CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 162 - Tire-me daqui

Pursuit of the Truth (POT)

Capítulo 162 - Tire-me daqui

Tradução: João Pedro | Revisão: Willy

Ao lado do navio-espada que levava ao isolamento do ancestral da Montanha Han havia um túnel. No final, havia uma entrada, e Su Ming sentou-se lá quando ele abriu os olhos. Havia um olhar perplexo em seus olhos.

He Feng não apareceu; ele estava submerso no corpo de Su Ming, não em sua mente. Ele estava muito fraco. Desta vez, ele teve que entrar em sono profundo mais uma vez, ou então desaparecerá.

‘Minhas lembranças pararam e começaram no momento em que acordei para pegar os abutres. Não me lembro da rachadura que apareceu durante a noite chuvosa, nem me lembro de rir tão vagamente ... Quando acordei, já estava deitado na encosta da montanha.

"Talvez as lembranças que estou perdendo sejam as que estão dentro da fenda."

Su Ming olhou para a entrada ao seu lado e a resolução apareceu em seus olhos.

'He Feng não parecia estar fingindo suas ações. Os detritos de pedra na minha Esfera Espiritual ...' Su Ming tocou os misteriosos detritos de pedra negra pendurados em seu pescoço. "Eu vou arriscar!"

Su Ming respirou fundo. Ele se levantou sem hesitar e foi em direção à entrada.

Ele já estava ali há algum tempo. Agora que ele tomou sua decisão, não podia mais perder tempo. Ele tinha um forte pressentimento de que talvez ele realmente tivesse uma conexão com o ancestral da Montanha Han. Ele seria capaz de obter uma resposta para todas as coisas que o confundiam aqui.

"Venha ... venha aqui ..."

A voz envelhecida estava carregada de ansiedade. Era muito mais claro e mais forte do que quando ele estava do lado de fora. A voz ecoou em sua mente. No momento em que pisou na entrada, sua visão ficou nublada.

Quando tudo ficou claro, ele viu um pedaço de céu com estrelas brilhando diante dele. O fim do céu não podia ser visto e as estrelas emitiam luz deslumbrante.

"Onde é este lugar..?"

Su Ming ficou momentaneamente atordoado. Este lugar estava coberto de silêncio mortal, e ele era o único aqui.

"Esta é ... a ... camada tridimensional ... venha ... venha aqui ... deixe-me ... ver ... você ..."

A voz envelhecida ficou mais clara ao ecoar na mente de Su Ming. Ao mesmo tempo, as estrelas no céu começaram a se mover rapidamente diante de seus olhos. Gradualmente, um pedaço de terra flutuante apareceu diante dele quando as estrelas terminaram de se mover.

Su Ming nunca tinha visto nada disso antes. Seus olhos ficaram ainda mais nublados com perplexidade, mas ele logo se acalmou.

Ele avançou silenciosamente. Ele não sabia quanto tempo andou, nem sabia se estava caminhando em direção ao terreno flutuante, ou se o terreno flutuante estava se movendo em sua direção.

Quando ele se aproximou e o pedaço flutuante de terra subiu diante dele, Su Ming pisou nele e olhou em volta.

As cordilheiras subiam e desciam ao seu redor com sons de água corrente saindo dos rios. O chão estava coberto de grama verde e havia uma fragrância doce vindo deles. Sentado no prado, havia uma pessoa vestindo túnicas cinza.

Era uma pessoa cuja idade não podia ser estimada. Todo o seu corpo estava seco e restavam apenas alguns fios de cabelo em sua cabeça. Suas roupas quase se desintegraram. Ele sentou no chão com os olhos fechados como se estivesse morto.

"Você ... finalmente chegou ..."

Uma voz rouca ecoou pela terra.

"Você é o ancestral da Montanha Han?"

Su Ming respirou fundo e forçou-se a se acalmar antes de olhar para a pessoa que parecia estar morta.

"Você pode me chamar de Han Kong ..."

A voz envelhecida ecoou no ar e a direção de onde veio não pôde ser determinada. Quando a voz caiu em seus ouvidos, Su Ming ficou abalado.

"Por que você me trouxe aqui?" Su Ming ficou em silêncio por um momento antes de perguntar.

"Eu não te chamei aqui ... você foi quem se chamou aqui ..."

Dessa vez, a voz não apareceu de todos os lados, mas da pessoa seca diante dele. Quando as palavras saíram da boca dele, essa pessoa abriu os olhos.

