CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 345 - Início do Leilão

O Herdeiro do Mundo (HDM)

Capítulo 345 - Início do Leilão

Autor: Edson Fernandes

Depois da junção da Espada do Deus de Pedra, Rael se sentia mais seguro. Ele preparou um pacote de pílulas e elixires naquela tarde e armazenou em sua bolsa. Foi visitar Vanda em seu quarto de cultivo e deu mais algumas dicas básicas para acelerar mais um pouco sua cultivação. Rael achou arriscado tentar curar algumas veias dela, então não fez mais do que ele poderia fazer sem usar muito do poder do herdeiro.

― Jovem mestre Rael tem certeza disso? Quer mesmo participar do leilão na capital daqui um mês? No território da capital, não podemos levar mais do que dois protetores no primeiro grau de poder, se fizer isso, seu retorno pode ser problemático. Nós não temos matrizes de teletransporte lá. ― Disse o velho Muriel que ficou designado a sempre atender pessoalmente os pedidos de Rael.

― Eu não me importo, não vou viver preso na sede para sempre. ― Disse Rael firme.

― Mas está aqui a apenas três dias. ― Disse o velho.

― Eu terei tempo de produzir coisas suficientes para fazer uma explosão de vendas. Não quero perder a oportunidade de me expor e ganhar mais algum dinheiro. ― Disse Rael. O velho vendo a determinação de Rael desistiu e foi em busca de dois bons protetores. Por lei da própria capital para não haver batalhas entre clãs ou sedes, eles mantinham essa regra.

― ‘Agora não tenho mais medo de aparecer um pouco mais.’ ― Pensou Rael consigo mesmo.

                Para Rael esse mundo comum não estava sendo uma experiencia tão assustadora quanto pareceu quando as violadoras falaram sobre ele. A atmosfera ele se acostumou rápido, o cultivo de fato era mais rápido, mas nada tão alarmante. A única coisa que assustava Rael nesse mundo era a presença da deusa Eurina, mas tirando isso, depois que ele fundiu a Espada do Deus de Pedra no braço, não havia mais nada a temer.

                Rael não pretendia fazer história aqui, nem companheiros de longa vida, a única coisa que ele queria era tomar controle de todo esse mundo para ter acesso de todos os recursos, mas esse controle, poderia ser indireto. Conquistando certa fama Rael teria cedo ou tarde todos os recursos sobre a sua disposição. Mas é claro, isso incluía ele ter bons laços com pessoas de confiança como Vanda, Edéia e o velho Muriel que também tinha uma aura positiva.

 

~* ~

                Alexia lançou fogo em três poderosos cultivadores que tentaram matá-la e depois subiu voando para o céu em alta velocidade. Devido ela saber que Rael estava usando o medalhão de Seimon, ele não seria encontrado tão facilmente, por tanto, ela tinha que ficar na maior parte dando chutes aqui e ali.

― Esse já é o vigésimo planeta que confiro, encontrar Rael desse jeito vai demorar muito. ― Pensou a Soberana enquanto continuava subindo e entrando no espaço. Seu corpo foi coberto por harmônica aura de fogo e ela continuou voando.

                Alexia lançou seus sentidos buscando a aura de Rael pelos planetas mais próximos, no entanto, era difícil sentir todas as energias completas apenas no espaço olhando planetas, encontrar algo dessa maneira seria quase impossível.

― Por que fui confiar tanto na Violeta? ― Se perguntou Alexia falando sozinha dentro de sua bolha de proteção.

                O universo visto de dentro era como um enxame de luzes em volta a uma enorme escuridão, quem já estava acostumada como Alexia a passear por ele não tinha qualquer problema, no entanto, pessoas não acostumadas tinham certa dificuldade.

― Não terei escolha a não ser olhar eles na ordem. ― Alexia disse desanimada e partiu entrando na atmosfera de um deles.

~* ~

                Quando Rael visitava o Mundo Completo durante o sono e contava suas atividades, era praticamente destroçado pelas violadoras e guardiãs, que não suportavam a ideia dele se arriscar tanto. Rael afirmava ter força para se virar, mas nenhuma delas aceitava a ideia, nem mesmo Alice por mais incrível que parecesse. ― Já estamos terminando a droga do portal, então por que você não consegue esperar apenas um pouco? Por acaso está fazendo isso por alguma mulher desse mundo? ― Perguntou a jovem irritada.

