CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 95 - Raijin e o Dom Dos Selos

O Último Herdeiro Da Luz (UHL)

Capítulo 95 - Raijin e o Dom Dos Selos

Autor: Rafael | Revisão: Sara

“Um… Deus? Eles… Realmente existem...” Zao Tian olhou chocado para o homem que o levava numa velocidade que era impossível de se calcular.

“Existem! E ele esteve te observando desde a guerra!” Gold falou.

“Por que… Você não me avisou?” Zao Tian falou com dificuldade.

“E que diferença isso faria? Você apenas ficaria andando de um lado para o outro e não poderia fazer nada!” Gold respondeu.

“Esse problema… Não foi você quem causou, a culpa é minha! Tente ficar vivo, pois essa luta é minha!” Gold terminou.

*Booooooooommmmmm...* Assim que Gold terminou de falar, uma forte explosão surgiu no centro do raio e as figuras de Zao Tian e do Deus que o levava, dispararam em direções opostas.

*Bang.* Gold controlou a queda de Zao Tian, mesmo assim ele se chocou pesadamente contra uma grande duna.

Zao Tian ficou zonzo devido ao choque e apenas pôde sentir que os seus olhos se fechavam e ele perdia a consciência…

*Bang.* Longe dali, o Deus também atingiu uma duna, mas não sofreu nenhum dano.

Ao redor dos dois, havia apenas um vasto e incalculável deserto de areia.

“Hahahahahaha… Agora as coisas estão ficando interessantes...” O Deus se levantou enquanto gargalhava como um sádico.

*Swoosh.* Num piscar de olhos, o Deus apareceu na frente de Zao Tian, mas não podia ver nenhum sinal de Gold.

“Quem fez isso? Responda, ou eu farei com que você sofra por um loooonnngo tempo!” O Deus falou.

Enquanto se agarrava ao seu último fio de consciência, Zao Tian apenas pôde perguntar…

“Quem… É você… Por que… Você está… Atrás de mim?”

“Hahahahahahahaha… Parece que você ainda tem alguma coragem! Não responder uma pergunta minha… É algo que ninguém, nunca ousaria fazer!”

“Já que essas são as suas únicas perguntas… Eu vou te responder...”

“Eu tenho vários nomes… Que variam de acordo com a região, a cultura, o mundo, ou a galáxia que estou...”

Enquanto o Deus falava, diversos raios apareceram nas mão dele, iluminaram o seu rosto e começaram a tomar diversas formas…

“Alguns… Me chamam de Thor!” O Deus falou enquanto o raio se transformava em um martelo.

“Outros… Me chamam de Tupã!” O Deus falou enquanto o raio se transformava em uma grande tempestade de raios.

“Outros… Me chamam de Baal Hadad! O Deus falou enquanto o raio se transformava em um escudo e uma lança.

“Outros… Me chamam de Adad!” O Deus falou enquanto o raio se transformava em um machado e continuou: “Se bem que eu não gosto muito desse nome...”

“Susanoo; Indra; Júpiter; Ishkur; Ah Bolom Tzacab; Quzah; Summamus; Taranis; Ukko; Urtzi; Zibelthiurdos; Amm… Zeus...” Nome por nome, o Deus recitou enquanto o raio mudava de forma. Por último, o raio ficou na forma de um único e poderoso relâmpago.

“Aqui… Vocês me chamam de… Raijin!” O Deus gritou enquanto o raio se dividia e se transformava em diversos tambores que ficaram a sua volta.

“Eu… Herdei o poder do trovão! Eu… Herdei o dom dos selos! Esse mundo me pertence e você… Não deveria existir nele!” Raijin falou enquanto esticava a mão direita na direção de Zao Tian.

Raijin era um Deus, então ele não tinha medo ou receio de nada no universo. Mesmo que alguém tenha o atacado, Raijin sabia que quem fez aquilo fez por causa de Zao Tian. Por isso, não havia maneira melhor de fazer essa pessoa aparecer, do que machucar Zao Tian.

“Vamos ver se você aguenta isso...” Raijin falou enquanto unia o seu polegar direito e o seu indicador direito.

*Bang.* Raijin deu um simples e suave peteleco na testa de Zao Tian. Isso… Foi o suficiente para fazer com que Zao Tian voasse por mais de 200 metros de distância.

“Eu fui até aquele local, para simplesmente descobrir quem tinha libertado o espírito daquele humano e destruído o selo que o meu antepassado tinha colocado lá! Contudo… Para a minha surpresa… Eu pude sentir uma aura estranha e quando eu cheguei até o local de onde aquela aura havia surgido… Eu me deparei com algumas linhagens que não deveriam ser libertadas… E uma formiga que usava a luz!”

“Mesmo se aquela aura não tivesse surgido… Eu obviamente descobriria quem foi o responsável por quebrar o selo e te encontraria! A luz é um poder que não existe e não pode existir há muito tempo! De uma forma ou de outra… Eu descobrirei o porquê de você nascer com esse poder!’

Raijin falou enquanto caminhava na direção de Zao Tian. Contudo, Zao Tian não tinha escutado nenhuma palavra, pois já tinha algum tempo que ele havia desmaiado.

