CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 97 - Planícies Corrente de Vento!

Pursuit of the Truth (POT)

Capítulo 97 - Planícies Corrente de Vento!

Tradução: Luffy | Revisão: Laxuel

Su Ming segurou a longa lança e caminhou diante da multidão. Atrás dele estavam seu povo, que havia perdido a proteção da estátua do Deus dos Berserkers. Não havia... pessoas idosas na multidão.

Eles estavam apenas na metade, mas os passos de Su Ming só se tornaram mais estáveis. Havia simplesmente muito sangue derramado pelo povo da Tribo Montanha Sombria, e muitos espíritos de seus Berserkers mortos na floresta.

Agora, os únicos Berserkers que poderiam lutar eram Su Ming, Lei Chen e Shan Hen. O líder da tribo e Nan Song exigiram o apoio de seu pessoal à medida que avançavam, continuando a receber tratamento. Eles estavam ansiosos e queriam se recuperar o mais rápido possível.

Bei Ling perdeu qualquer possibilidade de continuar lutando. Ele havia perdido um braço e uma grande quantidade de sangue jorrou de suas feridas. Se não fosse por Chen Xin, ele já teria falhado em acompanhar a multidão.

Shan Hen também estava coberta de sangue. Ele andou silenciosamente atrás da tribo. Às vezes, ele pareceria distraído, outras vezes, haveria uma expressão conflituosa em seu rosto. Às vezes, um sentimento indescritível iria aparecer e, a cada vez, ele pressionava a mão contra o peito.

Como se houvesse uma força que o apoiasse ele a continuar em movimento.

A batalha de Mo Sang e Bi Tu continuou no céu, e sons estrondosos ecoaram continuamente. A meia-noite chegou, então o céu ficou brilhante, mas a luta continuou. Essas duas pessoas não iriam parar até que um deles fosse morto.

O desfiladeiro no chão, a tela de luz que havia alcançado os céus e a Arte Berserker que exigia que Nan Song sacrificasse sua vida, todos eles conseguiram comprar uma grande quantidade de tempo para a migração da tribo.

Quando a luz do dia chegou, a exaustão superou as pessoas da Tribo Montanha Sombria. Eles viajaram continuamente por dois dias e duas noites neste tempo frio. Todos pareciam como se não pudessem mais continuar, mas ainda assim, eles cerraram os dentes e se moveram na velocidade mais rápida que puderam reunir.

O céu estava claro. O sol brilhava no chão e os corpos de todas as pessoas da tribo na floresta. Eles sentiram um leve toque de calor dentro deles, mas o frio trazido pela neve no chão ainda esfriava seus ossos.

"Com a nossa velocidade atual, até amanhã, chegaremos na Tribo Corrente de Vento!" Lei Chen disse suavemente, viajando ao lado de Su Ming.

"Há apenas mais um dia!" ele cerrou os punhos.

Su Ming permaneceu em silêncio por um momento antes de falar com uma voz rouca enquanto continuava andando para frente. "Não um dia inteiro, mas apenas metade do dia!"

Lei Chen soltou um suspiro de alívio quando Su Ming finalmente quebrou seu silêncio. Ele estava extremamente preocupado com o silêncio dele.

"Devemos ser capazes de alcançar o território da Tribo Corrente de Vento nesta noite. Assim que sairmos da floresta, será muito mais seguro", declarou Su Ming calmamente.

"Esperemos que hoje seja um dia seguro..."

Lei Chen se virou e olhou para o seu povo. Ele suspirou quando viu seus olhares exaustos antes de trazer seu olhar de volta para Su Ming andando na frente. Suas costas frágeis exalavam a sensação de uma montanha.

Duas horas se passaram. Uma voz fraca e frágil veio de dentro da multidão. Aquela voz viajou para frente com determinação.

"Su Ming, me deixe para trás."

A pessoa que falou era Liu Di, o guerreiro que tinha jogado o xun e que anteriormente tinha sofrido ferimentos graves. Ele foi levado por seu povo, e agora, quando ele não podia mais continuar, ele não queria se tornar um fardo para sua tribo.

Liu Di se esforçou e sorriu para Su Ming, que parou de se mover para olhar para ele. Ele caminhou em direção a uma árvore e se sentou contra ela. Suas ações abriram as feridas em seu corpo e o sangue começou a vazar mais uma vez.

"Todos vocês... vão em frente..."

Liu Di tirou o xun de osso e colocou ele em sua boca, como se estivesse prestes a tocar uma música, mas ele não tinha mais força para conseguir fazer isso. Ele nem sequer tinha forças para olhar o céu para esperar pela sua morte.

Su Ming ficou em silêncio. Ele também fechou os olhos, mas os reabriu rapidamente. Ele não falou, mas olhou profundamente para Liu Di antes de se virar e continuar a liderar seu povo.

Enquanto eles continuavam, mais algumas pessoas da tribo ficaram para trás com sorrisos em seus rostos. Eles não queriam arrastar sua tribo para baixo. Bei Ling queria fazer o mesmo, mas quando Chen Xin chorou e lutou para carregá-lo em suas costas, descobriu que não podia dizer aquelas palavras.

