CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 5.6 - Louvor aos heróis (parte 3)

Dungeon ni Deai o Motomeru no wa Machigatte Iru Darou ka (DanMachi)

Capítulo 5.6 - Louvor aos heróis (parte 3)

Tradução: Rodrigon | Revisão: Hazel | QC: Sir

"!"

O dedo do Golias passou perto do corpo de Ryuu.

Ela lutou para controlar a adrenalina causada pelo ataque do inimigo, que a errou por um fio de cabelo, e correu para frente para bater nas pernas expostas da besta. O rugido estridente do gigante encheu seus ouvidos quando ela fez seu ataque, antes de escapar.

"Lyon, isso vai te matar!"

"Todo mundo está lutando com suas vidas em risco. Eu não deveria fazer menos."

Ryuu respondeu com determinação inabalável para a voz de Asfi que a chamava de longe.

Ela lutou contra o gigante logicamente, ajustando sua posição e ataque em ângulos diferentes conforme necessário. O Golias foi incapaz de ignorar os ataques precisos de Ryuu. Sua capa estava em frangalhos devido aos seus ataques constantes e quase imprudentes.

"Andromeda, devemos atacar seu núcleo?"

"Impossível. Sua pele é muito grossa. Nenhuma de nossas armas é poderosa o suficiente para quebrar a pedra mágica por fora."

Asfi desviou de outro <Uivo> com um grande salto e pousou ao lado de Ryuu. Ambas se aproveitaram dessa pausa para tomar um gole de poção enquanto corriam.

"E quanto a magia?"

"… Meu feitiço leva um tempo absurdamente longo e é bastante fraco. Não há possibilidade de ter qualquer efeito sobre aquele Golias com sua capacidade de regeneração."

A capa branca de Asfi tremulou quando ela limpou a boca com o braço, um olhar de desesperança em seu rosto. "Entendido", Ryuu respondeu calmamente a essa informação.

"Sendo esse o caso, precisamos de outro ataque dos magos."

"Ele vai apenas se recuperar depois de sofrer um golpe direto."

"Se assim for, vamos acertá-lo de novo e de novo até que não possa mais se curar."

"Você está louca…?!"

Asfi pôs a mão no cinto enquanto Ryuu ganhou velocidade, deixando-a para trás. Ela mudou sua direção e retirou mais granadas de <Explosão de Óleo>, atingindo o Golias na cara enquanto passava.

As duas mulheres atacaram o gigante repetidamente, apesar de conhecerem o resultado. O Golias pairava sobre elas, ainda cercado pelo brilho das manchas vermelhas de luz. A situação delas se tornou ainda mais sombria do que antes.

"Os usuários mágicos...!"

— Enquanto isso, a uma curta distância de sua batalha contra o Golias…

Ouka fez o seu caminho para o meio do que restava da rede defensiva e correu em socorro de um mago ferido.

Aqueles que resistiram à onda de choque inicial suficientemente bem para continuar lançando ataques, estavam sendo alvo do Golias com <Uivos> antes que eles pudessem terminar. Incapazes de se mover ou de se proteger enquanto recitam seus feitiços, cada um foi pego em uma explosão, um após o outro. Enquanto outros ainda eram atacado por monstros aleatórios na área. Não havia como montar uma investida.

Seus ataques mágicos eram de vital importância para o sucesso ou fracasso da batalha contra o chefe de andar. Sem eles, os ataques físicos e a defesa do Golias dominariam os outros aventureiros.

Não havia paredes de escudos se formando para protegê-los. Os usuários mágicos estavam completamente expostos.

Ouka assistiu as manobras de Ryuu e Asfi em desespero, sabendo que elas ficariam exaustas com esse ritmo.

"Ouka!"

"Chigusa ?!"

Ele se virou para a garota que o chamou e respondeu.

A princípio, ele ficou chocado por ela ter chegado tão longe em uma área perigosa. Então ele viu a mochila dela — cheia até a borda com itens e equipado com um escudo. Ele deu um suspiro de alívio.

Ele correu para ela a toda velocidade, quase pulando para diminuir a distância.

"Chigusa, o escudo!"

Suas palavras não foram entendidas por Chigusa imediatamente, pois Ouka parou fora de alcance. Então ela entendeu. Seu olhos normalmente escondidos, porém bonitos, emergiram por de trás de sua franja. Eles estavam cheios de medo.

Ela balançou violentamente a cabeça de um lado para o outro.

"Chigusa !!"

"Não, você vai morrer...! Se você se unir a uma parede de escudos contra aquela coisa... você vai... você vai morrer, Ouka!"

Lágrimas correram por suas bochechas enquanto ela praticamente gritava com ele.

O homem grande lutou contra as suas próprias lágrimas. Firmando-se, ele olhou para a menina que chorava com toda a sinceridade que pôde reunir.

"Chigusa, por favor, não roube minha honra!"

"...?!"

"Eu não quero ser conhecido como alguém que só falou, enquanto outros morreram em vão. Eu não quero ser o único que fugiu. Sou um membro orgulhoso da <Família Takemikazuchi> !"

