CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 0.3 - Yin Yu Xiang

O Príncipe das Trevas (PDT)

Capítulo 0.3 - Yin Yu Xiang

Autor: Kouhei Kagami | Revisão: yuukari

Huan Fang caminhava em meio ao gigantesco caos enquanto vislumbrava por todos os lados diversos corpos ensanguentados tingindo grande parte do Palácio Imperial com um vermelho vívido. Ao mesmo tempo em que carregava uma expressão insatisfeita em seu rosto, Huan Fang dirigia-se para o exterior do palácio. Além da invasão já ter perdido completamente o sentido, se lamentar não mudaria em nada o rumo que as coisas tomaram.

À medida que saía, diversas auras hostis chamaram sua atenção conforme se aproximavam rapidamente. Ao mesmo tempo por detrás avançava em sua direção um homem vestindo um longo manto negro, até mesmo sua face estava coberta pelas próprias vestes.

Sem sequer dar face ao homem, Huan Fang rispidamente o questionou. – “Por qual razão um mero servo ousa aparecer sob minha presença sem ser convocado?”

“Meus respeitos ao mestre!” – Disse o homem enquanto cruzava os punhos e se ajoelhava. – “Neste momento, inúmeros especialistas utilizando trajes similares aos nossos se aproximam em grande velocidade. Dentre eles, há a presença de um especialista com cultivação no auge do rank Diamante.”

Com uma expressão mórbida, Huan Fang parou por um instante. Com ambos os punhos em suas costas, caminhou para a direção oposta, seus passos eram suaves e nenhum som era emitido à partir deles.

Ao chegar por detrás do homem ainda ajoelhado, Huan Fang desferiu impiedosamente um chute lançando o servo ao chão, logo em seguida ao pisar sob a cabeça do homem caído, uma grande sede de sangue tomou conta do lugar.

 “Você, um mero servo inútil, tem a audácia de desperdiçar meu tempo?” – Huan Fang murmurou ao mesmo tempo em que esfolava a cabeça do homem sob o chão. Apavorado, o servo começou a se debater inutilmente. Como poderia ele, um mero subordinado, possuir forças para resistir? – “Lixos que nem você, que temem meramente um único especialista diamante, merecem a morte.”

Sem ao menos concentrar energia espiritual, Huan Fang desferiu ferozmente diversos chutes sob o servo, o qual não ousou se defender através de energia espiritual, pois isso seria uma afronta à seu mestre. Provocar ainda mais uma figura insana não seria nada inteligente.

Apesar de submisso, o servo não fora perdoado; apenas lamentava sua situação deplorável enquanto perguntava a si mesmo o motivo de tamanha punição. De repente, o ruído de algo quebrando soou. Era o barulho de ossos sendo partidos ao meio. Huan Fang havia quebrado impiedosamente o pescoço do homem sob seus pés.

Após retomar os sentidos, Huan Fang saiu de cima do corpo do homem. O servo havia ficado completamente desfigurado, suas roupas estavam inteiras retalhadas e sangue escorria por todo seu corpo.

Vendo a cena, Huan Fang ajeitou suas mangas enquanto tentava se mostrar indiferente, agora que havia saído de seu frenesi.

“Hmpf. Já desperdicei tempo demais neste lugar insignificante. Agora, sem o Selo de Sangue, não mais há motivos para minha presença.”

...

Enquanto isso no quarto do segundo príncipe uma feroz luta se seguia.

“Não temam! Claramente ele também se feriu, se atacarmos todos juntos, mesmo ele não será capaz de resistir!” – Berrou um especialista olhando em direção ao General Wei. Apesar de tentar encorajar os companheiros, seu olhar apavorado era perceptível.

<BOOM><BOOM>

De repente mais duas explosões de energia surgiram à partir dos punhos do General, que independente de sua força atual, emitia uma mistura de um leve brilho verde prateado sob toda sua armadura .

