CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 165 - Murdoc

O Último Herdeiro Da Luz (UHL)

Capítulo 165 - Murdoc

Autor: Rafael | Revisão: JFae p

Por algum tempo, Zao Tian e Ye Yang ficaram em silêncio enquanto caminhavam. Contudo, após eles passaram por um vilarejo em ruínas, o silêncio finalmente foi quebrado.

“O que aconteceu aqui? Este lugar está devastado!” Ye Yang comentou enquanto olhava para as construções abandonadas e caindo aos pedaços.

“Não tem ninguém morando aqui...” Zao Tian procurou pela presença de algum morador, mas não conseguiu encontrar ninguém.

Dentro do próprio vilarejo, Ye Yang viu um grande cemitério, repleto de lápides.

“Olhe...” Ye Yang apontou para o cemitério e caminhou na direção dele.

“Não tem como este lugar ser tão populoso ao ponto de possuir um cemitério tão grande...” Zao Tian comentou, pois era possível ver, pelo menos, umas mil lápides naquele cemitério.

“Caramba… Olhe as datas das mortes dessas pessoas...” Ye Yang fez uma expressão de choque enquanto apontava para as lápides.

“Isso…” Zao Tian se aproximou das lápides e, assim que chegou lá, ele também fez a mesma expressão de espanto.

“De acordo com as datas… Todas essas pessoas morreram há menos de um ano!” Ye Yang falou enquanto imaginava o motivo das mortes daquelas pessoas.

“Parece que o senhor Bou e a senhora Zuna não estavam exagerando quando disseram que aquela doença devastou a cidade Turop e os seus arredores...” Zao Tian comentou em tom de lamento.

“Se houverem mais cemitérios como este… A doença não causou apenas uma devastação… Ela causou um genocídio!” Ye Yang falou enquanto pegava uma flor que estava no chão e a colocava sobre uma das lápides.

“Tem alguém vindo!” Enquanto Ye Yang colocava a flor sobre a lápide, Zao Tian virou a cabeça e falou, assim que percebeu as aproximações de duas pessoas.

“Droga… Eu te avisei! Por que você foi tentar enganar aqueles velhos?” A alguns metros de Zao Tian e Ye Yang, um homem adulto, que estava carregando um outro homem adulto nos ombros, xingava o homem que estava sendo carregado enquanto andava às pressas.

“Merda… Coff… Coff… Como eu ia imaginar que aquele cara era tão forte?” O outro homem respondeu com dificuldade enquanto tossia sangue e colocava a mão no peito.

“Seu… Idiota! Nós tivemos sorte que não cometemos nenhum crime grave, pois, do contrário, ele não nos deixaria fugir!” O homem repreendeu o ferido.

Enquanto os dois homens conversavam e se aproximavam, Zao Tian percebeu que os dois estavam no 7° nível do reino Da Alma e um deles estava bastante ferido. Também, devido ao teor da conversa deles, Zao Tian deduziu que eles também não eram de Turop, pois eles estavam surpresos com o nível de força de alguma pessoa.

“Ei… Senhores… Vocês precisam de ajuda?” Zao Tian decidiu se mostrar e acenou para os homens.

Os homens pararam e aquele que estava carregando o outro, perguntou: “Você é um médico?”

Zao Tian sacudiu a cabeça e respondeu: “Eu ainda sou um aprendiz, mas eu posso aliviar um pouco da dor do seu amigo!”

Antes que o homem questionasse alguma coisa, o homem ferido tossiu mais um bocado de sangue e falou: “Coff… Coff… Anda logo… Eu preciso de ajuda!”

Rapidamente, o outro homem foi até Zao Tian e colocou o seu amigo no chão. “Por favor, ajude-o...”

Zao Tian concordou com a cabeça, se abaixou e fez uma análise no corpo do homem ferido…

“O que diabos aconteceu com ele? Ele engoliu uma marreta?” Zao Tian perguntou, pois durante a análise, ele percebeu que os órgãos internos do homem estavam quase esmagados, mas ele não tinha nenhum ferimento externo.

Assim que a voz de Zao Tian caiu, o homem que acompanhava o ferido coçou a nuca e respondeu: “Alguém não gostou do negócio que ele propôs e um maluco fez isso com ele!”

Depois que o homem disse aquilo, Zao Tian fez uma expressão confusa e perguntou: “Eu não estou aqui para julgar ninguém, mas… Vocês tentaram enganar alguém?”

