CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 51 - Cidade do Lago (Parte 3)

O Príncipe das Trevas (PDT)

Capítulo 51 - Cidade do Lago (Parte 3)

Autor: Kouhei Kagami | Revisão: yuukari

O gerente da pousada estava extremamente feliz por não haver nenhuma mulher ali presente, a não ser Yaoiyin, que curiosamente não chamou a atenção de En Long.

En Long, no entanto, não parecia nem um pouco contente com a situação.

“Que droga, onde estão vocês?” – En Long murmurou deprimido.

Yu e os outros já haviam entendido logo de cara. Somente pela expressão do gerente e a atitude de En Long, haviam ficado claras as circunstâncias.

“Fazer o quê, amanhã é um novo dia. Ou seja, novas oportunidades.. hehehe” – En Long sorriu perversamente e saltitou em direção a seu quarto.

O gerente, ainda enxugando o suor da testa, guiou o resto do grupo.

“Por aqui, me acompanhem por favor.” – Liderou o gerente.

En Long caminhou à frente de todos, até mesmo do gerente. Por ter vindo mais cedo, ele já sabia exatamente onde ficava seu quarto.

Quando chegaram em um corredor com os aposentos reservados por Chefe Mu e En Zhao, o gerente foi mostrando os respectivos quartos para cada um dos jovens. Primeiro Chou Bai, depois Ye Qing, então Li Shui.

A essa altura faltava somente mais dois quartos. No entanto, En Long se dirigiu ao último e sobrou apenas um vago.

Yu e Yaoiyin se entreolharam com um certo temor.

“Esse é o quarto de vocês.” – O gerente destrancou a porta e indicou para que entrassem.

Nesse mesmo momento, Yu notou En Long fazer um gesto com as mãos enquanto adentrava o próprio quarto. Por muito pouco que Yu também conseguiu perceber um sorriso malicioso se formando no rosto do garoto.

“Divirta-se, irmão mais velho Yu.. Hehehe”

“I-Isso! Só pode ter sido um engano isso!” – Exclamou Yaoiyin para o gerente.

“Me desculpe senhorita, mas não acredito que tenha ocorrido nenhum tipo de engano..”

“Mas, mas.. Nós não estamos ..” – Yaoiyin se perdeu nas palavras sem conseguir se explicar.

Com o rosto de Yaoiyin corando, mesmo Yu também se sentindo levemente envergonhado ele tomou a frente.

“Me desculpe, senhor gerente, mas você não teria nenhum quarto sobressalente?” – Expectativa se formou no olhar de Yu e Yaoiyin.

“Me desculpe, mas todos estão lotados. Vocês já tiveram sorte de conseguir mais cedo reservar tantos quartos assim, ainda mais de última hora..” – O gerente balançou a cabeça em negação.

“Então se me dão licença, irei me retirar. Precisando de mim, estou à disposição na recepção.” – Disse respeitosamente o gerente.

Por mais que Yu e os outros estivessem com roupas todas ‘esfarrapadas’, o gerente não ousou subestimá-los, pois aquele que os acompanhava era não era somente Chefe Mubai, mas até mesmo En Zhao, ambos muito conhecidos por sempre participarem da Feira Anual.

“Yu, e agora?” – Yaoiyin ficou apreensiva, seu rosto corou levemente.

“Se não se importar em dividir o quarto..”

“V-Você está.. falando sério?!” – Yaoiyin ficou surpresa ao mesmo tempo que levemente feliz.

“S-Sim.. Eu fico com o chão. Sem problemas.”

“Tudo bem então..” – A voz de Yaoiyin continha um leve toque de decepção.

Depois de entrar no quarto, Yu observou que ele era mais espaçoso do que aparentava.

Havia uma cama de casal bem no centro encostada à parede esquerda, daquelas que possuem cortinas e um teto próprio. Ao lado da janela localizada próxima a cama uma poltrona estava posicionada à direita de uma estante de livros.

