CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 422 – Os Julgamentos (Parte 3)

Evil Emperor’s Wild Consort (EEWC)

Capítulo 422 – Os Julgamentos (Parte 3)

Tradução: Di mãe | Revisão: Luis Gimenes

O homem não disse mais nada enquanto olhava para as belas feições da jovem. Seus olhos vermelhos estavam cheios de determinação.

“Se você tomou sua decisão, então eu te seguirei até lá. Não importa os perigos que possam surgir em seu caminho, eu protegerei você."

Ele pode somente aceitar a decisão dela, ele a seguiria sem hesitar até o fim do mundo.

“Xiao Ye, muito obrigada.”

Gu Ruoyun levantou a cabeça e olhou para o homem de cabelos prateados com vestes vermelho vibrante. Uma luz peculiar brilhou em seus olhos claros.

O luar brilhante envolvia o cabelo prateado e sedoso do homem.  A cena era tão linda que parecia um sonho.

Mas o mais importante, seus lábios vermelhos estavam muito perto dos dela. Tão perto que tudo que ele precisava fazer era se inclinar para frente...

É desnecessário dizer que, neste exato momento, o coração de Gu Ruoyun pareceu parar. Mesmo com Lu Chen em sua vida passada, ela não sentiu nada tão genuíno quanto isso...

“Xiao Yun, posso beijá-la?”

Enquanto ele falava, o rosto inigualável do homem parecia extremamente envergonhado, mas seus olhos, cheios de desejo, estavam olhando para os lábios de Gu Ruoyun.

No entanto, ele não esperou que Gu Ruoyun recuperasse seus sentidos e baixou a cabeça para beijar seus lábios macios e finos.

Antes, não era como se Qianbei Ye não roubasse beijos dela, mas Gu Ruoyun, na época, não tinha sentimentos por ele. Agora, ela não sabia o porquê, mas no momento em que os lábios vermelhos do homem encontraram os dela, sua mente ficou de repente em branco. Ela nem percebeu quando os lábios de Qianbei Ye deixaram os dela. Di Mãe: ...Meeexe com minha cabeça e me deixa assiiim.

“Xiao Yun, você não vai me bater?"

Depois de uma longa pausa, vendo como Gu Ruoyun não teve nenhuma reação, o homem olhou para ela piedosamente, enquanto perguntava com cuidado.

Ele parecia um uke intimidado Di Mãe: vcs não fazem ideia do que senti ao pesquisa sobre isso, mas vamo lá ‘uke e seme’ é basicamente o ‘passivo e ativo’, respectivamente, obviamente, é relacionado a uma relação entre homens. de uma história de amor entre homens, parecendo tão magoado que qualquer um sentiria a vontade de mimá-lo com ternura.

“Bater em você?” Gu Ruoyun finalmente recobrou os sentidos, embora sua mente ainda estivesse embaçada. Ela perguntou intrigada: "Por que eu bateria em você?"

“Mas…” O homem desviou os olhos e seu rosto parecia absolutamente miserável: “Você não me bateu na última vez?"

Ele estava falando sobre aquela vez na cidade Celestial. Ela tinha acordado e depois o chutou quando percebeu que Qianbei Ye tinha se aproveitado de sua inconsciência e deu uns amassos nela.

Então, até agora, ele ainda acreditava que se beijasse Gu Ruoyun, ele sairia voando com um chute.

“Xiao Yun, se você for me bater, você pode me acertar aqui.” Qianbei Ye apontou para o abdômen e explicou em tom de mágoa: “Se você acertar o lugar errado, eu temo que nós não conseguiremos ter bebês no futuro.”

“Ter bebês?” Gu Ruoyun pensou. “Esse cara... Que tipo de lugar ele está pensando?”

“Eu estou indo dormir agora, você pode dar à luz a eles você mesmo.”

Uma vez ela tinha dito sua opinião, Gu Ruoyun abriu a porta do quarto e entrou.

Qianbei Ye tentou segui-la, mas foi em vão, a porta bateu em seu nariz de repente e o impediu de entrar.

No quarto dela, Gu Ruoyun respirou fundo enquanto tentava acalmar seu coração acelerado. Ela não conseguia impedir que os pensamentos passassem por sua mente enquanto se lembrava da mágoa de Qianbei Ye e o olhar patético dele quando ela saiu. Ela sorriu para si mesma e pensou: “Esse cara... Ele é realmente um idiota.”

Ela teve muita sorte. Depois de suportar uma amarga traição em sua vida passada, ela conseguiu encontrar alguém nesta vida que iria desconsiderar qualquer retribuição e protegeria com sua vida...

Um brilho foi visto nos olhos de Gu Ruoyun enquanto ela sorria com esse pensamento...

...

No outro dia.

Nascer do sol.

Gu Ruoyun abriu a porta do quarto para encontrar uma figura familiar bem na frente dela.

O rosto do homem parecia um pouco cansado e seus olhos sanguinários já estavam injetados de sangue. Depois de ver Gu Ruoyun, sua expressão mudou de repente e todo o seu ser se encheu de vitalidade.

“Xiao Yun, você já está acordada?”

Gu Ruoyun franziu a testa: "Você ficou aqui à noite toda?"

“Xiao Yun, se você não gostou, então eu não vou te beijar de novo, por favor, não fique brava comigo...”

Como se tivesse ouvido a raiva no tom de voz de Gu Ruoyun, Qianbei Ye implorou lamentavelmente.

“Eu estava brava com você?”

Gu Ruoyun ficou momentaneamente sem expressão enquanto pensava: “Quando que eu fiquei com raiva de Xiao Ye e como eu não percebi isso?”

“Você não estava disposta a me bater ontem?” Qianbei Ye olhava dolorosamente para Gu Ruoyun: “Então você deve estar com raiva de mim.”

“Se eu não bati nele, eu estou com raiva dele?” Ela imaginou. “Esse homem tem tendência masoquista? E só por causa disso, ele ficou do lado de fora do meu quarto a noite toda?”

Gu Ruoyun ficou muda. Saí ontem porque meu coração estava batendo rápido demais e ele acabou pensando que eu estava com raiva dele?

Por Luis Gimenes | 14/08/19 às 11:38 | Ação, Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Artes Marciais, Xianxia, Romance, Chinesa, Harém, Josei, Reencarnação