CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 100 – Terra Sem Leis

O Último Herdeiro Da Luz (UHL)

Capítulo 100 – Terra Sem Leis

Autor: Rafael

A caminhada de Zao Tian foi curta, porém demorada, pois Zao Tian andava com muita cautela.

Nos arredores do vilarejo Kuzawa, havia uma floresta densa e quase intocada. O clima desértico não fazia parte daquela região, pois o ar ali era fresco e úmido.

Zao Tian se esgueirou pelas árvores e evitou todas as pessoas que ele avistava ou sentia a presença.

“Essas roupas chamarão muita atenção por onde quer que eu vá!” Zao Tian pensou enquanto olhava para as suas vestes luxuosas.

“Entreguem tudo o que vocês tiverem aí!”

Enquanto Zao Tian pensava sobre o quão extravagantes eram as suas roupas, ele escutou alguém gritando longe dali.

Cautelosamente, Zao Tian caminhou até o local de onde a voz partia e observou que dois trios de pessoas estavam se encarando.

Cada trio, tinha um emblema nas suas roupas que demonstravam que eles pertenciam a alguma facção ou família. Também, um dos trios usava vestes de couro marrom, enquanto o outro usava túnicas bege.

“Hahaha… Eu ia dizer o mesmo para vocês!” Um dos homens falou com o dono da voz anterior.

“Humph. Então vamos lutar até a morte!” O líder de um dos trios falou enquanto empunhava uma lança e avançava contra o outro trio.

*Bang.* *Swish.* *Bang.* *Bang.* *Swish.* *Swish.**Swish.*

Os dois trios se enfrentaram, lutando uma batalha de vida ou morte. O mais fraco daqueles homens, estava no 3º nível do reino Dominador e o mais forte estava no 7º nível do reino Dominador.

A luta durou quase uma hora e Zao Tian apenas observou, sem interferir.

Após o término daquela batalha sangrenta, que arrebatou as vidas de 5 daqueles homens, apenas um homem do trio que usava vestes de couro, sobreviveu. Contudo, ele estava em um estado lastimável, cheio de ferimentos e queimaduras no seu corpo.

“O que tem de errado com este lugar? Existem saqueadores espalhados por todos os lados!” Zao Tian pensou enquanto observava o sobrevivente da batalha pegando todos os pertencem daqueles que tinham morrido.

“Eu preciso saber como funciona este lugar! Estudar vai demandar muito tempo, então eu tenho que ser mais radical!” Zao Tian pensou enquanto saía de trás da árvore e se revelava para o homem.

“Humm?” Assim que percebeu que tinha alguém por perto, o homem se virou na direção de Zao Tian e segurou firme na sua espada.

“Quem é você? Você está atrás do meu saque?” O homem questionou Zao Tian.

*Swoosh.* Sem dizer nada, Zao Tian usou a ‘Estrela Veloz’ e deixou diversas pós imagens para trás enquanto se aproximava do homem.

“Droga, ele é rápido!” O homem, que estava no 6° nível do reino Dominador, xingou quando percebeu que não seria capaz de acompanhar a velocidade de Zao Tian.

*Bang.* Zao Tian ficou atrás do homem deu um soco na cabeça dele.

O homem já estava debilitado devido à batalha anterior, então após o soco de Zao Tian, ele só pôde sentir a sua mente desligando e a sua visão ficando borrada.

——————————————–

Após algum tempo desacordado, o homem despertou e viu que Zao Tian estava de pé na frente dele, esperando até que ele acordasse.

“Humm?” O homem olhou para Zao Tian e em seguida olhou os arredores, mas ele só conseguía enxergar árvores a sua volta.

“Você não sairá daqui, a menos que você me responda o que eu preciso saber!” Zao Tian falou calmamente.

Ignorando Zao Tian, o homem tentou se levantar e correr, mas ele percebeu que nenhum músculo do seu corpo obedecia aos seus comandos.

“Quem é você? O que você fez comigo?” O homem perguntou aterrorizado.

“Isso… É só um pouco de medicina! Esses efeitos podem ser temporários ou permanentes, isso só depende de você! Você vai me responder com sinceridade?” Zao Tian respondeu enquanto segurava uma raiz vermelha na mão direita.

“Seu…” O homem olhou furiosamente para Zao Tian, mas não terminou a sua fala.

“Posso começar a perguntar?” Zao Tian fez uma cara paciente e perguntou.

“Pergunte logo!” O homem respondeu de forma impaciente.

“Tudo bem… Primeiro, em qual continente nós estamos?” Zao Tian perguntou.

“Hum… Que tipo de pergunta é essa? Nós estamos no continente Kaos!” O homem respondeu impaciente.

“Continente Kaos…” Zao Tian murmurou, antes de continuar: “Qual é o seu nome? Por que você estava lutando naquele lugar?”

