CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 348 - Condenados a Morte

O Herdeiro do Mundo (HDM)

Capítulo 348 - Condenados a Morte

Autor: Edson Fernandes

O que Rael fez foi basicamente liberar o ponto de poder central, aquele que só poderia ser liberado através do renascimento, fazendo isso, Rael fez com que o corpo do cultivador fosse forçado a ter um aumento de poder, como o resto do corpo não estava preparado para aquilo acabou ocorrendo a explosão.

― ‘O renascimento é preciso, nem eu posso fazer alguém comum pular essa etapa. Sem o renascimento o corpo não aguenta segurar tanta carga de poder.’ ― Pensou Rael depois de ver o resultado que claramente já era esperado.

                O comportamento despreocupado de Rael e sua estranha demonstração de poder, deixaram os cultivadores receosos. Os aliados de Rael não estavam entendendo direito, eles estavam tentando ligar aquele fato a algum tipo de armadilha. O que era mais estranho era o fato de um decimo segundo reino ser mais veloz que um reino final.

― Não sei o que ele fez, mas acho que não pode fazer de novo tão fácil... ― Quando Jason já estava completando a frase para dar mais moral aos seus homens, Rael sumiu se lançando para trás em um portal e de repente, dois homens atrás de Jason gritaram assustados. Rael reapareceu antes que todos pudessem perceber de volta no mesmo lugar.

― O que aconteceu? O que houve? ― Perguntou Jason.

― Ele fez algo em mim... ― Reclamou um dos cultivadores por de baixo da máscara.

― Em mim também ele me tocou... eu acho que... ah não! Ahhhhh! ― O segundo e o primeiro homem gritaram desesperados, ambos eram reinos finais e estavam morrendo de uma explosão de dentro para fora como ocorreu antes. Mais dois corpos despencaram do ar destroçados. Os outros cultivadores, aliados e inimigos ficaram com olhares curiosos e surpresos.

― Então você consegue criar portais... ― Disse Jason surpreso.

― Oh, eu achei que você ia dizer que não posso mais fazer aquilo. E eu posso, só preciso de um toque e... ― Rael parou de falar porque de repente seu poder explodiu por dentro, ele estava a um passo de se tornar um reino final. Em volta do corpo de Rael o ar começou a se colorir e se contorcer, era um processo que não poderia ser impedido. Barreiras poderosas de energias foram criadas em torno de Rael, eram barreiras azuis e irradiavam poderosos raios.

― Ele está se tornando um reino final! ― Gritou um dos homens do grupo de Jason. Eles não podiam fazer nada para impedir, as evoluções de altos reinos eram protegidas por barreiras e a maior parte não podia nem chegar perto dessas barreiras.

― Ele não estava tão perto assim de evoluir, o que aconteceu para ter esse aceleramento? ― Perguntou outro. Era verdade, Rael estava sim faltando apenas um nível, porém, ainda estava longe de finalizar esse nível. Com as mortes desses cultivadores, Rael recebeu uma pequena parte de poder pela habilidade da parte violadora de seu corpo. Esse era um aumento mínimo, mas ele havia matado três reinos finais que completaram o último nível.

                Rael sentiu seu poder se expandir junto a um turbilhão de memorias que estavam voltando. Conhecimento, lembranças, pessoas, deuses, mundos. Rael não parava de se lembrar. A mente de Rael estava tomada por imagens, centenas de imagens que aconteciam em modo acelerado e pulavam de uma a outra. Vozes, clarões, fleches era tudo misturado, mas Rael compreendia cada coisa que via, ligando fatos a fatos, como se ele mesmo tivesse vivido naquela própria vida.

― Jovem mestre Rael! ― Gritou Vanda preocupada.

― Ele parece não estar nos sentindo agora. ― Disse um dos aliados de Rael do primeiro grau de cultivo. Os aliados de Rael continuavam dentro das barreiras, e os homens de Jason tinham feito uma pausa das tentativas de romper as barreiras devido o último acontecimento.