A cabeça de Chigusa estava parada, seus olhos congelaram no lugar enquanto mais lágrimas emergiram.

Seu rosto se contorceu, então ela assentiu. Deslizando os braços para fora das tiras da mochila, ela pegou o escudo e o entregou a Ouka.

Ele agradeceu rapidamente enquanto o equipava e depois correu para o campo de batalha sem olhar para trás.

Chigusa ficou lá chorando, vendo Ouka se afastar cada vez mais.


https://lh3.googleusercontent.com/lBFgDoVj4KZTy9GuWh78dPjOPqn-gxW8p0Cc7K5wW99M38cR3SV5KpFGoh7c31lI-6UXGLaLyzEs1OVVU1MwM_7YbWB2b2RpVCXryPEkBla5yCrZw4WGzp_ZVR7JRwsLuT_hvPdu


Os brilhos brancos de luz pararam de circular o braço de Bell.

"Potência total ...!"

Três minutos. Esse foi o tempo que Bell levou para carregar completamente o <Argonauta>.

As luzes brilhando, fazendo sons como os de sinos na brisa de verão, Bell segurou o braço direito para o lado e correu com velocidade máxima.

Ele cortou a grande planície como uma flecha em direção ao furioso Golias. Ele queria ter certeza de que atingiria a besta com tudo o que tinha, o que significa que ele precisava atacá-lo a queima-roupa.

"Sr. Cranel?!"

Ryuu foi a primeira a notá-lo, seguida de perto por Asfi, e logo depois pelo resto dos aventureiros envolvidos em batalhas com monstros. Assim como os olhos vermelhos do gigante que se elevavam sobre ele.

O corpo de Bell pulsava com tanta energia que a pressão dos olhos do Golias não tiveram efeito sobre ele enquanto ele avançava.

"Não pode ser — Lyon, saia daí!"

Asfi sabia que Bell havia vaporizado um Dragão Bebê com um ataque descrito exatamente assim. Ela deu a ordem de retirada assim que viu as luzes em volta do braço direito dele. Ryuu hesitou por apenas um momento antes de sair da linha de fogo do garoto.

Então, Bell parou a menos de dois passos de distância do gigante.

O Golias o encarou e abriu as mandíbulas.

" — OOO !!"

Um <Uivo> extremamente poderoso entrelaçado com energia mágica.

Ao mesmo tempo, Bell fixou os pés no chão e jogou o braço para frente.

Um rugido tão alto quanto o de um animal saiu de sua boca:

"FLECHA DE FOGO!!"

Seus pés mergulharam na terra sob a grama.

O poder absoluto do fogo infernal explodindo de seu braço, forçou seu corpo para trás.

Sua <Flecha de Fogo> interceptou o <Uivo>, quebrando-o em pedaços no ar.

" — "

Os brilhos brancos cintilavam maravilhosamente enquanto eles se elevavam nos relâmpagos ardentes. Uma explosão ensurdecedora abafou todos os outros ruídos. Os raios atingiram o Golias na boca — e continuaram.

A Magia <Flecha de Fogo> desapareceu em um instante, deixando apenas uma pequena lasca do lado direito da cabeça do gigante ainda presa ao corpo. A fera nem sequer teve tempo de rugir com medo. Apenas um pequeno pedaço do olho direito ainda restava, enquanto o chefe do andar cambaleou para trás. A explosão da Magia de Bell viajou até a parede oposta, explodindo a distância.

Ele errou o alvo.

Bell estava mirando no peito do Golias, mas ele não conseguiu controlar a explosão com força total e acertou na cabeça por acidente.

Bell ficou lá com o braço ainda estendido, os olhos arregalados enquanto observava o Golias de perto. Todos ao seu redor ficaram admirados com o ataque que facilmente perfurou a pele que eles não conseguiram quebrar.

Nenhum ser vivo poderia sobreviver sem a cabeça.

Vencemos — vieram as vozes de muitos aventureiros repletos de esperança. Contudo.

Um jato de manchas vermelhas saiu do pescoço da besta. 

"?!"

O jato se transformou em um vulcão no meio da escuridão. Os aventureiros assistiram horrorizados quando o rosto do Golias começou a se regenerar. O desespero tomou conta de seus corações enquanto observavam um novo olho vermelho se mexer livremente.

O Golias ainda estava vivo, mesmo depois de perder a cabeça. Ele suportou uma <Flecha de Fogo> totalmente carregada com poder do <Argonauta>, usando sua força vital sobrenatural e sua capacidade de recuperação para sobreviver.

O ás de Bell falhou.

O olho esquerdo recém regenerado se juntou ao direito para encontrar o garoto de cabelos brancos em pé no meio da grama. As duas esferas vermelhas brilharam para ele com ódio intenso.

"— Bell, fuja !!"

Ryuu perdeu seu comportamento calmo. O Golias desencadeou mais um <Uivo> em cima do garoto enquanto ela gritava para ele.