Novamente, o homem fez uma cara de inocente e respondeu: “Você sabe como é… Nós vivemos disso, então, quanto mais lucrarmos em uma negociação, melhor. Pelo menos, para a gente...”

Zao Tian sacudiu a cabeça e comentou enquanto começava a fazer um tratamento rápido no homem ferido: “Vocês devem ter cuidado. Tem gente que não aceita perder...”

No fundo, por mais que os homens estivessem tentado enganar alguém, Zao Tian não estava bravo com eles. No fim, a vida de um negociante era assim. Eles sempre tentariam ganhar o máximo possível em uma negociação.

O homem concordou com a cabeça e aguardou enquanto Zao Tian tratava do seu amigo.

Do outro lado, Zao Tian estava enrolando no tratamento, pois, se ele quisesse, ele levaria apenas alguns segundos para fazê-lo. Contudo, como Zao Tian não queria chamar uma atenção desnecessária, pelo menos naquele momento, ele se esforçou para demorar um pouco mais.

Após alguns minutos de tratamento, Zao Tian reparou parcialmente alguns dos órgãos do homem ferido e disse: “Ele precisará repousar por 3 dias, evitar qualquer esforço físico, e tomar uma pílula cicatrizante qualquer, por uma semana!”

Assim que a voz de Zao Tian caiu, o homem ferido, que já se sentia melhor, sentou-se e agradeceu: “Obrigado! Se não fosse por você… Eu certamente ficaria com algumas sequelas!”

Zao Tian fez uma expressão humilde e respondeu: “Essa é a vida que eu escolhi, então, não precisa agradecer. Na verdade, eu gostaria de ter feito mais para curá-lo mais rápido, mas, infelizmente, eu ainda sou um aprendiz de médico.”

Imediatamente, o outro homem sacudiu as mãos e falou: “Não precisa ser humilde. Você fez um ótimo trabalho!”

Zao Tian acenou com a cabeça e perguntou: “Senhores, quais são os seus nomes, e de onde vocês são?”

O homem ferido respondeu: “O meu nome é, Somak, e o dele é, Kiel! Nós nascemos e crescemos na Cidade Comercial, ao leste daqui!”

Depois que escutou aquilo, Zao Tian resolveu perguntar: “Cidade Comercial... Como é esse lugar?”

Somak fez uma expressão alegre e respondeu: “Lá… É o paraíso dos comerciantes! Tudo o que você puder imaginar, você encontrará lá! Anualmente milhões de pessoas visitam a Cidade Comercial!”

Após a voz do Somak cair, Zao Tia fez uma expressão confusa, pois se aquela cidade era tão boa quanto ele dizia, por que ele viajaria para Turop e tentaria negociações perigosas por lá? Dessa forma, Zao Tian não pôde evitar de questionar: “Me desculpem, mas… Se a Cidade Comercial é tão boa para vocês, por que vocês vieram tentar fazer negócios por aqui?”

Kiel sorriu e respondeu: “Eu imagino que você também não seja daqui...”

“Não, eu não sou daqui, mas o que isso tem a ver?” Zao Tian comentou.

“Hahahaha...” Kiel gargalhou, antes de responder: “O Torneio Dos Melhores… Esse é o motivo de estarmos aqui!”

Zao Tian olhou bem para os dois homens, e perguntou: “Vocês vão participar desse torneio, ou vão inscrever alguém?”

Somak sacudiu a cabeça e respondeu: “Nem um, nem outro, nós viemos para negociar armas, medicinas e técnicas com os participantes do torneio! Além de negociar outras coisas com as pessoas que virão para assisti-lo!”

“O ‘Torneio Dos Melhores’, atrai um imenso público para Turop e, consequentemente, gera excelentes oportunidades de vendas e compras. Alguns comerciantes conseguem fazer a renda de alguns anos, somente durante o período do torneio.” Somak terminou.

Zao Tian sabia como funcionava os torneios, afinal, haviam muitos deles em Andros. Contudo, depois de passar pelo último vilarejo e de conversar com Somak e Kiel, ele percebeu que, aparentemente, as pessoas colocavam muitas expectativas naquele torneio. Era como se grande parte da economia e da distribuição de poderes dependesse de um único torneio.

“Quando começará esse torneio?” Zao Tian perguntou. Agora, aquele torneio estava começando a atrair a sua atenção.

