CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 202 - Entendo, então fui eu quem suspira com arrependimento ...

Pursuit of the Truth (POT)

Capítulo 202 - Entendo, então fui eu quem suspira com arrependimento ...

Tradução: João Pedro | Revisão: Willy

— A criança realmente sentiu uma segunda marca Berserker!

Em meio à neve que flutuava do céu, o velho respirou fundo e, olhando para o chão, expectativa apareceu em seus olhos.

— A primeira marca dele foi a marca do céu. A segunda é a neve. Essa neve caiu do céu, mas pertence ao chão. Está presa entre o céu e a terra. Esse tipo de marca é incrivelmente raro!

— A Marca Berserker reflete a alma. A menos que haja um acaso único, a maioria das Marcas é comum. A primeira Marca desta criança foi a lua, e a lua não era fria, mas era feita de fogo. É claro que a lua de fogo tem uma grande influência em sua vida!

— É por isso que quando ele despertou, ele sentiu a lua de fogo em seu transe.

— Quanto à segunda marca Berserker, é um ar frio que se transforma em neve, também não apareceu do nada. Há algum tipo de sentimentalismo dentro.

O velho murmurou em um silêncio pensativo. Um brilho apareceu brevemente em seus olhos. Ele olhou para as duas figuras indistintas na neve na montanha. Ele olhou para os dois de mãos dadas, como se estivessem andando na tempestade de neve, e essas duas figuras não desapareceram por muito tempo.

— Devido a um encontro, a Marca da Lua apareceu, devido ao amor, a Marca da Neve apareceu. Essa criança, se ele estiver de acordo com meus padrões e se tornar meu discípulo, então será minha grande fortuna e também sua sorte!

O velho respirou fundo. Ele levantou a mão direita e pressionou-a no centro das sobrancelhas com uma expressão grave no rosto.

— Não posso mais usar a Criação Eterna para entrar nos pensamentos do Despertar da criança. Oh, bem, ele vale a pena quebrar um dos meus selos! 

O velho murmurou.

De repente, uma luz azul apareceu no dedo indicador direito, que permaneceu pressionado no centro das sobrancelhas. Aquela luz instantaneamente cobriu todo o corpo do velho, fazendo com que o mar de sangue atrás dele se transformasse em um mar de sangue azul. Até a estátua de pedra lá dentro estava emitindo uma estranha luz azul.

Enquanto a luz azul brilhava no céu, a neve que flutuava também estava manchada de azul. O velho levantou bruscamente a mão direita e apontou para o chão.

— Palavras Anciãs, três criações Eternas! Bucca, Taureus, Bratus!

O velho soltou um rosnado baixo. No momento em que ele falou, o chão tremeu e um mundo ilusório apareceu do nada, fazendo com que a área de milhares de quilômetros começasse a distorcer como se houvesse várias camadas se sobrepondo.

Uma vasta quantidade de energia coletada dentro do corpo do velho e um estranho totem apareceram em seu rosto. Aquele totem foi formado a partir de três figuras ímpares!

A primeira imagem foi esculpida sob o queixo. Suas peças pareciam rachaduras em uma concha de tartaruga e estavam cheias de luz azul.

A segunda imagem era a de um touro de dois chifres, que aparecia no centro das sobrancelhas do velho.

 A terceira imagem era a de uma velha árvore seca. Subiu pelo rosto do velho, fazendo com que ele parecesse aterrorizante.

Havia uma espada penetrando em cada uma das três imagens. As três espadas eram maçantes, mas, a partir de então, uma delas brilhava com luz azul.

Dentro da caverna na montanha coberta de neve, Su Ming permaneceu sentado. Todo o seu corpo estava coberto por uma camada de gelo. Havia também cristais de gelo espalhados pela área ao redor dele. Ele permaneceu imóvel, mas havia uma pitada de solidão e tristeza em seu rosto.

O lago havia desaparecido no mundo diante dos olhos de Su Ming. Foi substituído por um grande espelho completamente formado a partir de gelo, um espelho de gelo.

Ele ficou na frente do espelho e viu seu próprio reflexo. Quando ele olhou no espelho, Su Ming ouviu um sussurro chamando por ele. Esse som parecia estar arrastando sua alma, fazendo com que sua vontade se misturasse lentamente no espelho ...