O processo de cicatrização do gigante ainda não estava completo — pedaços de músculos e presas caíram sobre Bell. O <Argonauta> tinha drenado completamente sua Força e Agilidade; ele não conseguiu sair do caminho e levou um tiro direto.

Os pés de Bell deixaram o chão quando seu corpo foi jogado no ar junto com a sujeira. A próxima coisa que os olhos do garoto viram foi o corpo gigantesco do Golias vindo direto para ele.

O animal foi atrás dele, rugindo o mais alto possível. Ryuu e Asfi não podiam alcançá-lo a tempo. O Golias já tinha seu braço maciço erguido para trás.

A morte instantânea e inevitável estava a caminho.

O tempo pareceu congelar para Bell enquanto ele esperava o punho do gigante chegar.

Então ele chegou.

" — "

Um homem grande com um escudo pulou na frente de Bell.

Ouka chegou a tempo de se colocar entre Bell e o Golias no último segundo possível. Ele apoiou seu corpo contra o escudo para proteger o garoto de um golpe direto. Bell viu os dedos do Golias se dobrarem momentaneamente para dentro quando seu punho atingiu Ouka e o escudo em câmera lenta.

Sangue jorrou da boca do homem. O corpo de Ouka atingiu o de Bell com uma força esmagadora. O choque do impacto viajou através do escudo, através de Ouka e direto para ele. Os dois foram lançados no ar, seus olhos levemente abertos.


"OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO !!"


Mais respingos de sangue. Um emblema de <Família> quebrado.

Seus corpos giravam no ar enquanto o Golias rugia triunfantemente atrás deles.


https://lh3.googleusercontent.com/lBFgDoVj4KZTy9GuWh78dPjOPqn-gxW8p0Cc7K5wW99M38cR3SV5KpFGoh7c31lI-6UXGLaLyzEs1OVVU1MwM_7YbWB2b2RpVCXryPEkBla5yCrZw4WGzp_ZVR7JRwsLuT_hvPdu


"Bell — "

Uma Hestia chocada viu a cena se desenrolar da base de suprimentos.

Ela imediatamente saiu de trás da barreira protetora e correu morro abaixo.


https://lh3.googleusercontent.com/lBFgDoVj4KZTy9GuWh78dPjOPqn-gxW8p0Cc7K5wW99M38cR3SV5KpFGoh7c31lI-6UXGLaLyzEs1OVVU1MwM_7YbWB2b2RpVCXryPEkBla5yCrZw4WGzp_ZVR7JRwsLuT_hvPdu


"Sr. Bell — "

Lili observou o corpo mole dele voar pelo ar, a arma que ela estava atrasada para dar-lhe  ainda em sua mochila. Ela imediatamente mudou de rumo e correu em direção ao campo de batalha.


https://lh3.googleusercontent.com/lBFgDoVj4KZTy9GuWh78dPjOPqn-gxW8p0Cc7K5wW99M38cR3SV5KpFGoh7c31lI-6UXGLaLyzEs1OVVU1MwM_7YbWB2b2RpVCXryPEkBla5yCrZw4WGzp_ZVR7JRwsLuT_hvPdu


"Bell… "

A voz de Welf tremeu quando o nome de seu amigo saiu de sua boca.

Os sons da batalha ao seu redor pareciam distantes, quando um certo conjunto de palavras surgiram em sua cabeça.

"Pare de comprometer seus aliados por causa de seu orgulho."

As palavras de uma certa deusa cortaram sua mente como um espinho afiado através da pele. Elas perfuraram sua própria alma.

Remorso e culpa o inundaram quando seu rosto se transformou em algo parecido com o de uma criança repreendida. Ele ficou no lugar por apenas um momento antes de se virar para encarar a floresta atrás dele.

"Dane-se tudo !!"

Jogando sua espada na terra, Welf partiu para a floresta ao leste o mais rápido que podia.


https://lh4.googleusercontent.com/YkStG6stxxnh7ziWFOV2In6E3G1j4kdCnO9VL68vg2Wq_11YRa6Hq6pEeTz5siDklO864Gtl50ethI7wHypzeADU85BZJt7ANZti2dxlyVec8bkfFTfDsNtC1MpwUa4K1fhqr5we


"Ouka ...!"

"Capitão Ouka!"

Chigusa, suas bochechas brilhando com lágrimas, e uma triste Mikoto chegaram ao local onde seu líder havia parado. Elas abraçaram o seu corpo quebrado e ensanguentado. As pálpebras de Ouka pendiam frouxas sobre os olhos enquanto as duas meninas trabalhavam juntas para tirá-lo do perigo.

"Não — ?!"

Ao mesmo tempo, Ryuu correu para o lado de Bell e rapidamente o pegou em seus braços. Ela o levou para um lugar seguro como um vento misericordioso guiando um barco para fora de uma tempestade.

"Sr. Cranel, Sr. Cranel! Me responda!"

Ryuu o colocou na grama, entre os restos da Árvore Central e a base de suprimentos no lado sul do décimo oitavo andar. O menino não respondeu enquanto estava deitado de costas em silêncio.

