CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 366 - A Chegada de Qianbei Ye (Parte 4)

Evil Emperor’s Wild Consort (EEWC)

Capítulo 366 - A Chegada de Qianbei Ye (Parte 4)

Tradução: illusia | Revisão: Luis Gimenes

Ele viu que a pele da menina começou a se abrir. Gu Shengxiao a segurou ainda mais apertado, com medo de que se ele a soltasse, ela se partiria em pedaços.

“Yun’er, pelo amor de Deus não me assuste. Se você se for, o que eu vou fazer? Nem que eu fosse o cultivador mais poderoso do mundo, o que seria de mim sem você? Que uso eu faria desse título se você não estiver comigo? Muita gente te odiou e te abandonou, mas você é todo meu universo. Se você desaparecer, como eu vou seguir em frente?”

"Yun'er, se você morrer, eu juro que vou aniquilar todo o Reino Imortal. Eu não ligo se tiver que destruir o continente todo no processo! Se você não quer que eu cometa esse pecado, eu te imploro, acorde pelo amor de Deus.” 

Quando ele começou a falar, a voz de Gu Shengxiao era solene e cheia de um rancor mortífero. Mas, no final de seu discurso, sua voz tremia e transparecia medo.

Ele estava apavorado, desesperado de medo de perder sua única irmã. Ela tinha sido todo seu mundo por todos esses anos. Como ele viveria se seu mundo fosse destruído?

Enquanto Gu Shengxiao segurava Gu Ruoyun firme em seus braços, uma aura poderosa começou a ser sentida vindo do céu. De repente, ele sentiu um vazio no espaço onde antes estava sua irmã... Ela havia sido surrupiada de seus braços...

E naquele momento, uma fúria incontrolável irrompeu do olhar de Gu Shengxiao. E quando ele estava prestes a agir, uma voz etérea, sanguinolenta e aterradora se ouviu diante dele. A voz era sombria, era como se fosse a voz de um Anjo do Apocalipse.

"QUEM! Quem fez isso a ela?”

Os cabelos prateados dele dançavam no vento violento. As roupas do homem eram vermelhas como o sangue em seus olhos, também vermelhos eram como os de um demônio. Não havia dúvidas, esse homem era extremamente belo, e sua beleza era sem precedentes, ele era tão belo que nem que a música Garota de Ipanema tivesse sido feita pra ele, não lhe faria jus o suficiente.

E ele estava preparado para derramar sangue. Em seus braços ele segurava a menina fortemente, cheio de raiva, de ódio e um intento assassino ardia no fundo do seu coração ao ponto de doer.

“Re...rei Soberano?”

Yan ficou sem saber como reagir por um momento, sem conseguir acreditar na aparição que estava diante dele: “Cara... Aquele rosto… Aquele rosto é ele! Eu tenho certeza! Tem que ser ele!... Apesar do cabelo dele estar grisalho, eu tenho certeza que ele é o Rei Soberano. Essa aura é dele com toda certeza.!”

Anos atrás, ele conheceu o Rei Soberano mas, ele tinha sumido e ninguém sabia onde tinha ido parar. Mas tê-lo conhecido uma vez era o suficiente pra nunca mais esquecê-lo.

Por quê o Rei Soberano reconhece essa mulher? Ele se perguntava. Uma vez disseram que o Rei Soberano subjugou todo o reino das bestas espirituais porque queria dar de presente pra alguém. Será que a pessoa, era essa humana?! Mas… Como isso é possível? Aconteceu há tantos anos e essa pirralha tem só 19! 

A expressão de Yan mudou uma vez, duas vezes… Se essa mulher morrer por causa de um erro meu, então eu terei ofendido o Rei Soberano e vou virar um criminoso entre as bestas espirituais… Cara, tô fudido!

E foi aí que ele se arrependeu das decisões que tinha tomado antes. Ele se arrependeu por cada segundo que ele não agiu para impedir que isso acontecesse. Em toda sua vida, ele nunca havia sentido tanto arrependimento… 

O rosto de Shiyun foi ficando cada vez mais pálido e ela via quão sentido estava Qianbei Ye enquanto segurava Gu Ruoyun. Ela sentiu seu coração doído, era um tipo de dor que fazia sentir que morrer era muito melhor do que continuar vivo. 

Das coisas mais tristes do mundo, nada supera a dor que ela sentiu ao ver sua pessoa amada protegendo outra mulher e ignorando seus próprios sofrimentos… Ele sequer tinha olhado pra ela.

Por Luis Gimenes | 26/04/19 às 06:42 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Sobrenatural, Xianxia, Chinesa, Romance, Josei, Reencarnação, Harém