Quando sua mente ficou clara, ele viu uma extensão interminável de neve diante dele. A área era familiar para ele.

Comparado à lua no lago que ele viu antes, Su Ming pôde ver seu corpo dessa vez. Era como se o mundo dentro do espelho não fosse uma ilusão. Mas sim real.

Su Ming caminhou silenciosamente para a frente na tempestade de neve com uma pitada de perplexidade. A neve estava caindo pesadamente e cobria o céu, fazendo com que ele não pudesse ver as estrelas pairando no céu. Ele só podia ver a neve que caía tão densa que os dois pareciam estar conectados. Eles dançaram no céu e criaram um véu de neve que bloqueava sua visão e o caminho a seguir.

Su Ming saiu sem dizer uma palavra enquanto olhava para a neve. Gradualmente, ele sentiu como se seu ambiente se tornasse mais familiar. No momento em que uma risada leve, que parecia sinos de prata, percorreu seus ouvidos de longe, ele imediatamente começou a tremer. Ele levantou a cabeça rapidamente e olhou na direção da risada.

— Isto é…

Su Ming sentiu-se abalado. Ele pisou no chão e voou quando a neve no chão saltou no ar. Ele viu uma cidade através da tempestade de neve que não era muito grande à distância enquanto ele estava no ar. A cidade parecia uma fera adormecida caída no chão no meio da escuridão...

— Cidade da Corrente de Vento de Mudstone!

Ele podia ver muitas ondas invisíveis se espalhando por trás da cidade. Abaixo delas, ele viu claramente uma montanha selada.

Quando ele viu isso, Su Ming tremeu mais. Ele lentamente se virou e lançou um olhar em outra direção.

Essa foi a direção da floresta. Dessa altura, ele podia ver vagamente cinco cumes que pareciam dedos em uma mão atrás da vasta floresta.

— Montanha Negra...

O tempo passou lentamente. Ele não sabia quanto tempo havia passado. Quando a risada que parecia sinos de prata apareceu novamente, desta vez muito mais perto do que antes, Su Ming saiu de seu transe. Ele não sabia quando, mas há algum tempo, duas linhas de lágrimas caíram em seu rosto.

— Eu voltei para casa?

Su Ming abaixou a cabeça em angústia. Ele viu uma garota andando mais perto dele na neve enquanto ela ria alegremente.

Ele viu um garoto tolo atrás da garota. Havia felicidade em seu rosto, junto com exasperação enquanto ele a perseguia.

O riso ecoou no ar e foi despreocupado. Quando o garoto alcançou a garota, ele brincou com ela na neve. NT: Sem piadas aqui pervertido, tira esse sorriso estranho do rosto.

Su Ming assistiu tudo silenciosamente. Ele olhou para a ingenuidade do garoto e sua atitude despreocupada, observou o brilho nos olhos do garoto e no rosto sem a cicatriz.

Ele também olhou para a garota, a garota que exalava uma beleza selvagem e indomável. Seus olhos grandes e brilhantes continham um sonho, seu olhar deixando os outros intoxicados.

— É um sonho?

Su Ming sentiu seu coração apertar de dor. Seu corpo desceu lentamente do céu e ele ficou ao lado do garoto. Ele olhou para as pessoas familiares à sua frente, sentadas na neve de mãos dadas enquanto pronunciavam palavras familiares.

Ele podia vê-los.

No entanto, eles não podiam vê-lo.

— Su Ming, o que nos tornaremos daqui a dez anos? Ainda vamos ser tão despreocupados quanto agora?

— Você ainda está com raiva...?

— Não fique bravo.

— Eu não estou bravo.

— Dez anos depois, definitivamente ainda seremos tão despreocupados como agora. E a essa altura, meu nível de cultivo será definitivamente muito alto!

— O ancião me disse ontem que eu vou ficar na Tribo Corrente de Vento no futuro. Receberei a mesma orientação que Ye Wang do Ancião da Corrente de Vento. Talvez daqui a dez anos estarei perto do Reino do Despertar.

