CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 18 - Brasão Imperial

O Príncipe das Trevas (PDT)

Capítulo 18 - Brasão Imperial

Autor: Kouhei Kagami | Revisão: yuukari

Clã Jade Negra

“Reportando ao Patriarca. Tudo está correndo como o planejado.” – Disse um servo ajoelhado.

“Muito bem. E quanto aos novos membros, como está o processo de recrutamento?” – Perguntou o Patriarca Long Liuyue.

“Nada bem. Não parecem haver muitos talentos na atual geração de jovens.”

“Hmpf.. Já era de se esperar.” – Murmurou Long Liuyue antes de ficar pensativo.

“Mas há um jovem..” – O servo quebrou o silêncio ao notar a insatisfação do Patriarca.

“Hum? O que isso significa?”

“Bom.. esse jovem não possui nenhum feito realmente espetacular, mas foi o suficiente para chamar a atenção de Tiyan Bei..”

“Tiyan Bei? O servo pessoal de minha filha?” – Perguntou Long Liuyue intrigado.

“Sim.” – Respondeu o servo sem ousar dizer nada desnecessário.

“Qual a cultivação desse pirralho, para chamar a atenção de Tiyan Bei?” – Perguntou Long Liuyue.

“Apenas 2º grau do rank Lotus.”

“Não é grande coisa. Muito bem, mantenha me informado.” – Disse Long Liuyue, sinalizando para o servo sair.

“Sim!” – Exclamou o servo se retirando.

Após o servo deixar a sala, a alta e esbelta figura de uma voluptuosa mulher saiu das sombras e se aproximou do Patriarca com um charme irresistível, usando um longo vestido roxo, seus longos cabelos dourados balançavam ao vento que invadia através da janela.

“Algum problema, querida?” – Disse Long Liuyue.

A mulher, com todo seu charme, apenas mordeu os próprio lábios e lançou um olhar sedutor para Long Liuyue antes de entrelaçar seus braços sobre o pescoço do mesmo.

“Você já se esqueceu de que dia é hoje?” – Disse Yuyin Ziye.

...

Academia Celestial, Cidade das Chamas

Dentro de seu quarto, Yu estava sentado sobre o chão com as pernas cruzadas. Ao seu redor estavam espalhadas centenas de pérolas negras. Yu possuía uma densa camada quente de aura com aproximadamente 20 centímetros envolvendo seu corpo.

Suas mãos entrelaçadas de repente se separaram e o brilho branco que irradiava de uma pérola desapareceu à medida que ela caiu sobre o chão. Lentamente Yu abriu seus olhos e a aura que envolvia seu corpo se retraiu.

“O efeito dessas Pérolas Espirituais são muito melhores do que eu havia imaginado.” – Murmurou Yu.

“Apesar da energia se esgotar rapidamente, ela é extremamente pura, o que ajuda grandemente na cultivação. Só precisei de algumas horas e consegui subir 2 níveis.”

“Agora que cheguei no 2º nível do rank Estrela, preciso estabilizar minha cultivação e criar uma base sólida antes de prosseguir.”

Antes de estabilizar seu cultivo, Yu deitou sobre o chão para pensar um pouco. Enquanto olhava para o teto ele retirou uma Pérola Espiritual de seu artefato de armazenamento e começou a observá-la acima de sua cabeça.

Olhando bem, a atual pérola, apesar de fraco, possuía um brilho deslumbrante. Olhando para os lados e vendo as centenas de Pérolas Espirituais esgotadas e sem brilho, nem pareciam ser algo tão útil para a cultivação.

Mas apesar de seu grande avanço, Yu se sentiu incomodado com algo. Quanto mais refinava Pérolas Espirituais, menor se tornava a eficiência delas. Após estudar sobre os mais diversos métodos de cultivação, Yu descobriu que apesar de depender apenas de recursos de cultivação poder influenciar nos avanços futuros, isso não deveria ocorrer nos estágios iniciais.

Não eram poucos os relatos de pessoas que dependiam exclusivamente de recursos de cultivação para atingir o rank Bronze. Somente à partir desse ponto que os recursos deveriam começar a perder os efeitos se usados continuamente.

No entanto, Yu mal conseguiu pisar no 2º nível da Estrela e já estava sentindo tais sintomas. De acordo com seu conhecimento, seria melhor não depender mais de recursos por algum tempo.

Pensando sobre isso e outras coisas, Yu começou a se lembrar de quando ele abriu seu artefato de armazenamento pela primeira vez algum tempo atrás. Naquela ocasião, Yu se surpreendeu muito ao ver um espaço sem fim, repleto de tesouros.

Dentro de seu artefato de armazenamento parecia haver um mundo próprio, de tão vasto. Haviam centenas de artefatos flutuando, além de milhares de Pérolas Espirituais entre outras coisas extremamente valiosas, como medicinas, anéis e recursos de cultivação ainda mais preciosos.

