CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Chapter 364 - A Chegada de Qianbei Ye (parte 2)

Evil Emperor’s Wild Consort (EEWC)

Chapter 364 - A Chegada de Qianbei Ye (parte 2)

Tradução: Spike | Revisão: Luis Gimenes

No céu, o Dragão Índigo deu um rugido alto investindo, em seguida, para baixo, se juntando à batalha. Entretanto, mesmo com essa intervenção, eles ainda estavam em menor número. Cercados por tantas pessoas, Gu Shengxiao não seria capaz de aguentar por muito mais tempo.

“Yun’er, eu posso dar conta deles por enquanto. Agora vá!”

Ir?

Enquanto encarava aquele homem alto e determinado, Gu Ruoyun gargalhou amargamente. Ela era a causa daquele problema, como ela poderia deixar seu irmão pagar o pato? Ela não podia ir embora.

“Irmão, eu não vou sair daqui. Não posso deixá-lo encarar esse perigo sozinho. Eu sou filha de Gu Tian. O nome de meu pai já fez o continente tremer. Como sua filha, como eu poderia recuar? Mesmo se eu fosse, teria que levar Shiyun comigo. Obviamente, o Reino Imortal jamais permitiria tal coisa.”

Um era seu irmãozinho de sua vida passada, com o qual era mutuamente dependente para viver. O outro era o irmão mais velho de sua vida presente, que a protegeria com sua própria vida. Ambos eram extremamente importantes para ela. Então como ela poderia abandoná-los?

“Vá! Yun’er, se apresse e vá logo! Você é minha única irmã, eu te imploro. Vá!”

Gu Shengxiao bloqueou um ataque com sua espada e gritou para a jovem sem nem mesmo virar sua cabeça.

O ancião das vestes brancas escutou as palavras de Gu Shengxiao e sua expressão fechou: “Tentar fugir? Não será tão fácil! NÃO VAI SUBIR NINGUÉM!”

Shua!

Assim que ele terminou de falar, o ancião das vestes brancas investiu contra Gu Ruoyun como um raio, procurando atingir seu ombro com sua espada longa de cor verde. Gu Ruoyun estava agora extremamente fraca por conta dos ataques de Shiyun. Ela não tinha forças para desviar daquele golpe...

Pu chi!

O som da carne humana sendo perfurada por uma espada ressoou.

O homem de roupas pretas parecia tão misterioso quanto o céu  noturno. Ele segurava a espada longa e seu sangue gotejava da palma de sua mão até o chão, tingindo-o de vermelho.

A lâmina afiada da espada feriu profundamente seu peito, banhando suas vestes com sangue. Mas, desde o início, ele sequer mudou sua expressão. Ele apenas segurou a lâmina com suas mãos e a forçou para fora de seu peito. Sangue esguichou de sua ferida e Gu Shengxiao a pressionou com força. Mas ele permaneceu de pé, sem nem mesmo cambalear.

“Vão, todos vocês, peguem ela e vão, saiam imediatamente!”

Sua voz era abafada e rouca, mas todos podiam notar a urgência com que falava.

Mas assim que ele falou, foi puxado novamente para o campo de batalha...

“Yan, mate-os todos! Mate cada um do Reino Imortal!”

Gu Ruoyun encarava a ferida de Gu Shengxiao, enquanto este era atacado. Naquele momento, um instinto assassino tomou seu coração.

Shua!

Assim que ela falou, um pequeno animal vermelho apareceu em frente a Gu Ruoyun. Ele tinha um olho vermelho e outro verde, que lhe davam uma aparência esquisita.

Entretanto, aquela coisinha não se moveu. Ficou amuada enquanto observava ambos lados da batalha.

Ele pode ter concordado com o contrato, mas nunca teve a intenção de lutar por ela. Além do mais, essa mulher havia usado a fênix para forçá-lo a isso. Agora que a fênix entrara num sono profundo, por que ele deveria temê-la?

Ela quer que eu a ajude nessa luta? Impossível!

“Yan, você ouviu o que eu disse? Eu quero que você mate cada um dos membros do Reino Imortal!” Gu Ruoyun encarou com ódio para o pequenino que estava deitado no chão, bocejando.

Por Luis Gimenes | 24/04/19 às 06:51 | Ação, Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Artes Marciais, Xianxia, Romance, Chinesa, Harém, Josei, Reencarnação