CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 126 - A última pergunta

Pursuit of the Truth (POT)

Capítulo 126 - A última pergunta

Tradução: Thesoull | Revisão: Gustavo Belo

O miasma contido nas profundezas da floresta haviam sido formados após longos períodos expostos à umidade e podridão. Se alguém respirasse esse ar, se sentiria extremamente fraco. Se caso ficasse exposto a isso por muito tempo, o Qi de seus corpos gradualmente enfraqueceriam. Com o tempo essas pessoas estariam em um estado letárgico.

Esse era o motivo pelo qual as tribos envolta dessa área apenas procuravam por materiais na área externa da floresta, raramente se aventurando por dentro dela. Apenas Berserkers poderosos poderiam circular seu Qi de tal forma que seriam capazes de entrar na região e resistir ao veneno do miasma enquanto rondam os locais mais profundos a procura do que precisam.

Até agora, He Feng não havia entrado nas partes mais profundas da floresta que estavam contaminadas com o miasma. Suas pupilas se encurtaram. Seu corpo estava incrivelmente enfraquecido. Não havia como resistir a isso.

Depois de tudo, Xuan Lun era um poderoso Berserker Despertado, assim como sua inteligência também era extraordinária. Se He Feng queria enganá-lo, acabaria tendo que pagar o preço. Ele já estava exausto, apenas conseguindo pegar Xuan Lun de guarda baixa, He Feng teria sucesso.

De repente ele viu Su Ming aparecer na sua frente, He Feng estava espantado. Ainda que ele não fosse qualquer um, ele havia sobrevivido ao desastre que recaiu sobre sua tribo e havia passado por todo tipo de coisa. Ele havia treinado para preparar-se contra qualquer coisa que viesse a ser um problema.

Nesse momento ele estava bastante nervoso, mas em apenas um instante ele cobriu seu rosto com uma expressão branda. Mesmo que alguém reparasse com cuidado em seu rosto, não encontraria nenhuma mudança em sua expressão.

"Irmão, por favor, não me odeie. Estou fazendo isso porque fui obrigado. Ha…"

He Feng olhou para Su Ming andando em direção a ele com um pequeno sorriso. Quando ele falou, não parou nem por um momento e continuou avançando. O coração de He Feng pulava em seu peito, e agora sua expressão possuía um pequeno traço de desolação.

"Eu sei que não importa como eu me explique, você não irá me perdoar facilmente, mas antes de me matar, pode me ouvir por um momento…?"

"No início eu não conhecia Xuan Lun, mas acabei conhecendo um de seus seguidores e acabamos nos tornando bons amigos. Eu o convidei até minha tribo, mas eu não esperava que isso seria acompanhado de tal desastre. Xuan Lun chegou e matou meus pais, minha irmãzinha, e toda a minha tribo. Somos agora inimigos jurados!"

"Eu não posso morrer. Irmão, eu fui forçado a isso. O fardo da vingança repousa sobre meus ombros. Minha vida já não me pertence mais. Sobre meu corpo descansam os espíritos de toda a minha tribo. Eles me seguem esperando que eu os vingue!

"Irmão, eu sei que o que eu fiz foi imperdoável, mas eu não tive escolha. Se eu tivesse outra escolha, eu não teria lhe arrastado para dentro disso."

He Feng sorriu, sua expressão estava coberta de desolação e ódio para com Xuan Lun.

Su Ming parou algumas dezenas de passos distante de He Feng, enquanto circulava seu Qi e olhava com frieza para a pessoa a sua frente. A primeira vez que ele viu He Feng tinha sido em uma pousada. Suas roupas lhe chamaram a atenção e trouxeram um sentimento de familiaridade que o lembrava de casa, o que fez Su Ming gostar dele.

A segunda vez que ele o viu foi na terceira camada da Cidade do Monte Han. Ele viu essa pessoa desafiar as Correntes do Monte Han e viu sua coragem e determinação. Ele também viu Xuan Lun destruir toda a família dessa pessoa, e também os viu tossir sangue enquanto agonizavam de dor.

Nesse momento, mesmo que não houvesse nenhuma pena nos olhos de Su Ming, em seu coração, ele sentia que estavam no mesmo barco, porém tal piedade não seria demonstrada tão facilmente.

Esta era a terceira vez que eles se encontravam hoje.