Bastava imaginar o objeto que queria e o objeto se aproximava da mão de Yu. No entanto, Yu percebeu que haviam muitos itens que ele não era capaz de retirar, como os recursos de cultivação de qualidade superior, ou artefatos ofensivos de alta qualidade.

Vendo a riqueza gigantesca sob sua posse, Yu se tornou eufórico ao mesmo tempo que estupefato. Quão grande devia ser seu suporte para ser capaz de lhe dar tantos recursos de cultivação e artefatos?

Após ponderar por um momento, Yu criou uma teoria, principalmente por ter encontrado um objeto peculiar entre sua montanha de tesouros. Esse objeto era uma simples pedra retângular com um brasão esculpido, porém a imagem do brasão lhe era muito familiar.

A primeira vista Yu não conseguiu reconhecer de onde vinha tal brasão, então colocou-o de volta e começou a explorar seu próprio artefato de armazenamento.

Nos momentos seguintes, seu artefato começou a emitir um estranho brilho nas laterais, então as misteriosas gravuras saltaram e pairaram no ar. Olhando dentro de seu artefato de armazenamento, Yu ficou chocado com a mudança.

Yu inconscientemente inseriu um fio de energia espiritual e o interior de seu artefato se transformou. Todo os objetos guardados desapareceram e havia apenas escuridão.

Ao olhar em sua cintura, seu Selo de Sangue estava brilhando fracamente. Yu não sabia como tinha feito, mas sabia o que tinha feito. No mesmo instante Yu formou um teoria sobre seu artefato.

Ele não deveria ser algo desse mundo, ou se fosse teria a mais alta classificação existente para artefatos de armazenamento. O porquê? Simples. Artefatos de armazenamento normalmente não possuem um interior flexível; a menos que sejam de classificação extremamente elevada, seus interiores sempre vão permanecer os mesmos.

No entanto algo fez Yu descartar essa teoria e pensar novamente sobre suas origens. Por mais que um artefato de classificação elevada possua um interior flexível, capaz de expandir e encolher dependendo da força espiritual do cultivador, não deveria existir nenhum artefato com mais de uma dimensão própria.

A segunda coisa que intrigou Yu, foi que ao inserir um fio de energia espiritual em seu artefato, ele conseguiu controlar inconscientemente para que apenas a energia do céu fosse inserida, o que alterou o interior do artefato.

Ao tentar inserir sua força espiritual novamente, o artefato voltou ao normal e seus milhares de recursos e artefatos reapareceram. Dessa vez Yu havia inserido ambas energias, do céu e da terra.

“Talvez quando eu atingir o pináculo do ranking Diamante eu seja capaz de descobrir o que há no terceiro espaço de armazenamento..” – Murmurou Yu.

De repente algo chamou ainda mais a atenção de Yu. Dentro de seu artefato havia um pergaminho flutuando em meios aos milhares de recursos de cultivação e artefatos. Não era a primeira vez que Yu notava esse item, há pouco, quando tentou retirar certos itens de seu espaço de armazenamento, esse pergaminho foi algo que Yu tentou puxar para fora, mas falhou miseravelmente.

Contudo, agora Yu notou um certo brilho envolvendo o pergaminho. Ao olhar novamente para sua cintura, seu Selo de Sangue ainda emitia um fraco brilho. Percebendo que o brilho estava se dissipando pouco a pouco, Yu não perdeu mais tempo e mentalizou o pergaminho aparecendo em sua mão.

<whooooosh>

“SUCESSO!” – Pensou Yu eufórico.

No instante seguinte, Yu desmaterializou seu artefato de armazenamento e segurou firme o pergaminho em suas mãos, notando que não havia nada escrito no mesmo.

“O que é isso?” – Indagou Yu franzindo as sobrancelhas.

Yu mal teve tempo de pensar e surgiu uma mancha de sangue em meio ao pergaminho. A seguir a mancha começou a brilhar à medida que a energia espiritual de Yu era sugada. Com um brilho vermelho irradiando do pergaminho, o sangue começou a dançar pelo papel e formar palavras.

“Saudações, segundo príncipe Yao Cheng. Se você está lendo isso, já deve ter se consolidado na sua cultivação, ou próximo disso..”

Infelizmente Yu não pôde ler mais nada, pois quando a última palavra legível se formou, sua energia vital esgotou e o conteúdo do pergaminho se dissipou. Bastou uma fração de segundo para que toda sua energia vital fosse sugada, e isso assustou Yu.

“Yao Cheng? Segundo Príncipe..? Esse.. sou eu?”

Apesar de pouco, o conteúdo que Yu conseguiu ler foi mais do que suficiente para lhe dar algumas pistas. Mas ao mesmo tempo algo surpreendente veio a mente de Yu, então ele invocou seu artefato de armazenamento e retirou o brasão que havia visto anteriormente.

“Brasão Imperial!” – Exclamou Yu em choque.

De fato, Yu sabia muito bem o que era isso. Em seus primeiros dias na academia Yu leu por acaso um livro sobre os três grandes impérios do continente central. Dentre eles havia informações sobre a família Imperial Yao, do antigo Império Yuan.