Kiel respondeu: “O torneio começará daqui a quatro meses, mas nós decidimos adiantar a nossa vinda porque a edição deste ano será especial!”

“Devido ao surto que assolou Turop no ano passado, o último torneio foi cancelado, mas neste ano… Neste ano terão muitas homenagens aos mortos e algumas surpresas no torneio! Isso certamente atrairá um público bem maior do que nas edições anteriores!”

Depois que Kiel falou aquilo, Zao Tian evitou fazer mais perguntas sobre o torneio e mudou de assunto: “Você falou sobre a doença… Quantas mortes foram constatadas por causa dessa doença?”

Kiel fez uma expressão triste, e respondeu: “Cerca de 40 mil, dos 200 mil habitantes de Turop, morreram por causa da doença! Este lugar onde nós estamos é apenas um dos vários vilarejos que foram totalmente arrasados pela doença e transformados em cemitérios!”

Imediatamente, Zao Tian olhou ao redor e comentou: “Quer dizer que… Todos os moradores deste vilarejo morreram por causa da doença...”

Zao Tian estava chocado com os números que Kiel tinha dito. 40 mil mortos, de 200 mil habitantes… Isso significava que, em pouquíssimo tempo, 1/5 da população de Turop morreu. Não era nem um pouco difícil de entender o porquê dos ‘Salvadores’ receberem esse título e serem adorados pelas pessoas.

“É triste, mas, infelizmente, isso aconteceu!” Kiel comentou, antes de continuar: “Graças aos ‘Salvadores’, o mercador que espalhou a doença foi encontrado e Turop foi salva! Eu só tenho pena da família daquele mercador, pois, mesmo sem ter culpa, ela foi o alvo da vingança de algumas pessoas e foi dizimada!”

“Até a família dele foi morta?” Zao Tian perguntou num tom de choque.

“Sim, assim que divulgaram o nome dele, algumas pessoas invadiram a casa dele e mataram todos os seus familiares!” Kiel respondeu.

Enquanto Zao Tian e os dois homens conversavam, Ye Yang, que estava prestando os seus respeitos aos mortos, se aproximou e se apresentou para Somak e Kiel. Depois, sob o pretexto de não conhecerem a região e estarem perdidos, Zao Tian e Ye Yang acompanharam os dois comerciantes que se dirigiam a Turop.

Finalmente, após uma longa caminhada e passarem por alguns vilarejos abandonados, os quatro chegaram à cidade Turop…

A cidade Turop era imensa. Haviam tantas construçõesque elas sumiam no horizonte; Não haviam muros ao redor da cidade, ou guardas impedindo a entrada das pessoas; Milhares de pessoas caminhavam pelas ruas e faziam as suas atividades cotidianas; Uniformes de várias escolas marciais se destacavam no meio da multidão e os artistas marciais conviviam pacificamente com as pessoas sem cultivo; Haviam muitas casas pequenas em Turop, mas, também, haviam imensas mansões e construções descomunais.

“Essa é a cidade que mais me impressionou, até hoje!” Zao Tian comentou enquanto olhava para Turop.

Na verdade, em termos de tamanho e beleza, Turop não arranhava nem o pés da Cidade Divina, porém, a forma que pessoas sem cultivo e artistas marciais conviviam como iguais, realmente comoveu Zao Tian.

Enquanto Zao Tian ficava admirando Turop, Somak olhou para Kiel e xingou: “Droga… Olhe, Kiel… Vários negociantes tiveram a mesma ideia que nós!”

Somak fez uma expressão chateada enquanto olhava para alguns comerciantes que negociavam com alguns alunos de escolas marciais, e falou com Zao Tian e Ye Yang: “Meus amigos, nós temos que ir, senão, aqueles abutres roubarão os nossos clientes!”

Zao Tian e Ye Yang acenaram com a cabeça, agradecendo e se despedindo, antes que Somak e Kiel corressem para fazer algum negócio.

Depois que aqueles dois saíram de perto deles, Zao Tian e Ye Yang puderam conversar com mais liberdade…

Ye Yang: “Esse torneio foi uma mão na roda! Com tantos viajantes por aqui, não será difícil de nos misturarmos!”

Zao Tian concordou, mas alertou: “Sim, mas fique de olhos abertos!”

Depois de conversarem, Zao Tian e Ye Yang caminharam pelas ruas, até se depararem com uma pequena aglomeração…

“Tem alguma coisa estranha acontecendo ali...” Ye Yang falou enquanto apontava para a aglomeração de pessoas.

