CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 07 - Avanço

O Livro da Ordem (LDO)

Capítulo 07 - Avanço

Autor: Urano | Revisão: JenX

A lua observava o mundo, acalentando a Cidade Flor de Cerejeira com sua luz santa. A vegetação balançava com a brisa fria que passeava pelo local. Olhando melhor, o vento parecia especialmente violento nos arredores da mansão do Lorde da Cidade.

Haviam vários pátios para treino de artes marciais na grande propriedade, eles eram decorados com belas árvores, montanhas decorativas em miniatura e possuíam os mais diversos equipamentos para treino de artes marciais.

Em um desses pátios, haviam duas mulheres. Uma delas utilizava um longo vestido negro, revestido em um avental branco com inúmeros bordados que embelezavam suas vestimentas. Parecia uma tradicional empregada que servia a casas nobres e tinha uma expressão preocupada estampada em seu rosto.

Em contrapartida, a segunda pessoa no local vestia um uniforme padrão de kenjutsu, composto por um keiko-gi branco e um hakama roxo. Ela segurava uma bokken tachi nas mãos. Seu curto cabelo negro ondulava conforme a brisa gélida atravessava o pátio e suas íris violeta refletiam a luz do luar.

Segurou o punho da bokuto com as duas mãos acima de sua cabeça. Dando um único passo para frente, cortou verticalmente, mantendo a espada parada por alguns instantes, antes de levantá-la de novo e repetir o processo. Cada vez que ela fatiava para baixo, o ar pareceria ser dividido em dois e leves ondulações no vento seriam sentidas.

“Senhorita Jian, até quando continuará com isto?” A mulher vestida como uma empregada disse.

“Até estar perfeito, Mingmei.” Jian Linyu respondeu, sem sequer dar um olhar para outra, com uma voz tão cortante quanto seus ataques.

A mulher chamada Mingmei não pareceu satisfeita com a resposta e suspirou profundamente. “A Senhorita Jian sabe que não precisa fazer isso...”

“Se eu quiser completar meu objetivo, isso é algo que devo fazer.” Linyu retrucou, sem parar nem por um segundo seus movimentos repetitivos e milimetricamente calculados.

“Tentar fazer isso sozinha só irá sobrecarregá-la. Esta serva sente por não poder fazer nada pela Senhorita...”

“Mingmei, por favor. Isso não é um assunto no qual eu possa envolver os outros, você não precisa fazer isso por mim. Vou esmagar aqueles desgraçados sob meus pés e vou fazer isso sozinha.” Sua bokuto cortou para baixo mais uma vez, com um toque de fúria tingindo seus lindos olhos cor de violeta.

“Esta serva apenas...” A expressão preocupada de Mingmei azedou ainda mais, enquanto um sentimento amargo surgia em seu âmago. “Apenas não quer que isso consuma a Senhorita.”

‘ Me consumir? ‘ Uma ira sem precedentes cresceu no peito de Jian Linyu, sua expressão escureceu e ela apertou o punho de sua bokken, cortando mais uma vez. O ar foi empurrado, causando uma onda de vento nas proximidades. Logo, a garota gritou pesadamente...

“Nada nesse mundo pode consumir minha vontade!”

...

Em outro canto da Cidade Flor de Cerejeira, numa pacata e antiquada biblioteca.

Fang estava sentado em sua cama, sem qualquer consciência do que se passava ao seu redor. Ele já havia entrado no estado de cultivação. Em sua testa, uma lua minguante vermelha estava brilhando. A parte estranha foi que o machucado que ele tinha recebido antes havia sumido.

Enquanto a lua em sua testa resplandecia, a energia que antes estava sendo absorvida apenas pela respiração de Fang passou a ser sugada por esta “marca”.

A mente de Fang flutuou, enquanto retornava a um estado consciente, o rapaz abriu os olhos. Virou os orbes para cima, tentando enxergar a lua em sua testa, o que foi uma ação meramente idiota, já que ele não tinha nenhum tipo de visão em terceira pessoa.

Mesmo que Fang não estivesse cultivando ativamente, a marca acima de suas sobrancelhas ainda absorvia a energia nos arredores.

Fang suspirou. ‘ Já fazem quatro anos, né? Desde que cheguei ao primeiro estágio do Reino Terrestre, essa coisa apareceu na minha testa... ‘ Ele não sentia que essa “tatuagem” estranha era algo que o prejudicaria, afinal, até o presente momento só havia trazido benefícios. Ainda que achasse muito charmoso ter essa lua em sua testa, não parecia certo.

‘ De onde vem essa coisa? ‘ Ele não pôde deixar de se perguntar. ‘ No início eu conseguia potencializar minha própria força usando ela, a capacidade física e até a energia dentro de mim se tornavam mais poderosa sempre que a ativava, mas no fim eu ficava tão cansado que desmaiava no mesmo lugar... ‘ Algumas memórias antigas pairaram em sua cabeça, de repente, se lembrou de alguns bons momentos que teve depois de usar o poder dessa marca há dois anos.

