CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 112 - Sucesso ou Fracasso

Sentimento Zero: Projeto Serafim (SZPS)

Capítulo 112 - Sucesso ou Fracasso

Autor: Matheus Freitas | Revisão: Agente SSS

Já era noite quando Wilson chegou em casa. Ele finalmente conseguiu equilibrar sua carga de trabalho, dividindo as devidas responsabilidades com seus outros parceiros. Na verdade, a pessoa que mais estava trabalhando das sombras era Roger, ele já estava costurando alguns acordos que serão usados no futuro, ao mesmo tempo que se mantinha ao lado de Rodrigo.

Roger montou todo um esquema para provar que não tinha entrado em acordo com Wilson, ele até escorregou algumas informações da conversa e dos futuros planos e ações que Wilson tinha em mente. Claro, elas tinham um fundo de verdade, mas estavam completamente erradas de um ponto de vista objetivo.

A coisa mais danosa em um planejamento são as meias verdades, já que você baseia toda a sua resposta em dados aparentemente verdadeiros, dando a falsa sensação de segurança.

A família de Ana estava mobilizada para conseguir o apoio da mídia. Como eram os que tinham mais contatos com as mídias locais, o raio de ação seria maior, os Alencar cuidariam das grandes emissoras de nível nacional, enquanto eles cuidariam das distritais.

Tudo estava seguindo o cronograma, até mesmo o ELS estava seguindo os passos que a Divisão de Inteligência previu. O que significava que Wilson deveria fazer o primeiro movimento de contenção para postergar o ataque.

Entrando em seu escritório, ele sentou na poltrona e esperou o contato que estava quase na hora de acontecer.

Enquanto esperava, seu terminal de mesa recebeu uma mensagem com a marca de um memorando secreto.

Wilson estranhou, mas colocou seus dados e matrícula para abrir o conteúdo. Depois da autenticação, o que apareceu na tela foi um relatório de inteligência das forças armadas, endereçada para todos os generais de divisão e de exército, além de oficiais com patentes semelhantes nas outras duas forças.

Ele começou a ler o conteúdo da curta mensagem, a cada linha que lia, uma linha se formava em sua testa.


‘Serviço de inteligência das Forças Armadas do Brasil.


Os dados presentes neste relatório devem ser repassados apenas para pessoas de sua expressa confiança.

Nosso serviço de inteligência identificou um movimento atípico das forças armadas americanas, pelo que apuramos, isso tem relação com a morte do vice-almirante David Watson, 7° esquadra da 4° frota da marinha americana.

Não conseguimos informações concretas do que aconteceu, mas parece que ele foi assassinado por alguma força externa.

Isso está gerando uma reação em cadeia nos militares americanos, o que torna impossível para nossos espiões observarem o topo e ter conhecimento rápido de quais ações serão tomadas.

Não temos qualquer relação com essa ação, mas ao que apuramos, a culpa caiu para nós. Sendo assim, alertamos a todos vocês para tomarem cuidado e redobrarem sua segurança para possíveis retaliações do inimigo.

Qualquer informação que adquirirem deve ser imediatamente repassada para o CIE, mais especificamente para o Centro de Defesa Nacional.’


“As engrenagens estão correndo bem rápido…” De todos os 3 alvos, Wilson tinha preferência em deixar David ou em segundo ou em último. Matar um oficial general é uma das piores ofensas que se pode fazer a algum país.

Enquanto pensava, seu terminal preto tocou. Era a pessoa que ele estava esperando.

Ele espelhou a imagem em seu terminal e Wanderson apareceu.

[Boa noite!] Wilson assentiu.

[Boa noite, as coisas ficaram um pouco complicadas.] Wanderson começou.

Pela imagem, Wilson sabia que ele estava no escritório de sua casa. Mas o terno preto ainda estava presente, não que Wilson pudesse dizer algo, ele ainda estava com seu uniforme.

[Eu acabei de receber uma mensagem de alerta vinda do CIE, notificando a todos os oficiais generais que ataques podem vir do lado americano.] Wilson compartilhou a informação que recebeu.

[Isso também tem a ver com o que iria lhe comunicar. As condições para a execução da missão que você pediu se tornaram inviáveis. Sabrina está acompanhando a situação de perto, segundo os relatórios que ela me enviou, Mikaela está dentro do pentágono desde o início da operação, Austin está com uma segurança mais apertada que o esperado. Sendo assim, escolhi por bem, encerrar a missão.] Wanderson informou sua decisão, deixando claro que não daria continuidade, independente do acatamento ou não de Wilson, ele não iria arriscar perder alguém como Sabrina.

