CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 187 - Aliados

O Último Herdeiro Da Luz (UHL)

Capítulo 187 - Aliados

Autor: Rafael Batista | Revisão: JFae p

Nota do autor: Olá, eu detesto lançar notas em capítulos com grandes acontecimentos, porque a nota acaba ofuscando o capítulo, mas essa nota é importante e eu serei breve…


No final de fevereiro, ou começo de março, o primeiro capítulo da HQ estará pronto para ser lançado! Por causa disso, eu gostaria que vocês me falassem se tem alguma plataforma de pagamento que atenda a todos.


Atualmente, eu uso o PagSeguro, mas posso trabalhar com o Paypal e o MercadoPago. Aqueles que não conseguem utilizar esses meios, e têm alguma plataforma em mente, por favor, me digam qual é, e eu farei de tudo para atendê-los!


Um abraço, e aproveitem o capítulo!


-----------------------------------------------------------------------------------------------------


Enquanto o Zao Tian e o Bakari gargalhavam, o Tenente Jones caminhou até eles, olhou para o Zao Tian, e disse: “Eu não posso permitir que você escape, mas eu posso garantir que você não seja condenado a morte!”


*Ping.* Após dizer aquilo, o Tenente Jones segurou os punhos do Zao Tian e quebrou as algemas que prendiam os seus punhos.


Livre das algemas, Zao Tian esticou e movimentou os seus braços, antes de perguntar: “O que você quer e troca da sua ajuda?”


O Tenente Jones colocou a mão no ombro do Zao Tian e falou: “A Vienne me disse que você deve saber alguma coisa sobre os verdadeiros inimigos desta cidade… Compartilhe o que sabe e terá a minha ajuda!”


Imediatamente, Zao Tian acenou com a cabeça e respondeu: “É uma troca justa! A história é longa… Então o que acha de nos sentarmos?”


O Tenente Jones sorriu, antes de se sentar no chão e pedir para que Zao Tian o acompanhe: “Sente-se… Eu tenho todo o tempo do mundo...”


Zao Tian se sentou e foi direto ao ponto: “Tenente Jones… Você realmente acredita que os Salvadores são os heróis desta cidade?”


Tenente Jones: “É inegável que eles nos salvaram da peste que assolou esta cidade, mas… Há pouco tempo, a Vienne me contou que tinha alguma coisa estranha neles e que eles estavam agindo como se estivessem acima de tudo em Turop.”


Zao Tian: “Ela estava tão certa quanto o sol é quente! Parece que ela não sabia muito sobre eles, mas… E se eu te dissesse que… Foram eles que espalharam a peste em Turop, só para se tornarem os ‘salvadores’ da cidade… O que você diria?”


Quando aquelas palavras caíram, o Tenente Jones franziu os cenhos, cerrou os dentes e falou: “Se isso for verdade… Eu digo que, eles precisam ser expostos e punidos com o devido rigor!”


No mesmo instante Zao Tian acenou com a cabeça e falou: “Vocês acolheram os seus destruidores! Aquelas pessoas que vocês chamam de, ‘Salvadores’, na verdade, pertencem a uma organização mercenária chamada, ‘O Olho’!”


“ ‘O Olho’? Você tem certeza disso?” O Tenente Jones perguntou enquanto fazia uma expressão de espanto.


“Eu não sei muito sobre essa organização, mas confie em mim… Eles estão aqui e têm planos para Turop!” Zao Tian respondeu.


Tenente Jones: “E onde você entra nessa história? Como você sabe sobre eles, e por que você está aqui?”


Zao Tian fez uma expressão complicada e respondeu: “Eu vim para cá em busca de vingança! Em um dos contratos daquela organização, o Murdoc quase destruiu a vida da minha esposa e de toda a família dela!”


“Quanto a como eu sei sobre eles… Digamos que eu tenho amigos poderosos que levantaram essas informações...” Zao Tian terminou.


Imediatamente, o Tenente Jones fez uma expressão curiosa e perguntou: “E esses seus… ‘Amigos poderosos’… Eles disseram quais são os planos do Murdoc?”


Zao Tian balançou a cabeça e respondeu: “Eles não conseguiram obter essa informação, mas eles me informaram que, ‘O Olho’ tem um grande efetivo aqui e que, certamente, eles têm grandes planos para Turop!”


“Dessa vez, sou quem te pergunto… O que tem de interessante aqui, que valha todo esse esforço?” Zao Tian terminou.