― Minha preocupação não é mais mulheres, quantas vezes vou repetir isso? ― Rael reclamava de volta sempre que a acusação era essa.

― Acontece que os números não estão ao seu favor. ― Reclamou Violeta puxando a orelha do rapaz.

― E para começar de quem você acha que é a culpa? Quem insistia para eu ter várias experiencias sexuais e mulheres. Saco! Vocês não sabem o que querem. ― Reclamava Rael de volta.

                No mundo completo Rael praticava mais atividades e passava novas informações as violadoras e guardiãs, conforme seu conhecimento ia retornando.

― Estou a um passo de conseguir levar coisas desse mundo para o me atual, eu já sei o começo de uma matriz que tem essa capacidade, mas ela é muito detalhada e minhas memorias ainda não recuperaram tudo para formar ela perfeitamente. ― Explicou Rael.

― Está progredindo rápido garoto, parabéns. ― Brincou Emilia e massageou os cabelos de Rael, fazendo as outras mulheres rirem. Não era comum Emilia fazer brincadeiras, mas de repente ela fez.

― É uma pena que teve que deixar Roram partir. ― Disse Isabela momentos após. Os acontecimentos circulados em torno de Roram foram dados como sorte, se não fosse pela amizade dele com Mundius, Rael não estaria mais aqui hoje.

― Sua cabeça deve valer bastante, principalmente entre os deuses, tome cuidado para não ser descoberto. ― Lembrou Violeta preocupada depois de ouvir o que Isabela disse.

― Controle-se Rael! Você não precisa ficar se exibindo por aí. ― Reclamou Alice cruzando os braços de modo duro. As outras mulheres concordaram juntas e uma nova discussão deu início, Rael deu um sorriso tosco e ficou tendo que ouvir, ele imaginou que as vezes era bom mentir um pouco e esconder seus planos, afinal, elas não compreendiam que Rael queria recuperar seus poderes rápido.

~* ~

                Os dias foram se passando. Rael se manteve na sede e de vez em quando faria visitas para sua residência, onde de dentro ocultamente, observava os cultivadores lá fora. Edéia tinha perguntado se ele precisava de proteção local e ele recusou.

― Pode deixá-los tentarem fazer o que eles quiserem, tenho uma coisa em mente e gostaria que a irmã mais velha não se intrometesse. ― Rael tinha dito na época e ouvindo isso, Edéia consentiu e deixou Rael tomar conta desse assunto sozinho. Desde que Rael começou a ajudar Vanda, a moça tinha aumentado muito seu cultivo e até suas criações. De porções inúteis que ela fazia, agora já conseguia produzir porções medianas, armaduras rank A ela já conseguia fazer com alguma dificuldade e isso, com apenas um mês na mão de Rael. Edéia não tinha do que reclamar a Rael, por isso, ela sempre ouvia seus pedidos sem reclamar, ou perguntar nada.

― Mestre Rael, esse é o pagamento de hoje. ― Disse Joel trazendo cristais de cultivo em um bracelete do infinito. Atualmente Rael tinha que produzir trezentas pílulas de cultivo todos os dias para encomendas de clãs, o que ele ganhava diariamente, era o que um mercador comum de classe A poderia ganhar em um ano.

― Obrigado Joel, tire suas cem moedas de ouro e o restante deixe ai. ― Ordenou Rael. Somente o mero pagamento que Rael fornecia a Joel, já era maior do que o valor que muitos mercadores costumavam ganhar. Joel não entendia porque Rael o agradava tanto, mas o respeitava e sempre reclamava com algum ou outro que estaria falando pelas costas de Rael. Teve casos mais graves dele ir falar com Rael sobre o que ouviu e o mesmo, exigir punições adequadas aos culpados.

                Rael tinha se tornado alguém de grande poder e respeito na sede dos Mercadores da Fênix. As jovens cultivadoras da sede, de outros clãs, de outras sedes e até cultivadoras poderosas queriam ter a chance de conhecer o pequeno mestre Rael. Corriam os boatos, que Rael era o jovem mestre mais cobiçado em toda a história, Rael era um adulto em corpo de criança.