No início da história havia apenas uma única família que controlava todo o continente central, essa família era conhecida como a família Yuan. Após séculos de reinado e prosperidade, surgiram os primeiros problemas internos e a família Yuan se dividiu.

Mais tarde, em meio ao conflito após a morte do imperador Yuan Lo, ambos filhos do Imperador Lo dividiram o território. Com isso, o império Yuan se tornou dois. Ainda insatisfeito, o primeiro filho do imperador decidiu mudar o sobrenome de sua família, surgindo assim a família Imperial Yao.

Anos mais tarde a família Imperial Yuan caiu e restou apenas a família Imperial Yao. O território da família Imperial Yuan foi tomado por influências que o invadiram vindas do continente norte.

Somente o Império Yao foi capaz de se manter firme, então mais tarde, com a ascensão de um novo Imperador, este decidiu retomar suas raízes e rebatizou seu império como Império Yuan, em memória e respeito aos seus antepassados.

Séculos mais tarde, o antigo território do Império Yuan havia se dividido ainda mais e surgiram dezenas de impérios menores, e com a decadência de seu poderio militar, o atual imperador focou apenas em manter seu território.

Após se estabilizar, a paz não durou muito. Mesmo tendo as forças atuais muito menores do que um dia já foram, o atual império Yuan era uma grande ameaça, portanto os Imperadores do continente Leste e Sul se uniram e tomaram conta dos impérios vizinhos ao Império Yuan.

Apesar dos Imperadores desses impérios menores terem permanecido no poder, eles não passavam de peões para os Imperadores do Leste e do Sul. Então, anos mais tarde, enfim o império Yuan caiu em meio à investida de seus vizinhos.

Lendo tudo isso, Yu sabia que provavelmente muitos fatos foram alterados. Mas ainda haviam coisas de que ele poderia tirar proveito. Dentre elas estava o Brasão Imperial.

O Brasão Imperial é o símbolo que representa a linhagem da família Yao, os governantes por direito do Império Yuan. Ao todos existem 3 classes do Brasão Imperial, que podem ser diferenciadas pelas inscrições na parte inferior do brasão.

1ª Classe: Membro da Família Imperial. Normalmente usada em vestes e artefatos pelos descendentes diretos e o próprio Imperador.

2ª Classe: Servo Imperial. Brasão entregue somente para pessoas de confiança, aqueles com um Brasão Imperial de segunda classe possuem poder abaixo somente do próprio Imperador.

3ª Classe: Convidado Especial. Entregue somente para pessoas ilustres ou convidados de honra, aqueles que detêm um Brasão Imperial de terceira classe não possuem poder algum. No entanto eles são considerados intocáveis, ofender alguém em posse de um desses brasões é considerado cortejar a própria morte.

Inserindo energia vital, o Brasão Imperial nas mãos de Yu começou a brilhar provando sua autenticidade. Deixando de lado seus tesouros anteriores, esse foi o maior lucro que Yu poderia ter ganho.

Um Brasão Imperial falso nunca deve ser usado; caso alguém o faça, essa pessoa seria morta e todos seus descendentes e familiares punidos. No entanto, se alguém ousar ofender alguém em posse do Brasão Imperial, a punição seria centenas de vezes pior, portanto ninguém nunca arriscou ter tal atitude.

Apesar da família Yao ter caído na revolução de quatorze anos atrás, a Mansão Regente Kuomintai da Espada Purgatória ao assumir o poder não mudou os costumes do antigo imperador.

Pelo contrário, em papel o nome do império permaneceu como Império Yuan, como uma jogada falsa de respeito a antiga família Imperial, portanto o Brasão Imperial nas mãos de Yu ainda poderia ser de serventia no futuro. O que ninguém poderia esperar atualmente é que essa jogada do atual Imperador Kuomintai Gu também seria sua ruína no futuro.

“Quanto antes eu ficar forte, pelo visto mais as coisas vão se esclarecer..” – Pensou Yu antes de suspirar.

Foi nesse momento que Yu tomou a decisão de se esforçar para expandir seus conhecimentos. Ele poderia ter feito como muitos e começado logo a cultivar, mas Yu, a cada dia que passava, percebia a importância de conhecer não apenas a si mesmo, mas também a seus inimigos.

Portanto Yu investiu os dois meses seguintes em estudos teóricos. Ele poderia ficar atrás de todos da sua turma nesse tempo, mas quando começasse a cultivar, os ganhos seriam muito mais vantajosos.

Presente

Depois de pensar por algum tempo, Yu retomou sua cultivação. Ele começou a estabilizar seu cultivo, e passadas algumas horas enfim obteve sucesso.

“Acho melhor eu ir na biblioteca, por hora não adianta de nada continuar a cultivar.”

Em seguida Yu levantou-se e saiu de seu quarto, no meio do caminho parou ao ver uma multidão de curiosos rodeando um ancião que estava pregando algo no quadro de avisos.

Por Kouhei | 06/05/18 às 01:33 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Wuxia, Xianxia, Elementos de Cultivo, Romance, Brasileira