                Quando os escudos de energia sumiram, Rael estava ali cabisbaixo com a mesma altura e mesmo corpo. Seus olhos estavam abertos, mas ele não parecia muito consciente.

― Jovem mestre Rael! ― Joel gritou, Rael não parecia ouvir, era como se ele estivesse preso em algum tipo pensamento, semelhante ao que aconteceu no torneio quando ele enfrentou Heitor.

~ * ~

                O que Rael estava vendo não era mais o mundo em que estava, eram conversas e risadas de alguns deuses, ele pensou ser lembranças mas era algo diferente, eram clarões aleatórios e confusos de locais e anos diferentes, e ele não se via em nenhum desses clarões, logo ficou claro o que era quando Rael começou a ouvir as conversas.

― Foi tão fácil subornar ele, bastou oferecer alguns títulos e bens que ele disse que estava dentro. ― Comentou um velho deus para outro. Rael não sabia quem era, mas sabia que era um deus devido sua alta intensidade de poder.

― Os protetores de ouro foram treinados pelo herdeiro, mas a cobiça em seus corações sempre existiu. ― Disse o outro velho.

― Assim como a luxuria ― Disse uma bela voz feminina e Rael se virou olhando.

― Deusa da luxuria Rarana, você parece feliz. ― Comentou um dos velhos, os dois haviam se virado junto a Rael. A mulher que Rael viu, parecia ser tão linda quanto uma violadora, suas curvas, seu rosto, sua pele, sua boca, seus longos cabelos, tudo nela era deslumbrante, ela era tão linda que só em vê-la, daria vontade de fazer tudo por ela.

― Passei uma noite inteira com um dos protetores. ― Disse ela caminhando com elegância. Seu vestido rosa destacava com perfeição partes de sua pele nua.

― E qual dos protetores não resistiu aos seus encantos? ― Perguntou um dos velhos deuses.

― O Abel, e tenho que dizer, ele é quase insaciável. O Herdeiro foi ingênuo de nunca ter mostrado a eles os prazeres que uma mulher pode prover. ― Disse a mesma com um sorriso encantador. Rael podia sentir pura maldade nas palavras dela e dos velhos, eles eram alguns dos responsáveis por virar os protetores contra ele. Rael só não entendeu como estava vendo aquilo se não fazia parte de suas memorias.

― ‘Deve ser alguma habilidade minha de ativação que eu ainda não sei controlar, embora esse não seja o melhor momento para acontecer isso, enquanto estou vendo isso, meu corpo pode estar parado prestes a ser atacado.’ ― Pensou Rael não se sentindo bem com aquilo.

~ * ~

                O corpo de Rael continuava parado e parecia indefeso diante dos olhos dos outros.

― Não sei o que está acontecendo com ele, mas vamos aproveitar para mata-lo. Kolt, acabe de uma vez com ele usando aquela sua técnica especial que não precisa se aproximar, isso pode ser uma armadilha. ― Ordenou Jason para um dos homens.

― Sim senhor. ― Disse o homem mascarado próximo a Jason e prontamente uniu as mãos a frente mirando as palmas na direção de Rael. Uma poderosa carga de energia roxa começou a se formar, o núcleo que rodopiava em volta de Kolt, ajudava a energia a se acumular mais rapidamente. Kolt era um cultivador do primeiro grau e por tanto, era muito mais poderoso que um mero reino final.

― Foi sentido e criado uma vontade assassina na direção do meu mestre, você está condenado a morte. ― Disse a voz de Rael ecoando pelo ar, a voz parecia mais grossa e mais firme que o comum, era como uma voz autoritária e cheia de poder.

                O que aconteceu a seguir foi algo completamente inexplicável. O corpo de Rael se moveu como um borrão até para o próprio Jason que não conseguiu acompanhar completamente seu movimento. Quando todos se viraram para Kolt, o homem estava desabando do ar com todas as partes de seu corpo soltando sangue e se desfazendo no ar, o corpo parecia ter sido cortado por milhares de lâminas. Rael estava parado cabisbaixo novamente ao lado de Kolt bem próximo a Jason.

