CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 38 - Instituto Falcon Felix

Legado dos Deuses (LDD)

Capítulo 38 - Instituto Falcon Felix

Autor: Amnésia | Revisão: Paragon

Durante a estadia de Fukai dentro do quarto por uma semana inteira, ele só recebeu visita de Pin Ferio, Garp Sá e Melina Salto. Todos eles chegavam depois das aulas complementares sobre Dao das armas.

O mais entusiasmado era Garp, o grande garoto aprendeu tanto sobre suas próprias limitações que logo depois foi enfrentar as pessoas na Arena da Batalha para aperfeiçoar esse aprendizado.

Garp já era meio conhecido pelos novatos e os discípulos do ano anterior, ele tinha um braço forte e uma força desigual, mas sua fama ficou conhecida por ele sempre ir atrás do primeiro colocado no Ranking, Stil Quito.

E todas as vezes, Garp caía sem que Stil Quito levantasse um de seus braços.

Ninguém mais queria desafiar Stil por ele ser um monstro e estar basicamente 3 níveis acima do mais forte, o segundo colocado sequer ousaria ir em um duelo com Stil, e então eles foram atrás de quem o desafiava.

Foi assim que Garp ganhou sua fama. Em um dia, ele duelou 7 vezes, ganhou de 5 pessoas no Reino Verminiano e perdeu 2 vezes para dois especialistas do Reino Terrestre.

No segundo dia, ele ganhou de mais 3 e perdeu para Stil.

No terceiro dia, mais vitórias e mais derrotas.

No fim da semana, Garp era conhecido como 'Touro Louco', a pessoa que tinha uma média de 1.2, totalizando 21 vitórias e 9 derrotas.

Os professores da academia e os Elders já estavam de olho nele, o sempre energético Garp sempre aparecia depois das aulas.

Outra figura importante era Melina Salto. Desde que se juntou ao Instituto, sua concentração nas aulas e sua capacidade de aprendizado eram melhores do que as dos outros de sua turma.

Ela também ficou muito amiga de uma membro da família Calto, Lisa Calto.

Durante o tempo em que estiveram na Colina atrás dos bandidos de outras Seitas, as duas trocaram muitas palavras e se tornaram muito amigas.

Lisa sempre estava mais energética quando Melina estava na sua presença, e por isso treinava a garota com mais fervor do que com os outros.

A jovem da família Calto era uma veterana da academia e foi dado a ela um título de poder ensinar os mais jovens, com isso trabalhou para que os Elders liberassem Melina para si.

No final, com esforço, ela conseguiu trazer a garota, mas junto disso alguns problemas.

Melina também era uma frequente lutadora na Arena de Batalha, tendo 19 vitórias e 6 derrotas, ela rivalizava muito com seu colega de classe, Garp Sá.

Mesmo que todos pudessem presenciar os modos rudes como eles se falavam e como trocavam tapas quase sempre, ambos nunca se enfrentaram.

O problema era as obsessões que Melina trazia consigo. Desejar poder e esmagar Garp, isso a deixava mais focada e também mais agressiva nos treinos.

Entre os membros que Lisa Calto manteve, ninguém se igualava como Melina na arte da espada lisa, sua técnica de perfuração era temida bastante pelas pessoas deixando até a própria Lisa meio impressionada.
  
Alguém que treinou por 5 anos com espada lisa na técnica de perfuração não podia se comparar aos ordinários que começaram esse tipo de arte depois de terem entrado no instituto.

A fama e título da chamada 'Perfuratriz Ruiva' ganhou leve destaque entre os mais jovens, mas Melina não queria a glória, ela queria pisar em cima de Garp e acabar com aquela arrogância toda.

Mas a garota nunca parecia estar com raiva na presença de Pin Ferio, a jovem que tinha traços tão bonitos conseguia fazer a própria demônio Perfuratriz ficar em paz.

Pin Ferio ganhou destaque por ter uma experiência teórica nas matérias que envolviam história e economia. Sua mentalidade e seu jeito tímido faziam até mesmo pessoas como Stil Quito ficarem pálidos ao vê-la.

Mas ainda assim, tendo tantos fãs e admiradores secretos, Pin Ferio sempre ia para o mesmo lugar após as aulas, e era encontrar Fukai em seu dormitório.

Fukai Ferio começou a dividir seu quarto com um garoto chamado Leny Hounsten, um jovem no quinto nível do Reino Verminiano que esteve junto de Kara nos testes de entrada da instituição.

De início, o garoto ficou com medo por estar no mesmo quarto que Fukai, mas aos poucos descobriu o motivo dele não estar indo para as aulas.

