CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 7.4 – Yoshiwara x Utakata (parte 3)

Dungeon ni Deai o Motomeru no wa Machigatte Iru Darou ka (DanMachi)

Capítulo 7.4 – Yoshiwara x Utakata (parte 3)

Tradução: Rodrigon | Revisão: Sir | QC: Hazel

No final, decidimos aceitar a missão da empresa comercial Albella.

Lady Hestia continuou me dando olhares desconfiados por algum motivo quando disse a ela que podemos resgatar Haruhime, uma prostituta, com uma Redenção. Foram os pedidos sinceros de Mikoto que a fizeram relutantemente aceitar — Mikoto saiu para informar a <Família Takemikazuchi> sobre Haruhime no momento em que terminamos.

Nem Lili nem Welf levantaram objeções, então a <Família Hestia> embarcou em uma busca para receber um milhão de vals.

"Estamos aqui para concluir uma missão, mais uma vez."

Agora, estamos rondando o décimo quarto andar da Dungeon.

Passamos os últimos dois dias após nossa reunião nos preparando para a busca e preenchendo a papelada. Tudo o que resta é a própria missão. Lili está carregando sua grande mochila quando seu comentário anterior ecoa pelos longos túneis rochosos.

Uma luz fraca brilha lá de cima; o ar é espesso e úmido. Os buracos no chão que provaram ser nosso pior pesadelo apenas algumas semanas atrás espreitam nas sombras da Dungeon, que parece ser uma caverna normal na superfície.

Passamos pelos níveis superiores sem problemas e chegamos aos níveis intermediários com facilidade. Algumas batalhas rápidas aqui e ali, e nosso grupo de batalha de quatro pessoas chegou ao nível catorze.

"Agora, pessoal, vamos seguir em frente!"

Eu posso sentir a emoção na voz de Mikoto, falando da frente da nossa formação.

Swish, swish! Mikoto desliza sua katana para frente e para trás na sua mão com toda a emoção de uma criança a caminho de uma loja de doces.

Welf tira os olhos dela por um momento e olha para mim. Nós compartilhamos um sorriso, sem saber como reagir.

"A busca exige que entremos na despensa deste andar. Lili recomenda que não façamos nada precipitado..."

A despensa é exatamente o que parece: um lugar na Dungeon onde monstros famintos vão comer. Lili menciona os perigos deste lugar e segura um suspiro enquanto assiste o comportamento de Mikoto com preocupação em seus olhos. Lili leva um momento para vasculhar sua mochila, certificando-se de que temos muitos itens e de que nossas capas de camuflagem estão prontas.

Com um sorriso desconfortável ainda em meu rosto, também verifico meu equipamento.

Armas — a <Faca de Hestia> e as duas lâminas forjadas do <Chifre do Minotauro> é tudo que tenho comigo; sem escudo ou broquel. Mikoto e eu entregamos todos os nossos punhais e lâminas de apoio à Lili por segurança. Eu estou vestindo a mesma armadura que eu usei durante os Jogos de Guerra, Pyonkichi, lisa e brilhante graças aos reparos recentes de Welf. Rodrigo: broquel é um tipo de escudo pequeno e redondo.

Finalmente fizemos progresso suficiente em casa para que Welf abrisse sua forja pela primeira vez. Como ele não queria que nenhum de nós fosse a Dungeon despreparado, ele trabalhou muito duro na fabricação de novas armas e armaduras para todos nós antes de virmos aqui.

"Uma Redenção, hein? Nem sabia que existia."

Welf está andando bem ao meu lado no meio da nossa formação, uma grande espada pronta por cima do ombro.

Satisfeito com esta opção pacífica, ele dá um sorriso.

"Sim. Pode ser difícil coletar dinheiro suficiente, mas... podemos ajudá-la."

Olho para Mikoto, um sorriso crescendo no meu rosto. Nós dois estamos em alto astral.

Vamos salvar Haruhime — pensamentos sobre o sorriso dela enchem minha mente enquanto pego uma das minhas facas.

"O resgate custa três milhões... Só para garantir, ter cinco milhões disponíveis seria uma boa ideia."

"Ehh... isso levará uma eternidade."

"Então é melhor considerar ir mais fundo na Dungeon."

Com os olhos afiados procurando por monstros na Dungeon, Lili se junta a nossa conversa do final da formação.