“Cacete! Quem foi o imbecil que falou que ele estava fraco!? Aonde isso é o poder de alguém a beira do precipício?!?!” – Exclamou um especialista deslizando sobre o chão, após ser empurrado pelo poderoso golpe desferido pelo General.

“Hehe..” – Debochou General Wei. – “Isso se chama experiência. Não que meros lacaios, que apenas sabem como seguir ordens obedientemente, sejam capazes de compreender.”

“Ora, seu.. Você mal consegue se manter em pé e ainda ousa nos insultar? Você realmente está à cortejar a mort-”

<BOOM>

Novamente um estrondo soou. Dessa vez General Wei sequer precisou investir contra o grupo, com uma posição ofensiva e sua palma direita estendida para frente, um feixe de luz disparou de sua palma rumo ao especialista.

“AHHHH!!” – Gritou o homem por um breve momento antes de um enorme buraco se formar em seu peito.

“Haha! Grandes palavras você tem. Uma pena elas serem vazias.”

Naquele instante os poucos especialistas restantes estremeceram. Claramente General Wei estava muito enfraquecido, no entanto mesmo em suas piores condições ele era capaz de demonstrar uma força tão sobrepujante.

Ao mesmo tempo em que o General lançava seu olhar afiado ao redor, aqueles que entravam em seu campo de visão imediatamente davam um passo para trás. Somente sua aura era suficiente para transmitir um horripilante calafrio.

“Preciso terminar com isso o quanto antes, minhas forças estão quase esgotadas. Se eu lhes der a oportunidade de aguardarem por reforços, então definitivamente irei perecer aqui..” – Pensou General Wei. No entanto, naquele mesmo instante sua expressão se tornou pálida enquanto diversos especialistas surgiam através da enorme porta que dava acesso ao quarto do segundo príncipe.

“Até que enfim, reforços chegaram! Rápido, ataquem to-”

<wooooooosh> <wooooooosh> <wooooooosh>

Surpreendentemente, a expressão pálida do General instantaneamente se tornou vívida e ele recuperou a cor em sua face. Os especialistas que acabaram de chegar não eram inimigos, mas sim aliados.

Mal adentraram o recinto, rapidamente diversos cortes foram lançados sob o ar em direção aos agressores do General. Por estarem utilizando vestes similares, o grupo fora equivocadamente reconhecido como de aliados. Se aproveitando da situação, eles eliminaram seus oponentes sem dar quaisquer chances de revidar.

Sob o chão banhado em sangue, repousavam dezenas de corpos desprovidos de qualquer sinal de vida. Não somente o piso, mas a mobília também fora gravemente danificada. Em pé, meio a esse cenário de massacre estava General Wei, demonstrando em sua face um leve indício de sorriso.

“Heh.. Como eu disse.. Meros lacaios.” – Murmurou General Wei.

“Nossas saudações ao General.” – Disse o líder, caminhando na direção do General Wei. – “Patriarca Heng Shui solicitou que o escoltássemos para um lugar seguro.”

“Compreendo.” – Assentiu o General, no entanto seu rosto permaneceu estático. Mesmo tendo sua morte adiada, na melhor das hipóteses possuiria apenas mais um ano de vida.

“Quanto ao nosso acordo.. devo assumir que tudo ocorreu sem problemas, correto?” – Perguntou General Wei.

“Sim! Não há com o que se preocupar, o segundo príncipe foi transferido em segurança para uma de nossas bases, iremos guiar o General até lá.” – Respondeu o líder.

Uma expressão aliviada emergiu sob o rosto do General, que então seguiu o grupo através dos escombros deixados pelo palácio. Mesmo que não fosse capaz de cumprir com sua promessa à Imperatriz, pelo menos havia mantido o príncipe em segurança.

Mais tarde naquele dia, as notícias sobre o conflito noturno que atingiu a Família Imperial se espalharam por todo o continente. Mesmo os países vizinhos foram notificados, dentre eles alguns até consideraram agir para expandir seus territórios.

