CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 185 - Recusa!

Pursuit of the Truth (POT)

Capítulo 185 - Recusa!

Tradução: João Pedro | Revisão: Harley leite

Depois do que aconteceu durante o dia e de como ele voltou à vida depois da quase morte, todas as ações de Su Ming agora tocaram o coração de muitos que estavam assistindo.

Eles assistiram Su Ming andando na sétima seção da Corrente. Eles olharam para a pessoa que se deliciava com o luar e, por alguma razão desconhecida, a pessoa no ar parecia deixar escapar uma presença solitária. Esse sentimento era muito fraco e, como a percepção de todos era diferente, o que viram e sentiram também foi um pouco diferente.

—Ancião, por favor, saia...

Su Ming caminhou lentamente para a frente. Ansiava muito por ver o ancião, mesmo que fosse apenas um olhar.

Diante dele estava a Montanha Puqiang, que ficava atrás da oitava e nona seção da Corrente. Depois de ficar em silêncio por um momento, a voz delicada que as pessoas tinham ouvido antes viajou para seus ouvidos.

—Senhor, você já falhou, por que persiste? Mesmo se continuar, ainda falhou! Seu desafio terminou!

A voz delicada falou devagar e viajou por toda a região.

No instante em que essa voz os alcançou, as pessoas na Cidade da Montanha Han imediatamente se calaram. Até Nan Tian e os outros franziram a testa, mas quando Nan Tian olhou para a Montanha Puqiang, ele optou por não falar.

Su Ming os ignorou e continuou andando silenciosamente na Corrente. Seus olhos caíram no final da sétima seção da Corrente, e uma sugestão de desejo que estava escondida profundamente dentro de seus olhos apareceu.

—Ancião... Ancião...— ele murmurou.

Ele não parou. Naquele momento, seu coração pulou. Ele viu o que as outras pessoas não podiam ver. A névoa negra na corrente estava se acumulando e lentamente se transformando nas costas de um homem velho. Aquela silhueta era familiar para Su Ming, e seus olhos se iluminaram com ansiedade.

Ele sabia que era falso, mas se pudesse ver o ancião pelo menos uma vez, ficaria satisfeito.

—Seu desafio terminou. Você falhou. Você tem sorte de não morrer. Sugiro que você saia o mais rápido possível. Se você insistir em continuar, será tratado como desafiador do poder da tribo Puqiang!

Essa voz delicada ressoou mais uma vez. A voz tinha uma qualidade aveludada, mas havia uma pitada de veneno escondida dentro.

A voz da tribo Puqiang fez toda a cidade da Montanha Han cair em silêncio. Quase todo mundo ficou quieto. Diante de um dos três mestres da cidade da Montanha Han, Puqiang, os visitantes que vieram a esta cidade não tinham poder para ir contra à sua vontade.

Não foram eles que estabeleceram as regras, mesmo que quisessem mudar isso, não eram eles que estavam no poder para fazê-lo. Mesmo que isso fosse um pouco contrário à intenção original estabelecida para as Correntes da Montanha Han, Su Ming falhou uma vez, mesmo que essa falha não fosse reconhecida pela própria Corrente e ele tivesse ressuscitado dos cânions.

No entanto, se a Tribo Puqiang usasse isso como uma razão, era difícil para eles dizerem algo a respeito, nem tinham o direito de dizer algo sobre isso.

Talvez Nan Tian tivesse algum direito de fazê-lo, mas ele escolheu permanecer calado.

Ke Jiu Si hesitou por um momento antes de suspirar. Ele sabia que estava na Cidade da Montanha Han e era um estranho da tribo Puqiang, por isso não tinha o direito de refutar a decisão deles.

Leng Ying franziu a testa, mas ele também ficou em silêncio.

Xuan Lun ficou no ar ao longe e afrouxou o punho cerrado. Deleite sádico apareceu em seus olhos. Ele queria que Su Ming recusasse, porque se esse era o caso, significava que ele estava enfrentando Puqiang. O próprio Xuan Lun nem precisava fazer nada, e Su Ming seria destruído!

Todo mundo ficou em silêncio. Han Fei Zi abaixou a cabeça pensando em alguma coisa.

A Montanha Lago das Cores e Leste tranquilo também se calaram quando ouviram aquela voz delicada da montanha Puqiang.

O mundo de repente ficou em silêncio. Até o trovão não soou.

Pares de olhos da Cidade da Montanha Han ficaram fixos em Su Ming. Os donos desses olhares queriam saber o que ele escolheria.

No entanto, eles não sabiam que Su Ming não tinha tempo para se incomodar com a voz delicada. Seu olhar foi completamente capturado pelas costas do velho que apareceram da névoa.