"Por que agora de todos os momentos...!"

A elfa jogou o capuz para trás enquanto vasculhava a bolsa de itens presa a sua cintura. Os olhos dela se encheram de arrependimento.

Não havia mais poções superiores. Dizer que o menino ficou gravemente ferido seria um eufemismo. Uma poção normal quase não teria efeito. A maior parte da armadura leve de Bell, incluindo seu peitoral, foi destruída. Sua camisa e pele foram rasgadas em pedaços pelos estilhaços das presas do animal. Uma rápida olhada foi tudo o que Ryuu precisou para dizer que suas costelas estavam quebradas em vários lugares.

Seus olhos tremeram quando ela olhou para todas as feridas do menino, cada uma vazando sangue fresco.

"Bell!"

"Deusa Hestia..."

Hestia foi a primeira a chegar ao local porque a base de suprimentos era mais perto.

A cor sumiu do rosto da deusa no momento em que ela viu condição horrível de Bell, e ela enfiou a mão em sua própria bolsa de itens. Mas assim como Ryuu, as pupilas de seus olhos encolheram quando ela percebeu que também não tinha poções superiores. Ela usou todo o seu estoque ajudando aventureiros feridos durante a batalha.

"Encapuzada — não, Lady Elfa. Como ele está?!"

"Respirando, mas suas feridas são profundas. Eu temo que os ossos em seus braços e pernas também podem estar..."

Hestia e Ryuu se ajoelharam em ambos os lados do garoto, que havia tomado um golpe direto de um chefe de andar de Nível 5.

Os sons do combate ainda soavam a distância, mas uma voz cortou através do barulho.

"Lyon, volte aqui de uma vez!"

Foi o grito de Asfi. Ela estava enfrentando o Golias sozinha. Os olhos dela se abriram enquanto o animal se preparava para disparar outro <Uivo>. Ela se envolveu em sua capa branca, pouco antes do impacto.

O tecido com absorção de choque que ela mesma projetou resistiu a explosão, mas o corpo magro da jovem voou.

"... Lady Elfa, por favor, vá. Compre-nos o tempo que puder."

A expressão de Hestia endureceu enquanto Ryuu via Asfi ficar de pé novamente.

"Bell vai acordar. E quando isso acontecer, ele vai matar aquele monstro."

"Mas, deusa Hestia..."

"Você viu, não viu ?! Bell pode fazer isso. Bell pode matar aquela coisa!"

Ryuu foi cativada pelo caráter absoluto nos olhos de Hestia. "Entendido," ela disse com um breve aceno de cabeça.

Recuperando a compostura, o lado do rosto da elfa desapareceu atrás de seu capuz enquanto ela corria de volta para o campo de batalha.

"... Abra seus olhos, Bell!"

Com Ryuu fora, Hestia estava sozinha com ele. Ela segurava a mão direita do garoto e chamava por ele.

Os olhos de Bell estavam escondidos atrás de sua franja branca, sua boca parcialmente aberta. Mas ele não se mexia.

"Você pode ouvi-los, não pode ?! Todo mundo está lutando contra esse monstro assustador!"

As vozes estridentes de Ryuu e Asfi, os gritos dos outros aventureiros, os uivos dos monstros, os rugidos do Golias — os ruídos vinham de todos os lados.

Hestia apertou as duas mãos em torno dos dedos flácidos de Bell. Um trágico coro de armas batendo e gritos de batalha corajosos encheram o ar.

"Você consegue; você é o único que pode! Você é o único que pode salvá-los, Bell...!"

Seu amado membro da família ficou gravemente ferido, mas mesmo assim ela pediu que ele luta-se enquanto seus olhos se encheram de lágrimas.

Sua voz se tornou cada vez mais desesperada enquanto ela implorou para ver seus olhos vermelho-rubi se abrirem mais uma vez.

Ela respirou fundo e gritou com todo o poder que pôde reunir:

"Levante-se, Bell !!"


https://lh3.googleusercontent.com/lBFgDoVj4KZTy9GuWh78dPjOPqn-gxW8p0Cc7K5wW99M38cR3SV5KpFGoh7c31lI-6UXGLaLyzEs1OVVU1MwM_7YbWB2b2RpVCXryPEkBla5yCrZw4WGzp_ZVR7JRwsLuT_hvPdu


A voz dela o alcançou.

A voz da deusa a quem ele amava e respeitava mais do que qualquer um, alcançou a sua consciência no canto mais profundo e escuro de sua mente. Ele não conseguia sentir seu corpo, e ainda assim sentia um calor poderoso cercando sua mão direita que não existia.

Bell podia sentir seus "dentes" rangerem em resposta ao choro da deusa. Eles abriram caminho através da escuridão, puxando-o para fora.

Sua alma inflamada. A chama de Hestia, mais uma vez.

Seu corpo voltou a existir, tremendo. Ele podia ver a luz no fim da escuridão. Tudo o que restava era ficar de pé.

Fora da escuridão, para o outro lado da luz. Para o lugar onde a voz da deusa estava chamando ele.

