CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 225 - Torneio Dos Melhores (15)

O Último Herdeiro Da Luz (UHL)

Capítulo 225 - Torneio Dos Melhores (15)

Autor: Rafael Batista | Revisão: JFae p

"Escuridão... Então realmente existem pessoas que podem cultivar esse poder!?" Zao Tian ficou boquiaberto quando teve aquela confirmação.


"Eles existem, mas eu não sei o que aquele garoto está fazendo aqui!" Gold respondeu.


"Do que você está falando?" Zao Tian perguntou.


"Ele não é tão raro quanto você, mas ele está muito longe de onde ele realmente deveria estar!" Gold respondeu.


"Eu sei que você não vai me explicar o que acabou de dizer, então, por favor, me diga... A loucura dele... Vem desse poder? É por isso que eu não consigo medir a força dele? Por que antes dele desviar dos ataques da Singrid, eu tenho a impressão de que ele está recebendo avisos?" Confuso, mas imaginando que o Gold não explicaria o que ele mesmo disse, Zao Tian resolveu matar outras dúvidas.


Gold, por sua vez, demonstrou um pouco de impaciência enquanto dizia: "São perguntas demais, mas eu sei que você ficará me atormentando para sempre se eu não te responder, então, eu farei uma breve explicação sobre aquele garoto..."


"Primeiro, o poder da escuridão não deixa ninguém louco!"


"Segundo, a resposta para a segunda pergunta, remonta um passado muito anterior à minha própria existência!"


"Terceiro... Aquele garoto cresceu sozinho, sem ninguém para ensinar-lhe sobre as utilizações dos seus poderes, e, para completar, ele sofre de sérios distúrbios mentais. Quando eu disse que não havia nenhum espírito como eu dentro dele, eu estava falando sério."


"Quando eu analisei aquele garoto, eu pude confirmar que ele não tem nenhuma linhagem tão forte quanto aos Santos que você conheceu, e que não havia nenhuma presença na consciência dele. Tudo aquilo que você está imaginando, todas aquelas vozes que conversam com ele... São as manifestações dos seus próprios instintos."


"De alguma forma, aquele garoto conseguiu crescer, aprimorar-se e adaptar o seu próprio corpo e mente, para algo benéfico a ele. Ele conseguiu transformar as vozes, em manifestações dos seus próprios instintos de batalha, e aprendeu a extrair todo o potencial latente que tinha..."


"Apesar de todas as dificuldades que ele teve, se ele continuar assim, ele alcançará um lugar entre os maiores do caminho marcial! Assim como eu e os outros Santos que você conheceu, ele está criando a sua própria linhagem!"


"Moleque... Eu vou te dizer uma coisa que há muito tempo não pronunciava... Eu reconheço... Aquele garoto... É um verdadeiro gênio!" Gold encerrou a sua breve explicação, mas o mais perturbador de tudo foram aquelas poucas palavras de reconhecimento.


Talvez, após escutar aquilo, Zao Tian teve uma surpresa ainda maior do que quando viu o Cruz usar o poder da escuridão. Escutar tais palavras de reconhecimento saindo da boca do Gold... Era um momento que ele jamais imaginou vivenciar.


Enquanto o Zao Tian tentava entender tudo aquilo que estava acontecendo, uma outra pessoa que estava chocada, Ye Yang, percebeu que ele estava falando sozinho e perguntou: "Com quem você falando?"


Como se o Ye Yang nem estivesse ali, Zao Tian permaneceu calado e não tirou os olhos da tela.


As expressões de choque se espalhavam por toda arena. A única pessoa que conseguia sorrir era o Murdoc...


"Eu tenho que colocar as minhas mãos naquele pirralho!!!" Murdoc esfregou as mãos enquanto murmurava e estampava um sorriso assustador.


Porém, após um breve momento de êxtase, ele fez um expressão mais serena e murmurou: "Não... Eu tenho que ser paciente! Antes de concretizar o meu plano principal, eu não terei condições de me defender se eles vierem atrás de mim!"


Enquanto isso, no campo de batalha...


Singrid só conseguiu parar depois de voar uns 300 metros. Ela se levantou devagar, mas com uma certa facilidade. A única coisa que demonstrava que ela sentiu aquele último golpe do Cruz, era um fino rastro de sangue que escorria pelo canto esquerdo da sua boca.