― Mas o que...!? ― Os homens ficaram confusos. Ninguém sentiu o ataque de Rael nem a energia de seu ataque, quando Rael avançou e eles olharam, Kolt já estava morto se desmanchando no ar.

― Pelos deuses, o que foi isso? ― Nem Vanda estava entendendo, ela olhava perplexa na direção de Rael assim como os outros aliados.

― Merda! ― Jason gritou e recuou voando o mais rápido para longe de Rael junto a dezenas de cultivadores, até os que estavam tentando romper as barreiras recuaram juntos.

                Os inimigos ficaram olhando para Rael de longe, seus corações estavam tomados de dúvidas e de medo. Havia um alto gral de poder das leis em volta do menino ruivo cabisbaixo, embora parecesse indefeso ele certamente não estava.

― Senhor não seria melhor recuarmos? Esse garoto não parece alguém normal, ele deve ter ativado alguma técnica desconhecida, até Kolt morreu facilmente em suas mãos. ― Disse um dos mascarados perto de Jason. O problema é que Jason não podia recuar, ele já tinha mostrado seu rosto acreditando que mataria todos, por isso, ele tinha que terminar o serviço ou se deixar ser descoberto sobre sua identidade.

― Não tenham medo, estamos em maioria aqui, ele não pode matar a todos nós de uma mesma vez. Quero que todos do grupo B e C usem suas melhores técnicas e o matem de uma vez, ele não poderá matar a todos como fez com Kolt. O grupo A vem comigo e se prepara para pegar seu contra-ataque e mata-lo em um golpe.

                Os homens apesar de estarem com medo começaram a obedecer acreditando em seus números e nas palavras de seu líder. A formação de ataque parecia simples. Quatro homens no primeiro grau seguiram Jason subindo um pouco mais para cima e começaram a energizar seus corpos se preparando para atacar Rael após seu primeiro movimento. O restante cercou Rael deixando alguns metros para terem chance de escapar de alguma retaliação e iniciaram as ativações de suas técnicas. Todos independente de suas categorias ou formas de batalhar, estavam focando em técnicas de longe, ninguém queria chegar perto do menino ruivo.

― Rael acorde! Você precisa fugir! ― Gritou Vanda.

― Jovem mestre! Acorde! ― Gritou um dos cultivadores do primeiro grau.

― Não adianta ele não está nos ouvindo. ― Disse Joel observando a cena.

                As energias explodiam dos vários cultivadores, eles estavam prestes a lançarem seus ataques na direção do menino ruivo, certos de que agora, ele seria miseravelmente morto. De início, eles pretendiam matar Rael com cuidado para roubar os itens, mas agora eles queriam extermina-lo completamente por não compreender seus estranhos poderes e técnicas.

― Foi sentida e criada várias vontades assassinas contra meu mestre, todos vocês estão condenados à morte. ― A voz de Rael soou novamente mesmo enquanto ele continuava cabisbaixo. Rael sumiu como um vulto e passou em um fleche em volta dos vários alvos, Jason e os outros mais em cima não conseguiram acompanhar sua velocidade dos movimentos de Rael. Quando foram perceber Rael estava parado de novo próximo a um dos seus homens que estava se desfazendo em sangue junto a todos os outros, eles estavam todos morrendo sem se quer conseguirem cumprir seus ataques.

― Senhor... eu não acho uma boa ideia ataca-lo. ― Disse um dos homens ao lado de Jason tremendo de medo. Não era somente ele, todos os quatro e Jason também estavam, eles eram os últimos agora vivos e viram muito bem o que aconteceu. Homens do reino final e primeiro grau foram todos mortos instantaneamente por Rael. Mais de 30 homens mortos em um só instante, todos a cima do reino final.

― Aquilo de novo. ― Disse Joel impressionado. Ele, Vanda e os dois aliados continuavam dentro da barreira com expressões chocadas de surpresa.

― Essa deve ser a armadilha que ele citou, mas eu não compreendo, o corpo dele mesmo é a suposta armadilha? ― Perguntou Vanda.

                O que eles não sabiam na verdade é que algo fora de controle havia acontecido e nem próprio Rael esperava por isso.