Seu corpo ainda não se movia sob comando, então Bell se concentrou no calor envolvendo sua mão direita. Apesar de seus esforços, ele não se movia ou mesmo tremia na direção da luz.

Droga! o menino gritou com seu corpo, sabendo plenamente que estava em no seu limite físico — e então.

"Se... se você tem o que é preciso para ser chamado de herói — "


" — "

Outra voz cortou a escuridão.

"Hermes?!"

Uma pontada de surpresa na voz da deusa apareceu junto com o voz do outro deus.

Bell conhecia aquela voz, aquelas palavras, aquele eco — ele se lembrava delas.

"Não é alguém capaz de sacar uma espada, ou alguém disposto a levantar um escudo, ou alguém que cura outras pessoas."

Era uma voz que ele ouviu há muito tempo.

De quando ele era muito jovem. Palavras que moldaram quem ele se tornaria.

Palavras de um mensageiro divino, uma voz de seu passado — seu avô.

"Somente alguém que está disposto a arriscar tudo pode ser chamado de herói."

A voz do deus se tornou a de seu avô.

"Proteja seus aliados. Salve as mulheres. Coloque-se em risco."

Uma nova luz surgiu na escuridão, assumindo a forma de seu avô, no passado.

"Não há problema em parar, desanimar, gritar de dor. Aquele que reivindica a vitória no final sempre surge dos derrotados."

Ele lembrou. Ele se lembrou de tudo.

Ele se lembrou das palavras que aqueles lábios sorridentes disseram em seguida.

"Siga seu sonho, grite para que todos possam ouvir. Aquele que faz — "

Sim, é aquele que —


"— aquele que faz se torna um herói glorioso."


"!!"

Ele acordou.

"Bell…"

Hestia mal conseguia falar quando o garoto se sentou sozinho.

O deus em pé sobre o corpo ferido do garoto, o vigiando, era Hermes.

A imagem do corpo trêmulo de Bell estava refletida no olhar laranja da divindade enquanto o menino se levantava.

Levante-se, lute, pegue uma espada para não desonrar sua memória.

Mas acima de tudo, para salvar as pessoas que significavam mais para ele.

Para chegar ao limite — e além do limite, colocar tudo em risco.

"Sr. Bell!"

A pequena figura de Lili apareceu atrás deles. Ela usou todos os músculos de sua pequena estrutura para tirar uma grande arma da mochila e jogá-la na direção dele.

A grande espada negra esculpiu um arco no ar enquanto se aproximava dele. O braço de Bell ganhou vida quando ele pegou a arma no ar com uma mão.

Segurando o cabo grosso da lâmina com as duas mãos, ele a girou para a frente enquanto assumia uma postura poderosa.

Seus olhos vermelho-rubi se voltaram para frente e focaram na forma do gigante aterrorizante ao longe.

Deixe as ambições queimarem.

Deixe os sonhos rugirem.

Se havia uma vantagem que Bell Cranel tinha sobre qualquer outra pessoa, seria essa lembrança insubstituível de sua juventude — é porque era tudo o que ele tinha.

"!"

Ele começou a carregar o <Argonauta>. Ao mesmo tempo, os caracteres gravados em suas costas começaram a brilhar em vermelho.

<Liberação de Limite>.

Um estado temporário que usa as condições do ambiente combinada com as emoções, para sobrecarregar a <Graça Divina> contida na Bênção de uma divindade. O poder das Habilidades aumentam exponencialmente durante uma <Liberação de Limite>.

Uma pedra que envia ondulações através de um campo de batalha; uma espada apontada para a garganta do gigante.

Brilhos brancos giravam em torno do corpo de Bell enquanto ele carregava o ataque.

Ping, ping, ping, o som de badaladas. Gong, gong — eles se transformaram no som de sinos de igreja.


https://lh3.googleusercontent.com/TnO8zVSGmxKqviRvrady4ziO9-xBSePmvO6W0E03XjJqZ1IpH4xv812PYZRVDk8f0Onn4u9KngUftRCon5WySTwRGIb0cua64UHQZLVXv_6sjxE8gSBJb4PdCQ-MhHWSVI9IvDKE


Em uma clareira na borda da floresta, a sudeste de onde a batalha contra o furioso Golias estava ocorrendo...

O grupo de aventureiros de Mord se afastou das forças principais. Eles estavam a beira de perder a vontade de lutar.

"Eu não aguento mais! Nós não podemos vencer!"

"Temos que sair daqui! Talvez se encontrássemos um esconderijo na floresta…!"

Um animal violento que ninguém conseguia parar estava a solta. Não importa quantos monstros eles matem, outro sempre aparece para tomar o seu lugar.

A situação era desesperadora, tão escura quanto a noite falsa que cobria o andar. Uma pessoa após a outra levantou a voz em desespero e ameaçou sair por conta própria.

"Não fujam, seus covardes !!"

Foi Mord quem os deteve.

"Que diabos você está dizendo, Mord ?! Não temos chance contra essa monstruosidade! Qual é o sentido de ficar ?!"

