CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 162 - Peste Pútrida

O Último Herdeiro Da Luz (UHL)

Capítulo 162 - Peste Pútrida

Autor: Rafael | Revisão: JFae p

"Há cerca de um ano atrás, toda a cidade Turop e os seus arredores, inclusive este vilarejo, foram assolados por uma terrível doença. Essa doença era capaz de matar uma pessoa em cerca de quatro dias...” O senhor Bou falou num tom pesaroso.

“Os primeiros infectados surgiram na capital, mas devido ao alto poder de contágio da doença, ela rapidamente se espalhou por todos os cantos.”

“Jovem… Eu vi, com os meus próprios olhos, o quão terrível era a morte de um daqueles doentes! Eles literalmente apodreciam de dentro para fora e iam perdendo seus membros e órgãos aos poucos, antes do derradeiro e excruciante fim!”

“Até mesmo os artistas marciais que possuíam um alto nível de força foram vitimados pela doença. Apesar de resistirem um pouco mais do que os outros, no fim, eles encontravam o mesmo terrível fim.”

“Os médicos de Turop tentaram tratar os doentes, mas nenhum deles conseguiu curar sequer um. Um a um, os médicos morreram, mas, antes disso, eles diagnosticaram que a doença se tratava da ‘Peste Pútrida’!”

Imediatamente após o senhor Bou terminar de dizer aquilo, Zao Tian fez uma expressão de espanto. Ele sabia claramente o quão horripilante era aquela doença. Qualquer um que enfrentasse aquela doença estava fadado a sofrer uma morte terrível. No fim, morrer era um alívio para o infectado.

Enquanto Zao Tian pensava no desespero que assolou a cidade Turop, o senhor Bou continuou: “Não demorou mais do que uma semana, para que o presidente de Murac enviasse várias tropas para nos cercar e estabelecer uma zona quarentena...”

“Quando a zona de quarenta foi formada, ninguém, absolutamente ninguém, infectado ou não, podia sair daqui! Alguns tentaram fugir devido ao medo de ficarem doentes, mas… Essas pessoas foram mortas, antes que deixassem os limites da zona de quarentena.”

“Eu não tiro a razão do presidente de Murac, pois se aquela zona de quarentena não fosse estabelecida, a ‘Peste Pútrida se espalharia pelo país e rapidamente se transformaria em uma epidemia! Contudo, para nós que estávamos do lado de dentro da zona de quarentena, o desespero ficava cada vez maior. Nós sabíamos que, a menos que encontrássemos uma forma de tratar os nossos doentes, o presidente de Murac tomaria uma atitude drástica, e, a fim de evitar uma epidemia, ele ordenaria uma ‘limpeza’ neste local. Quando eu falo ‘limpeza’, eu me refiro a nós, seres vivos! Com certeza, ele mandaria matar todos os seres vivos de Turop!”

Quando o senhor Bou terminou de dizer aquilo, Zao Tian sentiu um misto de compreensão e tristeza. Ele entendia perfeitamente a preocupação do presidente de Murac, mas é claro que qualquer pessoa que tivesse um pouco de sentimentos, ficaria triste pelas pessoas da zona de quarentena.

Senhor Bou: “Por sorte, nós ainda tínhamos pessoas do lado de fora da zona de quarentena. Eles eram comerciantes e lutadores que haviam partido para alguma viagem, antes que tudo começasse.”

“Nós usamos amuletos de transmissão sonora para contatar essas pessoas e pedir ajuda. Com o financiamento do presidente de Murac, que se propôs a pagar todos os custos financeiros, as pessoas que ficaram do lado de lá da zona de quarentena, procuram todas as clínicas e médicos que eles puderam, a fim de encontrar alguém que pudesse nos ajudar.”

“A corrida contra o tempo foi árdua e, enquanto todos os médicos e clínicas se recusavam a aceitar essa missão, várias pessoas morriam aqui dentro.”