Quando viu que Su Ming havia ficado em silêncio, mas ainda continuava a circular Qi em seu corpo, vários pensamentos passaram pela mente de He Feng. Ele ainda tinha um frasco que poderia curar seus ferimentos em suas mãos, mas ele não se atreveria a beber, preocupado com a reação que Su Ming demonstraria.

Ele deu um leve sorriso e relaxou sua mão direita. O pequeno frasco de cura que estava em sua mão caiu na lama, mas não afundou.

"Irmão, eu sei que estava errado. Tem um pouco de líquido medicinal nesse pequeno frasco. Eu vou dá-lo a você, quanto a mim…"

He Feng respirou fundo enquanto se esforçava em olhar para o céu.

"O local da minha tribo é um pouco longe daqui… e está em ruínas. Irmão, eu não sei o seu nome, mas se você precisa me matar para tranquilizar sua raiva, quando o fizer, por favor, leve meu corpo até lá. Você pode ficar com tudo o que me pertence como compensação pelas coisas ruins que fiz contra você."

"Se você… se você perdoar os meus erros e me der uma chance para me vingar de Xuan Lun, então assinarei um pacto da Manhã do Sul com você e me tornarei seu seguidor.

"Minha vida está em suas mãos. Faça o que achar melhor!" He Feng disse amargamente antes de fechar seus olhos, dos quais ainda continham relutância e arrependimento. Ele aguardava seu destino que ainda era incerto.

Mesmo que fosse verdade, ele estava usando este tempo para reunir seu Qi. Ele estava usando um método especial que para a maioria das pessoas seria difícil de perceber. A velocidade em que ele reunia seu Qi estava ficando maior. Por trás de seus olhos fechados havia uma intenção de matar, porém ninguém poderia perceber.

'Esse jovem é um tanto quanto misterioso, mas parece estar apenas na casa dos vinte e poucos. Ele ainda é muito ingênuo. Com apenas algumas palavras eu fui capaz de arrumar mais tempo. Hmph, se ele tivesse atacado ao invés de ter parado, eu não teria tempo para reagir e acabaria sendo morto. No entanto… este rapaz não parece ser do tipo traiçoeiro, talvez eu possa usar ele.'

Com os olhos fechados, pensamentos passavam pela cabeça de He Feng sem parar. Em seu coração ele riu com frieza.

"Como você sabia que eu estava aqui, e, porque você acha que eu lhe ajudaria a enfrentar Xuan Lun?" Sun Ming perguntou em um tom de desdém, olhando para He Feng que ainda estava de olhos fechados.

He Feng mais uma vez sorriu friamente em seu coração. Para ele, não só Su Ming era muito ingênuo, como também era insensato e inocente a um ponto que chegava a dar pena. Ele já havia sido levado por suas palavras, dando a oportunidade para He Feng reunir ainda mais força.

'Essa pessoa… é muito parecido comigo em meu passado. Ah, mas que pena. Teria sido melhor se ele não tivesse aparecido, mas já que está aqui, ele não tem mais chances de sobreviver. Se ele morrer agora, será mais fácil de lidar com Xuan Lun no futuro.'

Quando He Feng abriu os olhos, seu olhar possuía um brilho honesto e sincero, sem nenhum traço de maldade. Além disso, ainda havia a mesma tristeza de antes.

"Eu sou de uma pequena tribo. A maioria ainda usa peles de animais como vestimenta. Não podemos nos comparar com uma tribo intermediária, quanto mais com a Cidade do Monte Han."

"Eu sempre lamentei por sermos uma tribo pequena. Eu invejava as tribos maiores por não precisarem usar peles de animais e por terem seus próprios Berserker's" He Feng disse suavemente.

"Mas isso não passa de ressentimento. Eu nunca fui invejoso. Eu só gostaria de ter tornado nossa tribo em uma mais forte. Eu queria me tornar mais forte… Nossa tribo possui uma habilidade especial. Naquela época eu achava que poderia ser convidado por uma tribo intermediaria por conta dessa habilidade, e aos poucos tornar a minha tribo cada vez mais forte."

"Mas essa Arte não tinha nome, e não parecia pertencer à Tribo Berserker. Quando herdamos essa Arte, nossa compreensão também era vaga. Ninguém na minha tribo sabia de onde veio, ou como se usa, mas podíamos sentir que mesmo uma pessoa fraca poderia se tornar mais forte sem usar Qi."