“Eu sou, Mahou, do clã de saqueadores de Cadron! Eu estava lutando naquele lugar porque eu queria roubar o pertences deles, é óbvio!” Mahou respondeu.

Zao Tian estranhou a naturalidade com que Mahou tinha o respondido aquilo. Era como se saquear de alguém fosse um hábito comum naquela região.

“Por que existem tantos saqueadores aqui? Vocês têm alguma regra neste lugar?” Zao Tian perguntou.

Assim que escutou as perguntas de Zao Tian, o homem deu um sorriso estranho, como se tivesse descoberto o motivo daquelas perguntas e falou: “Haha. Agora, eu acho que entendi… Você não é daqui, por isso está fazendo essas perguntas…”

“Hoho. Você entendeu perfeitamente! E então, você vai colaborar, ou eu terei que usar outros métodos?” Zao Tian falou.

“Humph. Eu nunca falarei nada para você! Com certeza você é um daqueles malditos do continente Andros!” O Homem afirmou num tom inflexível.

“Você tem certeza disso?” Zao Tian perguntou em tom de aviso.

“Hahahahaha… Você pode me matar, ou me deixar paralisado para sempre, mas eu nunca colaborarei com vocês!” O homem respondeu, antes de cuspir no pé de Zao Tian.

“Cara… Eu sinceramente não queria fazer isso, mas você não está me dando opções!” Zao Tian falou enquanto balançava a cabeça e pegava uma lasca de osso que ele tinha retirado do corpo de um dos saqueadores que estava com Mahur. A lasca de osso era afiada, longa e fina, como uma espécie de agulha.

“Tem uma coisa que eu esqueci de mencionar sobre a medicina que eu te dei… Ela impede que o cérebro comande os movimentos do corpo, mas em contrapartida… Ela aumenta bastante a sensibilidade à dor!” Zao Tian explicou calmamente enquanto segurava o dedo médio direito de Mahur e inseria a lasca de osso debaixo da unha de Mahur…

“Aaaaaaaaaaaaaaaarrrrrrrggggggggggggggghhhhh…” Mahur gritou como nunca havia gritado antes. A dor excruciante aumentava a cada milímetro que a lasca de osso entrava no seu dedo.

Zao Tian continuou calmo e após enfiar a lasca de osso até a última falange do dedo de Mahur… Ele a retirou, lentamente.

“Uuuuuuhhhhhhh…” Mahur urrava enquanto bufava devido à dor extrema daquele processo. Mesmo após Zao Tian terminar, Mahur ainda era capaz de sentir a dor excruciante, como se o processo ainda estivesse ocorrendo.

“Agora… Nós podemos conversar?” Zao Tian perguntou.

“Seu… Desgraçado! Vai se foder!” Mahur gritou enquanto babava de raiva e dor.

“Você tem certeza disso?” Zao Tian falou enquanto segurava o dedo indicador esquerdo de Mahur e aproximava a lasca de osso.

“Eu nunc… Aaaaaaaaaaaaaaarrrrrrrrrggggggggggghhhhhhhhh…” Antes que Mahur se recusasse a falar novamente, Zao Tian repetiu o processo, fazendo com que Mahur berrasse de dor.

“Maldit… Aaaaaaaaaaaaaaarrrrrrrrrrrrrrrgggggggghhhhhhhhhh…” Mais uma vez, Mahur se recusou a colaborar e sofreu as consequências.

“Desgraçad… Aaaaaaaaaaaaaaarrrrrrrrrrrrrrrgggggggghhhhhhhhhh…”

“Você pode me matar, mas… Aaaaaaaaarrrrrggghhhhhhhhhhh…”

“Snif… Eu… Snif… Nunca… Aaaaaaaaarrrrrggghhhhhhhhhh…” Após sofrer por repetidas vezes a tortura de Zao Tian, Mahur já está chorando, isso significava que não demoraria muito tempo até que ele resolvesse colaborar.

“Aaaaaaaaaaaaaaarrrrrrrrrgggggggggghhhhhhhhhhh… Huff… Huff… Tudo bem, eu falo! Eu falo!” Após um longo tempo de tortura e diversos dedos inutilizados, Mahur finalmente resolveu colaborar.

“Se quer mesmo que isso acabe… Diga-me tudo sobre esse continente!” Zao Tian ordenou.

“Sim… Sim… Eu direi tudo!” Mahur respondeu, antes de continuar…

“Pra começar, não existe nenhuma lei nesse continente! Não existem autoridades ou qualquer tipo de unificação! Cada um decide as suas próprias regras e as suas próprias leis! Matar, saquear, estuprar, aleijar, espancar, escravizar… Nada disso é proibido por uma lei universal! Esse continente vive na anarquia, então tudo é permitido e ninguém determina como o outro deve viver!”