“Nenhuma clínica ou médico aceitava nos tratar porque quando eles escutavam o nome, ‘Peste Pútrida’, eles temiam pelas suas próprias vidas!”

Zao Tian acenou com a cabeça e fez uma expressão confusa, antes de dizer: “Senhor, desculpe-me, por interrompê-lo, mas… Eu já estudei sobre a ‘Peste Pútrida’, e… Ela não tem cura! Como foi que este lugar sobreviveu?”

Na verdade, Zao Tian se fingiu de inocente, pois ele sabia como curar a ‘Peste Pútrida’, uma vez que ele tinha o conhecimento do ‘Rei Esmeralda’, algo que os outros médicos não possuíam.

Assim que a voz de Zao Tian caiu, o senhor Bou deu um sorriso e respondeu: “Eu só contei a parte ruim da história. A parte da nossa salvação, começará agora...”

“Enquanto todos recusavam nos tratar, um homem, dono de uma pequena clínica que ficava a centenas de quilômetros daqui, contatou um dos nossos e ofereceu os seus serviços. O nome desse homem era… Murdoc!”

“Muitos foram céticos e não se empolgaram com a notícia, afinal, vários dos nossos médicos morreram enquanto tentavam encontrar uma cura. As pessoas estavam indiferentes, pois, na cabeça delas, o Murdoc seria apenas mais uma das vítimas da peste. E foi aí que todos se enganaram...”

“Quando o senhor Murdoc apareceu aqui, ele trouxe consigo outros 30 médicos. A fim de acalmar as pessoas e dar esperança a elas, o senhor Murdoc fez um discurso na cidade e afirmou que ele encontraria uma cura para a ‘Peste Pútrida’. Também, ele e os outros médicos não usaram nenhum equipamento de proteção e disseram que, se eles não encontrassem uma cura, eles morreriam ao nosso lado!”

“No mesmo dia do discurso, o senhor Murdoc e os outros médicos começaram a trabalhar. A maioria deles ficou tratando os sintomas dos doentes enquanto alguns poucos investigavam sobre como a doença começou e quem era o ‘paciente zero’.”

“Mesmo com os exaustivos esforços do senhor Murdoc e os outros, ainda houveram várias mortes, mas, pelo menos, devido à gentileza que recebiam dos médicos, eles tiveram uma morte mais confortável.”

“Depois de alguns dias sem muitos avanços, muitos dos médicos e o próprio senhor Murdoc, foram acometidos pela doença. Contudo, mesmo que estivessem sofrendo enquanto os seus corpos definhavam, eles sempre sorriam e diziam que encontrariam uma cura.”

“Graças aos céus… As palavras do senhor Murdoc se concretizaram!”

“O ‘paciente zero’ foi encontrado! Ele era um comerciante de outra cidade, que tinha incubado em si, o vírus da ‘Zugnia Gangrênica’. Esse vírus, é transmitido pela saliva da Zugnia, uma serpente, que também é uma Besta Demoníaca. Contudo, o nível de cultivo do homem impedia que o vírus ficasse forte e ele sequer sabia que tinha tal coisa incubada em si.”

“A verdade por trás de tudo foi que… Aquele homem comercializava, clandestinamente, diversas Bestas Demoníacas venenosas, para fins de assassinatos! Durante o manuseio de uma dessas Bestas Demoníacas, mais precisamente, uma ‘Salamandra Das Mil Toxinas’, ele acabou sofrendo um acidente e foi atacado por ela...”

“As incontáveis toxinas da ‘Salamandra Das Mil Toxinas’ entraram em contato com o vírus da ‘Zugnia Gangrênica’ e causaram uma mutação no vírus. Essa mutação era muito forte e os sintomas eram os mesmos da ‘Peste Pútrida’. Contudo, o tratamento para amenizar os efeitos da ‘Peste Pútrida’ tinha como principal medicina a ‘Erva Da Lágrima’, causava um efeito contrário e fazia com que a doença avançasse mais rápido.”

