CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 360 - O Herdeiro

O Herdeiro do Mundo (HDM)

Capítulo 360 - O Herdeiro

Autor: Edson Fernandes

Rael não podia usar portais por causa das leis do local, ele não tinha como fugir voando ou com velocidade devido a enorme diferença de poder, também não podia nem sonhar em enfrentá-lo, tudo que ele podia fazer naquele momento era depender de Roram, seu último Protetor de Ouro ainda fiel.
— Dizem que os segredos por trás de você ninguém pode descobrir. — Disse Carlos se aproximando sem pressa flutuando. — Mas eu irei, todo o poder por trás da criação do mundo está em suas mãos, você me mostrará como adquirir esse poder Herdeiro.
Rael já ia quebrar o cristal de vidro quando tudo em volta começou a tremer e se rachar, era como se o próprio ar estivesse se contorcendo.
— O que? Alguém está quebrando minhas leis?! — Carlos tinha parado de se aproximar de Rael e agora olhava preocupado em volta. Era obvio que ele não queria ser descoberto nem por aliados, sabendo que ele matou todos os últimos sem pestanejar.
— ‘Isso é... ’ — Rael viu um portal de energias brancas se abrindo a frente deles a uns cem metros, alguém estava saindo. Carlos se virou para o recém portal com uma expressão mais fria do que séria e naquele momento Rael foi puxado para trás. Rael mergulhou em um tipo de agradável pluma e quando se deu conta estava em um enorme salão com piso quadriculado de mármore prateado.
— Levante-se, temos coisas a fazer. — Disse uma voz séria. Quando Rael se pôs de pé e olhou a figura a sua frente sua boca se abriu de surpresa. Era o Herdeiro em sua forma total, da mesma época que ajudou o Deus de Pedra. Uma figura alta, forte, loira e trajando roupas brancas e serenas.
— O que está acontecendo? Eu estou sonhando? — Rael se questionou enquanto se colocava de pé.
— Você está acordado, por acaso sofreu amnésia quando te puxei do futuro? — Questionou o Herdeiro enquanto dava as costas a Rael e seguia caminhando por um corredor espaçoso. Rael se apressou ainda confuso e começou a segui-lo.
— Como isso é possível? Você... nós não deveríamos estarmos mortos? — Rael perguntou cheio de dúvidas.
— Isso é algo que está guardado para o meu futuro, não para o seu. — Respondeu ele sem se virar. Os dois continuaram avançando e chegaram em uma parte onde tinham enormes paredes de vidros, era possível ver dois andares abaixo alguns garotos treinando ataques e uso de poderes. Eles treinavam com algum instrutor adulto.
— Cuidei deles desde que eram garotos, eu já sabia o que iria acontecer muito antes de acontecer. — Disse o Herdeiro parando, se virando e observando os garotos.
— Eles são... — Rael demorou alguns segundos para reconhecer Roram em sua forma de criança. — Os protetores de ouro.
— São eles, o mais novo é Roram, o único que não cairá na tentação de me trair como você já sabe.
— Se você sabia que isso iria acontecer por que não evitou? — Perguntou Rael.
— Mexer no tempo é algo muito perigoso quando não se tem um coração humano, eu não posso fazer obras visualizando o futuro delas, não é dessa forma que devo trabalhar.
— Mas se você sabe que será traído por que não pode agir antes?
— Eu poderia matar a todos facilmente se é o que você pensa, mas nessa época eles não são traidores, eu estaria matando inocentes para evitar um futuro que ainda não aconteceu. — Disse o Herdeiro sempre de forma séria.
— E nem deveria acontecer, você sabe o que passou e o oque passaremos. — Disse Rael.
— Não conheço muito bem a dor meu eu do futuro, meu coração não é humano como o seu.
— O que quer dizer com isso?
— Esse futuro precisa acontecer, é uma prova que não posso correr da minha vida. É essa prova que me ensina a última coisa que faltava para mim.
— Aprender a ser fraco e imponente como eu sou agora? — Rael perguntou se lembrando das dificuldades que passou.
— Eu não sei o valor do esforço, o valor de uma vida humilde. Existem muitas coisas que eu não entendo e preciso aprender. Eu costumo julgar por necessidade, não observo todos os pontos sobre os quais precisam ser vistos.
— Se você sabe de tudo isso então por que não trabalha e muda? Tem coisas que você não precisa viver para aprender.
— Não é assim que funciona, para você parece fácil porque já teve toda a experiência que precisava, para mim não é, não consigo ver humildade, apenas julgo a necessidade para o bem maior de todos.
— E por isso é odiado e perseguido. — Comentou Rael se lembrando um pouco de como ele mesmo era nessa linha do tempo.
— Tudo parece simples para você. Se tivesse meu poder agora você saberia exatamente tudo que precisava ser feito. — Disse o Herdeiro observando Rael.
— Saberia com certeza. — Rael respondeu de forma direta.
— Isso é ter coração humano, usar todo o potencial sem medo de errar.