“Em qualquer lugar do continente, haverão saqueadores e assassinos! Esse continente é uma zona! Se alguém é forte, ele pode fazer o que quiser por aqui!”

Zao Tian escutou as palavras de Mahur e finalmente pôde entender o que Gadiv tinha dito mais cedo. A anarquia era o estilo de vida desse lugar, mas parece que a família Shui estava tentando instaurar regras para eles. Era de se esperar que os nativos do continente não aceitariam aquilo.

Contudo, mesmo que Zao Tian imaginasse que aquele era um estilo de vida, ele não conseguia entender o porquê de alguém querer permanecer naquela vida. Também, qualquer sociedade necessita de regras, então como isso não tinha acontecido naturalmente?

“Me responda, vocês gostam de viver desse jeito? Por que vocês têm tanto ódio dos habitantes do continente Andros?” Zao Tia perguntou.

“Humph. Nós só conhecemos esse tipo de vida e nunca tivemos uma escolha! Zeus, vive neste continente! Ele… Determina o que acontecerá aqui! Já existiram pessoas que tentaram criar regras e organizar o continente, mas Zeus… Ele gosta de ver as pessoas se matando, então ele mesmo eliminou cada uma dessas pessoas!”

“As únicas regras que são permitidas por aqui, são aquelas estipuladas entre um pequeno grupo de pessoas! Se por algum motivo, as pessoas começarem a seguir uma única direção… Zeus destruirá todos eles!”

“Nós odiamos vocês do continente Andros, porque aquele, Yang Hao, selou todo o seu continente e todos que tentaram fugir para lá, foram mortos pelas tropas Imperiais, ou entregados para o próprio Zeus!”

“Também, por algum motivo, Zeus trouxe aquela família Shui para cá e entregou a Cidade Divina para eles!”

“Nós odiamos todos os outros continentes, pois Zeus poderia ter escolhido qualquer um deles para fazer os seus joguinhos, mas ele escolheu o nosso! Dentre os continentes que Zeus menos visita, o continente Andros é o primeiro colocado! Vocês são um bando de filhos da puta abençoados, que não sofreram nem um pouco do que nós sofremos!”

Mahur desabafou toda a sua raiva e frustração quando falava de Zeus.

Zao Tian mentalizou e refletiu sobre as palavras de Mahur e ficou calado por alguns instantes…

“Mais uma pergunta e eu te liberto… Existe algum lugar que eu possa viver sem ser incomodado por saqueadores como você?” Zao Tian perguntou.

“Não, nenhum lugar é seguro! A menos que você resolva viver no meio do deserto! Hahahahahahaha…” Mahur respondeu.

“Obrigado, pela colaboração!” Zao Tian falou enquanto a ‘Bloody Mary’ aparecia na mão direita dele.

“Agora… Eu te libertarei!” *Swish.* Assim que Zao Tian terminou de falar, ele decapitou Mahur, sem nenhuma piedade.

Enquanto a cabeça de Mahur ainda rolava pelo chão, Zao Tian pegou o anel de armazenamento de Mahur e o inspecionou…

A ‘Bloody Mary’ reagiu no mesmo instante, pois haviam algumas armas dentro do anel de armazenamento.

Rapidamente, Zao Tian retirou todas as armas do anel e sem sequer tocá-las, ele as deixou cair no chão. Depois, Zao Tian viu que no anel haviam algumas roupas e algum dinheiro.

Para a sorte de Zao Tian, o continente Kaos usava a mesma moeda do continente Andros. Como Zao Tian tinha várias moedas azuis no seu próprio anel de armazenamento, dinheiro não seria um problema para ele.

Zao Tian analisou as roupas que estavam no anel de armazenamento de Mahur e escolheu a mais simples delas. Depois, ele tirou as suas roupas luxuosas e chamativas e vestiu uma calça branca e um pouco larga, e uma camisa, preta e um pouco larga.

Com aquelas vestes, Zao Tian poderia se infiltrar no meio da multidão de passar despercebido. Diferente de antes, quando ele parecia ser um alvo ambulante.

Finalmente, Zao Tian teve um breve resumo de como funcionavam as coisas naquele continente, por isso, agora ele estava pronto para se aventurar e interagir com as pessoas daquele lugar.

Contudo, antes de partir para o vilarejo Kuzawa, Zao Tian se sentou, cruzou as pernas e se concentrou no seu cultivo.

Há muito tempo, Zao Tian já tinha chegado em um ponto crucial para avançar de nível. Os seus meridianos estavam transbordando de energia espiritual e o 5° nível do reino Dominador já estava ao alcance de Zao Tian.

