CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 47 - Mentindo Mais Ainda

O Príncipe das Trevas (PDT)

Capítulo 47 - Mentindo Mais Ainda

Autor: Kouhei Kagami | Revisão: yuukari

Yu e os outros estavam na carruagem do Chefe Mubai já fazia algumas horas. A viagem foi bem tranquila até o momento e durante todo o percurso não surgiu nenhum tipo de contratempo.

“Então, pergunto-me, por que nunca ouvi falar sobre sua família entre as famílias subordinadas?” – Chefe Mubai questionou Yu.

“É porque somos uma família subordinada interna, então não costumamos nos mostrar com frequência, assim como o Chefe Mu já deve ter percebido.” – Respondeu Yu com um sorriso.

“Entendo..” – Chefe Mubai assentiu, contudo em seu tom ainda havia um leve toque de desconfiança.

Percebendo as reações de Mubai, Yu decidiu elevar a mentira de serem subordinados da Família Imperial a um novo patamar.

“Chefe Mu, se eu te contasse uma coisa.. você guardaria segredo?”

“Hum?” – Chefe Mubai ficou surpreso com a proposta de Yu, ao ponto em que suas sobrancelhas até mesmo franziram levemente.

“É claro. Vá em frente, diga.” – Assentiu Chefe Mubai fingindo desinteresse.

“Lembra-se que eu disse que pertenço a uma família subordinada interna? Não somente isso, meu pai possui certos contatos, entre eles o General encarregado da Guarda Imperial.”

“Aparentemente o Imperador Kuomintai Gu esteve procurando um presente para dar ao seu filho, mas foi incapaz de encontrar algo adequado. Portanto o General, tentando ganhar pontos positivos com o Imperador, deu ao meu pai a tarefa de participar e encontrar algo na feira da Cidade do Lago Verdejante.”

“Como essa é uma feira incomum que só ocorre uma vez por ano, é possível encontrar os mais variados artefatos. Para não chamar muita atenção, eu tomei a liberdade de primeiro ir ao Labirinto das Cem Camadas coletar Essências Demoníacas para então vendê-las durante a feira.”

“Assim não estaríamos chamando muita atenção e conseguiríamos um presente para o filho do Imperador.”

Chefe Mubai que antes tinha uma expressão solene ficou surpreso e não conseguiu deixar de tornar a questionar Yu.

“Então por que você está me contando essas coisas se deveria se manter de perfil baixo?”

“É simples. Porque eu gostei do Chefe Mu e tenho plena confiança em seu caráter.”

Chefe Mubai se sentiu lisonjeado e até mesmo tossiu fracamente para disfarçar sua reação.

“Ahem. Muito bem, se esse é o caso, então por que não fazemos da seguinte maneira: Chegando na Cidade do Lago Verdejante irei comprar roupas decentes para que se vistam e apresentá-los a todos como meu sobrinho e seus amigos. Assim vocês podem desfrutar melhor do evento, afinal, ele só ocorre uma vez ao ano.”

Notando que Chefe Mubai estava de guarda baixa, Yu aproveitou a oportunidade para fisgá-lo de vez.

“I-Isso.. é muita gentileza do Chefe Mu, mas eu não posso aceitar.” – Yu cruzou os punhos em respeito.

“Haha, não se preocupe. Ninguém vai descobrir nada, enquanto vocês estiverem ao meu lado não há o que temer.” – Chefe Mubai gargalhou espalhafatosamente enquanto dava um tapinha nas costas de Yu.

Te peguei.” – Pensou Yu sorrindo discretamente.

Yu já havia notado logo de cara as intenções do Chefe Mubai, o qual enxergou uma oportunidade de ganhar favores daqueles no núcleo da Família Imperial. Por esta razão, Chefe Mubai faria de tudo para convencer Yu a aceitar a proposta.