Não muito longe da porta também estava estrategicamente colocada uma grande mesa circular, repleta de bebidas e petiscos. Também havia pratos e copos limpos, e os talheres eram inteiramente de prata.

Em uma parede oposta à cama, um requintado relógio de quase 2 metros de altura marcava as horas com precisão. No chão um largo tapete feito a partir de Bestas Demoníacas completava a decoração.

Yaoiyin ficou sem palavras com a decoração interior do quarto. Era a primeira vez que ela dormiria em um lugar tão luxuoso assim, pois a última vez em que estivera em uma pousada, optou por um quarto mais simples de modo que ficasse próxima a Yu.

“Só espero que irmão Ye não quebre a cama daqui também..” – Yu brincou para quebrar o gelo.

“Hahaha! É verdade, eu nunca vou me esquecer daquele dia.” – Yaoiyin respondeu de bom humor.

Yu ficou fascinado, mas também muito feliz. A luz do luar que invadia o quarto pela janela só serviu para realçar a beleza de Yaoiyin. Mesmo que ela pecasse em alguns ‘aspectos femininos’, ela ainda assim era tão bela e delicada quanto um fada.

Satisfação apareceu no rosto de Yu ao ver que conseguiu quebrar o gelo com sucesso. Então ao escolher alguns livros da estante, Yu sentou-se ao chão para ler.

Yaoiyin sentou na beira da cama e o observou por algum tempo.

Depois de mais ou menos uma hora observando, Yaoiyin sentiu o cansaço bater e deitou sobre a cama.

“Ei Yu.. Você não vai dormir?” – Uma voz doce quebrou o silêncio da noite.

“Hmm, eu acho que ainda não.”

Yaoiyin mordeu os lábios, pensativa enquanto tomava uma decisão.

“Yu..” – Yaoiyin tornou a sentar-se sobre a cama e encarou o garoto no chão.

Yu interrompeu sua leitura, por Yaoiyin ter passado uma impressão de quem queria dizer algo, ele marcou a página em que estava e fechou o livro.

“Diga..” – Respondeu Yu com uma voz calma.

“Você não deveria ficar acordado direto.. amanhã o dia vai ser longo. Além do mais, quando estávamos nos Labirinto das Cem Camadas, você praticamente não descansou, isso SE descansou, porque eu não lembro de tê-lo visto dormir uma vez sequer..”

“Hummm..” – Yu franziu as sobrancelhas.

Já que Yaoiyin estava insistindo para ele descansar, talvez fosse melhor deitar e fingir que estava dormindo enquanto tentava compreender melhor a Jóia dos Três Caminhos.

“Tudo bem, eu vou descansar um pouco então.”

Yaoiyin ficou levemente feliz. Sem perceber sua boca já estava se mexendo, dizendo palavras das quais ela imediatamente sentiu remorso por pronunciar.

“Por que você não se deita comigo..” – Yaoiyin rapidamente interrompeu ao notar o que havia dito.

Yu franziu as sobrancelhas intrigado.

“NA-NADA! Eu não disse nada..” – Yaoiyin negou.

No entanto, Yu já havia se levantado e olhava em sua direção com uma expressão solene.

“Se você não se importar..”

Yaoiyin ficou abalada com a resposta inesperada de Yu.

Ela olhou para o lado e com a voz levemente trêmula disse: “Desde que você se comporte.”

Yu sorriu e deitou-se ao lado de Yaoiyin.

Não é que Yu não entendesse sobre relacionamentos, ele só não entendia sobre romances. Essa situação até mesmo Yu pode compreender que era algo totalmente embaraçoso para duas pessoas que nem sequer se relacionavam como amantes.

Contudo, a fragrância de Yaoiyin era doce e quase irresistível. Se não fosse por seu respeito pela jovem deitada ao lado, Yu talvez não teria conseguido se segurar. Ainda assim ele fez de tudo para resistir, mesmo com seus impulsos dizendo o contrário.