Eles eram um par de olhos incrivelmente escuros, mas havia um olhar profundo dentro deles que parecia estrelas, mas por dentro havia também emoção, desejo e expectativa.

"Tire-me daqui…"

A voz rouca saiu da boca de Han Kong. Sua voz soou como dois galhos secos esfregando um no outro, o que deixou todos aqueles que a ouviram incrivelmente desconfortáveis.

Su Ming olhou para o ancestral esquelético da Montanha Han e ficou em silêncio.

"De acordo com a ... promessa, eu completei meus deveres. Eu esperei por você por um longo tempo ... me leve embora ..."

Han Kong parecia ter passado muito tempo desde que ele falou. Ele teve dificuldade em formar suas palavras, já que mordeu cada sílaba. Um olhar expectante apareceu em seu rosto calmo.

"Eu deixei minha casa por 8.000 anos. Eu quero ir para casa ..."

O ancestral da Montanha Han estremeceu um pouco quando ele murmurou em direção a Su Ming.

Enquanto Han Kong falava, o céu inteiro tremeu repentinamente. As estrelas ao longe emitiram um enorme som estridente, e as estrelas começaram a desaparecer uma a uma rapidamente.

"Eles estão aqui ... rápido ..."

A respiração de Han Kong ficou impaciente.

Su Ming permaneceu em silêncio. Havia muitas coisas que ele não entendeu das palavras de Han Kong.

Um brilho apareceu nos olhos de Su Ming e ele falou languidamente. "Como eu posso ... te levar embora?"

"Você…"

Han Kong ficou atordoado e olhou para Su Ming. Incerteza e descrença gradualmente apareceram em seus olhos. Era como se aquela frase simples de Su Ming estivesse fora de suas expectativas.

"Quem é Você?"

Han Kong imediatamente ficou afiado. Uma grande pressão se espalhou com um boom. Sob essa pressão, Su Ming sentiu como se fosse uma formiga apanhada em uma tempestade. Ele sentiu como se estivesse sufocando.

Su Ming deu alguns passos para trás. O rosto dele estava pálido. Ele olhou para Han Kong e depois de ficar em silêncio por um momento, quando os sons de longe se aproximaram, ele falou baixinho.

"Eu sou Su Ming."

"Destino ... está certo, é você."

Han Kong soltou um suspiro de alívio. A pressão desapareceu e o olhar penetrante em seus olhos se transformou em expectativa. Ele não sabia que tinha confundido o nome de Su Ming como Destino.

"Você é o destino. Você sabe como me tirar deste lugar ..."

Han Kong falou com dificuldade. Naquele momento, a última estrela no céu desapareceu. Ao mesmo tempo, quando sons abafados e estrondosos apareceram onde estavam, a terra também tremia furiosamente. Era como se houvesse alguém lá fora usando um método invisível para atacar o local.

"Droga! Eles estão aqui cedo demais!"

O rosto de Han Kong se contorceu. Ele se levantou e deu um passo em direção ao céu.

"Eles não serão capazes de vê-lo aqui, nem o incomodarão enquanto você conjura sua arte. Vou detê-los. Você é o Destino. Você me enviará de volta ... Você deve me enviar de volta ... Você tem que me enviar. de volta!"

Han Kong subitamente se virou e um olhar feroz apareceu pela primeira vez em seus olhos. Ele lançou um olhar para Su Ming antes de atacar o céu.

Fora do pedaço de terra flutuante, o céu noturno que caíra na escuridão depois que perdia toda a luz das estrelas começou a girar. Quando Han Kong saiu, uma grande quantidade de ondulações se espalhou pelo céu torcido. Um estrondo alto ressoou, e o velho em roupas vermelhas do Clã Céu Congelante saiu das ondulações.

"Han Kong!"

Com um rosnado baixo que ecoou no ar, o rosto do velho de túnica vermelha tornou-se grave e cheio de uma presença poderosa. Ele levantou a mão direita abruptamente.

O céu escuro ao seu redor ficou subitamente cheio de cores. Enquanto girava, formava um grande vórtice. Sons estrondosos encheram o ar, e o vórtice circulou em torno de Han Kong com ele agindo como o centro. Ele girou em torno dele rapidamente, transformando-se em um poder chocante.

Han Kong soltou um uivo estridente e triste. Ele balançou a mão direita diante dele e instantaneamente a luz vermelha apareceu sob seus pés. Em um piscar de olhos, aquela luz vermelha se transformou no prado vermelho. Quando ele moveu a mão para a frente, a campina se espalhou rapidamente pelos arredores e, em um instante, cobriu uma área de 100 li.  NT: 100 li = 50 km

Han Kong ofegou severamente, como se fosse um animal selvagem que havia sido empurrado para um canto. Seus olhos estavam ferozmente iluminados com aversão, e ele pressionou a mão direita em direção ao chão abaixo dele.