"Essas sensações seriam gravadas como uma memória. Se escolhêssemos guardá-la em nossos corações, então seria como uma marca. Desde que a pessoa não se afastasse muito, poderíamos sentir sua presença. Foi justamente graças a esta Arte que conseguimos evitar Xuan Lun por tanto anos."

"Quando estávamos na pousada durante a noite, éramos os únicos a beber. Nesse momento eu notei você. Você parecia estar no sétimo nível do Reino de Solidificação Sanguínea, mas com essa Arte, eu podia sentir uma presença de luta equivalente a alguém que havia despertado."

"Nesse momento eu sabia que você carregava um incrível tesouro consigo, ou você escondia seu verdadeiro poder."

"Foi por isso que deixei uma marca espiritual em você, essa marca é bem misteriosa. É muito diferente das outras Artes Berserker que conhecemos, e é por isso que você não foi capaz de perceber."

"Quando Xuan Lun estava atrás de mim, eu vim até aqui atrás da sua proteção. Esta arte pode até parecer fraca, mas pode ser bastante útil."

"Você não parece pertencer a nenhuma tribo dessa região. Eu tenho um pedaço de bambu contendo a minha arte comigo. Se quiser pega-lo para conferir a verdade em minhas palavras."

He Feng não estava mentindo. Ele era alguém que pensava em cada detalhe. Mesmo que estivesse apenas tentando ganhar tempo, ele não se atreveria em deixar nenhuma falha sobre suas palavras. Ele preferiu manter uma expressão cheia de amargura com um toque de nostalgia enquanto pronunciava tais frases que eram de dar pena.

Para prolongar ainda mais o tempo, ele pretendia deixar Su Ming comovido e usar de lógica para fazê-lo aceitá-lo como seu seguidor, oferecendo não só todos os seus pertences como também sua misteriosa Arte.

Na mente de He Feng, não tinha como Su Ming continuar indiferente sobre isso.

"Você tem alguma outra pergunta? Se eu puder responder, definitivamente o farei."

Com uma expressão sincera ele olhou para Su Ming. No entanto, o acúmulo de Qi em seu corpo estava cada vez maior e mais forte. A razão pela qual ele esperava para matar Su Ming com apenas um golpe, era porque Su Ming já havia fugido após sofrer um ataque de Xuan Lun, e em sua fuga veio parar aqui.

Por conta disso, ele sabia que Su Ming não estava escondendo seu poder real, mas tinha consigo um objeto poderoso. Seu nível de cultivo era realmente de apenas o sétimo nível do Reino da Solidificação Sanguínea.

Se eles estivessem muito longe um do outro He Feng não agiria, mas se eles estivessem suficientemente próximos, ele acreditava que poderia matar essa pessoa antes mesmo dela poder ativar seu objeto encantado. Porém, ele ainda precisava garantir que esse rapaz ingênuo tinha baixado sua guarda.

'Provavelmente ele perguntará o motivo pelo qual Xuan Lun tem tentado me matar tantas vezes, afinal de contas, os níveis de poder entre mim e Xuan Lun eram muito distantes! Qualquer um poderia ver que tem algo de errado nisso.'

'Mesmo que ele não pergunte isso, ele provavelmente perguntará sobre meu relacionamento com Han Fei Zi. Ele tinha visto Han Fei Zi me salvar.'

He Feng já havia pensado em cada resposta que ele poderia dar conforme a pergunta. Ele estava apenas esperando que Su Ming fizesse sua pergunta. Com a resposta que ele daria, com certeza o jovem baixaria a guarda naquele momento!

"Minha última pergunta é…" Su Ming olhou para He Feng e soltou algumas palavras antes de puxar o ar. A expressão de He Feng permaneceu neutra, mas o nervosismo em seu coração inundou seu coração mais uma vez. "Você já terminou de preparar seu contra-ataque?"

Quando essas palavras ecoaram no ouvido de He Feng, seu coração tremeu, mas uma expressão perplexa apareceu em seu rosto, como se ele não pudesse entender do que Su Ming estava falando.

No momento em que o olhar perplexo apareceu em seu rosto, He Feng arregalou os olhos. Eles pareciam estar focados em algo muito além de Su Ming, a dezenas de metros atrás dele. Um olhar ainda mais chocado apareceu em seu rosto.

"Xuan Lun!"

No momento em que essas palavras saíram de sua boca, um brilho apareceu. Aquela luz fraca foi arremessada em direção a Su Ming em um piscar de olhos.

Por Dokohan | 03/06/19 às 08:39 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Tragédia, Xianxia, Chinesa