CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 371 - Quites (Parte 1)

Evil Emperor’s Wild Consort (EEWC)

Capítulo 371 - Quites (Parte 1)

Tradução: illusia | Revisão: Luis Gimenes

Gu Shengxiao olhava pra menina de roupas verdes diante dele e ele parecia bastante confuso. Há muito tempo atrás, ele entrou pra Seita do Espírito porque queria crescer e ter poder o suficiente para proteger sua irmã. Mas, agora, ela era tão forte quanto ele e não precisava mais de proteção… 

 

Gu Shengxiao se sentia muito grato, mas ele também tinha ali um sentimento de perda. No entanto, seus interesses iniciais não mudaram. Já que ela é agora forte o suficiente pra cuidar de si mesma, ele tinha que ficar ainda mais forte. Para protegê-la pelo resto da vida dela… 

 

"Gu Ruoyun, nós somos do Reino Imortal. Você realmente vai querer arrumar encrenca com o continente inteiro?”

 

Eles começaram a entrar em pânico e choramingar quando viram que a menina de verde estava caminhando na direção deles. 

 

“Reino Imortal?” Ela sorriu. E por trás desse sorriso doce, meigo, quase fofo, eles percebiam intenções assassinas e isso os deixavam cada vez mais desnorteados: “Eu acredito que todos vocês já devam ter percebido isso em relação ao meu jeito de ser, que, eu não dou a mínima para ameaças. Além do mais, o que foi que eu fiz de errado? Foi a Seita Divisas Celestes que atacou Yu’er, em primeiro lugar. Não é olho por olho e dente por dente? Vocês é que são um bando de hipócritas que não tem a mínima noção do que é certo e do que é errado. São um monte de interesseiros tapados e só quando a água na bunda é que aprendem a nadar. Não só vieram aqui pra pedir que eu retribuisse o mal com o bem, mas ainda tentaram machucar meu irmão mais velho?! Vocês me poupem… Porque eu, Gu Ruoyun, não sou esse tipo de gente que dá a outra face. Se eu tenho uma zica pra resolver, eu resolvo, eu faço pagar dez vezes mais. Se alguém tenta machucar alguém que é próximo a mim, essa pessoa está morta, porque eu não descanso enquanto não esfolar, não arrancar as unhas, não fazer sofrer!”

‘Eu não vou descansar enquanto ela não estiver morta.’ Isso fez com que mesmo os Imperadores Marciais sentissem um frio na espinha.

Em todos estes anos nesta indústria vital, eles ouviam boatos sobre como a figura misteriosa por trás da propriedade do Empório das Cem Ervas lidava com os problemas de uma maneira no mínimo diferente. Seja o caso da Família Ling, ou o caso da própria Família Gu, ambos morreram nas mãos dela. E também teve o caso da concubina imperial que quis tentar colocar as mãos nela e virou serva dela. Gu Ruoyun levou toda a cavalaria do Empório das Cem Ervas e as duas bestas espirituais e deu um jeito na família imperial e isso fez com que mudassem as dinastias no Reino do Dragão. E tudo isso por causa de terem atacado uma subordinada dela...

"Gu Ruoyun!" Leng Yanfeng estava completamente putasso: “Você é uma mulher malévola! Você não tem nem metade da bondade da juniorista Shiyun e ainda por cima é arrogante. Mas um dia você vai ver só!” 

Um dia eu vou ver só? Ver o quê?!

Gu Ruoyun que abriu ainda mais o sorriso, deu aquela olhada na direção dele, ela não parecia arrogante como ele disse, ela parecia poderosa, régia. “Se alguém um dia vai ver algo, esse alguém são vocês! Porque e a inocência da Família Xia?! E a inocência de Yu’er?! E aqueles que perderam sua energia espiritual em detrimento da sede insaciável de poder de Shiyun? E a inocência deles?!!! A sua Seita fala de compaixão, de solidariedade, dever, honra e integridade mas quem de vocês tem essas características?! São gananciosos, pérfidos, malignos, sequiosos pela fama… No fim, um bando de sem vergonhas! Além do quê, se eu for pro inferno por matar todos vocês… Então vamos todos de uma vez.”

Qianbei Ye estava desde o começo quietinho. Mas seus olhos não descolaram nenhuma vez de Gu Ruoyun e um sorriso satisfeito pairava sob seus lábios. E nada havia nele que não fosse belo, não parecia ser a mesma pessoa que antes parecia tão demoníaca. Porque naquele momento ele só sabia pensar nela…

E se ela quer ir pro inferno, que seja, vou junto, pensou Qianbei Ye. Mas mato qualquer um que tentar tocar nela! Mato até o inferno todo se eles tentarem encostar num único fio de cabelo dela!

E o povo do Reino Imortal ficou olhando um pro outro. Eles sabiam que agora estavam fudidos, porque nada do que dissessem faria diferença. Então, eles sacaram suas armas e se prepararam para ir em direção a ela...

Por Luis Gimenes | 03/05/19 às 06:51 | Ação, Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Artes Marciais, Xianxia, Romance, Chinesa, Harém, Josei, Reencarnação