CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
79º Mito - O Grande Abismo

Epopeia do Fim (EDF)

79º Mito - O Grande Abismo

Autor: Sora | QC: Amnésia

Okay, galera. É só não olhar para baixo que tá de boa!

Retornando ao Grande Abismo, os doze andavam pela primeira ponte, já chegando perto da segunda. Ninguém olhava para baixo, ou ao menos tentavam...

O vento era fraco, mas qualquer mudança repentina na força dele poderia desequilibrar os doze ali, o que seria fatal. Manter a calma e o controle era essencial para passar dali sem mais problemas.

Passem um de cada vez para a próxima ponte! – Disse Damon, chegando na borda final da primeira ponte – Isso aqui tá em frangalhos, então cuidado na hora de passar!

O garoto foi o primeiro a passar, seguido de Daisy e Lilith. Ambos deram um pequeno pulo, já que a distância de uma para outra era relativamente curta, o que não exigiu impulso ou força.

Cara, agora entendo como o Damon estava... – Murmurou Lilith, colocando as mãos em sua barriga – Que frio na barriga horrível!

O pessoal foi passando de pouco em pouco. Até que todos os doze agora estavam na segunda ponte. E o primeiro problema já estava à vista. A distância da segunda para a terceira ponte era pouco mais de três metros de distância, ou seja, eles teriam que pular com mais força dessa vez...

Chegamos ao verdadeiro desafio de vida ou morte...

Damon deu um sorriso amargo. Ele e os onze observaram a passagem da segunda para a terceira ponte em ruínas. Agora, já a partir da metade da segunda ponte, os diversos pilares de pedra arredondados e gigantes os cercaram ao redor das duas últimas pontes.

Eram incontáveis. Mas muito altos e irregulares para eles subirem. Além disso, pareciam muito mais suspeitos que as próprias pontes partidas.

Agora fica mais difícil. – Silver falou, analisando a distância das duas pontes.

Vamos pular um de cada vez como a última ponte! Com cuidado!

Vai logo! – Lilith resmungou, nervosa.

Damon então pulou, após isso Daisy e Lilith, como da primeira vez. Por enquanto nada demais aconteceu.

Porém, no Templo dos Destinos...

Já terminou...? – Átropos perguntou, enquanto olhava para Láquesis preparando os fios platinados.

Sim, sim. Agora vamos ao show. – Ela preparou suas afiadas garras que apareceram em seus dedos – Sobrevivam a essa, Dez Apóstolos!

A Moira começou a fiar de forma abrupta os doze fios a sua frente, os fazendo tremularem e quase que flutuarem. Foi então que...

Hã?! – Após Grey pisar na próxima ponte, tudo começou a tremer.

E não foi só a ponte que ele pisou. Foi tudo mesmo!

Ei, não me diga que... – Silver não queria acreditar, tanto que nem a frase terminou.

Damon arregalou os olhos e olhou para baixo e em seguida para trás. As pontes começaram a se partir. Nem todos haviam pulado para a terceira ponte ainda, havia um grupo na segunda e um na terceira. E as três, incluindo a primeira, começaram a entrar em colapso!

AH, MENTIRA, MENTIRA, MENTIRA, MENTIRA! ISSO SÓ PODE SER MENTIRA! – Lilith gritou, desesperada.

Essa não... CUIDADO, PESSOAL!

Todos ficaram aflitos, nervosos. Láquesis sorriu, Átropos e Cloto só observavam. E então, as pontes ruíram, ao mesmo tempo.

Isso mesmo. Todas as pontes do Grande Abismo começaram a colapsar com os doze em cima delas.

UOOOOOOOOOOOOOOOOOOH!!!!!!!!!!!!!! – Agora foi Damon quem gritou, enquanto a ponte começava a partir ao meio e tombar levemente para a direita.

Todos perderam o equilíbrio com o chacoalhar intenso das pontes, até que o sustento abaixo começou a partir também. E elas começaram a inclinar mais ainda, fazendo com que todos começassem a ser jogados para baixo.

PESSOAL! SE SEGUREM NOS PILARES DE PEDRA AO REDOR! – Agora foi Chloe quem gritou.

E COMO VAMOS FAZER ISSO?!

USA A MERDA DO CÉREBRO PELO MENOS UMA VEZ, LILITH! – Damon pegou Daisy e a colocou debaixo de seu braço, dando um pulo alto. Ele então, tirou a Ryūken das costas e...