“Se não fosse por aquela descoberta, e o interrogatório de um dos doentes que resolveu confessar que compraria uma ‘Salamandra Das Mil Toxinas’ na mão do homem, para assassinar o prefeito de Turop… O senhor Murdoc e os outros médicos continuariam tratando a doença errada e, consequentemente, falhando.”

“Graças ao senhor Murdoc e às investigações de seus homens, uma nova forma de tratamento foi elaborada!”

“Primeiro, o senhor Murdoc tomou um ato de coragem e fez um tratamento experimental em si mesmo. Ele disse que, se ele falhasse, era ele quem deveria sofrer as consequências da falha!”

“Depois de 2 dias daquele tratamento experimental, o senhor Murdoc teve melhoras significativas no seu quadro clínico e a doença recuou. Depois disso, ele e os outros começaram a tratar todos os doentes, usando a mesma forma de tratamento que o senhor Murdoc experimentou em si mesmo.”

“Finalmente, as mortes pararam e já não havia mais nenhum novo contagiado…” O senhor Bou fez uma expressão de alívio e gratidão, antes de continuar: “Após dez dias sem que não houvesse mais nenhum doente e nenhum sinal de risco de contágio, alguns médicos de confiança do presidente de Murac vieram até Turop e confirmaram o diagnóstico do senhor Murdoc. Eles, após examinarem todos os curados, também chegaram à conclusão de que, aquela zona de quarentena, não era mais necessária!”

“Quando a zona de quarentena acabou… O senhor Murdoc e os homens caíram nas graças de todos em Turop, e passaram a ser conhecidos como, ‘Os Salvadores’!”

“A princípio, eles recusaram todas as glórias e os diversos presentes, posses e riquezas que foram oferecidos a eles como forma de gratidão. Contudo, nós de Turop, não aceitamos um não como resposta e insistimos, até que eles aceitassem ficar aqui, vivendo ao nosso lado!”

“Desde então, ‘Os Salvadores’ aceitaram um prédio e fundaram nele, uma loja de armas e medicinas espirituais! Também… Eles continuam oferecendo os seus serviços médicos e são os responsáveis por toda a saúde de Turop!”

Quando o senhor Bou terminou de dizer a última palavra, ficou claro no semblante dele o quanto ‘Os Salvadores’ eram importantes e amados pelo povo de Turop. Eles, sozinhos, salvaram toda a cidade.

Por causa daquela admiração que o senhor Bou tinha, Zao Tian, que prestou atenção em cada uma das palavras ditas por ele, forçou uma expressão de admiração e falou: “Isso é incrível! Custe o que custar… Eu tenho que me unir a eles! Ajudar as pessoas quando ninguém mais aposta nelas, ou todos perderam as esperanças... Foi por isso que eu decidi me tornar um médico!”

Quando a voz de Zao Tian caiu, o senhor Bou sorriu e disse com convicção: “Bom garoto! Os ‘Salvadores’ precisam de mais pessoas como você! Eles certamente te aceitarão!”

Enquanto o senhor Bou terminava de falar com Zao Tian, Ye Yang, que estava sentindo uma dor intensa na cabeça, acordou e chegou até a cozinha.

“Olá, meu jovem! Por favor, perdoe o Cruz! Eu já conversei com o seu amigo e expliquei o porquê do Cruz ter feito aquilo!” A senhora Zuna falou enquanto se levantava e ajudava Ye Yang a se sentar.

Sem entender nada do que tinha acontecido e como tinha parado ali, Ye Yang se sentou ao lado de Zao Tian enquanto o senhor Bou dizia: “Por favor, coma um pouco! Logo logo… O Cruz virá para se desculpar!”

Quando a voz do senhor Bou caiu, Zao Tian olhou para Ye Yang e perguntou: “Como você está?”

Ye Yang colocou a mão na cabeça e respondeu: “Eu vou sobreviver, mas… Parece que eu levei uma marretada na cabeça!”

Zao Tian: “Haha. Aquele cara te derrubou de jeito!”