"Esse cara..." Enquanto limpava o sangue, Singrid olhou na direção do Cruz e murmurou. Depois, ela tentou limpar a sua mente e criou outra cadeia de relâmpagos.


"Eu não sei nada sobre o poder daquele cara, mas eu sei que sou mais rápida do que ele! Se eu evitar um combate direto e ficar longe daquelas forças de atração e repulsão, esta luta estará longe do fim!" *Dzzztt...* Singrid pensou na estratégia mais adequada para aquele combate, antes de ser conduzida pela cadeia de relâmpagos.


*Dzzzt...* *Swing.* *Swing.*  *Swing.* *Swing.* *Swing.* *Swing.* Assim que ficou novamente cercado pelos relâmpagos da Singrid, Cruz foi alertado sobre 6 lanças de raios que se aproximavam.


*Woooooossshhh...* Dessa vez, o Cruz não desviou de nenhuma delas, ele simplesmente esticou a mão esquerda e criou outro buraco negro.


*Swing.* *Swing.*  *Swing.* *Swing.* *Swing...* O buraco negro engoliu facilmente todas as 6 lanças de raios, que eram atraídas para ele, mas a Singrid não desistiu e continuou lançando mais lanças.


*Wooooooossshhhh...* Cruz permaneceu parado enquanto todas as lanças eram sugadas para dentro do buraco negro. Contudo, Singrid não desistia e continuava atirando as suas lanças.


"Irmão... O que ela está fazendo? Ela não vê que está desperdiçando energia?" Na plataforma, Hildeval ficou incomodado com a insistência da Singrid e resolveu questionar.


"Ela está tentando nos dar o máximo de informações que pode!" Ragnar respondeu, antes de completar: "Ela quer nos mostrar se há um limite para aquela técnica e quais são as fraquezas do Cruz!"


Na arena, assim como o Hildeval previu, Singrid já tinha gastado um bocado energia após atirar, em menos de um minuto, mais de 200 lanças de raios, que continham toda a força que ela podia extrair daquele golpe.


Gradativamente, a cadência das lanças começou a diminuir e a Singrid pensou seriamente em mudar de estratégia. Contudo, quando a ducentésima vigésima quarta lança se aproximou do Cruz, este finalmente se moveu e saltou para o lado, desviando dela.


"É isso!" Enquanto corria em volta do Cruz, Singrid comemorou como se tivesse vencido a batalha.


"Maldita... Ela descobriu!" Na consciência do Cruz, o Nate esbravejou, antes de alertar: "Cruz, você tem que acabar com esta batalha o mais rápido possível! Caso o contrário... Todos saberão as suas fraquezas!"


Assim que aquelas palavras caíram, Cruz, que estava com algumas gotas de suor pelo rosto, acenou com cabeça e fechou os olhos, tentando localizar a Singrid.


"Ela é rápida demais! Você tem que reduzir a velocidade dela!" Uma das vozes aconselhou.


"Pressura Gravitas." Após um breve murmúrio, Cruz aumentou a força gravitacional ao seu redor, fazendo com que tudo fosse empurrado para baixo.


*Boooommm...* Algumas coisas foram simplesmente esmagadas enquanto a Singrid... A Singrid sentiu os efeitos da gravidade, que diminuiu em muito a sua velocidade de movimento.


"Droga..." Assim que percebeu o olhar do Cruz, Singrid xingou e tentou aumentar a velocidade, mas era como se ela estivesse correndo com algumas boas toneladas sobre as suas costas.


"Te encontrei!" *Swoosh.* Assim que conseguiu mirar a Singrid, Cruz disparou na direção dela.


Assim que viu o Cruz se mover, a Singrid ficou completamente espantada, pois parecia que ele não sentia nenhum dos efeitos daquela gravidade. Na verdade, parecia que, diferente de toda aquela área, ao redor do Cruz não houvesse nenhuma força gravitacional. Era como se a gravidade fugisse dele.


Num piscar de olhos, Cruz chegou até a Singrid e falou enquanto golpeava com o seu bastão: "Você já conseguiu informações demais!"


"Não pense que eu já caí!" Singrid, por sua vez, cerrou os dentes e respondeu, antes de liberar todo o poder que ainda lhe restava...