Ele tremeu. Lágrimas caíram mais uma vez de seus olhos. Ele olhou para o velho parado não muito longe, virando-se lentamente para olhá-lo. A voz de Su Ming ficou rouca.

—Ancião… NT: PepeHands.

Aquele velho era o ancião da Tribo Montanha Negra, Mo Sang!

Ele ainda estava usando as mesmas roupas que quando Su Ming o viu pela última vez. Quando ele viu Su Ming, um olhar confuso apareceu em seu rosto. Havia também uma sugestão de conflito enquanto ele olhava para Su Ming com uma expressão estupefata, era a criança que ele cuidara desde que era jovem.

Parecia que ele estava prestes a dizer algo, mas nenhum som saiu. A perplexidade e o conflito em seus olhos foram substituídos por gentileza e amor. Houve até uma sugestão de elogio, como se ele estivesse muito satisfeito com o atual Su Ming. Muito, muito satisfeito.

Su Ming olhou para o ancião e os testes que não paravam. Não importa o quanto ele crescesse, o quanto ele aprendesse a ser indiferente e o quanto ele abraçasse a solidão, não importa quantas pessoas ele matou e quantas coisas ele passou, no momento em que viu o ancião, tudo isso desapareceu. Ele ainda era a criança despreocupada que morava na Montanha Negra. Ele tinha a companhia de Xiao Hong e o amor do ancião. Ele esperaria a chuva chegar para coletar a saliva do Dragão Negro, esperaria a fogueira queimar na tribo e dançaria ao redor do ancião enquanto ria alegremente.

O céu então estava muito azul, as nuvens estavam muito brancas, mas ele não conseguia mais lembrá-las tão claramente.

—Ancião, eu sinto falta de casa...

Su Ming avançou. Ele queria se aproximar para olhar para o Ancião. Mesmo que isso fosse uma ilusão, ele não se importava.

O ancião olhou para Su Ming, e a gentileza em seus olhos fez o coração de Su Ming tremer, e ele não pôde deixar de ver todas as lembranças felizes de sua juventude surgindo em sua mente.

Quando ele se aproximou e parou diante do ancião formado da névoa, ele chorou ainda mais. Ele olhou para o velho de cabelos brancos e as mesmas roupas que o Ancião usava em suas memórias. Su Ming olhou para ele e forçou um sorriso no rosto.

—Ancião, seu La Su cresceu. Olha, eu cresci muito...

O ancião sorriu enquanto olhava para Su Ming. Então ele suspirou suavemente, e a gentileza em seus olhos foi mais uma vez substituída por conflito. Dentro desse conflito havia uma pitada de compaixão. Uma dica de profundidade que Su Ming não conseguia entender.

Eventualmente, Su Ming viu uma dica de resolução e determinação no rosto do ancião. Ele viu um brilho estranho aparecer subitamente nos olhos do ancião. Esse brilho entrou na mente de Su Ming, fazendo um estrondo ecoar em sua cabeça, como se sua mente tremesse.

No mesmo momento, ele ouviu claramente a voz que só existia em suas memórias!

“Su Ming, você..."

Su Ming estremeceu, mas no momento em que a voz começou a falar, o corpo do ancião tremeu de repente e se dissipou abruptamente antes que as palavras pudessem ser ouvidas com clareza. Essa névoa parecia ter sido destruída por uma força extrema que vinha de trás dela, fazendo com que tudo diante dos olhos de Su Ming desaparecesse completamente! NT: ARGHHHHHHHHHHH!!!!!!!

A névoa desapareceu, o ancião desapareceu, e até sua voz se transformou em um eco fraco e prolongado em sua mente, fazendo Su Ming ser incapaz de ouvi-la claramente. Mas tudo isso não se deveu a ele ter perdido um passo, nem a algo dando errado nas Correntes da Montanha Han. Tudo isso foi devido à força extrema vindo em sua direção naquele momento.

A fonte dessa força extrema era um anel de osso preto. Aquele anel de osso assobiou quando voou da montanha Puqiang e avançou em direção a Su Ming. Foi o que sacudiu a corrente, fazendo desaparecer as ilusões da corrente refletidas nos olhos de Su Ming.

Os olhos de Su Ming imediatamente ficaram vermelhos. Ele havia aprendido originalmente como manter a calma e não ser imprudente, mas havia certas coisas que ele não podia tolerar, que ele absolutamente se recusava a deixar de lado!

O ancião estava entre essas coisas!