O ferimento no seu braço era sem dúvidas estranho, a pele de todo o braço direito estava corrompida, os cortes, cicatrizes e algumas partes ainda verdes estavam entalhadas; a palma de sua mão ficou irreconhecível, um negro e verde se fundiam não deixando a cor rosada da pele prevalecer e os seus dedos eram a pior parte, o verde escuro até as unhas roxas, os cortados, o que parecia podridão dominava os membros dele.

Mas Leny não disse nada, apenas observou que Fukai não saía da cama, sempre era gentil e educado pedindo certas coisas e até mesmo lhe dava dicas de como melhorar algumas coisas com sua arma, uma lança azulada.

Depois de dias e dias que ele recebeu o motivo do braço direito dele estar assim, e foi Garp que lhe contou enquanto os três, mais Pin estavam presentes.

- Uma batalha contra dois especialistas do Reino Terrestre? - Leny não aceitou as palavras de Garp.

- O Grande Irmão Garp fala a verdade. - Pin devolveu para o garoto. - Seu braço foi dado como inutilizado por Profunda Energia, pelo que parece, não tem cura.

Fukai mexeu a sobrancelha não ligando muito para a reação de Leny, afinal, Razam havia lhe explicado como poderia voltar a canalizar Profunda Energia no membro direito.

E era chegar no Reino Celestial Azul.

Que Reino era esse? Só os Deuses sabem.

- Não precisam ficar falando sobre isso. - Fukai abanou a mão esquerda para eles. - E meu tempo de repouso acaba hoje, então...

  Garp gargalhou e estava prestes a dar um tapão na perna de Fukai quando o próprio Fukai puxou suas para o lado.

- Fique longe das minhas pernas, Garp. - Fukai brincou. - Vai me aleijar assim.

Os dois trocaram sorrisos. Fukai se levantou com um pouco de dificuldade e se alongou mexendo os ossos do ombro e pescoço.

Essa foi a primeira vez que Leny o viu mexer o braço direito, mesmo parecendo que ia despencar do corpo de Fukai a qualquer momento, seu movimento era bem brusco.

- Está tudo bem mexer assim? - Leny perguntou um pouco preocupado.

- Não, que nada. - Fukai respondeu sorrindo para ele. - Eu estou bem, só preciso me alongar um pouco.

Garp rapidamente estalou os dedos atraindo a atenção para si.

- Teve algum tipo de ideia, Garp? - Fukai ironizou.

- Aquela garota ruiva vai lutar daqui a pouco, podemos ir andando até lá. - Ele gargalhou. - Aí vocês vão ver do que eu sou capaz de fazer.

- Você... vai enfrentar de novo o Sênior Stil Quito? - Leny foi meio cauteloso com as palavras.

Colocando a mão no peito de forma orgulhosa, Garp assentiu.

- Hoje é um dia especial, não posso fazer isso. - Ele limpou suas unhas na roupa.

- Hoho. - Fukai riu dele. - E qual a ocasião?

- Estão dizendo que os novatos e Junior de um outro Instituto vai vir trocar golpes conosco. - Garp respondeu mostrando seus músculos. - Hoje eu vou destroçar alguns novatos!

- Você é realmente forte, irmão Garp. - Leny bateu palmas para o grandão. - Recentemente você fez algum progresso com seu nível?

- Subi para o nível dez, e vou usar as lutas de hoje para estabilizar minha base, não é assim, Fukai?

- Está mesmo seguindo minhas coordenadas? - Fukai havia acabado de colocar sua bota negra e se ergueu. - Fico impressionado.

- Não há nada demais. - Garp riu. - Afinal, foi você quem falou que não estabilizar era ruim, para eu me tornar o Patriarca da família Sá, irei atingir o Reino Guardião.

Fukai riu passando ao seu lado junto de Pin que o ajudava a caminhar e deu um tapinha no ombro de Garp.

- Isso mesmo, agora vamos indo, você também, Leny. - Fukai continuou andando até a porta. - Vamos ver as lutas que vai acontecer hoje.

Sem discordar, Leny seguiu trocando ideia com Garp que sempre mostrava seus músculos e dizia de como acabou com os desafiantes da Arena de Batalha.

Deixando tudo mais exagerado, Garp explicava como afundou um dos oponentes no chão e o ordenou para que pedisse perdão por estar vivo. Suas frases levavam os demais a sua volta a rirem.

Eles caminharam lentamente até a Arena de Batalha, Pin caminhava ao lado de Fukai segurando seu braço o ajudando a caminhar.