— Você também pode fazer isso, não é tão difícil assim. Destrua a Mesa Universal que é foco do ponto de onde iniciaram a traição, mate todos aqueles que você sabe que vão se levantar contra você. Se você sabe basta apenas agir. — Disse Rael.
— Você não ouviu nada mesmo do que eu falei? Não podemos julgar pessoas ou seres vivos antes deles errarem, isso não é ser justo.
— E o que importa ser justo? Para começo de conversa tudo isso aconteceu por essa sua droga de regra. — Reclamou Rael e continuou. — Quem está acima de você? Ninguém está, temos todo o poder nas mãos para evitar que muitos paguem pela nossa queda.
— Eu não faço nada para alterar a linha do tempo, não faço as coisas dessa forma. — Disse ele.
— Então por que você me trouxe aqui? Você me salvou das mãos de Carlos. Você está alterando o meu futuro — Disse Rael.
— Sim estou, você é o único ponto que vou ajudar, o ponto que me fez quebrar algumas regras. Mas devo avisar para não contar com minha ajuda a longo prazo, essa é a última vez que ajudo você.
— Se vai me ajudar então faça o serviço completo. Carlos capturou Keylla, Isabela e todas as outras, precisa salva-las também.
— Não sou eu que farei isso por você. Vou te ajudar a aumentar seu poder, vou acelerar seu cultivo e te mostrar algumas coisas das quais você nunca soube. — Disse o Herdeiro olhando Rael depois virou-se e voltou a caminhar se afastando pelo corredor. Rael olhou uma última vez para os garotos embaixo e seguiu seu eu do passado. Rael tinha milhões de perguntas e estava se segurando para não solta-las todas de uma vez.
— E como fica minhas aliadas e minhas guardiãs? — Perguntou Rael.
— Acalma-se, para tudo tem seu tempo, iremos chegar nessa parte em breve.
— Quem é Carlos afinal? Ele é apenas um cultivador comum ou algum tipo de deus?
— Carlos é um ser místico disfarçado de humano. Tem sobre sua maior capacidade o poder de rastrear e caçar, sua maior força é obstruir o poder de suas vítimas. É um dos seres mais perigosos da Mesa, embora não seja tão poderoso. Ele é o terceiro mais forte devido suas qualidades.
— O que você quer dizer com isso?
— Você terá outros alvos mais preocupantes do que ele. Como Hazana a Deusa da Morte que ocupa o quinto lugar na mesa, mas já poderia ter passado alguns, ela está escondendo seu poder. Sony Wender, o segundo da mesa que tem um tipo de poder misterioso. Imperium o primeiro da mesa e fundador, principal elaborador por trás do plano de tirar minha vida.
— E você pode matar cada um deles facilmente?
— Se eu usar todo meu potencial posso destruir-los um a um, mas não facilmente como pensa. Não sou imortal, posso ser o mais forte, mas se eu não for cuidadoso posso perecer como você mesmo sabe que acontecerá.
— E pode evitar, só não quer fazer isso. — Disse Rael ainda irritado por saber que ele sabia e não iria evitar.
— Você não está aqui por mim, você está aqui por você e é nisso que iremos trabalhar. Reservei alguns dias somente para você. Vamos focar nisso e todo o resto deixar de lado. — Disse o Herdeiro e chegou com Rael a um lindo jardim onde pequenas bolas de poder subiam para cima e explodiam no ar. Havia flores, rosas e um matagal bem vasto e verde espalhado por toda a parte. Também havia um córrego de águas puras correndo por uma trilha pelo centro do jardim cruzando todo ele, em volta havia algumas arvores grandes.
— Que lugar é esse? Posso perceber que a energia aqui é diferente. — Disse Rael.
— É onde eu cultivo pessoalmente. Cultivando aqui por poucas horas você aumentará rapidamente seu cultivo. Eu também irei usar uma técnica em seu corpo que fará que você sofra um enorme aumento de cultivo por algumas horas, em contra partida, seu corpo também se desenvolvera mais rápido e você voltará a sua forma jovem novamente.
— Isso é sério? Eu vou voltar a minha forma jovem sem ter que esperar mais alguns anos? — Rael perguntou cheio de espanto. Ele não conhecia nenhuma técnica que ajudava a crescer mais depressa.
— Sim, vou acelerar seu metabolismo. Minutos irão parecer dias e horas anos. No entanto só posso fazer isso uma vez em você. No momento que eu fizer você deve começar a cultivar imediatamente sem qualquer pausa. Quando o tempo acabar eu irei chamá-lo de volta. Você ficará doze horas inteiras cultivando sem parar.
Ouvindo isso Rael se sentiu bem animado. Se seu corpo voltasse a forma adulta, ele poderia usar facilmente a Espada Sagrada do Deus de Pedra. Se ele aumentasse seu cultivo ele mesmo poderia tentar matar Carlos.
— Está pronto para começar? Suas perguntas podem ficar para depois. — Disse o Herdeiro com um olhar sério sobre Rael.
— Sim estou. — Disse Rael decidido. Ele queria um meio de aumentar rapidamente seu poder e agora, esse meio ficou disponível de repente.