Welf sugere que podemos ganhar mais dinheiro indo para os níveis mais baixos.

"Com o Nível 3 de Bell, poderemos chegar ao nível vinte, certo?"

Welf se vira e dá outro sorriso para Lili atrás de nós.

É geralmente aceito que aventureiros de Nível 2 podem trabalhar com segurança nos níveis intermediários entre o décimo terceiro e o vigésimo quarto andar. De acordo com a Guilda, aventureiros de Nível 3 como eu podem se aventurar nos níveis mais baixos que começam no vigésimo quinto andar.

Lili, que se tornou a estrategista do nosso grupo, balança a cabeça para a proposta.

"O Sr. Bell ser de Nível Três não faz diferença. A Dungeon pode mostrar suas presas a qualquer momento. Poderíamos ser eliminados sem a devida preparação em qualquer andar."

Ela está levando a sério sua experiência da batalha no décimo oitavo andar. Duvido que ela mude de opinião.

Mesmo conseguindo alcançar o vigésimo quarto andar no papel, sempre existe risco em ir mais fundo — há uma grande diferença entre "informação" e "experiência".

Ela tem um bom argumento... Seria muito perigoso descer tão longe sem preparação.

Entendo que quero progredir rapidamente, mas esse é um problema que não pode ser resolvido com apenas uma pessoa se fortalecendo. Todos nós, como um grupo, precisamos estar totalmente preparados antes de avançar. Ryuu me disse a um tempo que apenas um grupo equilibrado pode sobreviver nos níveis intermediários. Um aventureiro por si só seria esmagado pelos números.

Temos um objetivo, mas não pode ser apressado. Eu digo a mim mesmo repetidamente para não ficar confiante demais.

Agora é a hora de se concentrar na missão.

"— Fiquem parados."

Mikoto está a alguns metros à nossa frente quando de repente para e nos diz para fazer o mesmo.

Virando-se, ela olha além da nossa formação e se concentra em um ponto atrás de nós.

Lili rapidamente ajusta sua posição na formação... Assim como Mikoto nos avisou, WHOOSH! Algo surge de um buraco um pouco atrás de nós.

Um monstro parecido com um tigre entra na luz.

"<Ligre de Presas>...!" Rodrigo: Ligre é um tipo de felino híbrido, gerado pelo cruzamento de um leão e uma tigresa.

"Ele deve ter chegado a este andar por baixo."

Lili explica calmamente o <Irregular> enquanto o resto de nossas mandíbulas cai por causa de um monstro que não deveria aparecer no nível quinze.

A fera deve ter acabado de matar algo, monstro ou não, porque suas garras e presas estão tingidas com sangue. Com seu pêlo grosso em pé, o monstro ruge direto para nós. Vamos precisar de algo mais longo do que uma faca para penetrar sua pelagem grossa.

Parece tão agressivo quanto o <Minotauro> que chegou aos níveis superiores. Apesar de seu olhar mortal, Welf olha para Mikoto com admiração e diz:

"Uma Habilidade de detecção — muito útil."

"Não, eu posso sentir apenas monstros que encontrei antes... e também depende muito da minha clareza de espírito. Por favor, não dependa disso."

Dissemos um ao outro nossas Habilidades e Magias quando todos nos tornamos membros da mesma <Família>.

Mikoto lutou contra um <Ligre de Presas> em seu caminho para o décimo oitavo andar quando ela estava nos procurando. Ela passa por mim para enfrentar o animal, a katana já estava em uma posição defensiva.

"É mais rápido que um <Minotauro>! Fique alerta!"

"Sim!"

Mikoto investe contra o animal que ruge. Welf e eu estamos logo atrás à medida que mais monstros se juntam à briga.


https://lh3.googleusercontent.com/TnO8zVSGmxKqviRvrady4ziO9-xBSePmvO6W0E03XjJqZ1IpH4xv812PYZRVDk8f0Onn4u9KngUftRCon5WySTwRGIb0cua64UHQZLVXv_6sjxE8gSBJb4PdCQ-MhHWSVI9IvDKE

Por Rodrigon | 27/01/21 às 19:22 | Ação, Aventura, Fantasia, Magia, Poder, Ecchi, Shounen, Mitologia, Japonesa, Elementos de MMO