― Senhor o que faremos agora? ― Perguntou outro companheiro de Jason, vendo que Rael continuava cabisbaixo. Eles tinham percebido que qualquer um que iniciasse uma técnica contra Rael morria antes mesmo de conseguir atacar, era suicídio cometer esse erro.

― Eu nunca vi nada assim antes, o que é esse menino? Que técnica estranha é essa que ele está usando? Eu não entendo! ― Gritou Jason confuso. Os corpos dos homens de Jason e ele continuavam explodindo poder, mas eles não tinham a menor coragem de iniciar uma técnica contra Rael, porque já se imaginavam sendo mortos depois de serem condenados à morte.

~* ~

                Rael já estava irado de ódio depois de várias visões que teve, ele viu diversos deuses que foram culpados diretamente por virar seus protetores contra ele, não que os protetores em questão não fossem culpados, mas aqueles deuses, tinham se reunido e orquestrado todo o plano, foram eles culpados diretamente de sua morte, foi onde tudo se iniciou.

                Alguns deuses tinham aparência gentis de senhores, outros eram belos jovens e moças lindas, capazes de encher corações de luxuria. Rael entendeu que eles podiam moldar parte de sua aparência, para assim se saírem melhor em várias situações. Alguns tentavam parecer ter mais sabedoria, enquanto outros, preferiam ter uma melhor aparência aos outros olhos.

                Rael também descobriu que poderosos seres místicos no topo do poder também orquestraram sua morte, o grupo por trás do ataque, envolvia dezenas de seres respeitados e poderosos, entre seres místicos e deuses. Isso sem mencionar milhares de poderosos cultivadores humanos. A vingança de Rael seria extremamente longa e demorada pelo que ele podia ver.

― ‘Eu só preciso ir nos pontos principais e depois vou destruindo os menores.’ ― Pensou Rael após várias visões. Ele sentiu o ar em volta girar e de repente voltou a sua realidade, ele agora estava olhando para baixo. Havia várias poças de sangue e pedaços de corpos pelos terrenos em volta.

― O que...? ― Rael ficou surpreso com a cena que viu e depois olhou para cima, encontrando os últimos inimigos sobrevivente com seus corpos explodindo de poder.

― Jovem mestre Rael! Você voltou? É você mesmo?! ― Perguntou Joel alegre e surpreso. Os outros aliados de Rael estavam com expressões similares dentro das barreiras, nos mesmos locais no ar de quando foram iniciadas.

― ‘Não sei o que aconteceu, mas parece obra de alguma coisa que me protegeu, no momento só posso agradecer e acabar com o restante, depois pergunto a eles o que houve.’ ― Pensou Rael contendo sua curiosidade e se virando para os últimos cinco sobreviventes inimigos.

― Desculpem a demora, será que podemos continuar de onde paramos? ― Perguntou Rael sorrindo como se nada tivesse acontecido. Ele não sabia que na verdade foi seu próprio corpo que matou a todos. Os cinco homens que ouviram isso, se tremeram de medo e recuaram um pouco para trás, deixando Rael um tanto confuso, afinal, ele não tinha nem começado a mostrar as técnicas que queria testar até o fim daquelas batalhas.

_________________________________________________________________________

Temos um grupo fechado "Pago" que estamos quase em 530 capítulos sendo lançados de 14 a 16 por mês. Esse grupo não tem nenhuma ligação com Saikai ou qualquer outro grupo de lançamentos, é apenas o autor "Eu" e os apoiadores que fazem as ações mensais para manter o andamento dos capítulos. Para fazer parte desse grupo e ler os outros títulos que estão mais adiantados em mais de 160 títulos, basta fazer uma doação de 20,00 reais. Caso interesse tenha entre contato com o wasap (11) 9990-19307

Lançamento 1 capitulo semanal.
Existencia Ilimitada o livro de Isaac tambem pode ser obtido atraves de mim para quem quiser 
Por Lord Letal | 12/09/20 às 16:02 | Ação, Aventura, Fantasia, Romance, Brasileira, Poder, Harém, Drama, +18