IRMÃÃÃÃÃGUBAGUBOFGUBIWAAAAAAAAAA!!!!!! – Daisy estava quase perdendo o sentido, gritando a todo o vapor.

Malditas Irmãs do Destino, juro que vou descontar tudo isso em vocês!!!

Damon lançou-se até um dos pilares mais próximos e fincou sua espada no mesmo, com toda sua força, mas com cuidado para não o quebrar exatamente com sua grande força. Com isso, ele ficou pendurado no pilar, segurando-se com a mão direita no cabo de sua espada e com Daisy abaixo de seu braço esquerdo.

RÁPIDO, VOCÊS TAMBÉM!

UAAAAWAAAYAIOOOOOOAAAAAAA!!!! – Lilith escorregou, como se estivesse em um tobogã, até quase cair no abismo, quando Silver pegou no braço dela.

PARA DE FAZER ESSES BARULHOS ESTRANHOS!!! – Silver usou sua força com o braço esquerdo e a jogou para a direção de um dos pilares!

O QUEEEEEEEE?!?!

USA A MERDA DA FOICE E FAÇA COMO O DAMON!

Silver, após gritar para Lilith o que fazer, também pulou. Em um movimento rápido e desesperado, a garota se virou rapidamente, sacou sua Jigokuma e.

Cortou um pilar ao invés de fincar ele e ficar pendurada...

Hein? – Ela fez uma cara engraçada.

Silêncio...

GAROTA RETARDADA, BRUTA, DEMÔNIO!! – Damon gritou, incrédulo com a cagada que Lilith fez. Daisy, abaixo de seu braço esquerdo estava com os olhos brancos.

GAAAAAAAAAAAAAAYAYAUSIAAHISJSHAJAAAAAAH!!!!!!!! EU VOU MORREEEEEEEEEEEER!!!!!!! – Lilith foi puxada pela gravidade e começou a cair em direção ao abismo, a tal da lei da física...

Silver também ficou como Damon em um dos pilares, com sua Lâmina do Oceano, Haumi e o restante fazia o que podia.

IRMÃO, NÃO DIZIAM QUE TEM UM TITÃ NO CENTRO DA TERRA?! – Daisy retomou  a consciência e gritou.

SEI LÁ, COMO TERIA UM?! – Eles já não sabiam mais quando gritar e quando não fazer isso – MAS SE TIVER, VOCÊ PODE MATAR O TEMPO CONVERSANDO COM ELE, LILITH!

SEU FILHO DA P*TAAAAAAAAAAAAAA!!!!

A garota de cabelo vermelho começou a cair mais rapidamente, já vendo a possível morte a assombrando. Ela não tinha onde se segurar agora que estava ao ar livre e seu destino seria fatídico.

Ela vai morrer! – Gritou Bluebell.

Tsc!

Meade estalou a língua e usou sua Arma Divina Shōkito, os Fios da Redenção, para darem a volta no pilar e fazer uma espécie de corda para se segurar. Não só isso, mas ele também usou os fios para salvar Lilith, a envolvendo e deixando a garota pendurada.

Que merda... – Damon lamentou.

Essa não... Não vai dar tempo!

E então, de repente, todas as três pontes ruíram e caíram de uma vez só, indo ao fundo para o centro da terra... O forte tremor e a fumaça que subiu fez Damon e Daisy fecharem seus olhos, sem poder enxergar nada.

Irmão...!

Droga... – Ele reuniu fôlego para gritar para todos – PESSOAL! VOCÊS ESTÃO BEM?!

Após alguma demora na resposta e alguns segundos de silêncio, a primeira resposta atravessou a cortina de fumaça que ia se desfazendo.

Sim...! – Quem respondeu foi Silver.

A fumaça se dissipou completamente e mostrou a situação de todos. Silver estava como Damon, com sua lâmina Haumi fincada em um dos pilares.

Meade estava seguro em seus fios que formaram uma corda sustentável e ainda segurava Lilith com sua outra mão, enquanto ela estava pendurada ao ar balançando.

Lilith... – Meade murmurou, fez uma pequena pausa e prosseguiu – Você é pesada demais, não sei se vou aguentar...!

TÁ ME CHAMANDO DE GORDA?! PELAMORDOSDEUSES, FORÇA AÍ, NÃO ME DEIXE TER UM FIM TRÁGICOOOO!! – Ela suplicou, com lágrimas no canto dos olhos, enquanto sustentada pelos fios de Meade, que só não a cortavam porque ele usou seu reiki para fazer uma espécie de “capa protetora”. Não fosse isso, a garota já estaria em pedacinhos...