O Tenente Jones fez uma expressão pensativa, antes de dizer: “A ‘Montanha Sagrada’… Certamente o objetivo deles é a ‘Montanha Sagrada’!”


Mais uma vez, Zao Tian escutou o nome, ‘Montanha Sagrada’. Por causa disso, ele resolveu perguntar: “O senhor é um homem importante, então, talvez, você possa me dizer... O que tem de tão misterioso naquele lugar?”


O Tenente Jones, por sua vez, fez uma expressão impotente enquanto respondia: “Eu não sei o que tem naquele lugar! Até mesmo os oficiais da Guarda De Turop, sabem apenas as mesmas coisas que as outras pessoas!”


Zao Tian: “Você está me dizendo que, nem mesmo as pessoas que protegem aquele lugar, sabem o que tem lá? E quanto aos curiosos? Me perdoe, mas mesmo que vocês tenham um sistema de punição rígido, é inevitável que algum curioso vá até lá!”


Assim que aquelas palavras caíram, o Tenente Jones respondeu: “Se você for capaz de encontrar algum desses ‘curiosos’… Por favor, pergunte a ele e me diga o que ele respondeu, porque eles jamais voltaram de lá!”


Imediatamente, Zao Tian arregalou os olhos e perguntou: “O que? Eu vi que os guardas da estrada, que geralmente são os mais fracos, eram todos Atrozes, mas você está me dizendo que, mesmo os guardas mais fortes, que devem ser no mínimo, Suseranos, nunca voltaram de lá?”


O Tenente Jones concordou com a cabeça e respondeu: “Até mesmo os Profanos que entraram lá, nunca voltaram! Somente o Momoa e o Gaspar conseguiram sair daquele lugar!”


-------------------------------------------------------------------------------------------------


Por alguns minutos, Zao Tian e o Tenente Jones conversaram e o primeiro contou tudo o que sabia sobre o Murdoc e o ‘Olho’. Ele se propôs a ajudar e formar uma aliança com o Tenente Jones.


Depois de toda aquela conversa, eles seguiram para a sede do pelotão dos renegados, mas Zao Tian não foi algemado ou tratado como um preso, ele chegou lá como se fosse um convidado.


“Bakari, Gigante… Acompanhe o Zao Tian até o quarto dele! Nós temos que garantir que ninguém desconfie da gente, então, se alguém de fora vier para cá, levem o Zao Tian para uma cela e ajam como se ele fosse um prisioneiro!” O Tenente Jones falou enquanto apontava para o Gigante e o Bakari.


Imediatamente, antes de seguir para o seu quarto, Zao Tian agradeceu o Tenente Jones: “Senhor… Muito obrigado!”


O Tenente Jones acenou com a cabeça e respondeu: “Apenas faça o que eu mandei e, por favor, não tente escapar! Agora mesmo, eu partirei para a cúpula de comando e tentarei mudar a sua sentença!”


Zao Tian concordou e falou: “Eu estarei aqui quando o senhor retornar, mas, por favor, livre o meu amigo Ye Yang. Ele teve que fugir quando eu fui capturado, mas diga aos outros que eu agi sozinho e que ele não tem culpa de nada!”


Após aquela troca de palavras e o pedido do Zao Tian, o Tenente Jones seguiu para a cúpula de comando enquanto o Zao Tian ficava no pelotão…


“Você quer dormir… Ou quer lutar?” Assim que o Tenente Jones saiu, o Gigante olhou para o Zao Tian e perguntou.


Mesmo depois daquele claro desafio, Zao Tian sorriu e respondeu: “Pequenino… Eu ainda tenho muitas coisas a refletir! Depois, eu te darei a luta que deseja!”


Após dizer aquilo, Zao Tian olhou para o Bakari e esticou a mão esquerda, pedindo para que ele mostrasse o caminho.


Bakari deu um sorriso de canto enquanto olhava para a expressão irada do Gigante e caminhava na frente do Zao Tian.


Enquanto o Zao Tian e o Bakari caminhavam, o Gigante, que já estava vermelho de raiva, começou a gritar: “Pequenino… Quem você chamou de pequenino? Repita isso, se você for homem!”


Enquanto o Gigante gritava loucamente, Zao Tian olhou para o Bakari e comentou: “Vocês formaram um grupo muito estranho!”


Bakari gargalhou e respondeu: “Hahahahahaha… Você ainda não viu nada! Você tinha que ver quando o Cruz era o segundo no comando… Este lugar era um verdadeiro hospício!”