“Vamos ficar afastados e observar!” Zao Tian respondeu enquanto parava de andar e apenas observava.

A multidão parecia estar feliz e, ao que tudo indicava, todos estavam tentando chegar ao centro da aglomeração e tocar no que quer que seja que estivesse no meio dela. Os olhares de todos eram emotivos e externavam gratidão. Era como se eles estivessem tentando tocar em uma entidade divina.

Demorou um pouco, mas, após alguns minutos, a multidão se abriu e quatro homens saíram do seu centro. Três dos homens usavam mantos roxos e, aparente, faziam a segurança do quarto homem.

O quarto homem, que por sinal, era o que mais atraía a atenção das pessoas, aparentava ter uns 30 anos de idades, era branco, alto, com longos cabelos da cor lilás, com uma tonalidade quase branca; Ele tinha dois pares de olhos azuis e um olhar bastante afiado; Usava um conjunto de roupas roxas, com um sobretudo branco e preto por cima delas; Tinha um sorriso gentil, e algumas pequenas manchas negras na sua face.

Após a multidão se abrir e as quatro pessoas seguirem em frente, uma velhinha se aproximou do quarto homem, e falou num tom emocionado: “Senhor Murdoc… O seu rosto… Essas manchas apareceram no rosto por nossa causa...”

Imediatamente, Murdoc parou os seus passos, segurou nas duas mãos da velhinha, e disse gentilmente: “Senhorita… Mesmo que eu ficasse com manchas pelo corpo inteiro, ou perdesse alguns membros, eu faria tudo o que fiz, novamente!”

Os olhos da velhinha brilharam enquanto Murdoc terminava de falar, beijava as mãos dela e voltava a caminhar.

“É ele...” Ye Yang olhou para Murdoc e sussurrou para Zao Tian.

Zao Tian, que finalmente pôde ver a face do homem que quase destruiu a família Ming, teve que controlar a sua raiva e se segurar para não investir contra o Murdoc, ali mesmo. Ele não conseguia falar nada e também não conseguia parar de encarar o Murdoc.

“Controle-se e pare de encará-lo!” Ye Yang cutucou Zao Tian e alertou.

Depois do alerta de Ye Yang, Zao Tian teve uma lapso de lucidez e se esforçou para mudar de expressão.

Passo a passo, Murdoc e os homens dele se aproximavam de Zao Tian e Ye Yang. Foi nesse momento que, para tentar despistar as suas intenções, Ye Yang se preparou para se virar de costas e fingir que estava fazendo outra coisa.

“Não se vire! Faça uma cara gentil, e cumprimente-os!” Zao Tian sussurrou para Ye Yang.

Enquanto caminhava, Murdoc olhava para várias pessoas, mas, constantemente, o olhar dele sempre passava por uma pessoa específica… Zao Tian. Foi por isso que Zao Tian impediu Ye Yang de se virar, pois isso só chamaria mais atenção.

Finalmente, Murdoc e os homens dele passaram a um metro de distância de Zao Tian e Ye Yang. Durante aquela passagem, se qualquer um deles desse um passo na direção do outro, eles se esbarrariam.

A um metro de distância um do outro, Zao Tian e Murdoc tiveram uma breve troca de olhares. Era como se, naquele curto lapso de tempo, eles estivessem tentando ler um ao outro. Depois, Zao Tian e Ye Yang sorriram e acenaram com as cabeças em cumprimento, e Murdoc respondeu com o mesmo sorriso e o mesmo aceno de cabeça.

Depois que Murdoc e os homens dele passaram por Zao Tian e Ye Yang, eles seguiram em frente e não olharam para trás, assim como Zao Tian e Ye Yang também não olharam da direção deles. Contudo, após dar alguns passos, Murdoc parou de andar, virou-se para trás, olhou para Zao Tian, e perguntou: “Jovens… Vocês não são daqui, são?”

Imediatamente, o coração de Zao Tian acelerou, mas ele teve que se controlar para não demonstrar isso. Também, na consciência dele, Gold avisou: “Moleque… Atente-se para a sua linguagem corporal! Ele está te lendo, desde o momento em que ele pôs os olhos em você!”



Curtam a página da obra! https://www.facebook.com/Herdeirodaluz/ 

Por Duckie | 30/12/17 às 18:23 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Harém, Maduro, Seinen, Adulto, Comédia