"Nós lutaremos! Você está pensando seriamente em fugir quando todos aqueles homens e mulheres precisam da nossa ajuda ?!"

Mord gritou o mais alto que pôde e apontou para Ryuu e Asfi que lutavam desesperadamente para manter o Golias contido. Os outros apenas olharam para ele, incapazes de entender por que ele estava agindo assim.

"Então você só vai fugir, sem fazer merda nenhuma?! Como diabos você está bem com isso ?!"

A vontade de Mord se transformou em raiva, seus olhos se acenderam com uma chama queimando dentro dele.

Ele interrompeu o contato visual com os mais próximos dele e olhou em volta. Os aventureiros fortes o suficiente para formar um muro de escudos ficaram gravemente feridos. Os usuários de magia estavam segurando seus próprios braços com dor. O homem desencadeou uma torrente verbal sobre eles, enquanto olhavam para ele com olhos atordoados.

"Ei, todos vocês duendes imundos, vocês estão apenas conversando?! E vocês anões velhos — esses músculos são apenas para mostrar ?!"

Ondas e mais ondas de insultos saíam de sua boca. Ele acenou com a espada, xingando ainda mais antes que os aventureiros começassem a ficar de pé. Todo o barulho chamou a atenção dos Besouro Loucos, e eles atacaram. Mord rapidamente os despachou antes de continuar seu discurso mais uma vez —  então o som de um sino ecoou pelo ar.

" — "

O inconfundível barulho de sinos de igreja tocou bem acima de suas cabeças.

O tempo parou para todos eles. Não havia um único aventureiro cujo os olhos permaneceram pequenos quando os grandes ecos encheram seus ouvidos e alcançaram seus corações.

O grupo olhou para o sul apenas para ver um único aventureiro, um garoto segurando uma espada negra e iluminado por um turbilhão de luzes brancas. Os cabelos brancos do garoto refletiam em seus olhos.

Palavras não foram necessárias.

Sua luz cortou a escuridão, elevando seus espíritos com esperança.

" — Vaaaamooooooooosss !! Todos vocês seus bastardoooooossssssssssssssssss !! Corte-os, CORTEEEEEEEEE-OOOOS!!"

Todos os aventureiros avançaram sob o comando de Mord.

O Golias percebeu a ameaça e convocou mais monstros para a luta. No entanto, Mord não iria deixar que os monstros alcançassem Bell, mesmo ao custo de sua própria vida. Fileiras de aventureiros e monstros colidiram.


https://lh3.googleusercontent.com/TnO8zVSGmxKqviRvrady4ziO9-xBSePmvO6W0E03XjJqZ1IpH4xv812PYZRVDk8f0Onn4u9KngUftRCon5WySTwRGIb0cua64UHQZLVXv_6sjxE8gSBJb4PdCQ-MhHWSVI9IvDKE


"OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO !!"

O Golias avançou em direção ao som dos sinos se espalhando pelo andar.

Seu rugido era um tom muito mais alto do que antes, convocando todos os monstros ainda vivos em um instante. Com seu brilho vermelho agora alguns tons mais claros, a fera mirou seus olhos unicamente no garoto de pé na planície ao sul.

"O Golias...!"

"Ele reconheceu o Sr. Cranel como seu inimigo?"

A área ao redor do garoto se tornou uma briga generalizada entre os aventureiros de Mord e os monstros sobreviventes. O gigante estava indo direto para lá. Asfi assistiu em choque quando o Golias ignorou completamente seus ataques e os de Ryuu. Enquanto isso, a elfa estava em perseguição, fazendo o possível para evitar os pequenos terremotos que o monstro estava provocando enquanto corria. Os olhos dela travaram em seu alvo.

"Nós vamos protegê-lo. O Golias não vai tocá-lo!"

Ryuu gritou para a companheira sem hesitação em sua voz.

O Golias não prestou atenção a ela enquanto corria rapidamente com suas pernas curtas e grossas. Lutando contra as rajadas de vento que o monstro produzia sempre que seus pés atingiam o chão, Ryuu se alinhou ao lado dele e atingiu um de seus joelhos com toda a sua força.

A fera rapidamente perdeu o equilíbrio — um baixo centro de gravidade e uma alta velocidade não eram uma boa combinação. O Golias de olhos arregalados caiu para a frente e atingiu o chão com um barulho estrondoso.

O chão rachou com o impacto, enviando uma espessa nuvem de sujeira para o ar. O rosto do Golias se transformou em uma expressão de descrença, pois todas os seus membros estavam no chão pela primeira vez.

"Isso realmente aconteceu...?!"

Sacudindo a sensação de admiração pelo que acabara de ver, Asfi se moveu para iniciar seu próprio ataque. O chefe do andar estava tentando se levantar do chão. No entanto, as duas mulheres não mostraram piedade ao seu oponente.

"GUH — OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO ?!"