— Temos muito o que fazer em pouco tempo, então concentre-se no agora, sobre suas aliadas e as demais depois resolveremos. Uma coisa de cada vez. — Disse o Herdeiro e encostou a mão no peito de Rael. Ele fechou os olhos, disse algumas palavras incompreensíveis e um pulso de energia vibrou contra o peito de Rael, fazendo seus cabelos e roupas chacoalharem.
— Está feito, em algumas respirações você sentira uma quentura em seu corpo o que é normal, poderá ter um pouco de suor, mas tudo dentro do esperado. Também deve tomar essa pílula que ajudará a manter todo seu corpo instável, sem fome e sem sede. — O Herdeiro entregou uma pílula verde e branqueada a Rael. Rael imediatamente jogou goela a baixo e conforme as ordens dele, sentou-se e cruzou as pernas.
— Comece a cultivar, o tempo está correndo. — Dizendo isso o Herdeiro se afastou e deixou Rael ali cultivando.
Rael se concentrou no que precisava fazer e iniciou o cultivo. Conforme ele disse, seu corpo ficou quente e ele começou a suar.
— ‘Incrível! Eu mal comecei o cultivo e já estou sentindo todo esse aumento...’ — Rael pensou abismado diante da quantidade absurda de energia que banhava seu corpo e todas as suas fundações.
Em poucas respirações Rael subiu um nível do seu décimo quinto reino. Seu corpo estava quente como brasa e o suor escorria por suas roupas, em compensação seu poder crescia sem pausas.
As horas iam se passando e Rael saltava níveis e reinos sem qualquer pausa. Novas memórias surgiam, novos entendimentos das leis e novas possibilidades. Rael não fez nenhuma pausa para olhar seu corpo, apenas continuou cultivando incessantemente.
— Rael já está acabado. Seu tempo de cultivo e evolução acelerada de seu corpo terminou agora. — Disse a voz já conhecida do Herdeiro.
Quando Rael abriu os olhos se viu com as roupas rasgadas. Ele já não era mais uma criança, era um adulto alto e forte como foi no passado. Sua barba e seus cabelos estavam grandes e precisando urgente de um corte.
— Conseguiu subir três reinos inteiros de poder. Agora está no quarto passo do Imortal. — Disse o Herdeiro de forma natural.
— E agora qual é o próximo passo? Só com isso não serei capaz de derrotar Carlos. — Disse Rael de forma decidida.
O Herdeiro deu novas roupas a Rael e o ajudou com sua barba e cabelo. Rael agora estava parecendo o mesmo jovem de seus quinze anos, na realidade, ele estava com uma expressão e corpo ainda mais adulto que naquela época.
— Pronto agora podemos dar sequência ao próximo passo. — O Herdeiro abriu um portal e mandou Rael entrar.
Rael saiu em uma sala redonda prateada e cheia de espelhos em volta, o Herdeiro surgiu em seguida fechando o portal atrás deles.
— Que lugar é esse? — Perguntou Rael sem entender.
— É um lugar onde seu coração entrega os principais pontos que você se sentiu culpado de toda sua vida. — Disse o Herdeiro e Rael viu no espelho cenas de sua vida. Heitor abusando de Natalia, Rita sendo morta, Rael matando Thais e depois vendo a outra morta. De sua vida essas eram as coisas que ele mais se sentia culpado.
— Eu resolvi não alterar o curso de Natalia porque isso a tornou poderosa. Sobre a replica de Thais do outro mundo eu também não fiz nada porque não achei necessário existir duas delas. Mas sobre a família de Rita e a Thais original eu resolvi criar algumas alterações.
— O que você quer dizer com isso? — Perguntou Rael curioso.
— Vou te mostrar o que foi feito e você nunca soube até o momento. — Disse o Herdeiro e abriu um portal convidando Rael a entrar.
______________________________________________________
Funcionamento grupo fixo e embaixo desse grupo mensal.
Para entrar no mensal para quem nunca doou precisa passar pelo fixo.
Agora com uma doação de 30,00 você tem acesso até o capítulo 500
sem ser mensalidade, faça uma doação e tenha acesso ilimitado até o 500 sem
risco de ser expulso ou ter que doa de novo. Você entrará permanentemente em
um grupo que vai até o capítulo 500. Entre em contato abaixo pelo wasap!  (11) 99901-9307
__________________________________________________
A doação mensal também continua! Por 20,00 reais você tem acesso aos lançamentos
mensais mais recentes chegando até a 16 capítulos por mês! Estamos a caminho do capítulo 600!
Para entrar em contato somente via Wasap por esse numero --> (11) 99901-9307
lembrando que se for de fora do brasil deve acrescenta o 55 também antes do 11
________
Proximo cap a verdade sobre a morte de Rita que muitos criticaram sem saber rsrsrs e outras coisas mais....
Por Lord Letal | 19/02/21 às 13:56 | Ação, Aventura, Fantasia, Romance, Brasileira, Poder, Harém, Drama, +18