Das diversas famílias afetadas, a que ficou na pior situação possível era a família Chamas Celestes. Em meio ao caos, o Patriarca Heng Shui desapareceu junto a diversos poderosos especialistas da família Chamas Celestes, e nem mesmo seus rastros puderam ser encontrados.

...

Quatorze anos depois.

Em uma vasta montanha repleta de árvores, um garoto usando vestes simples perseguia um coelho ciclope. À medida que corria, seus cabelos negros balançavam incessantemente de um lado para o outro.

Após o coelho ciclope se encurralar, o garoto sorriu conforme se aproximava descuidadamente. Apesar da juventude, sua constituição corporal era decente e demonstrava claramente suas capacidades físicas. Contudo, havia algo muito importante que lhe faltava: experiência.

Conforme se aproximava, o coelho o observava com seu enorme olho vermelho-sangue, como se estivesse esperando por uma oportunidade. De repente, quando notou o garoto pulando em sua direção, o coelho saltou.

<puuffft>

O som de um corpo deslizando sob a terra soou, e como se não bastasse, para humilhá-lo ainda mais, o coelho ciclope fez questão de usar seus pés para jogar terra em direção ao rosto do garoto.

Com sua face toda machucada o jovem olhou em direção ao coelho que saltitava rumo à floresta como se nada tivesse acontecido.

“Maldição, esse coelho me enganou de novo...” – Murmurou com uma voz deprimida.

“Veremos se você terá a mesma sorte na próxima vez..”

...

Quando chegou em casa, o garoto não pôde evitar o olhar de zombaria que seu pai lhe deu enquanto ria freneticamente.

“Pff... Hahahahaha!” – Riu o homem chamado Yin Tai Chen. Durante a gargalhada, suas mãos cobriam seu rosto como se tentasse disfarçar a situação embaraçosa de seu filho. – “Yu, você ainda insiste em perseguir aquele coelho? Hahaha”

“Hehe..” – sorriu Yin Yu Xiang envergonhadamente conforme coçava a cabeça.

“Acredito já ter dito isso, mas um caçador não vive apenas de um bom porte físico. É necessário sabedoria e experiência, e no presente você carece de ambos.” – Disse Tai Chen apontando para o garoto.

“Querido, não faça suposições, como pode Yu, com apenas quatorze anos, já ter se decidido se irá se tornar um caçador ou não?” – Questionou Yun Ning, mãe de Yu, enquanto saía da casa.

“Você tem razão, querida, como pode alguém que apanhou tantas vezes para o mesmo coelho, se tornar um grande caçador como eu? Hahaha” – Comentou Tai Chen, debochando.

Yu, envergonhado, não ousava refutar os dizeres do pai, portanto sua mãe se pôs a frente e repreendeu Yin Tai Chen – “Ohh.. Sábias palavras! Ainda mais vindo de alguém que, em sua primeira caçada, se molhou todo de medo.. Hehe” – Enquanto dizia, havia um sorriso peculiar no rosto de Yun Ning, apesar de sereno, transmitia malícia em cada palavra.

“Hahaha! Ignore sua mãe, ela só estava brincando..”

Após um momento de silêncio, os três começaram a rir da situação que se tornava cada vez mais embaraçosa. Mais tarde naquele mesmo dia, a escuridão já havia tomado conta do céu, nem mesmo as estrelas eram visíveis.

Um silêncio absoluto reinava durante o suave sono da pequena família de caçadores. Até mesmo as bestas que espreitavam a noite estavam em repouso absoluto, até o momento em que um estrondoso grito soou, quebrando a quietude da noite.

“AAHHHH!!!”

Uma mistura de gemidos com gritos de dor surgiram a partir do quarto de Yu, seu grito foi tão forte que espantou até os pássaros da região, fazendo com que levantassem voo em plena noite. Enquanto isso um ofuscante brilho vermelho emanava à partir da região em sua cintura.

Por ScryzZ | 08/04/18 às 12:19 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Wuxia, Xianxia, Elementos de Cultivo, Romance, Brasileira