E os outros...?! – Damon tentou olhar para os outros pilares. Com certeza, na posição em que estava, qualquer erro o levaria para a morte junto de sua irmã, abaixo de seu braço.

Ele se esforçou e olhou para o seu redor, com cuidado. Grey conseguiu prender suas luvas em um pilar e estava feito uma aranha nele, graças ao Punho de Espinhos, uma de suas magias provenientes das Luvas do Sol, Taiyukuro.

Elaine conseguiu usar a Lâmina da Lua, Hatsuki, para a mesma situação de Damon e Silver, assim como Chloe com sua Lança do Destino, Sakiyari.

Julie usou uma flecha de seu Arco Celestial, Tenyumi, para a fincar na parede e a deixar segura. Bluebell conseguiu, de alguma forma, enfiar seu martelo com a parte de trás na parede e fazer uma alavanca para se segurar com as duas mãos.

Cacete, isso não tá muito bom... – Disse Damon, ao analisar a situação de todos, a maioria estava pendurado por suas armas...

Mas cadê o Arthur e o Brandt?!

Chamou? – Uma voz respondeu a pergunta de Grey, em cima.

Todos seguiram o caminho de onde veio a voz de Brandt e quando viram, ficaram surpresos. Seu machado estava preso à parede pela parte espinhosa de trás e dava a ele o luxo de ficar pé em cima da grande lâmina voltada para fora, de braços cruzados.

Seu trapaceiro. – Meade reclamou, ainda usando suas roças para aguentar seu peso e o de Lilith.

Tá, mas falta o Arthur, e... – Foi quando Damon olhou para cima da pilastra onde estava. E lá, uma silhueta apareceu, olhando para baixo – Ei, não me diga que... – O filho de Zeus deu um sorriso amargo que se confirmou ao ver Arthur, seguro, em cima da pilastra onde ele e sua irmã estavam – Ele é um monstro...

A situação de todos ali não era nada confortável, sequer segura...

Ah... Que se dane tudo, não é...? – Damon sorriu de forma engraçada – Que saudades da minha cama...


***


Hahahahahaha! Realmente, eles são peças raras nesse mundo! – Láquesis ria da situação em que colocou os Dez Apóstolos 2+ – O objetivo era mandar eles para Atlas, mas olha só, eles arranjaram mais um jeito de contrariar o destino!

Atlas é o Titã que está, de certa forma, no centro da Terra, aquele que sustenta os céus. Ou seja, ele carrega todo o peso do céu em seus ombros, para toda a eternidade, graças a punição infligida por Zeus após a Grande Guerra.

Ele é conhecido também como o Titã Portador.

Láquesis, o fato deles contrariarem o destino de tal forma que nem mesmo os deuses conseguem não te deixa duvidosa...? – Átropos perguntou.

Sim, claro que deixa! É inacreditável que eles tenham esse dom. Estão à frente dos deuses com isso... E eu não consigo ficar mais que animada com isso tudo...!

Eles tornaram-se uma ameaça em potencial. Se eles podem vencer o destino, então...

Ainda assim eles não irão nos derrotar, irmã. Não entenda errado. – Láquesis falou com um tom mais sério, que raramente fazia, e com isso Átropos até mesmo hesitou.

Mas nesse tom sério e ríspido, havia um sorriso maligno e isso fez Átropos hesitar em dobro.

Láquesis está certa. – As duas olharam para trás, enquanto Cloto entrava na conversa – Mesmo assim, fiquem prontas. Eles não são os únicos convidados.

Sim, sim, ainda tem aqueles três, não é?! Não é tão forte, mas parece que eles têm o mesmo dom daqueles dez, onze, seja lá quantos forem! – Disse Láquesis, olhando para os três fios negros separados dos doze platinados.

O dom de vencer o destino, é...? – Cloto sorriu – Quem diria que isso realmente aconteceria um dia...

Papai...”


[Movida pelas lembranças, Cloto sorri...]

[Láquesis arma sua última tentativa de pará-los e os Apóstolos se vêem em situação comprometedora!! O Limite do Destino poderá tomar seu curso e vence-los de vez no Grande Abismo?!]


Continua no 80º Mito - "Caminho Aberto"

Por Sora | 15/04/18 às 10:57 | Ação, Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Brasileira, Magia, Drama, Comédia, Shounen