No momento em que ele fez isso, a campina de 100 li caiu e soou semelhante a rugidos. Um monte de névoa vermelha apareceu do local onde Han Kong tinha a palma da mão direita pressionada. Aquela névoa rapidamente se condensou e se juntou antes de se transformar em um píton gigante de três cabeças. Com um assobio, avançou em direção ao velho de túnica vermelha.

Han Kong pressionou a mão esquerda no prado logo depois e imediatamente um grito de guerra ecoou no ar. Uma névoa vermelha surgiu do prado mais uma vez e se transformou em um homem de armadura vermelha. Aquele homem segurava uma espada de sangue. Uma vez que ele apareceu, seus olhos estavam iluminados com espírito de luta e ele atacou o velho.

O encantamento de Han Kong não havia terminado. Ele mordeu a língua e tossiu um bocado de sangue. Seu sangue espirrou no prado vermelho, e o prado pareceu entrar em frenesi imediatamente. Começou rapidamente a se contorcer e a crescer em um ritmo chocante, espalhando-se para fora como cabelos na velocidade da luz.

"Berserkers! Como ousa se opor a nós, imortais!"

Han Kong ergueu os braços rapidamente, enquanto estava no prado vermelho que crescia rapidamente. Ele poderia parecer seco e murcho no momento, mas havia uma presença espalhada nele que era difícil de descrever.

Quando Su Ming viu essa cena, seu coração bateu forte contra o peito. Essa foi a batalha mais intensa que ele havia visto além da batalha da Montanha Negra, executada pela sombra no céu estrelado. As artes de Han Kong o fizeram se sentir profundamente abalado.

O rosto do velho vestido de vermelho estava calmo. Ele levantou a mão direita e apontou não para Han Kong, mas no centro das sobrancelhas, e daí a partir dele, o dedo desceu até a ponta do nariz, esculpindo um rastro de sangue.

No momento em que a trilha apareceu, um rugido se elevou do espaço atrás do velho de túnica vermelha. Uma aparição gigantesca parecia ter rompido o espaço e um espírito inteiramente vermelho e com cerca de 10.000 pés de altura surgiu. NT: 10.000 pés = exatamente 3,048 km.

Lembrava um gigante, mas parecia mais um monstro vindo de uma estátua do Deus dos Berserkers. Usava peles de animais e estava seminua. No momento em que apareceu, soltou um rugido chocante.

No mesmo momento, a cabaça vermelha pendurada nas costas do velho em túnicas vermelhas flutuou. A rolha saiu e muitas sombras negras voaram. Essas sombras negras eram as almas dos animais selvagens. Eles uivaram quando o monstro gigante os agarrou e os devorou.

Quando aquela píton gigante de três cabeças e o homem com o espírito de luta e a armadura vermelha atacaram em sua direção, o monstro gigante levantou a cabeça rapidamente. Havia uma luz feroz em seus olhos. Com um uivo, ele atacou a píton gigante e, uma vez que a agarrou com suas garras, a levou à boca e mordeu antes de jogá-la de lado e atacar o homem de armadura.

Sons estrondosos ecoaram no ar. Enquanto o monstro gigante continuava com seu massacre, o prado vermelho de Han Kong ainda estava se espalhando, praticamente cobrindo todo o espaço antes que subitamente se encolhesse e soltasse um estrondo chocante.

Su Ming respirou fundo. Ele nem conseguira se recuperar da batalha antes que o espaço em frente a ele se contorcesse e Han Kong saísse de dentro. No momento em que ele fez isso, as pernas de Han Kong se quebraram e se transformaram em nada. Seu rosto estava cheio de morte, mas ele ainda voou e agarrou Su Ming antes de avançar e desaparecer com ele.

Tudo isso aconteceu muito rapidamente. Su Ming nem sequer teve tempo de se esquivar antes de ser pego por Han Kong. No momento em que desapareceu com Han Kong do local, ele viu o prado vermelho se espalhando como cabelos e cobrindo o céu ao redor do terreno flutuante. Em meio aos sons estrondosos, Han Kong voou mais uma vez. Ele tossiu sangue, mas continuou correndo.

Atrás dele, o velho de vermelho o perseguia.




Por João Pedro | 14/10/19 às 20:43 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Xianxia, Chinesa, Tragédia