Mas isso é história para outro dia.

‘ Depois que alcancei o segundo estágio, consigo controlar melhor o quanto aumento minha força. E essa coisa, de alguma forma, consegue absorver energia... ‘ Ele tinha um olhar complicado, afinal, não fazia ideia do que era essa marca em sua testa.

Pra falar a verdade, havia muita coisa sobre seu passado que permanecia uma incógnita. Ele nunca viu outra pessoa com cabelos escarlates e seu próprio avô havia dito que o encontrou por aí, enquanto Fang ainda era um bebê.

Pensando nisso, o garoto não pôde deixar de se sentir estranho. ‘ Eu... Quem sou eu...? ‘ Fang semicerrou os olhos, seu peito se apertou e uma onda de melancolia atravessou sua mente confusa. No passado, quando ele perguntava a mesma coisa para seu avô, o velho respondia de forma gentil...

“Você é você, nada mais e nada menos. Pequeno Fang, não leve esses assuntos tão a sério. Sorria e continue vivendo do jeito que achar melhor, afinal, apenas você pode descobrir quem é.”

Para falar a verdade, Fang nunca entendeu essas palavras, mesmo que refletisse sobre elas constantemente. Ele admirava seu avô. Ainda que fosse um velho ranzinza e antiquado, possuía uma sabedoria que muitas pessoas apenas poderiam sonhar em alcançar.

Enquanto Fang remoía seu passado, a energia em seu corpo, que estava em constante alimentação sob a ação da lua vermelha, alcançou seu ponto de ebulição. Energia Espiritual começou a ferver dentro de seu corpo, correndo por todos os seus membros, músculos, órgãos, veias e ossos. Um som como que se algo explodisse ecoou pelo quarto do jovem. Sua aura aumentou por várias vezes e ele sentiu o poder preencher seu corpo, logo, uma camada de energia semitransparente com coloração carmesim envolveu-o.

Foi uma sensação de êxtase, um prazer extremo que levava a mente ao delírio.

Isso era...

O terceiro estágio do Reino Terrestre!

Ele havia feito seu avanço. Fang inspirou, sentindo o ar circular seus pulmões e, quando expirou, o que saiu foi algo como uma fumaça negra. De seus poros, um suor grosso e escuro começou a ser segregado.

“As impurezas do meu corpo estão sendo expelidas...” Murmurou o rapaz, ainda meio em transe pelo súbito avanço.

Era preciso saber que as pessoas possuíam diversas impurezas em seu corpo, acumuladas através dos anos, devido ao que consumiam, ao ar que respiravam e a energia que absorviam.

Essa “sujeira” que se amontoa no corpo é prejudicial e uma das principais causas do envelhecimento precoce e adoecimento para as pessoas deste mundo. Quando os praticantes de artes marciais alcançavam o terceiro estágio, parte das impurezas seriam secretadas para fora, pois seu corpo físico estaria passando por um processo de aprimoramento. Existiam diversas maneiras de secretar forçadamente essas impurezas ou limpá-las com o passar do tempo, mas isso era algo fora do alcance de Fang no momento.

Aliás, essa imundice que havia saído do corpo dele era mal cheirosa e nojenta. O rapaz, que não gostava nada de cheiros ruins, se apressou, preparando um banho para si mesmo...

...

A água escorria pelo corpo magro, mas definido de Fang. Apesar de não parecer musculoso quando visto com roupas, o garoto possuía um físico bem cuidado. Sua pele parda brilhou sob a luz do luar. Ele se retirou da banheira. As roupas negras que vestia antes agora estavam podres, então as jogou fora.

O rapaz pegou uma camisa azul escuro e uma calça preta simples, que havia separado com antecedência, vestindo-as. “Ai, ai... Bem, acho que vou ler um pouco e bater um ronco.” Ele saiu do banheiro e se dirigiu até o quarto, sentando-se na cama e acendendo uma vela que havia em sua mesa de cabeceira.

Retirou o livro que estava lendo mais cedo naquele mesmo dia. Na capa, escrito em um amarelo gritante, estavam escritas aquelas cinco palavras... Guia Definitivo para Cortejar Mulheres.

Um sorriso dançou em seu rosto, enquanto abria o livreto.

Todavia.

Algo completamente inusitado ocorreu antes que pudesse se deliciar em sua leitura.

De repente, a lua minguante, que havia desaparecido depois de seu avanço para o terceiro grau, se materializou. Ela parecia um pouco maior agora e seu brilho era ainda mais ofuscante, tingindo toda a sala em uma luminosidade avermelhada.

Fang se assustou com o acontecimento repentino e, antes mesmo que pudesse reagir, o espaço a sua volta pareceu se distorcer. Sua visão girou e escureceu, enquanto a consciência dele flutuava para outro plano...

Por Urano | 25/08/20 às 18:33 | Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Xuanhuan