua magia (embora ela disse que o efeito termina se ela for atingida).

Eu dou uma longa e dura olhada na minha mão.

Pensando de volta, o tamanho e o poder das flechas flamejantes ficaram muito mais espessos e fortes desde o dia em que lancei a Flecha de fogo pela primeira vez.

“Voltando à pergunta original: Se o Sr. Bell está dependendo muito de sua magia, ou não. Como a Magia fica mais forte quanto mais usado, Lili não acha que pode ser ajudado. A magia de Bell pode ser considerada uma técnica de combate de curta distância, e ele pode negligenciar os outros se ele a usar demais, então é difícil... Mas Lili acha que Bell está bem do jeito que está.”

Lili é muito convincente, então eu dou a ela um aceno firme.

É a opinião de uma pessoa que passou a maior parte do tempo comigo como aventureira.

"Sr. O elemento mágico de Bell pode ser simples e seu poder médio, mas seu potencial para crescer o torna excelente. Seja confiante, senhor Bell.”

Eu coro um pouco enquanto ela mostra os dentes em um grande sorriso.

Graças ao selo de aprovação de Lili, sinto-me muito melhor com a minha magia. Na verdade, para dizer a verdade, sinto-me aliviado.

Eu digo um silencioso "Obrigado" antes de levantar. "Vamos para mais uma ronda?"

"Sim. Lili apoiará o Sr. Bell onde quer que ele vá.” Essa é uma maneira forte de dizer isso… Tudo que posso fazer é sorrir.

Nós dois trabalhamos juntos, dando tudo contra os monstros do décimo inferior depois disso.

Por Verin | 04/06/19 às 14:45 | Ação, Aventura, Fantasia, Magia, Poder, Mitologia, Ecchi, Shounen, Japonesa, Elementos de MMO