Rosto, mãos, ombros, coxas e costas — a espada de madeira de Ryuu e as adagas de Asfi atingiram todos os alvos possíveis com uma velocidade ofuscante. A raiva do Golias aumentou à medida que ele rugiu de dor. Esquecendo seu alvo original por um momento, o Golias girou todos os seus membros como se estivesse tentando tirar do céu os mosquitos mais fortes do mundo. Até usou alguns <Uivos> na tentativa de mantê-los afastados.

Vendo o gigante se debater em desespero, Ryuu começou a lançar um feitiço.

" Céu distante acima da floresta. Estrelas ilimitadas em uma noite eterna."

Ela continuou seu ataque ao Golias enquanto continuava recitando o feitiço. Uma Asfi desconcertada viu a elfa continuar atacando a besta ainda mais rápido do que ela, enquanto se concentrava em sua magia.

"Ouça minha voz fraca e conceda a proteção da luz das estrelas. Conceda a luz da misericórdia sobre aqueles que te abandonaram."

Combate em alta velocidade ao mesmo tempo que lança uma Magia: "Lançamento Simultâneo".

Não seria exagero dizer que é exigida uma tremenda quantidade de concentração e de enunciação verbal para desencadear uma Magia. Alto rendimento — o poder de uma mágica era avaliado pelo comprimento do feitiço. Quanto mais longo o feitiço, mais poderosa é a Magia. Portanto, todos os usuários mágicos precisavam ficar em um só lugar e concentrar toda a atenção em recitar o seu feitiço.

No entanto, Ryuu estava recitando um feitiço e atacando ao mesmo tempo. O menor deslize da língua pode resultar em um <Ignis Fatuus>, e ainda assim, aqui está ela, atacando, se movendo, se esquivando e recitando em um ritmo escaldante. Mesmo para um aventureiro de primeira classe, como Asfi, esse ato foi extremamente impressionante.

A quantidade de resistência mental e coragem necessária para conseguir isso era enorme, sem mencionar o conhecimento dos combates de curta distância e conhecimento retórico.

Executando um estilo de combate que nem a Princesa da Espada ousaria tentar, Ryuu manteve um forte ataque físico enquanto continuava a lançar sua magia.

"Combate e recitação simultâneos...!"

— Mikoto percebeu o que Ryuu estava fazendo e ficou tão fascinada quanto Asfi.

Ela havia deixado os cuidados do Ouka gravemente ferido para Chigusa e retornou ao campo de batalha, apenas para ficar perplexa com o que viu. A maneira com que a elfa se esquivou dos enormes punhos do Golias enquanto ainda atacava com força implacável, não era nada menos que um vento forte no meio de um furacão. Ao mesmo tempo, a beleza e a graça de sua forma ágil agitou Mikoto em sua essência.

"Que poder...!"

Mikoto podia ver que a guerreira élfica estava muito além da sua força. No começo, ela percebeu sua própria fraqueza, mas depois a elfa mostrou um nível de poder que ela poderia alcançar. Por fim, ela jurou que um dia ela alcançaria o mesmo nível e ficaria ao lado da elfa como iguais.

Ela balançou a cabeça e deu uma olhada ao redor — os aventureiros ao redor dela estavam envolvidos em uma luta animada com os monstros restantes. Vendo sua bravura e coragem, Mikoto correu para se juntar a luta contra o Golias e ajudar Ryuu.

Se sua própria magia pudesse ajudá-las, poderia ganhar mais tempo para Bell... Ela encontrou um ponto baixo nas planícies e começou a lançar um feitiço.

"Medo, forte e tortuoso — "

Ela concentrou toda a sua energia mental nesse ataque.

Não havia sentido em guardar nada para continuar na luta. Ela gastou tudo o que ela tinha em seu feitiço, recitação forte e constante.

"Invoco o deus, o destruidor de tudo, para obter orientação dos céus. Conceda a este corpo trivial o poder divino além do poder."

Os encantamentos de Mikoto e Ryuu reverberaram no ar.

Enquanto isso, o Golias conseguiu se ajoelhar e começou a se endireitar.

"Você não poderia ficar caído um pouco mais?!"

Finalmente ganhando o controle de sua raiva ou apenas se lembrando do que Bell estava fazendo, o gigante continuou seu avanço através da grande planície. Asfi tentou distrair a fera porque a magia de Ryuu ainda não estava pronta.

"Eu não queria usar isso na frente de tantas pessoas, mas...!"

Com um tom de resignação em sua voz, ela relutantemente se inclinou e acariciou as laterais de suas sandálias.

"— Talaria."

As decorações de asas douradas que estavam enroladas nas laterais de cada sandália, se encolheram antes de ganhar vida.

Duas asas de cada sandália, quatro no total, se abriram enquanto Asfi levantou voo.

"?!"

O Golias inclinou a cabeça em descrença quando a menina voou na frente de seu rosto. Até Ryuu e os outros aventureiros ficaram momentaneamente atordoados com a garota voando pelo ar.

Sandálias aladas, <Talaria>. Um item mágico de alto nível reservado para a própria Perseus.