Zao Tian se focou em purificar e fortalecer os seus meridianos e Veias Espirituais; Ele fez com que a energia circulasse pelo seu corpo, inundando cada uma das suas células…

Após cerca de uma hora, Zao Tian sentiu os seus músculos ficando mais rígidos e a sua energia espiritual ficando mais densa. O gargalo tinha sido rompido e energia espiritual foi estabilizada. O avanço para o 5° nível do reino Dominador… Foi um sucesso!

[Nota: Eu deveria ter feito isso antes, mas acabei não falando sobre o avanço para o 4° nível, que foi feito no período após o casamento.]

Após terminar o processo, Zao Tian abriu os olhos e com um tom determinado, ele falou com Gold: “Gold… Você tem alguma regra que eu tenha que seguir dessa vez?”

Gold: “Dessa vez, não! Você sabe que este lugar é uma bagunça, então apenas sobreviva e fortaleça o seu espírito! Você pode fazer o que quiser, desde que não tome nenhuma pílula!”

“Eu entendi! Primeiro, eu vou comprar algumas provisões no vilarejo e encontrarei um lugar adequado para residir enquanto eu foco no meu treinamento!” Zao Tian falou, antes de se levantar e caminhar na direção do Vilarejo Kuzawa.

———————————————-

Província Dourada- Território Zao…

Ming Xue estava olhando para o céu com uma certa melancolia no seu olhar. Já se passaram dias desde quando Zao Tian tinha sumido sem se despedir ou falar com ninguém.

Deitado, ao lado de Ming Xue, estava um filhote de tigre branco.

No dia que Zao Tian desapareceu, Ming Xue foi pessoalmente procurar um bichinho de estimação para ela. Contudo, depois que ela retornou, mais feliz do que nunca, ela soube que alguma coisa tinha acontecido no território Zao e que Zao Tian tinha desaparecido.

No início, Ming Xue pensou em rezar para que Zao Tian estivesse bem, mas após se encontrar com Zao Hu, os dois tiveram uma conversa sincera e Zao Hu lhe informou que quem estava por trás do desaparecimento de Zao Tian… Era um Deus, chamado Raijin.

A cabeça de Ming Xue estava perturbada por um turbilhão de pensamentos, mas o que ela mais pensava em fazer… Era obter vingança!

“Deuses… Eu vou fazê-los sangrar! Marido… Eu espero que você esteja bem… Do contrário… Eu vou até você e nós dois… Vamos descobrir o quão raro é o sangue de um Deus!” Ming Xue murmurou enquanto segurava o talismã que Zao Tian tinha entregado para ela.

“Senhorita Xue… Todos os líderes, já chegaram!” Zao Hu se aproximou de Ming Xue e falou.

“Élder Hu… Eu já estou indo! Como foi a sua conversa com o seu antigo mestre?” Ming Xue continuou de costas para Zao Hu e perguntou.

“O Mestre Chihuo disse que sabe para onde Raijin deve ter levado o Jovem mestre! Ele disse que enviará algumas divisões para vasculhar o local e que também irá, pessoalmente, para procurar pelo Jovem Mestre!” Zao Hu respondeu.

“Agradeça ao Sênior Chihuo, por mim! Vamos lá, vamos começar a reunião!” Ming Xue falou enquanto se virava lentamente e caminhava na direção de um salão.

Assim que Ming Xue entrou no salão, o prefeito Ming Zong, o Patriarca Gu Deshi, o Patriarca Ming Xiao e o Diretor Ye Zuo, que estavam sentados diante de uma mesa de reuniões… Se levantaram e recepcionaram Ming Xue.

Ming Xue caminhou até a presidência da mesa e após cumprimentar a todos com um aceno de cabeça, ela se sentou e disse…

“O irmão Rei e o Sogro Xin, pedem desculpas pelas suas ausências, mas eles ainda estão muito aflitos! Durante a ausência do meu marido, eu responderei pela família Zao!”

“Primeiro, todos aqui sabem o que aconteceu! Então, devemos manter isso apenas entre nós! O meu marido é uma pessoa muito querida pelos seus amigos e extremamente temida pelos seus inimigos! Se alguém perguntar sobre o que aconteceu com ele, nós vamos responder que ele partiu para treinar, que mantêm contato conosco e que ele está bem e evoluindo rápido!”

“Isso matará a curiosidade das pessoas e deixará os inimigos receosos…”

“Estamos entendidos?”

Assim que o questionamento de Ming Xue caiu, todos que estavam à mesa concordaram com as suas cabeças e responderam em coro…

“Sim, Matriarca Xue!”

Após todos concordarem, Ming Xue continuou a falar sobre como eles lidariam com aquele assunto e quais seriam as direções que a família Zao tomaria.

Por Duckie | 30/12/17 às 17:22 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Harém, Maduro, Seinen, Adulto, Comédia