As palavras que pareciam as fantasias do menino chegaram aos ouvidos de Su Ming. Ele se sentou silenciosamente ao lado deles. Quando ele se sentou ao lado da garota e olhou para ela, um olhar gentil apareceu gradualmente em seus olhos. Depois de um longo tempo, o casal de jovens se levantou. Enquanto riam, o garoto segurou a garota para carregá-la nas costas. Ela enterrou a cabeça nas costas do garoto com um olhar tímido e os dois se afastaram.

— Você parece bobo. 

A garota sussurrou suavemente.

Su Ming não a ouvia claramente no passado. Agora, quando ele estava ao lado dela, ele a ouviu.

Era como se ele não pudesse controlar seu próprio corpo. Ele seguiu o casal de jovens e caminhou com eles pela neve até chegarem na Cidade da Corrente de Vento.

Ele ficou na cidade e observou a garota varrer a neve do corpo do garoto com um sorriso tímido no rosto.

— Su Ming, daqui a sete dias vai ser um dia importante para mim, eu sempre o passei com minha avó. Este ano eu quero passar esse dia com você. Tudo bem?

— Isso é uma promessa.

No momento em que Su Ming ouviu as palavras mais uma vez em sua situação atual, a dor em seu coração atingiu seu pico. Isso deixou seu rosto pálido e ele deu um grande passo para trás. Seu peito apertou de dor e os dedos cravaram em sua carne, como se estivesse tentando impedir que seu coração angustiado batesse, para que não sentisse dor novamente.

Ele ficou do lado em silêncio, com um olhar conflituoso no rosto. Esse conflito era claramente devido ao sofrimento decorrente da tristeza.

— Isso é uma promessa. Sete dias depois, não importa onde eu esteja, não importa o que esteja fazendo, definitivamente irei encontrá-la. 

Su Ming murmurou, dizendo exatamente as mesmas palavras que o garoto ao seu lado. Ele não trocou uma única palavra, mas o significado de suas frases era diferente devido à diferença de idade e tempo entre elas.

Enquanto ele murmurava suas palavras, Su Ming viu a garota corar. Ela correu de volta ao alojamento da Tribo Dragão Sombrio com um olhar tímido. Ele olhou para o garoto rindo feliz e tolamente enquanto caminhava em outra direção.

A gargalhada de Su Ming finalmente se calou e se transformou em um suspiro. Ela ecoou no ar, como quando ele ouvira no passado quando ele não sabia quem tinha suspirado...

— Entendo, então fui eu quem suspirou de arrependimento...

Su Ming levantou a cabeça e olhou para o céu antes de fechar os olhos.

Quando os abriu mais uma vez, ele não estava mais no mundo dentro do espelho. Ele estava de pé diante do espelho de gelo. Uma flor branca apareceu no espelho.

A flor parecia neve e a tonalidade branca dava a impressão de possuir um espírito.

Os sussurros chamando por ele vinham da flor no espelho. Era como se tudo o que Su Ming viu agora fosse porque ele entrou em transe diante do espelho.

Havia uma figura fraca atrás da flor no espelho. Essa figura estava ficando mais clara, e Su Ming podia ver que ele era um homem de cabelos brancos.

O homem tinha uma presença gélida. Seus cabelos brancos flutuavam nos cabelos. Não havia cicatriz no rosto, mas seus traços eram surpreendentemente semelhantes aos de Su Ming. Ele estava olhando para Su Ming com um olhar frio de dentro do espelho.

Havia uma marca de uma flor de neve no centro das sobrancelhas. Ele usava uma túnica branca e, quando seu olhar frio encontrou os olhos de Su Ming, Su Ming viu impiedade dentro deles.

— Somente quando você é impiedoso, você não tem coração. Somente quando você não tem coração, seu coração fica frio. Somente quando você está frio, você pode comandar o frio no mundo. Somente quando você é impiedoso e sem coração, seu coração fica frio, e só então você encontrará o caminho!

— Coloque suas emoções no espelho. Quando você se virar, não as afaste.

Os sussurros que o chamavam eram indistintos. Ele não conseguia discernir se eram meras ilusões ou se realmente as ouvia. O homem de branco continuou olhando para Su Ming com um olhar distante, como se estivesse esperando ele escolher.

Por João Pedro | 31/12/19 às 23:15 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Xianxia, Chinesa, Tragédia