Há muito tempo, a jovem rainha de uma nação insular tinha tanto desejo de viajar pelos céus, que ela usou a <Mistério> para criar um item que fez seu sonho se tornar realidade. Com essas duas sandálias firmemente amarradas aos pés, Asfi foi capaz de se elevar no ar.

Um item que nivela o campo de batalha contra monstros voadores. A capa branca tremulou atrás dela enquanto ela contornava o Golias como um pássaro, cada vez mais rápido enquanto se aproximava do rosto do gigante.

Segurando a adaga na mão esquerda, ela fez seu movimento.

"— ?!"

O Golias rugiu de dor quando a adaga rasgou um de seus olhos vermelhos.

"— Venha, vento dos ventos, viajante errante das eras. Através dos céus, através dos campos, mais rápido do que qualquer um, mais longe do que tudo. Luz da poeira estelar, despedace meus inimigos!"

O Golias segurou seu olho ferido com uma mão e olhou para Ryuu enquanto a elfa terminava seu feitiço.

As sobrancelhas finas de Ryuu se curvaram para baixo antes de lançar sua magia na besta imóvel.

"<Vento Luminoso> !!"

Centenas de pequenas esferas cercadas por um turbilhão de vento verde apareceram ao redor dela. Empurrando os braços estendidos para a frente, a poeira estelar bateu na besta em uma torrente de energia mágica e vento penetrante. Cada golpe abriu um buraco da pele do Golias, causando incontáveis ​​rajadas de sangue a cada segundo.

Era um tipo poderoso de magia, muito apropriado para um elfo, e estava empurrando o Golias para trás — até que.

"AAAAAAAAAA  — !!"

"?!"

O Golias parou sua retirada e avançou contra o ataque.

Novas ondas de manchas vermelhas foram lançadas do corpo do monstro, o envolvendo em uma espiral pulsante de luz. Suas feridas sararam mais rápido do que os orbes de poeira estelar restantes poderiam abrir novos buracos, enquanto o monstro avançava para a posição de Ryuu e Asfi.

"Desça dos céus, aproveite a terra — Golpe do Deus da Guerra !!"

O braço do Golias estava estendido em um curso direto para Asfi, enquanto seu ombro estava caindo sobre Ryuu. Foi nesse instante que a magia de Mikoto foi completada.

"<Futsu no Mitama> !" Rodrigo: segundo a mitologia japonesa, 'Futsu no Mitama' é uma espada espiritual usada pela deusa Amaterasu


Uma espada composta de luz violeta apareceu diretamente sobre a cabeça do Golias e desceu.

Ao mesmo tempo, várias luzes semelhantes aos círculos mágicos apareceram no chão, cercando o gigante.

A espada da luz espetou o corpo do gigante, criando uma gaiola de gravidade ao redor da besta.

"— ?!"

Um campo de força desceu do punho da espada a dez metros de altura no ar para criar uma cúpula. A borda principal do campo colocou uma barreira entre as duas mulheres e o Golias, logo antes que o monstro completasse seus ataques. Preso dentro da cúpula, o braço direito estendido do chefe de andar caiu no chão, seguido pelos joelhos. O Golias gemeu de dor enquanto o chão abaixo dele desabou sob a pressão da magia de Mikoto.

Este era o seu trunfo. Takemikazuchi praticamente a proibiu de usar essa magia dentro dos espaços fechados da Dungeon. Sua magia tinha o poder de esmagar coisas em uma determinada área, aumentando drasticamente o efeito da gravidade. O Golias estava sendo empurrado cada vez mais baixo pela cúpula violeta que o mantinha prisioneiro.

Ela estava relutante em usá-lo até agora, porque ela poderia ter capturado os atacantes e os usuários mágicos na cúpula por acidente. Ryuu e Asfi ficaram claramente impressionadas enquanto observavam o gigante se contorcer.

"Guh, aaaahhh...!"

O rosto de Mikoto se contorceu de dor, agarrando seu braço direito estendido com a mão esquerda.

Crick, crick, crick a cúpula começou a ceder quando o gigante que tinha os joelhos cravados no chão começou a se levantar lentamente.

O corpo do Golias subiu cada vez mais alto, lutando contra a gravidade com todo o seu poder. Mikoto concentrou toda sua energia mental em uma tentativa fútil de empurrar o monstro de volta para baixo.

Ela não era forte o suficiente. O Status do Golias estava muito além do dela. Ela não teve chance.

O Golias subiu cada vez mais alto, o campo de força deformando com a vontade do gigante. O tempo todo, Bell ainda estava carregando o seu ataque.


https://lh3.googleusercontent.com/lBFgDoVj4KZTy9GuWh78dPjOPqn-gxW8p0Cc7K5wW99M38cR3SV5KpFGoh7c31lI-6UXGLaLyzEs1OVVU1MwM_7YbWB2b2RpVCXryPEkBla5yCrZw4WGzp_ZVR7JRwsLuT_hvPdu

Por Rodrigon | 22/07/20 às 16:40 | Ação, Aventura, Fantasia, Magia, Poder, Ecchi, Shounen, Mitologia, Japonesa, Elementos de MMO