CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
54ª Mentira - Revanche

Lied (LD)

54ª Mentira - Revanche

Autor: Mitsuaki Seiji | Revisão: HebiTantei

Esta é uma história que remonta a um tempo em que os frutos do caos ainda estão sendo formados, os cruéis destinos a serem revelados.

Em mais um volume da jornada pelo Submundo, o “Herdeiro de Adão” travará memoráveis batalhas que lhe farão questionar sobre o seu papel neste conto, assim como conhecerá pessoas que lhe poderão dar as respostas que ele tanto procura.

Origens, convicções e deveres. Tudo será, mais uma vez, colocado à prova...

 

Hitoshi reencarnou diante do entristecido Lied. Em estado de choque, o Herdeiro de Adão desafia imediatamente Pantera, o Spirit Hunter que era um mero espectador.

– L-Lie… – Mare não chega sequer a chamá-lo.

Susumu pousa a mão no ombro da asteca e balança a cabeça. O detetive entende que eles devem respeitar a vontade de Lied, que é claramente ajustar contas com o caçador.

Lied caminha a passos lentos. Pantera esboça um sorriso interessado e dirige-se ao humano.

– Ouvi que possui dentro de ti a “Maçã de Adão”. É verdade? – o Spirit Hunter, que soube desta informação pela conversa entre Zaccharias e Ajax, questiona.

– E se for?

– Dizem que a Maçã de Adão pode realizar qualquer desejo. Sendo assim, presumo que ela consiga me ressuscitar…

– …Eu não deixarei NINGUÉM levá-la!

Pantera ativa o Spirit Mode e invoca a sua lança espiritual. Lied faz o mesmo e de imediato empunha a Anima Sancta. Desde a última vez que lutaram, o nosso protagonista se fortaleceu bastante. No momento, existe uma diferença de somente 10% de NSE entre os dois.

– Vendo você lutar, reparei que ficou mais forte. Mas será o suficiente para me desafiar…? – o caçador provoca.

O Príncipe Perdido toma a iniciativa e tenta cortá-lo com a espada. O Spirit Hunter lê o movimento com a Visibilidade e bloqueia. Diferente do que aconteceu na primeira luta, Lied consegue quase acompanhar o ritmo de Pantera, o último satisfeito com este fato.

– Impressionante. Ao contrário da “Cobra Louca”, você é um humano verdadeiramente talentoso!

– …NÃO FALE SOBRE O HITO!

A batalha de alta intensidade continua ao mesmo tempo que conversam.

– Primeiro o Jirou, depois o Blasius e agora aquele pirralho… – Pantera encolhe os ombros – Caramba, por que é que todos os prisioneiros são tão fracos?

– CALE-SE!

Susumu e Mare assistem, aguardando. O adolescente, por ser o único capaz de segui-los com os olhos, partilha as impressões que vai tendo do combate, por ora equilibrado.

O Spirit Hunter chuta Lied para longe, o príncipe ampara-se na Anima Sancta. Inicia-se um breve intervalo em que ambos os lutadores aproveitam para recuperar o fôlego.

– É, mudei de ideia – o caçador aponta a lança à presa – Irei te caçar… até à morte!

Entretanto, Lied parece estranhamente desligado da realidade. Pantera, Susumu e Mare concluem prontamente que alguma coisa está errada com ele. É quando o rapaz levanta o olhar, uma transformação física sem precedentes – os olhos brancos lacrimejantes do Spirit Mode são ocupados por uma exótica e arrepiante íris demoníaca verde clara.

Lied rende-se ao sangue fervoroso e desperta o instinto selvagem…

– Eu vou… TE DEVORAR!

 

“Os olhos da cobra acordam!”

 

[FIM DO CAPÍTULO]

Por Mitsuaki Seiji | 11/07/19 às 19:57 | Ação, Aventura, Fantasia, Drama, Romance, Portuguesa, Mistério