"Jormungand!" *Baaaaaaaaaarrrraaaauuuummm...* Um raio ensurdecedor, que se transformou em um grande cobra, engoliu o Cruz, que estava praticamente tocando na Singrid.


*Crrrrrrraaaaassshhhh...* O estridente som do trovão seguiu a cobra que atingiu vários metros de altura, antes de espalhar para todos os lados.


"Ela... Venceu?"


"Não tem como ele ter desviado daquilo!"


Na plateia, todos viram o Cruz ser engolido pelo relâmpago e ficaram ser saber o que iria acontecer.


"Haha..." Enquanto isso, na arena, Singrid soltou um riso satisfeito, respirou fundo, e abriu os braços...


*Woooooooossshhhh...* De repente, um pequeno ponto daquele relâmpago começou a distorcer, revelando os resquícios de uma energia negra e o corpo do Cruz.


"Hahahahaha..." Com um sorriso satisfeito, Singrid permaneceu de braços abertos, indicando que estava pronta para receber o golpe final, e falou: "Eu cumpri a minha promessa! Eu descobri os seus limites!"


Os músculos do Cruz espasmaram enquanto ele permanecia de pé. Contudo, esses simples espasmos indicavam que apesar de ter se protegido da maior parte do poder da Singrid, ele não conseguiu se defender de tudo.


"Eu não a matarei, mas você não lutará pelos próximos dias!" Com uma expressão séria, Cruz encarou a Singrid e falou enquanto erguia o seu bastão.


"Eu já fiz o que tinha que fazer! Eu aceito qualquer julgamento!" Com um sorriso perturbador, de quem estava pronta para morrer, Singrid respondeu.


"Aaaaahhhhh..." "Pressura Gravitas." Após dar um grito louco, Cruz saltou no ar, haja vista que a Singrid era uns bons centímetros mais alta do que ele, e golpeou para baixo enquanto concentrava uma imensa pressão gravitacional em seu próprio bastão.


*Booooooooooommmm...* Uma terrível explosão soou quando o bastão atingiu a cabeça da Singrid, que foi forçada para baixo e criou uma grande cratera com o seu próprio corpo.


*Fooooooommm...* Antes mesmo que a poeira baixasse, a buzina que indicava o fim da luta soou, pois estava claro que a Singrid não tinha mais forças para lutar, mas não queria desistir. Dessa forma, era impossível para ela continuar lutando, talvez até permanecer consciente, depois levar um golpe daqueles.


Todos ficaram vidrados nas telas enquanto a poeira baixava e revelava um Cruz, de pé, e uma Singrid, estirada no meio de uma cratera, inconsciente, mas com alguns fracos sinais de vida.


*Uaaaaaa...* Os gritos inundaram toda a arena. Não havia uma luta melhor do que aquela para encerrar o primeiro dia de disputa.


Enquanto a maioria gritava e ainda tentava digerir a revelação do Cruz, haviam algumas pessoas que estavam pensando em outra coisa...


"Singrid... Você foi ótima! Você se deparou com um poder terrivelmente desconhecido, mas conseguiu nos dar muitos meios de entendê-lo e um bom material para bolar uma estratégia contra ele..." Com um sorriso no rosto, Ragnar murmurou.


"Haha... Um minuto e três segundos, ou uma quantidade de poder absurdamente grande... Esse é o limite da sua técnica..." Em outra comitiva, Joster cruzou os braços e murmurou.


"Eu já pensei em um plano para contra-atacar aquela força gravitacional..." Tyrone comentou com o Ryuuji.


"Eu também pensei em algo pode funcionar..." Ryuuji respondeu.


Por fim, na comitiva do 'Clã Da Graça', Ye Yang estava sacudindo a cabeça enquanto falava com o Zao Tian: "Cara... Você só atrai problema! É uma aberração e um louco atrás do outro... Você ainda tem alguma dúvida do porquê de vocês não se misturarem?"


Zao Tian, por sua vez, cruzou os braços e murmurou: "Será que vai ser assim? Nós não nos daremos bem simplesmente por possuirmos elementos opostos? Isso não está certo... Eu não tenho nada contra ele, então, por que nutrir essa rivalidade idiota?"

Por Rafael Batista R. Ferreira | 02/06/18 às 12:54 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Harém, Maduro, Seinen, Adulto, Comédia