                Eistam se enchia de fúria a cada dia que passava, ele não conseguia bons valores em seus itens devido o mercado estar sendo dominado pelas mercadorias de Rael que tinham melhor qualidade.

                O clã Punidores Noturnos, vigiava a residência de Rael, mas não recebiam sinais nem dele nem de qualquer familiar, eles já tinham desistido de tentar penetrar a barreira, pois tinham tentado de tudo ao longo dos dias e nada deu resultados.

― Aquele maldito pirralho não sai um dia se quer da sede, como vamos matar alguém que nunca sai da porcaria da sede! ― Jason por de baixo da máscara de um dos Punidores Noturnos gritou cheio de fúria. Os outros em volta entendiam sua frustação, seu discípulo Eistam estava sofrendo por causa das mercadorias de Rael, e isso estava abalando a economia do continente inteiro. A sede Mercadores da Fênix estava quase conseguindo se tornar a maior sede e isso, apenas por terem Rael trabalhando para eles.

                Trinta dias se passaram como vento. As violadoras estavam quase terminando o portal que as levaria até Rael, elas tiveram que acelerar todo o processo por medo de acontecer algo a Rael.

                A capital estava movimentada, todos receberam a notícia de que o jovem mestre Rael, o alquimista magico mais promissor de todos os tempos iria mostrar as caras na capital, até mesmo o imperador se moveu com suas princesas para ir ao local ver o tal jovem menino de que todos falavam ser o maior alquimista tanto normal quanto magico.

― Vocês ainda não ouviram? Dizem que ele consegue criar pílulas incríveis apenas com erva podre e pedras espirituais de rank D. ― Alguns comentários eram inacreditáveis, mas tinha gente que acreditava.

― Ouvi dizer que ele criou uma armadura Mágica Raios do Tigre rank S, sem se quer usar uma pedra espiritual do mesmo. ― Dizia outros comentários. Rael só podia rir.

― ‘Não importa a cidade, continente ou mundo, em todo lugar sempre existe um mentiroso haha’ ― Rael riu sozinho.

                O salão de leilão da capital estava lotado de gente, era tanta gente que os assentos não eram suficientes, tinha gente sentado, em pé, nos cantos de paredes e em todos os locais. Os quartos e locais vips, tinham sido completamente comprados, mesmo que hoje os valores estivessem dobrados. O próprio imperador havia comprado duas salas vips, para ele e seus homens, ele era o único que podia carregar homens no segundo grau para cima e para baixo sem ter que seguir as regras.

― O imperador trouxe suas duas filhas, Carla e Sheila, uma mais linda que a outra, ele dificilmente as deixasair em público. ― Comentou alguém babando pelas beldades vistas na sala vip na parte superior. As duas princesas, estavam encostadas na grade de contenção e olhavam a multidão embaixo.

― Pai quando ele vai chegar? O senhor vai chama-lo para nos apresentar pessoalmente? Quero muito que o senhor faça isso. ― Disse Sheila. Ela era uma moça morena de pele quente, magra, cabelos escuros, lisos e longos abaixo da cintura. Ela usava um vestido prateado e tinha em seu corpo muitas joias.

― Eu não tenho todo esse poder minha querida, devido as leis da deusa Eurina eu não posso mandar nas pessoas que fazem parte da sede. ― Explicou o homem com aparência de uns trinta anos, ele já era um reino renascido e estava no primeiro grau de poder.

― Que chato. ― Resmungou a moça fazendo beicinho e cruzando os braços.

― Irmã mais nova não seja malcriada, o jovem mestre Rael ainda está em um corpo de menino, não dá para fazer aquelas coisas rsrsrs. ― A irmã Carla mais velha fez uma piada deixando a mais nova de rosto corado.

― Não seja exagerada irmã mais velha, não sei como o papai permite que você fale dessa forma tão vulgar. ― Reclamou a mais nova e tanto o imperador quanto os outros homens de sua confiança riram, ver as princesas discutindo uma com a outra era engraçado para eles.