Mesmo que Fukai estivesse na cama sempre que os visitava, isso não era necessariamente por ele estar fraco, mas sim por não querer mostrar que esteve treinando sempre que podia.

Durante a semana que passou sozinho dentro do seu quarto, Razam começou a ensinar sobre as articulações do corpo, sobre os meridianos e sobre os lugares vulneráveis que um lutador possui.

Sempre que alguém se aproximava, Razam o alertava e o garoto voltava para a cama suando, por isso Pin estava tão preocupada, Fukai sempre esteve suado quando chegava a seu quarto, ela não tinha certeza se ele podia se manter em pé.

Sorrindo secretamente, Fukai não negou a ajuda e se aproveitou de estar tão perto dela.

(Paragon: Esses jovens de hoje em dia)

Quando eles se aproximaram da Arena de Batalha, o aglomerado surgiu não deixando ninguém passar. Todos estavam focados com as pessoas que estavam na Arena.

De trás, nenhum dos quatro conseguia ver o que estava acontecendo.

- Mas que merda. - Garp disse alto o suficiente para que um dos discípulos o notasse e ficasse tremendo.

- Garp Touro Louco? - Sua voz foi alta o suficiente para levar outros a olhá-lo.

Fukai riu deixando Garp irritado.

- Eles me deram esse apelido, eu não posso fazer nada. - Garp berrou para Fukai ainda rindo.

- Eu não falei nada. - Fukai disse levando Pin a sorrir.

- Esse apelido é muito másculo. - Lenny levantou o polegar para Garp sorrindo.

Garp gargalhou fazendo mais e mais pessoas a olhar para trás, todos eles abrindo a boca vendo o grupo que ele trazia consigo.

Garp Touro Louco Sá, Pin Beldade Ferio, Lenny Baixo Hounsten e Fukai Braço Verde Ferio.

Cada um dos novatos ganhou um título. De começo, era usado como apenas para zombar dos mais novos, mas com o tempo virou uma forma de nome.

Os olhos encarando Garp se mexeram para Pin, seus lábios quase babaram só de ver aquela garota, mas Fukai que estava ao seu lado tinha o braço cruzado com o dela.

A raiva estampada chamou a atenção de Fukai que com leve movimento de sua cabeça completamente deixou todos sem ar.

O afiado olhar de Fukai fez Pin apertar seu braço o negligenciando de tomar qualquer iniciativa violenta.

- Vamos passar, seu corpo ainda não está bom o suficiente para ficar desafiando os outros pelo olhar. - Pin disse puxando o braço de Fukai para frente e trazendo os outros consigo.

Quando abriram passagem para Garp e Pin, as vozes que se elevaram se calaram voltando a atenção para o local anterior.

O ambiente estava cheio, não muito longe, no centro da Arena havia algumas pessoas paradas se encarando ferozmente. Nenhum deles cedia ou desviava o olhar, era uma guerra ocular.

Garp e o grupo pararam diretamente no limite onde as pessoas mais próximas estavam e nada disseram.

O silêncio era muito claro, nenhum outro som era ouvido a não ser a respiração deles.

- Aquele do lado esquerdo é o Stil Quito, e os que estão ao seu lado são Lisa Calto, Anelo Calto, Tesan Menbey e Jonu Salto. - Leny falou amedrontado. - O mais baixo está no Sétimo nível do Reino Terrestre.

- Stil deve estar esperando os bastardos dos outro Instituto. - Garp gargalhou alto fazendo a luta ocular por um momento parasse.

Stil deu um riso fraco, essa voz certamente era do garoto que não parava de o desafiar. Todo dia ele ouvia essa voz, seria estranho não reconhecer.

O homem a sua frente olhou para Garp rindo, ele continuou quieto e voltou a encarar Stil Quito, com um sorriso zombeteiro, ele disse:

- Ele é um dos seus Juniors?

- Certamente. - Stil lhe respondeu. - Acho que podemos começar o treino, Salla.

- Digo o mesmo, Stil. - Salla estalou os dedos e um garoto apareceu ao seu lado calmamente. - Entre os juniores do Instituto Darey Mason, escolha um para duelar.

O jovem parou olhando para todos os novatos que estavam de pé atrás de Stil e seus homens e passou a mão no queixo escolhendo.

Ele parou apontando diretamente para a esquerda sorrindo maliciosamente.

- Quero aquele ali!

Por Amnésia | 26/01/18 às 17:39 | Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Wuxia, Xianxia, Brasileira, Poder, Adulto, Elementos de Cultivo, Ação