O Chefe dos Guardas acordou no caminho. Ele pode ter perdido as pernas, mas ainda tinha forças para lutar. Quando um membro da tribo se ofereceu para carregar ele, ele optou por não ser deixado para trás, ao invés disso ele se preparou para desencadear a explosão de um Guerreiro no oitavo nível do Reino de Solidificação Sanguínea para seus inimigos que poderiam alcançar ele a qualquer momento.

Su Ming permaneceu em silêncio. Ele não impediu que qualquer pessoa de seu povo ficasse para trás, mas seus punhos cerraram mais forte a cada vez que se ofereciam para ficar. Ele sabia que o Ancião lhe entregou a Tribo Montanha Sombria para que ele pudesse levá-los em segurança. Ele tinha o dever de completar essa tarefa.

Assim que a noite chegou, Su Ming relaxou um pouco de seu estado ferido. Eles finalmente haviam deixado aquela floresta aparentemente interminável e se mudaram para as vastas planícies que pertenciam à Tribo Corrente de Vento. Este lugar era muito mais seguro que a floresta. Afinal, as planícies faziam parte do território da Tribo Corrente de Vento. Ele nunca permitiria que os Berserkers da Tribo Montanha Negra invadissem sem permissão.

Uma vez que todas as pessoas da Tribo Montanha Sombria entraram nas planícies, o líder da tribo e Nan Song recuperaram um pouco de sua força. Era como se todos os desastres que pairavam sobre suas cabeças não tivessem acontecido.

No entanto, naquele exato momento, um tremor sacudiu a terra. O centro do tremor veio de uma grande distância, e era tão poderoso que todos puderam senti-lo mesmo que viesse de tão longe.

"O selo do Ancião está quebrado..." Nan Song fechou os olhos, depois os abriu depois de um momento antes de falar languidamente.

Quando essas palavras foram ditas, o povo da Tribo Montanha Sombria ficou tenso mais uma vez.

"Com a velocidade atual da Tribo Montanha Negra, eles precisarão de algum tempo antes que eles possam nos alcançar... mas eles ainda nos alcançarão antes de chegarmos à Tribo Corrente de Vento.”

"Se corrermos o risco de que a Tribo Montanha Negra não ouse entrar na Planície Corrente de Vento, então podemos ignorar o perigo que pairava sobre nossas vidas..." Nan Song sussurrou.

"Não podemos arriscar."

Su Ming parou e olhou para a floresta lançada na escuridão atrás dele. Ele se virou e olhou para o líder da tribo, que havia recuperado alguns vestígios de seu poder. Ele olhou para ele cujo corpo estava agora seco e enrugado e cujo rosto parecia magro e quase sem sangue.

"Líder da tribo, houve muitas pessoas que ficaram para trás quando estávamos vindo para cá, e eu não parei ninguém. Essa foi a escolha deles... Agora, é hora de eu ficar e proteger vocês."

Enquanto falava, Su Ming caminhou para o fundo da multidão.

O líder da tribo, um homem de quarenta anos, finalmente olhou para Su Ming corretamente. Este La Su, a quem ele nunca prestou muita atenção, deu-lhe um grande choque. Ele soltou um leve suspiro e acenou com a cabeça.

"Eu vou ficar também."

Lei Chen não hesitou e saiu para ficar ao lado de Su Ming.

Su Ming olhou para ele, assim como o Lei Chen. Ele sorriu infantilmente.

"Você disse isso antes. Eu não posso morrer antes de você. Se eu quisesse morrer, então iríamos morrer juntos."

"Eu vou ficar também."

Nan Song respirou fundo. As rugas em seu rosto envelhecido e enrugado haviam aumentado muito durante essa jornada. Havia também uma pitada febril de cor naquele semblante pálido dele.

"Eu também!" O Chefe dos Guardas, que desde então havia perdido as duas pernas, falou em tom baixo.

"Eu vou ficar também!" Bei Ling virou a cabeça para não ver as lágrimas de Chen Xin e falou com firmeza.

"Chefe dos Guardas, você não pode ficar. Você ainda precisa ajudar o líder da tribo a proteger a segurança da nossa tribo... Além disso, uma vez que todos cheguem com segurança na Tribo Corrente de Vento, você precisará ensinar ao La Sus como usar o arco..."

Quem falou foi Shan Hen.

Este homem, que permaneceu em silêncio durante todo esse tempo, saiu da multidão. Ele nunca foi alguém que falou muito para começar, mas enquanto falava, havia um ar determinado em sua voz que não seria influenciado.

"Quanto a você, Bei Ling..." Shan Hen caminhou para o lado de Bei Ling e um olhar complicado apareceu em seu rosto mais uma vez.

"Tio Shan Hen, eu..." Bei Ling estava prestes a falar quando Shan Hen ergueu a mão direita de repente e bateu na nuca de Bei Ling, cortando todas as suas palavras quando o jovem ficou inconsciente.