                Do outro lado na outra sala vip estava Elvira, Eistam e alguns membros do clã Garras de Ouro. Com o imperador presente no local, seria difícil haver algum tipo de ataque, por isso Eistam estava irritado.

― Pessoal tomem seus lugares, o leilão vai começar rápido. ― Anunciou a bela representante do leilão. Era uma loira linda, de cabelos medianos um pouco abaixo do ombro, usava uma calça vermelha colada e um tope escuro, deixando expor partes de seu corpo sensual.

― Vejam a Sófia filha do mestre do leilão, cada dia que passa fica mais linda. ― Disse alguém aleatório. Os homens pareciam se derreter por essa beldade.

                Rael chegou acompanhado de Yara, Vanda, Joel e mais dois cultivadores no primeiro grau. Quando ele apareceu o leilão inteiro parou para vê-los subir as escadas para uma parte vip, que ficava próxima a do imperador. Todos estavam em silencio no primeiro instante, mas em seguida diversos cochichos foram iniciados. As princesas estavam com os olhos centrados no menino de capuz, elas ficaram um pouco desapontadas, afinal, queriam ver o rosto de Rael. Até a própria Sófia embaixo no centro do palco olhava disfarçadamente para o menino de capuz.

― Por que ele nunca mostra o rosto? ― Perguntou alguém.

― É também não entendo, dizem que ninguém nunca viu o rosto dele.

― Aquela não é Vanda? Ouvi dizer que ela virou aluna dele e também vai participar com venda de itens, mas o que dá para aprender em apenas um mês?

― Espero que ela não venha passar vergonha como na primeira vez, durante o teste para tentar virar mercadora.

― Acha que o jovem mestre Rael gostou dela? Ela é bem bonita...

                Rael sorriu de dentro do capuz ouvindo os comentários enquanto observava as auras ao seu redor. Um tempo atrás ele se preocuparia em se exibir, mas agora ele se sentia diferente. Seu cultivo estava a um passo do reino final e ele tinha em seu corpo uma poderosa Espada Sagrada. Juntando essas duas coisas, ele se achava mais do que capaz de enfrentar cultivadores no segundo grau.

                Não havia somente o clã Garras de Ouro presente, outros clãs também estavam, vários deles estavam espalhados cochichando entre si. O clã Sinos Grandiosos estava em outra parte de baixo separada dos demais, Edéia não estava presente entre eles porque nesse evento, só era permitido dois homens do primeiro grau para cada sede, se Edéia ou Jason viesse, seria como se eles estivessem apoiando alguma sede em especial e aqui na capital, não era permitido. Apenas o imperador podia trazer quantos homens quisessem.

― ‘Até o imperador é subjugado pela lei da deusa.’ ― Pensou Rael. Essa foi uma das razões por ele querer tanto se tornar mercador, embora, ele na verdade não soubesse na época a história da deusa, só sabia, que nem mesmo o imperador podia mandar nos mercadores das três sedes.

― Todos prontos? ― Perguntou a jovem com uma pedra de som nas mãos enquanto abria um lindo sorriso. ― Eu Sófia Menels, abro início a mais um leilão na Casa Brilhante! Boa sorte a todos! ― A jovem gritou com euforia enquanto estendeu um braço para o ar e todos em volta bateram palmas, empolgados com o que estava por vir.

_____________________________________________________________

Como muitos já devem ter a ciência, temos um grupo fechado "Pago" que estamos quase em 510 capítulos sendo lançados de 10 a 12 por mês. Esse grupo não tem nenhuma ligação com Saikai ou qualquer outro grupo de lançamentos, é apenas o autor "Eu" e os apoiadores que fazem as ações mensais para manter o andamento dos capítulos. Para fazer parte desse grupo e ler os outros títulos que estão mais adiantados em mais de 160 títulos, basta fazer uma doação de 20,00 reais. Caso interesse tenha entre contato com o wasap (11) 9990-19307

Lançamento 1 capitulo semanal.
Existencia Ilimitada o livro de Isaac tambem pode ser obtido atraves de mim para quem quiser conhecer.
Por Lord Letal | 22/08/20 às 17:07 | Ação, Aventura, Fantasia, Romance, Brasileira, Poder, Harém, Drama, +18