CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 275 - Eles não possuem honra

Pursuit of the Truth (POT)

Capítulo 275 - Eles não possuem honra

Tradução: João Pedro | Revisão: Evlin Huth

– Su Ming.

A garota de branco caminhou em direção a Su Ming pelo céu com um sorriso que revelou seus caninos. Havia uma fita sob seus pés. A fita flutuava, fazendo com que a garota parecesse estar caminhando no ar enquanto andava em direção à plataforma diante de Su Ming.

Sua voz gentil soava como se tivesse viajado através das passagens do tempo quando caiu nos ouvidos de Su Ming. Despertou a tristeza que estava escondida no fundo de suas memórias e a promessa que ele não conseguiu cumprir naquele ano.

Naquele momento, por causa do vento, a neve do céu foi levantada e voou entre Su Ming e a garota. A neve cobriu sua visão como se quisesse obscurece-la, mas quando a neve passou por eles, sua visão foi clareada mais uma vez.

– Su Ming, você se lembra de mim...?

A garota de branco mordeu o lábio inferior e havia selvageria em seus olhos brilhantes. Ela se aproximou dele com passos leves e lentamente ficou perto dele. A fragrância leve e refrescante de seu corpo foi levada pelo vento para Su Ming e flutuou em seu nariz, então direto para as partes mais profundas das memórias em sua alma.

Sob a iluminação da luz do sol, os cristais na testa da garota emitiram uma luz brilhante. Que brilhou nos olhos de Su Ming e da mesma forma infiltrou-se naquele local onde ele havia enterrado todas as suas memórias.

Ela tinha o cabelo preso com duas tranças nas orelhas. As poucas mechas de cabelo que foram levantadas quando ela se aproximou dele tocaram o rosto de Su Ming.

– Por que você não veio me encontrar...? – A garota perguntou suavemente. Sua voz gentil ecoou em seus ouvidos.

Su Ming tremeu e olhou fixamente para a menina. A tristeza apareceu em seus olhos.

– Su Ming, você se lembra de mim? Você se lembra do meu nome...? Você se lembra de como nos conhecemos...? – As palavras suaves da garota cortaram o coração de Su Ming.

– Eu me lembro... – Ele murmurou.

Ele ergueu a mão direita, tocou os cachos pretos da garota, removeu o cordão vermelho e amarrou para ela novamente, em seguida, colocou as tranças por suas orelhas atrás dos ombros antes de tirar os cristais de sua testa e mudar o local onde foram colocados. 

Assim que terminou, a calma apareceu nos olhos de Su Ming e ele falou lentamente:

– Você só se parece mais com ela desse jeito.

Quando Su Ming terminou de falar, a garota imediatamente franziu o cenho. O desgosto em seu rosto era difícil de esconder. Ela deu alguns passos para trás, como se o próprio ato de Su Ming tocando seu cabelo fosse difícil de aceitar.

– Se você puder se tornar ela e me fazer olhar para você como ela... então, quando você partir, terá completado a tarefa que Si Ma Xin arranjou para você. – Su Ming disse calmamente.

Ele lançou um olhar para a garota e se virou para caminhar na direção de Zi Che, que os olhava à distância.

Bai Su bateu os pés. Pode-se dizer que ela fizera preparativos detalhados para chocar Su Ming esta manhã. Na verdade, ela também praticou todas as palavras ambíguas, incluindo suas expressões ao falar, várias vezes com cuidado.

Antes de vir esta manhã, ela até praticou diante do espelho de gelo. Naquela época, no momento em que começou a praticar, ela teve a sensação de que havia se transformado em outra pessoa. Era como se a alma de um estranho tivesse se reunido em seu corpo e mudado todas as suas ações.

Ela sabia profundamente que no instante em que apareceu pela primeira vez como a pessoa em suas memórias e se levantou pela primeira vez diante de Su Ming com esse olhar era sua melhor chance.

Na verdade, se ela tivesse essa chance, havia uma grande possibilidade de que não haveria mais necessidade de fazer mais nada.

Quando ela viu o olhar atordoado de Su Ming, ficou satisfeita consigo mesma, e quando percebeu a tristeza nos olhos dele, ficou ainda mais satisfeita com os preparativos detalhados que fizera na noite anterior.

No entanto, as coisas não correram de acordo com seus planos. As últimas palavras e ações de Su Ming fizeram Bai Su entender que todos os seus preparativos para encontrá-lo nesta aparição haviam falhado.

Su Ming caminhou até Zi Che. Enquanto Zi Che o olhava com respeito, Su Ming deu-lhe uma ordem.