Chefe Mubai também pertencia a uma das famílias subordinadas, no entanto a sua família era apenas uma das famílias subordinadas externas. Como Yu desde o princípio se mostrou discreto, Chefe Mubai caiu lentamente na armadilha.

Quando Yu contou o pequeno ‘segredo’ foi o mesmo que dizer que ele queria esse resultado, que Mubai se oferecesse para ser um ‘guarda-sol’. Yu somente rejeitou a oferta na primeira vez por estratégia, de modo a enganar Chefe Mubai fazendo-o acreditar que Yu estava apenas sendo cauteloso. Exatamente como Yu havia planejado.

“Haha. Se o Chefe Mu insiste, então terei de aceitar.”

“Haha. Ótimo, vamos comemorar então.”

Chefe Mubai pegou uma garrafa de vinho e colocou alguns copos sobre a mesa para servir os garotos.

Sentado do outro lado da carruagem, Ye Qing que roncava levemente acordou ao ser cutucado por Li Shui.

“Aii.. Mas o quê?”

“Vamos, vamos, sirvam-se!” – Chefe Mubai exclamou com um sorriso satisfeito.

“Suco de uva?! Bem na hora, eu já estava sentindo um pouco de sede mesmo.” – Ye Qing esticou o braço e virou o copo de vinho.

“Ai cacete.. ferrou agora.” – Yaoiyin cobriu o rosto em desgosto ao ver Ye Qing tomar de uma só vez o copo de vinho.

“Hum.. isso, eu nunca tomei nada parecido..” – Ye Qing exclamou surpreso. – “Eu posso pegar mais?”

“Mas é claro.” – Chefe Mubai assentiu enchendo o copo de Ye Qing.

“Esse é o melhor vinho produzido em todo o império. Ele é envelhecido por ao menos 50 anos antes de ser vendido, e é impossível comprar uma garrafa dessas por menos de 200 Pérolas Espirituais.” – Explicou Chefe Mubai orgulhoso.

“Realmente, é muito bom. Se eu tivesse que dizer, essa safra fica em segundo lugar de todas as que já experimentei.” – Comentou Yu casualmente, ainda degustando o vinho.

A expressão do Chefe Mubai subitamente ficou complexa, não acreditando no que acabara de ouvir.

“Você já experimentou o vinho produzido no continente do Norte?! Aquele que dizem ser o único capaz de superar essa safra?!” – Choque era visível na expressão do Chefe Mubai.

“Se experimentei? Só bebemos daquele vinho em casa.. Ainda assim foi bom experimentar algo diferente para variar o paladar, sempre o mesmo sabor acaba enjoando.” – Apesar da expressão de Mubai, Yu respondeu casualmente como sempre.

Enquanto Chefe Mubai ainda estava chocado com as palavras de Yu, Ye Qing levantou-se de seu assento.

“N-Nossa.. P-Por q-que está .. tudo.. girando?!”

“Eu sabia que isso ia dar merda..” – Yaoiyin xingou silenciosamente.

“C-Caramba! O-O q-que está acontecendo?!”

O corpo de Ye Qing pareceu ‘dançar’ dentro da carruagem devido aos pulos constantes que a mesma dava por atravessar uma estrada esburacada.

“CUIDADO!” – Yaoiyin gritou, mas infelizmente já era tarde demais.

Ye Qing perdeu o equilíbrio e saiu ‘dançando’ todo desengonçado em direção a porta da carruagem, esbarrando na maçaneta de modo a abri-la e então cair para o lado de fora.

“AAAAHHHH!” – Ye Qing gritou mas de repente sua voz parou.

“PARE A CARRUAGEM!” – Chefe Mubai gritou instantaneamente.

Sons de cavalos gritando soaram, então a carruagem parou.

Li Shui e Yaoiyin pularam no mesmo instante para fora, para checar a situação de Ye Qing.

Chou Bai apenas colocou a cabeça para fora por uma das janelas então voltou a comer.

“E-Eu não esperava que ele fosse tão fraco assim..” – Chefe Mubai murmurou meio sem graça.