Yaoiyin claramente ficou decepcionada por Yu não tomar uma atitude, então fechou os olhos e pensou: “Quem sabe um dia..

A mente de Yu passou a pesar, e ele se sentiu intrigado. Talvez fosse por ter usado não apenas uma, mas duas vezes recentemente o Selo de Sangue, somado a transformação pela qual o mesmo passou, a consciência de Yu foi escurecendo, fazendo-o cair num profundo sono.

A noite acabou por Yu não aproveitá-la para cultivar, nem mesmo ler ou expandir suas compreensões da Jóia dos Três Caminhos. Yu apenas dormiu. Dormiu tanto quanto antes de seu Selo se ativar pela primeira vez.

Em um piscar de olhos a noite chegou ao fim e Yu havia dormido por várias horas consecutivas. Quando o primeiro raiar do sol deu sinais de aparecer, Yu acordou com barulhos estranhos vindo do corredor.

Rapidamente Yu sentou-se em meio a cama com a intenção de checar o que estava acontecendo. Mas quando se apoiou sobre a cama a meio caminho de levantar, o som da respiração de Yaoiyin cativou sua atenção.

Como se os sentidos de Yu se esvaissem e nada mais restasse no mundo, ele ficou ali, parado, observando a figura de Yaoiyin deitada como um anjo, respirando fundo com o peito subindo e descendo alternadamente.

Yu sentiu um misto de emoções que nunca havia experimentado antes. Lentamente sem que percebesse seu rosto se aproximava ao de Yaoiyin.

Encarando os finos lábios rosados da jovem e sentindo a doce fragrância de uma mulher, Yu foi tomado pela luxúria. Somente quando um forte som de batida soou na porta que Yu recobrou os sentidos. Até mesmo Yaoiyin foi acordada devido a confusão.

Com urgência no rosto, Yu se recompôs e afastou-se de Yaoiyin, que por muito pouco não foi beijada por ele.

Que sensação estranha é essa? Por que é tão doloroso..?” – Yu pensou aflito, sentindo seu coração pulsar loucamente.

Sem muito tempo para Yu raciocinar, a voz de Yaoiyin tomou conta do ambiente. Uma voz tão doce quanto a de um anjo ao acabar de acordar, capaz de conquistar o coração de qualquer homem.

“Uaaaahhhh.. Yu? Que barulho foi esse?” – Yaoiyin se espreguiçou com os olhos entreabertos e uma cara de sono.

“E-Eu não sei..” – Yu respondeu.

Yaoiyin esfregou os olhos e o encarou.

“Por que você está corado..?” – Uma visão surpreendente fez Yaoiyin também corar imediatamente e virar para o lado oposto.

De ínicio Yu não compreendeu o que tinha acontecido, mas ao olhar para baixo e notar uma certa elevação em suas calças, seu rosto avermelhou tanto que só faltou exalar fumaça.

Yu também se virou para o outro lado cobrindo com urgência a parte inferior de seu corpo com uma almofada. Então de costas para Yaoiyin tentou se explicar.

“E-Eu juro que não é o que você está pensando!”

“Hmmm” – Yaoiyin apenas murmurou em concordância, mantendo um travesseiro entre seus braços.

Enquanto isso Yu estava a xingar loucamente em sua mente: “En Long, seu maldito! Isso é tudo culpa sua!”

Por Yaoiyin não responder, Yu considerou que ela estivesse desconfortável. Por outro lado, o que ele nunca esperaria, é que Yaoiyin na verdade possuía uma expressão extremamente alegre enquanto abraçava com ternura um travesseiro.

<POW>

Então outro som forte de algo caindo do corredor, interrompeu o momento íntimo dos dois.

Por Kouhei | 17/06/18 às 00:28 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Wuxia, Xianxia, Elementos de Cultivo, Romance, Brasileira