– Preciso de um objeto que não seja muito grande, mas muito pesado. Quanto mais pesado, melhor. Você pode encontrar algo assim para mim?

Zi Che ficou em silêncio por um momento antes de acenar com a cabeça.

– Mestre, eu conheço um tipo de gelo. Chama-se Gelo Afogado. Diz-se que este gelo nunca vai derreter e cada pedaço dele tem o tamanho de um punho. Pesa o mesmo que uma rocha de montanha mais ou menos do tamanho de um humano. 

– Traga de volta o máximo que puder, quanto mais, melhor.

Su Ming ergueu a mão direita e jogou uma placa na mão de Zi Che.

Zi Che olhou para a placa e uma expressão estranha apareceu em seu rosto. A placa era considerada um item sagrado para ele antes de chegar ao nono cume. No entanto, quanto mais ele sabia, especialmente quando soube que esse item era algo que Su Ming pegara emprestado de Hu Zi, mais ele ficava perturbado.

Ele pegou a placa e envolveu o punho na palma da mão em direção a Su Ming antes de se tornar um longo arco e sair.

Assim que Zi Che saiu, Su Ming desceu o caminho da montanha que levava à caverna de Hu Zi. Bai Su bateu os pés mais uma vez. Quando ela viu Su Ming ignorando-a, ela deu alguns passos rápidos para frente e o alcançou.

– Ei, você não disse que me ensinaria a desenhar!

– O que você quer desenhar?

Su Ming não parou e sua voz saiu em um ritmo moderado.

– Espera aí! Eu quero me desenhar!

Bai Su deu mais alguns passos rápidos à frente e só então conseguiu andar ao lado de Su Ming. Estava claro que ela não queria andar atrás dele. Mesmo que o gelo nas escadas da montanha estivesse escorregadio, ela ainda queria andar no mesmo ritmo que Su Ming.

– É fácil desenhar a si mesmo. Posicione-se diante do gelo e desenhe-se enquanto olha para o reflexo no gelo. – A voz de Su Ming ainda manteve seu tom suave e não tinha qualquer tipo de emoção.

– Então... então qual é o sentido de eu estar procurando por você?!

Bai Su ficou momentaneamente perplexa antes de seu rosto ficar vermelho de raiva. No entanto, Su Ming estava caminhando muito rápido e a maioria dos passos que deu tinha cerca de vários metros cada. Ela mal conseguia alcançá-lo.

– Eu não pedi para você procurar por mim.

Su Ming nem mesmo virou a cabeça para trás. A distância entre ele e Bai Su foi aumentando gradualmente.

Bai Su cerrou os dentes e correu mais uma vez.

Su Ming ouviu a voz de Bai Su vindo de trás dele. – Eu não quero mais me desenhar. Eu quero desenhar você!

Ele parou e virou a cabeça para trás para lançar um olhar para Bai Su, que estava correndo.

Quando Bai Su viu Su Ming parando, ela rapidamente correu para o lado dele e a satisfação cresceu em seu coração ao pensar que não havia como Su Ming escapar. Se ela precisava olhar para o gelo para se desenhar, então se quisesse desenhar outra pessoa, ela naturalmente precisaria que alguém estivesse diante dela para que ela pudesse desenhar.

– Você quer me desenhar? – Su Ming olhou para Bai Su.

O orgulho no coração de Bai Su se refletiu em seu rosto. Ela ergueu o queixo e quando o sol atingiu os cristais em sua testa, eles brilharam. Seu cabelo amarrado se movia com o vento.

– Isso mesmo. Eu quero desenhar você.

Bai Su soltou um bufo. Aquele olhar orgulhoso em seu rosto se sobrepôs por um momento com a pessoa enterrada nas memórias de Su Ming.

Ele ergueu a mão direita e desenhou algumas linhas na rocha de gelo ao lado dela. Assim que ele terminou e vários fragmentos de gelo voaram no ar, uma pessoa apareceu naquela rocha de gelo. Essa pessoa era naturalmente Su Ming.

– Desenhe de acordo com isso.

Assim que Su Ming terminou de falar, ele se virou e saiu.

Bai Su ficou pasma por um momento. Ela olhou para a pessoa que Su Ming havia desenhado na rocha da montanha, depois para o próprio Su Ming, que já havia se afastado, e mais uma vez bateu os pés no chão.

– Su Ming, seu idiota!

A aparência, expressões e palavras atuais de Bai Su eram completamente diferentes de como ela era quando estava com Si Ma Xin. Quando ela estava com ele, Bai Su sempre parecia ingênua. Ela sempre iria olhar para ele com um olhar gentil e adorável junto com uma expressão dócil.