“Não se preocupe com isso. Nós já estamos acostumados.” – Respondeu Yu casualmente.

“S-Sério? Menos mal então..” – Chefe Mu Bai suspirou em alívio.

“Então, como ele está?” – Perguntou Yu se levantando e olhando pela porta da carruagem.

“Está tudo bem. Ele só vai se lembrar disso quando se olhar no espelho.” – Debochou Yaoiyin rindo.

Yaoiyin ajudou a arrastar Ye Qing de volta à carruagem e então foi a primeira a entrar. Li Shui apoiou o corpo de Ye Qing próximo a porta e empurrou para cima com a ajuda de Yaoiyin puxando de dentro.

Quando terminaram de colocá-lo para dentro, Li Shui entrou e sentou-se ao lado de Yaoiyin.

Ao ver o machucado no rosto de Ye Qing, Yu segurou-se para não cair na gargalhada assim como Yaoiyin.

Irmão Ye vai se lembrar pro resto da vida de como foi a primeira vez que bebeu.” – Pensou Yu.

Em seguida, Li Shui fechou a porta e acenou para Chefe Mubai que podiam partir.

Chefe Mubai deu a ordem e o cocheiro rapidamente a acatou. Os cavalos deram um breve grito com o soar de um estalar de chicote nas mãos cocheiro, em seguida a carruagem passou a se mover, aproximando-se cada vez mais da Cidade do Lago Verdejante.

“Desculpe-me por isso, Chefe Mu.” – Yaoiyin disse envergonhadamente.

Li Shui também se curvou enquanto sentado, em sinal de desculpas.

“Não se preocupem. Essas coisas acontecem. Haha”

O resto da viagem correu sem mais problemas. Partindo da Torre de Coleta até a Cidade do Lago Verdejante, estando em uma carruagem levaria pouco mais de meio dia. Nesse tempo, Ye Qing ficou cochilando como um bebê. Yu passou o resto da viagem dividindo sua atenção entre ler um livro e conversar com Chefe Mubai, e Li Shui com Yaoiyin observaram a paisagem do lado de fora. Somente Chou Bai pareceu não se importar com nada e ficou comendo.

Depois de uma longa jornada, um vasto lago verde surgiu à vista. No horizonte se formava lentamente a figura de uma enorme cidade rodeada pelo lago, o qual começou do tamanho de uma formiga e foi crescendo à medida que se aproximavam.

Ao redor do lago haviam dezenas de colinas e montanhas repletas de vegetação. Algumas pessoas apenas permaneceram em seus barcos de pescas, se deliciando com a brisa suave que se originava do horizonte.

“Estamos quase chegando. Essa foi realmente uma longa viagem.” – Chefe Mubai comentou.

Yu colocou a cabeça para o lado de fora e observou a paisagem passando enquanto uma brisa suave batia em seu rosto.

Aproximadamente uma hora depois, a carruagem parou frente a um gigantesco portão, que servia de entrada para um luxuoso porto.

Ao redor da Cidade do Lago Verdejante haviam três portos que levavam para a cidade situada em meio ao lago. No entanto, somente dois deles podiam ser usados por pessoas comuns. Naturalmente, o porto escolhido por Chefe Mubai foi justamente o mais luxuoso de todos, onde somente aqueles com o mais alto status eram permitidos a pisar.

Yu notou diversas outras carruagens luxuosas estacionadas próximo a eles, e dezenas de pessoas que claramente pertenciam a mais alta classe social circulando do lado de fora.

Ao ver a figura de Mubai saltando para fora da carruagem, Yu também ficou de pé seguido por Yaoiyin, Chou Bai e Li Shui. Somente Ye Qing permanecia dormindo, até que Yaoiyin fez questão de acordá-lo “carinhosamente”.

Por Kouhei | 17/06/18 às 00:22 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Wuxia, Xianxia, Elementos de Cultivo, Romance, Brasileira