--------------------------------------------------------------------------------------------------


Após algumas horas, enquanto o Zao Tian refletia em seu quarto, a cúpula de comando, da Guarda De Turop, finalmente tinha se reunido…


Em uma grande mesa, estavam os 5 oficias mais importantes de cada patente, da Guarda De Turop, que eram, o Coronel Vargas, o Major Stener, o Capitão Pierre, e os Tenentes Jones e Werger. Dentre todos os oficiais, o Coronel Vargas, que era uma homem de meia idade, branco, que tinha uma expressão séria, ocupava uma posição de destaque.


“Jones… Por que vocês convocou essa reunião?” O Tenente Werger, o atual comandante do antigo pelotão da Vienne, perguntou.


O Tenente Jones, por sua vez, olhou para todos e respondeu: “Senhores… Eu convoquei esta reunião, para falar sobre o garoto chamado, Zao Tian!”


O Capitão Pierre demonstrou não compreender as intenções do Tenente Jones e perguntou: “Zao Tian? Você está falando sobre o garoto que matou o Yondu?”


Tenente Jones: “Sim, é ele mesmo!”


Major Stener: “E o que há para falar desse garoto? Ele não recebeu a sentença merecida?”


Tenente Jones: “Senhores… Eu sei que as evidências contra ele são incontestáveis, pois as digitais dele estão na arma do crime, mas eu não acredito que foi ele quem cometeu aquele crime!”


Capitão Pierre: “Do que diabos você está falando? As provas não são o suficiente para você?”


Tenente Jones: “Eu não estou questionando as provas, mas sim o porquê delas estarem ali...”


Dessa vez, as palavras do Tenente Jones carregaram um ar de mistério. Por causa disso, o Coronel Vargas, que estava calado até então, entrou na conversa: “Jones… Pare de nos fazer perder tempo com esses joguinhos e vá direto ao ponto!”


Tenente Jones: “Senhores, me perdoem, eu não quero tomar o tempo de vocês! Eu só desejo que vocês reflitam sobre algumas coisas que o garoto me contou e que podem ser confirmadas pelos jovens do Clã Da Graça...”


“Aquele garoto me disse que, há alguns dias, quando algumas pessoas tentaram raptar o amigo dele, ele interviu e foi atacado pelos raptores. Durante a luta, ele conseguiu agarrar uma das adagas que foram atiradas contra ele e a atirou contra o seu agressor. Esta tal adaga, acabou atingindo uma das agressoras, que posteriormente foi capturada pela nossa guarda.”


“Enquanto o garoto estava preso, uma testemunha dos fatos apareceu e acabou esclarecendo tudo… E essa testemunha, era justamente... O ancião Namuk!”


“Por causa de um vínculo de gratidão, o garoto resolveu ajudar o Clã Da Graça e representá-los no ‘Torneio Dos Melhores’, sem pedir nada em troca! Também, desde que começou a se preparar para torneio, o garoto criou um certo apreço pelo Yondu e eles treinaram juntos!”


“É por tudo isso que eu me pergunto… Por que ele mataria o Yondu? E além do mais… Ele é um Opressor e tem um nível de força esmagadoramente maior do que o Yondu… Então, diante de uma diferença de força tão grande, como o Yondu seria capaz de chegar até aquele vilarejo?” O Tenente Jones terminou de falar enquanto olhava para cada um dos oficiais.


Enquanto quase todos os oficiais ficaram pensativos e refletiam sobre as palavras do Tenente Jones, o Coronel Vargas sequer se deu ao trabalho de pensar e falou: “Jones, pare criar essas ideias mirabolantes! Você falou e falou, mas não disse que nada que contestasse a prova! Você só ficou repetindo essas histórias que um condenado te contou!”


O Coronel Vargas demonstrou uma clara má vontade de resolver aquele caso. Ele simplesmente ignorou tudo o que o Tenente Jones tinha dito e tentou minimizar aquelas palavras, dizendo que eram apenas as histórias de um condenado. Contudo, diferente dele, o Major Stener agiu com a cabeça e comentou: “Senhor… Talvez haja alguma verdade nas palavras do Jones...”


“Stener… Você acreditará nesse conto de fadas?” Contrariado, o Coronel Vargas perguntou.


O Major Stener, por sua vez, olhou para o Tenente Jones e falou: “Jones… Grande parte do que você disse pode ser confirmado apenas perguntando aos jovens do Clã Da Graça, mas… Essa história da adaga… Isso é difícil de ser provado!”