O anel de osso dissipou a névoa que se transformou no Ancião, espalhando as belas e felizes lembranças de sua juventude que apareceram em seu coração. Essa cena foi como quando ele viu o olhar que apareceu quando a Montanha Negra acabou sendo destruída por uma mão gigante enquanto ele estava andando pelo caminho de sangue que levava ao isolamento do ancestral da Montanha Han.

O anel de osso e seu dono quebraram a visão que Su Ming se recusou a deixar alguém manchar, fazendo-o cair em loucura.

Ele soltou um rugido que não saía da boca havia muito tempo. Ele se espalhou pela terra rapidamente e se misturou com o trovão que ecoou no céu naquele exato momento. Era como se a raiva dele fosse a raiva do céu.

Enquanto rugia, Su Ming levantou a cabeça rapidamente e a sombra da Lua de Sangue apareceu em seus olhos. Ele olhou para o anel de osso se aproximando dele e deu um grande passo à frente. Seu Qi emergiu de seu corpo e, quando ele explodiu com um poder surpreendente, uma grande quantidade de luar desceu rapidamente sobre ele. A Arte de Marca também explodiu, fazendo com que a luz verde brilhasse no centro de suas sobrancelhas, e a pequena espada virescente se transformou em um raio de luz verde que reunia todo o poder de seu Qi, a sombra da Lua de Sangue e a Arte de Marca. Então a luz verde piscou!

A luz iluminava o céu. Não havia relâmpagos, mas naquele momento o mundo foi iluminado pela luz verde em um instante. O trovão retumbou e a luz verde atacou o anel de osso que chegava. No instante em que tocou o anel, a luz cortou o anel com um corte!

Houve um estrondo e o mundo tremeu. Tremores sacudiram a terra. Su Ming tossiu um bocado de sangue e cambaleou para trás, mas cada vez que seus pés pousavam, eles caíam precisamente na Corrente.

A luz verde se dissipou e caiu no corpo de Su Ming. A luz verde apareceu apenas por um instante, desde o surgimento até o momento em que se dissipou. Ninguém conseguiu ver o que realmente era!

Na frente de Su Ming, o anel de osso preto permanecia imóvel. Uma rachadura fina apareceu em sua superfície, e ele quebrou abruptamente, se dividindo ao meio antes de cair nos cânions.

Naquele momento o homem que lembrava uma montanha de carne tremeu furiosamente e tossiu uma enorme quantidade de sangue na montanha Puqiang. Seu rosto instantaneamente ficou mortalmente pálido e a carne em seu corpo encolheu misteriosamente uma grande porção.

—Como você se atreve! Nós já avisamos que, se você continuar, será tratado como inimigo da Tribo Puqiang. Esta é sua chance final, volte agora! Você falhou! — O homem que parecia uma montanha de carne gritou com uma voz enfraquecida e venenosa.

—Eu recuso!

Su Ming limpou o sangue nos cantos da boca e olhou friamente para a Montanha Puqiang. Naquele momento, ele voltou a ficar calmo.

—Você recusa? Que direito você tem que recusar? Você é apenas um estranho na Montanha Han! As três tribos tomam todas as decisões dentro da Montanha Han! Dentro de três respirações, se você não sair, não pense em sair nunca mais!

Quem falou dessa vez não foi o homem que parecia uma montanha de carne, mas outro velho que estava ao lado do Ancião da tribo Puqiang. Aquele velho tinha uma expressão arrogante e selvagem no rosto, e seu riso frio carregava desprezo.

No momento em que ele falou, o homem que parecia uma montanha de carne imediatamente franziu a testa. Ele parecia estar prestes a dizer algo, mas não expressou seus pensamentos.

Quanto ao ancião da tribo Puqiang, ele permaneceu em silêncio, mas o olhar frio em seus olhos revelou seus pensamentos.

Su Ming ficou em silêncio.

Algumas pessoas na Cidade da Montanha Han fecharam os punhos. Eles também eram estranhos na montanha Han. Mesmo que eles morassem na cidade da Montanha Han por muitos anos, a cidade pertencia às três tribos. Contanto que não fossem das três tribos, eram todos de fora!

Eles realmente não tinham o direito de refutar, mas gradualmente, o olhar de mais pessoas ficou frio ao olhar para a tribo Puqiang. Algum tipo de reconhecimento surgiu lentamente dentro deles em direção a Su Ming, porque eram todos de fora.

Nan Tian, Ke Jiu Si e Leng Ying olharam friamente para a Montanha Puqiang quando ouviram essas palavras, mas ainda assim optaram por permanecer em silêncio.

—Então eu tenho o direito?


Por João Pedro | 20/12/19 às 18:44 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Xianxia, Chinesa, Tragédia