Assim que a voz de Zao Tian caiu, Ye Yang fez uma expressão confusa e comentou: “Na verdade, ser derrubado não foi o problema. O problema foi a forma que usou para me derrubar...”

Zao Tian: “Humm? O que você quer dizer com isso?”

Ye Yang: “Eu não sei… Por um momento, enquanto eu o atacava, eu senti o meu corpo ficar pesado, como se houvessem milhares de quilos em cima de mim, e a minha energia espiritual sendo exaurida...”

Imediatamente, Zao Tian deu dois tapinhas nas costas de Ye Yang e falou num tom de consolo: “Não se preocupe, isso é normal! Ele é, pelo menos, um Opressor! Mesmo com toda a minha aura, a expressão dele sequer ondulou!”

Ye Yang sacudiu a cabeça e comentou: “Não é apenas uma diferença de poder… É outra coisa! É como se fosse algum tipo de técnica que… Fez a minhas chamas desapareceram...”

“Isso é sério?” Zao Tian questionou enquanto demonstrava uma clara curiosidade.

“Você finalmente voltou...” Enquanto Zao Tian e Ye Yang conversavam, Cruz retornou para a casa e o senhor Bou apontou para ele, antes de dizer: “Cruz… Peça desculpa ao jovem ali!”

Rapidamente, Cruz fez uma expressão envergonhada e falou com Ye Yang enquanto abaixava a cabeça: “Por favor, me desculpe! Eu fui enganado pela minha mente e não devia ter feito o que fiz!”

Ye Yang, que viu a sinceridade nas palavras do Cruz, acenou com a mão direita e respondeu: “Pode ficar tranquilo, eu te desculpo! Contudo, por favor, vê se bate um pouco mais fraco da próxima vez!”

“Hehe.” Cruz coçou a nuca, antes de dizer: “As vezes, eu erro na dosagem da força...”

Ye Yang sorriu e respondeu enquanto apontava para a própria cabeça: “É… Eu percebi isso!”

“Hahahahahaha...” Assim que a voz de Ye Yang caiu, todos começaram a gargalhar.

-------------------------------------------

Após uma agradável tarde, Zao Tian e Ye Yang finalmente se despediram do senhor Bou e a senhora Zuna, e partiram em direção à cidade Turop. Cruz, acompanhou os dois, até um certo ponto do caminho.

Depois que os três chegaram nos limites da região que o Cruz protegia, este desejou boa sorte a Zao Tian e Ye Yang e retornou, sem dizer mais nenhuma palavra.

Agora que estavam sozinhos, Zao Tian e Ye Yang procuraram um lugar para acampar e encontraram uma área descampada às margens de um pequeno riacho. Enquanto se preparavam para dormir e passar a noite, Zao Tian e Ye Yang conversaram um pouco…

Ye Yang: “Como foi o tempo que eu fiquei desacordado? Você conseguiu descobrir alguma coisa importante?”

Deitado, olhando para o céu estrelado, Zao Tian coçou o queixo e respondeu: “Sim, mas… Eu descobri que a nossa missão é mais difícil do que eu pensei!”

“Humm? Por que?” Ye Yang perguntou.

Zao Tian: “Esses caras… Eles são muito inteligentes e dissimulados… As pessoas de Turop os têm como, salvadores da pátria, mas… Eu não consigo parar de pensar que eles estão por trás de tudo o que aconteceu em Turop...”

Assim que Zao Tian terminou de dizer aquilo, Ye Yang coçou a nuca e falou: “Realmente… Isso será mais difícil do que o previsto...”

Enquanto Ye Yang fazia uma expressão de preocupação, Zao Tian deu um sorriso empolgado e falou: “Haha. Finalmente… Nós estaremos por conta própria enquanto lidamos com um desafio de verdade!”



Curtam a página da obra! https://www.facebook.com/Herdeirodaluz/ 

Por Duckie | 30/12/17 às 18:21 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Harém, Maduro, Seinen, Adulto, Comédia