De repente, uma voz soou e preencheu cada parte do deserto: “Humph. Você demorou muito tempo para deixar aquele moleque inconsciente! Eu pensei que eu nunca seria capaz de me apresentar e teria que ficar escutando as suas asneiras!”

“Humm? Quem é você? Você finalmente resolveu se apresentar? Apareça e curve-se diante de mim!” Raijin ordenou.

*Boooommmm...* Uma explosão espalhou areia por todos os lados. No centro de tudo, Gold apareceu com um sorriso sarcástico.

“Eu já me esqueci da última vez que eu me ajoelhei para alguém!” Gold falou enquanto balançava o seu braço direito casualmente e atirava um feixe de luz dourado na direção de Raijin.

“O que… Luz?” Raijin arregalou os olhos quando viu o feixe de luz que já estava na frente dele…

*Booooooooooooooooooommmmmmmmmmmmm…* O feixe de luz explodiu no peito de Raijin e ele foi lançado a mais de 300 quilômetros no ar.

*Swoosh.* “Prazer… O meu nome… É Gold!” Instantaneamente, Gold já tinha aparecido na frente de Raijin e sussurrou no ouvido dele enquanto a sua mão brilhava…

*Bang.* Gold deu um tapa com as costas da mão no rosto de Raijin, que foi atirado na direção do solo.

*Boooooooooommmmmmmmmmmmm...* Raijin se chocou contra o solo. Ele atingiu o solo com tanta força, que toda a areia voou e ele só parou quando atingiu a parte rochosa.

Gold sobrevoou a cratera e cruzou os braços enquanto observava Raijin.

“Gold… Gold… Gold…” Praticamente ileso, Raijin murmurava atônito enquanto pensava no nome ‘Gold’.

“Ahhhhhhhhhhhh…” *Baaaaaaarrrrrrrraaaaaaaaaaauuuuummmmm...* Raijin gritou e esticou a sua mão. Um imenso raio azul saiu da mão de Raijin e voou na direção de Gold. O simples deslocamento de energia espiritual proveniente daquele ataque, fez com que a cratera se expandisse por mais de 20 quilômetros.

Mesmo com a velocidade absurda daquele raio, Gold desapareceu do seu ponto de origem e desviou dele…

*Woosh...* Raijin disparou para fora da cratera e começou a atirar diversos raios na direção de Gold…

*Baaaaaaaaaaaarrrraaaaaaaauuuuuummmm… Baaaaaaaarrrrrrraaaauuuummm...*

“Você… Não é possível… Você não existe!” Raijin ficou descontrolado e duvidou dos seus ouvidos e olhos enquanto atirava uma tempestade de raios em Gold.

“Hahahahaha… Eu não sei o que você sabe sobre mim… Mas eu sou real!” Gold falou enquanto se divertia desaparecendo e reaparecendo repetidas vezes.

A cada aparição de Gold, Raijin ficava mais irado e confuso, pois ele conseguia reparar em alguma característica física e nas veste de Gold…

“Túnica dourada… Olhos e cabelos negros… Poder da luz… Cicatriz do lado esquerdo da face… Se intitula como Gold… Não pode ser possível!” Raijin murmurava cada uma das características de Gold.

Graças aos incontáveis raios de raijin, o deserto de areia já não existia mais naquela região. Somente a parte mais espessa do leito rochoso não foi completamente destruída. Contudo, isso não quer dizer que em breve isso não aconteceria, pois se aquela tempestade de raios se prolongasse… Eles facilmente chegariam ao núcleo do planeta.

“Hahahahaha… É só isso que você pode fazer?” Gold zombou enquanto escapava ileso de cada um dos raios.

“Como… Um Deus de primeira classe como você, veio parar neste mundo? Isso não é a função dos Deuses mais fracos?” Gold questionou sarcasticamente.

“Isso não é da sua conta!” Raijin esbravejou.

Vendo que era impossível acertar Gold, Raijin resolveu mudar de estratégia…

“Se ele realmente for quem ele disse… Eu não serei capaz de vencê-lo em um combate! Eu terei que gastar a minha única garantia de vida...”

“Selo da alma.”

Raijin falou enquanto fechava os olhos e se concentrava em cada detalhe de Gold e cada particularidade da alma dele.

De repente, os raios pararam de cair. Gold… Ficou paralisado enquanto incontáveis espíritos, de incontáveis raças, começaram a sair do corpo de Raijin…

“Droga… Esses malditos dons… Dependendo da quantidade de almas que ele possuir… Isso pode ser perigoso...” Gold murmurou enquanto se sentia preso, como se diversas correntes o envolvessem.

“Se eu não tivesse perdido tanta força ao longo desses anos… Isso não seria um problema, mas com a minha força atual… Ele pode acabar tendo sucesso!” Gold pensou.

As almas que saíam do corpo de Raijin, começaram a entrar no corpo de Gold. Cada uma daquelas almas funcionava como uma espécie de corrente que selava o espírito de Gold.