Imediatamente, o Tenente Jones deu um sorriso de canto e falou: “Major… E se eu te dissesse que essa tal adaga, apreendida como prova daquela tentativa de sequestro, não está na sala de evidências? E se eu te dissesse que ela simplesmente desapareceu?”


“Jones… Você tem alguma prova do que está dizendo?” O Major Stener perguntou num tom curioso.


Tenente Jones: “É claro que sim! Mais cedo, eu fui até a sala de evidências e solicitei essa tal adaga, mas… Ela tinha desaparecido! Contudo, eu acho que ela já foi recuperada… Pois ela estava no corpo do Yondu!”


Imediatamente, os outros oficias olharam fixamente para o Tenente Jones, e o Capitão Pierre perguntou: “Jones… Quem pode confirmar o que você está dizendo?”


O Tenente Jones fez algumas contas e respondeu: “Eu acho que levei umas 23 pessoas comigo, para a sala de evidências! Todas elas podem confirmar que a adaga não estava lá!”


*Bang.* De repente, o Coronel Vargas esmurrou a mesa e falou: “Jones… Por causa de um criminoso… Você está levantando acusações contra a própria Guarda De Turop? Você está dizendo que tem alguém roubando provas da sala de evidências?”


Diante daquela reação tão inusitada por parte do Coronel Vargas, o Tenente Jones balançou a cabeça e respondeu: “Eu não estou dizendo que foram os membros da Guarda De Turop que fizeram aquilo… Eu estou dizendo que, tudo leva a uma queima de arquivo! Provavelmente, aqueles sequestradores conseguiram entrar na sala de evidências, roubar a adaga, começar uma queima de arquivo, e culpar as suas vítimas...”


Apesar de saber quem eram os reais culpados de tudo, o Tenente Jones resolveu assumir que elas eram pessoas misteriosas, que queriam esconder as suas identidades e desacreditar as suas vítimas.


Olhando para o semblante dos oficiais presentes, o Tenente Jones se alegrou, pois apenas o Coronel Vargas estava relutante. Os outros oficiais estavam com expressões estranhas, como se acabassem de tirar as vendas dos seus olhos.


Para não perder aquele momento único, o Tenente Jones ergueu a mão direita e falou: “Eu convoquei vocês para apresentar os fatos que surgiram e para fazermos uma votação… Diante de tudo o que eu vi, eu julgo que o garoto, Zao Tian, é inocente! Quem concordar comigo, por favor, levante a sua mão...”


Por alguns segundos, todos os outros oficiais se entreolharam e permaneceram quietos, até que finalmente… O Major Stener levantou a mão.


Seguindo o Major Stener, o Capitão Pierre e o Tenente Werger também levantaram as mãos.


“Coronel Vargas… O voto do senhor é o único voto que tem o poder para decidir tudo...” O Major Stener falou enquanto olhava para o Coronel Vargas.


Mesmo que quisesse manter a sua posição e exercer o seu poder para manter a condenação do Zao Tian, o Coronel Vargas sabia que, ao fazer aquilo, todos naquela sala passariam a desconfiar dele. Por causa disso, ele ficou inexpressivo enquanto dizia: “Eu ainda não engoli essa história, mas… Se todos vocês estão de acordo… Eu revogarei a pena de morte do garoto! Contudo… Eu determino que, enquanto ele estiver em Turop, ele permaneça sob vigilância, em tempo integral!”


----------------------------------------------------------------------------------------


Enquanto aquela reunião chegava ao fim, Ye Yang, que ainda estava fugindo da Guarda De Turop, parou para descansar um pouco…


“Onde eu estou agora? O que aconteceu em Turop?” Ye Yang murmurou enquanto se encostava em uma árvore.


*Creck...* *Creck...* De repente, alguns galhos se quebram perto dele, indicando que havia alguma coisa por ali.


“Quem está aí?” Ye Yang gritou enquanto se levantava e se preparava para lutar.


*Tap.* *Tap.* *Tap.* *Tap.* *Tap.* *Tap.* *Tap.* *Tap...* Para a surpresa do Ye Yang, as silhuetas de duas pessoas caminharam na sua direção enquanto diziam: “Nós somos os reforços que vocês precisavam!”

Por Rafael Batista R. Ferreira | 09/02/18 às 12:15 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Harém, Maduro, Seinen, Adulto, Comédia