No entanto, quando ela estava diante de Su Ming no nono cume, era como se ela tivesse se transformado em outra pessoa. Se Si Ma Xin estivesse aqui, ele definitivamente ficaria surpreso, porque a Bai Su de agora era muito diferente da Bai Su normalmente era na frente dele.

Bai Su estava fervendo e seu olhar fez seus olhos brilharem. Assim que ela bateu os pés no chão, viu que Su Ming já havia se afastado e não podia mais ser visto. Ela olhou para a imagem dele na rocha da montanha e levantou o pé para chutá-la.

– Eu vou chutar você! Su Ming, seu idiota!

Somente quando Bai Su deu alguns chutes repetidos no retrato, sentiu sua raiva diminuir ligeiramente. Ela olhou para a imagem de Su Ming no gelo. De repente, a luz em seus olhos piscou e aquela expressão orgulhosa apareceu em seu rosto mais uma vez.

Ela deu alguns passos para frente e tirou um cilindro preto do peito antes de começar a pintar o retrato de Su Ming. Enquanto ela continuava a pintar, ela começou a rir de orgulho alegre.

Su Ming chegou logo à caverna de Hu Zi. Ele não ouviu nenhum ronco, mas sim algumas risadas estranhas vindas de dentro. Su Ming não parou e entrou.

No momento em que entrou na caverna de Hu Zi, ele imediatamente notou Hu Zi agachado no chão com várias imagens redondas de madeira espalhadas por todo o chão. Havia também a imagem de uma montanha entre esses círculos. Eles se cercaram como se houvesse um caminho dentro deles.

Hu Zi tinha uma faca nas mãos e estava entalhando as imagens repetidamente. Ao fazer isso, ele soltou aquela risada estranha. Se Su Ming visse a expressão de Bai Su agora, ele definitivamente pensaria que ela parecia bastante com Hu Zi diante de seus olhos naquele momento.

– Heh heh, seu Avô Hu é a pessoa mais inteligente de todas, a mais inteligente!

– E daí se você mudou a Runa? Droga, apenas observe, eu definitivamente vou quebrá-la!

– Seu Avô Hu nunca encontrou um lugar onde não pudesse entrar. Não importa o quão difícil seja essa coisa, eu ainda consegui resolver depois que fui dormir.

Hu Zi estava muito absorto em seus pensamentos e não percebeu Su Ming entrando em sua caverna. Na verdade, ele nem percebeu Su Ming parado atrás dele olhando as imagens que ele havia esculpido no chão.

– Usei dez dias para isso, e só bebi trinta e tantas cabaças de vinho durante esses dez dias. É tudo culpa sua que eu bebi tão pouco. Droga, por que vocês do sétimo cume mudaram de repente sua Runa de Proteção da Montanha? Apenas me observe quebrar isso! 

Hu Zi levantou sua faca e esculpiu algumas linhas no chão antes que uma alegria excitada aparecesse em seu rosto e ele erguesse a cabeça para uivar de tanto rir.

No entanto, no momento em que levantou a cabeça e começou a rir, avistou Su Ming com o canto do olho. Atordoado, sua risada morreu.

– Quarto, quando você chegou aqui?

– Há muito tempo... – Havia uma expressão estranha no rosto de Su Ming quando ele olhou para Hu Zi de cabelo bagunçado e olhos vermelhos.

– Você ouviu tudo? – Um olhar severo apareceu no rosto de Hu Zi.

– Eu ouvi... uma parte. – A expressão de Su Ming ficou ainda mais estranha.

Hu Zi abaixou a cabeça antes de erguê-la rapidamente mais uma vez. Ele agarrou Su Ming e sua voz reverberou pela caverna como um maremoto.

– Quarto, você é realmente meu irmão mais novo mais querido e mais próximo. Você sabia que seu irmão mais velho, Hu Zi, teria sucesso hoje, é por isso que veio me dar os parabéns. Você é ótimo. Você é um irmão mais novo incrível. Eu não vou me esconder de você, então seja meu juiz. Diga, aquele maldito, desgraçado, desavergonhado, pervertido, ultrajante sétimo cume, eles não são realmente injustos? Eles não são realmente sem coração? Eles não são realmente sem honra? Eles... eles realmente mudaram sua Runa de Proteção da Montanha! Evlin Huth: Hu Zi, maravilhoso como sempre





Por João Pedro | 18/02/21 às 22:22 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Xianxia, Chinesa, Tragédia