CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 519 - As Terras Exiladas (Parte 2)

Evil Emperor’s Wild Consort (EEWC)

Capítulo 519 - As Terras Exiladas (Parte 2)

Tradução: yelou | Revisão: Luis Gimenes

Aquele era um deserto solitário e não havia nenhuma pessoa à vista.

A maior diferença entre esse deserto e o da Cidade das Nuvens era o céu que, ao invés de ter uma cor azul clara, era vermelho como se estivesse queimando. O céu iluminava o deserto com um escarlate intenso. Desse modo, com um olhar rápido, o deserto possuía um magnífico tom de vermelho.

No entanto, esse deserto tinha um nome absolutamente assustador – O Deserto da Morte!

Quer dizer que qualquer um que entrasse no Deserto da Morte, escaparia por pouco da morte! Apenas uma entre nove pessoas eram capazes de passar!

Sejam tempestades de areia fortes o bastante para cortar uma pessoa em milhões de pedaços ou as cobras ardentes a espreita de cada canto do Deserto da Morte, alguém poderia se encontrar com uma morte violenta – fácil, fácil!

Em meio a tudo isso, uma jovem garota em vestes verdes lutava com grande dificuldade contra o vento. Ela levantou sua mão, tentando se proteger dos fortes ventos e apertou seus olhos para evitar que a areia voasse para dentro deles. Ela não podia nem estender sua visão, e, mesmo assim, ela não olhou para trás nem uma vez.

“Já se passou quase meio ano desde que eu deixei a Cidade das Nuvens. Passar por esse Deserto da Morte deve levar outro mês ou algo assim. No entanto, eu tenho muita sorte por ter evitado as tempestades de areia. De outra maneira, eu não sairia daqui viva.”

Mesmo um Honra Marcial morreria instantaneamente se eles se encontrassem em uma tempestade de areia no Deserto da Morte!

Porém, mesmo que ela tivesse contornado as tempestades, ela ainda tinha que encarar incontáveis cobras ardentes. Felizmente ela era uma mestra das pílulas. Ela havia preparado muitos antídotos antes de sua jornada. Era por isso que ela havia sobrevivido ao veneno das cobras ardentes.

Sobretudo, enquanto o veneno das cobras ardentes pode ser curado, os ventos do Deserto da Morte não podem ser bloqueados.

Como esse era o primeiro teste das Terras Exiladas, o Deserto da Morte não seria facilmente cruzado. Cada vento nessa área era afiado como uma faca e Gu Ruoyun sentiu como se muitas lâminas estivessem cortando seu corpo a cada segundo.

E ela já estava cruzando o Deserto da Morte por quase um mês!

Enquanto Gu Ruoyun seguia com tais condições desafiadoras, um mar vermelho de fogo ficou visível. Os vapores ferventes se enrolavam na direção da garota, fazendo-a sentir como se pudesse derreter por causa do calor extremo.

Esse era o segundo desafio das Terras Exiladas – O Mar de Fogo Infernal!

Se qualquer um quisesse visitar as Terras Exiladas, depois de passar pelo Deserto da Morte, ainda deveria cruzar esse mar de fogo. Alguém que não tivesse determinação suficiente ou que fosse muito fraco seria desintegrado em cinzas no momento em que saísse do Mar de Fogo Infernal.

Gu Ruoyun respirou fundo e murmurou, “Depois do Mar de Fogo Infernal, eu entrarei na Prisão dos Icebergs Perfurantes! Cada teste será mais difícil que o anterior, mas eu preciso suportar tudo isso se eu quiser entrar nas Terras Exiladas...”

Ela levantou sua face pura e delicada com esse pensamento e seus olhos brilharam com determinação.

Por todos esses anos, Xiao Ye sempre me deu tudo, ela pensou. Dessa vez, não importa quão grande seja o sofrimento ou a tortura, eu preciso continuar em frente!

...

Dentro de uma floresta densa, uma garota coberta de sangue cambaleava em frente. Seu corpo aparentava ter atingido seu limite e não conseguia mais aguentar seu próprio peso. No fim, ela permitiu, relutante, que seu corpo caísse ao chão.

“Os dez julgamentos mortais, eu consegui mesmo passar por todos eles.”

Ninguém poderia compreender o quão perigosos os dez julgamentos mortais realmente eram e ninguém sabiam quanto sofrimento ela precisou aguentar.

Se ela não tivesse mantido o pensamento de Qianbei Ye, que estava preso em um sono profundo, constantemente em sua mente, ela provavelmente teria desistido há muito tempo. No fim, ela persistiu por todo o trajeto.

Gu Ruoyun limpou o sangue do canto de seus lábios e se preparou para continuar sua jornada... De repente, ela escutou uma voz deplorável vinda do norte, bloqueando seu caminho.

“Haha, esse deve ser o meu dia de sorte. Eu posso não ter conseguido nenhum lucro, mas, de alguma maneira, eu consegui pegar uma garotinha. Tsc, tsc. Ela é um pouco feia, mas seu corpo não é tão ruim. Garotinha, que tal vir com o titio? O que você me diz? Hahaha!”

Por Luis Gimenes | 08/08/20 às 07:40 | Ação, Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Artes Marciais, Xianxia, Romance, Chinesa, Harém, Josei, Reencarnação