"Você é a esperança da tribo. Você não pode ir... eu vou ficar", Shan Hen disse calmamente e caminhou em direção a Nan Song. Ele ficou ao lado dele e olhou para todos os rostos familiares da tribo. Depois de um longo tempo, ele abaixou a cabeça.

O líder da Tribo Montanha Sombria caminhou em direção a eles em silêncio. Ele tirou um osso de alguma criatura do tamanho do punho de um bebê. Esse osso era branco, como qualquer outro osso normal. Ele entregou ele para o Su Ming.

"Pegue isso. Esses ossos vêm em pares, e eles têm uma função estranha. Uma vez que este osso fique vermelho, significa que chegamos com segurança na Tribo Corrente de Vento."

Su Ming pegou ele em silêncio e colocou ele cuidadosamente no seu peito.

O líder da tribo olhou para as poucas pessoas que estavam ficando para trás e soltou um leve suspiro antes de se virar e liderar seus membros da tribo na direção da Tribo Corrente de Vento.

Não muitos membros normais da Tribo Montanha Sombria foram perdidos, mas tudo o que eles passaram durante a jornada fez com que todos voltassem e olhassem para as quatro pessoas ali paradas enquanto elas se afastaram. Eles não conseguiram impedir que suas lágrimas caíssem.

Ninguém poderia dizer quem foi a primeira pessoa que acenou, mas logo depois, todos os membros da tribo acenaram para Su Ming e os outros três Berserkers enquanto eles choravam, se despedindo. Eles sabiam que essas quatro pessoas poderiam não sobreviver. Eles estavam prestes a fazer a mesma coisa que os outros membros da tribo que se sacrificaram. Eles usariam suas vidas para construir a parede final de defesa para proteger sua tribo.

"Grande Irmão Su Ming", uma voz jovem saiu da multidão. Pertencia à garotinha chamada Tong Tong. Ela correu alguns passos para frente até o Su Ming, e ele se ajoelhou, acariciando o cabelo da garotinha, que agora estava ligeiramente úmido.

"Grande Irmão Su Ming, uma vez que tudo isso acabe e o Ancião volte, você pode procurar a Pipi para mim?"

Um sorriso apareceu no rosto de Su Ming. Ele beijou a testa da garotinha e acenou com a cabeça.

A garotinha se iluminou com um sorriso lindo e doce. Ela olhou para Su Ming antes de de repente se inclinar e sussurrar em seu ouvido: "Grande irmão Su Ming, eu tenho um segredo. Nem minha mãe e meu pai sabem disso, Pipi também não sabe disso. Você tem que voltar. Quando estiver de volta, vou lhe contar o segredo." Enquanto a garotinha falava, ela mordeu o lábio e piscou para conter as lágrimas antes de voltar para a multidão.

Su Ming viu quando ela acenou para ele de dentro da multidão e gradualmente desapareceu com eles. Só então seu sorriso desapareceu.

Estava tudo quieto ao redor deles. A lua no céu estava gradualmente ficando mais clara. Naquela noite, a lua estava cheia... A lua cheia pairava no alto do céu. Uma vez que se misturou com o silêncio da terra, pareceu deixar sair um ar assassino.

A lua estava mais brilhante que nas noites anteriores. Quando a luz se espalhou no chão, trouxe as sombras das quatro pessoas nas planícies. Suas sombras estavam sozinhas, mas havia resolução dentro delas.

Su Ming sentou-se de pernas cruzadas com Lei Chen ao seu lado. Diante deles estava Nan Song, que estava os olhos fechados. Quanto a Shan Hen, ele estava sentado sozinho nas proximidades enquanto olhava para o céu pensando em alguma coisa.
"Lei Chen, sente-se atrás de mim. Você não é poderoso o suficiente, e você não poderá contribuir muito durante a batalha. Me deixe pegar emprestado o seu Qi. Dessa forma, eu também posso protegê-lo", Nan Song disse lentamente.

Lei Chen não hesitou. Ele imediatamente se levantou e sentou-se atrás de Nan Song, de pernas cruzadas. Eles não tinham ideia do método usado por Nan Song, mas uma luz vermelha apareceu em ambos, cercando eles.

Depois disso, ninguém falou mais. Todos esperaram pela chegada de seus perseguidores da Tribo Montanha Negra.

Su Ming sentou-se em silêncio enquanto agarrava neve no chão com a mão esquerda e limpava a mão esquerda sem ferimentos de toda a sujeira. Uma vez que a mão esquerda estava limpa, ele pegou uma pequena garrafa e tirou uma pílula vermelha. Então ele segurou ela na mão esquerda e fechou os olhos.

O tempo passou, e depois de quatro horas, quando a luz da lua no céu estava mais forte, Su Ming, que ainda estava com os olhos fechados, sentiu como se o Qi em seu corpo estivesse prestes a ferver.

"Eles estão aqui!" Nan Song falou.

Su Ming abriu os olhos.

Por Luffy | 08/11/18 às 20:05 | Ação, Aventura, Fantasia, Artes Marciais, Tragédia, Xianxia, Chinesa