Mesmo sendo um Deus, Raijin não ousou se distrair, ele fechou os olhos e focou cada resquício da sua força em selar Gold. Ele tinha pego Gold de surpresa, por isso se ele perdesse aquela chance e Gold conseguisse sair do selamento, Raijin não seria capaz de fazer aquilo de novo.

“Hahahahahaha… Caralho… Depois de tudo... Eu vou ser derrotado de uma maneira tão idiota como essa? Hahahahahahaha...” Gold gargalhou enquanto falava sobre a maneira como ele estava sendo derrotado.

“Humph. Essas suas idiotices… Vão acabar te matando um dia!” Uma voz masculina, que não pertencia a Raijin, falou com Gold…

“Humm? Você? Você é mesmo um idiota! Hahahahahahaha… Também… Eu não posso morrer! Hahahahahahaha...” Gold reconheceu a aura do dono da voz e respondeu.

“Eu sei que você não pode morrer, mas você está prestes a ser selado! Cinco trilhões de almas… Pertencentes a centenas de milhares de planetas… É o número de almas que ele usará para te selar!” A voz respondeu.

“Wow… Então eu estou realmente fodido! Isso é alma pra caralho!” Gold respondeu de forma admirada.

“Humph. Você é um monstro, mas com o seu atual nível de poder… Esse número será exatamente o necessário para te selar!” A voz respondeu.

“Hehe. E então… Dá pra você me dar uma forcinha?” Gold perguntou de uma forma tranquila.

“Sim! Eu só queria te ver desse jeito, antes de agir!” A voz respondeu.

*Whooommm...* De repente, uma grande esfera de luz dourada, com mais de um metro e meio de circunferência, apareceu na frente de Raijin.

Como Raijin estava focado no selamento de Gold, ele não conseguiu perceber o que estava na sua frente.

*Clap.* *Booooooooooooooooooooooooooooommmmmmmmmmmm...*

O som de um estalar de dedos surgiu, ativando a esfera de luz que explodiu no mesmo instante.

Uma área de mais de 100 quilômetros de circunferência foi completamente dizimada pela explosão que se parecia com um sol entrando em colapso.

Raijin foi pego no centro da explosão e desapareceu no meio da luz intensa.

“Esse estalar de dedos… Você aprendeu comigo!” Gold falou zombeteiramente enquanto percebia que podia se mover novamente.

“Eu não tenho mais nenhum clima para essas brincadeiras! Aquele cara… Tirou tudo de mim! Não restou mais nada que me fizesse sorrir!” A voz respondeu.

Gold se virou e olhou na direção do dono da voz…

O dono da voz era um homem que aparentava ter uns 40 anos de idade; Ele tinha cabelos curtos e negros; Media cerca de 1,80 de altura; Usava um manto dourado, parecido com a túnica de Gold; Ele tinha a pele branca e incontáveis cicatrizes no seu rosto, pescoço e mãos; O que era mais estranho no homem, era que as Íris dos seus olhos eram brancas e a suas pupilas totalmente dilatadas, deixando claro que alguma coisa fez com que ele ficasse cego; Também, a expressão facial do homem externava que ele não era capaz de sentir nenhuma felicidade na vida.

“Você tem ciência do que está fazendo? Das consequências disso?” Gold falou num tom repreensivo.

“Eu não me importo com mais nada! Eu não tenho nada a perder! Não sobrou mais nada… Você compreende? Nada! A única coisa que eu posso fazer… É matá-lo!” O homem respondeu de forma indiferente. Quando o homem falou novamente, Gold pôde ver que até mesmo a língua do homem estava cheia de cicatrizes.

“Tanto faz… Agora que você já está aqui… Faça o que você veio fazer!” Gold terminou.

Enquanto Gold e o homem conversavam, Raijin finalmente reapareceu. A calça dele foi reduzida a farrapos e diversos hematomas estavam espalhados pelo seu corpo.

“Outro… Outro usuário da luz?” Raijin olhou atônito para o homem que tinha acabado de o atacar.



Nota do autor: Amigos, estou aqui para fazer uma chantagem emocional barata! kkkkkkkkkkkkk

Temos literalmente milhares de leitores da obra. Dessa forma, eu proponho que vocês comentem e recomendem esse capítulo no coraçãozinho. Não vou colocar nenhuma meta, surpreendam-me, eu só quero uma ‘caralhada’ de comentários nesse cap. É claro que não precisa ter mil comentários, não sou louco de exigir uma coisa dessas.

Como recompensa, eu disponibilizarei o CAPÍTULO 96 no domingo, mas somente se os comentários chegarem à um número satisfatório e tiverem qualidade.

Ps: Vocês sabem que eu não sou de fazer essas coisas, mas pensem que para escrever um único capítulo, eu demoro mais de 3 horas, faço isso nas minhas folgas e por prazer. Eu só quero que vocês me deem alguns minutos do tempo de vocês e comentem sobre o cap e a história. Digamos que será uma forma de eu ter um feedback, pois alguns comentários já renderam boas ideias que foram colocadas em prática. Eu acredito que a ajuda de vocês só enriquecerá a obra e lhes agradará ainda mais.

Obrigado!

Por Duckie | 30/12/17 às 17:17 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Romance, Harém, Maduro, Seinen, Adulto, Comédia