[É realmente uma pena, mas não posso dizer que é inesperado. Nós imaginamos que isso poderia acontecer, caso ele fosse o primeiro alvo.] Wilson balançou a cabeça, ele estava chateado com a falha da missão, mas não poderia fazer nada.

[Bem, não é de todo ruim, podemos colocá-la para supervisionar Letícia de perto, não tenho tempo para acompanhá-la diretamente, sendo assim, isso pode ser benéfico.] Disse Wanderson.

[Tem razão, faremos isso então.] Wilson assentiu.

[Agora vamos ao ponto realmente importante da conversa de hoje.] A expressão de Wanderson se tornou mais séria que o normal.

[Continue.]

[Hoje pela tarde pegamos algumas pessoas que estavam se infiltrando pela fronteira do território original. Eles estavam vindo da província do Suriname, conseguimos extrair poucas informações deles, mas eles entraram em nosso território via oceano. Eles apresentaram um pouco de resistência, mas nossos agentes conseguiram derrotá-los.] Comentou Wanderson.


[Então realmente começou… Direi ao meu povo para ter cuidado e para destruírem as evidências, caso encontrem esses invasores. Temos que eliminá-los antes que façam algum dano, além de apagar todos os rastros. Definitivamente não queremos um incidente que possa gerar uma guerra nesse momento.] Disse Wilson.

[Você é bem contraditório, eu não canso de dizer isso para você.] Wanderson deu um breve sorriso.

[Tudo está pronto para receber Letícia?] Perguntou Wilson, ignorando as palavras do seu irmão mais velho.

[Sim, todos os preparativos foram feitos, as pessoas escolhidas atendem aos seus critérios, temos gente que está sob o seu comando e o meu, com técnicas e estilos de combate diferentes. Além é claro, conseguimos reunir as pessoas que têm o melhor controle e que estão disponíveis.] Wanderson falou.

[Ótimo, ela já não se aguenta mais.] 

[Nós teremos em torno de seis meses para prepará-la.] Comentou Wanderson.

[Sim, eu já irei deslocar nosso garantidor para a região, mesmo com todas as bases próximas, um porta-aviões será um dissuasor maior.] Disse Wilson.

[Já pensou nas consequências que aconteceram se caso eles consigam o que querem? Nós estamos brincando com fogo aqui, a comunidade internacional prontamente reconhecerá esse pedido na hora que for feito, você sabe disso, não sabe?] Perguntou Wanderson, querendo saber o que Wilson tinha em mente para se confiar quase que exclusivamente nessa situação.

[Sim, eu sei bem o que pode acontecer. Mas nossa família não irá intervir. Deixaremos as forças armadas cumprirem essa tarefa, nosso foco será na contenção do norte, em caso de aproveitamento da situação. Nossa única atuação será o envio de um pequeno grupo de pessoas.] Disse Wilson.

[Isso é cruel, o número de pessoas que irão morrer nesse ataque não será nada pequeno. Mesmo nós não temos acesso a todo o arsenal que eles têm, pode haver surpresas que você não previu, você sabe disso não é?] Pelo número de pessoas, ele sabia o time que seria enviado.

[É uma aposta, acredito que não irão trazer grandes danos a Santiago. Até porque, se eles fizerem um dano além do reparo, o motivo da invasão não será concluído. Então acredito que o nível de destruição e vítimas estarão dentro do nível tolerável. Mas se o pior cenário acontecer, cortaremos todas as vias de abastecimento e comunicação. Dando fim completo ao ELS, se os governos anteriores permitiram sua existência, eles têm que dançar a dança que queremos, do contrário, qual o sentido da sua existência?] Wilson falou indiferentemente, mesmo com o possível alto número de mortos, já que a maioria das possíveis vítimas não eram nacionais originais brasileiros.

[Bom, a decisão está em suas mãos, de minha parte eu irei continuar a caçada dos invasores, mas você sabe que os que pegamos estão apenas no nível descartável. Não iremos conseguir pegar ninguém realmente importante, até porque, os anjos não usarão essas táticas para entrar.] Informou Wanderson, assim como Sabrina entrou sem problemas nos EUA. Só seria necessário um pouco mais de energia para tudo ser feito acima de qualquer suspeita.

[Isso não é grande surpresa, por isso temos nossa inteligência, além disso eu tenho acesso a do exército, que servirá como complemento. Creio que isso é tudo, qualquer informação nova do meu lado eu informarei.] Disse Wilson, ele queria tomar um banho, comer algo e finalmente dormir um pouco, mas Wanderson fez o favor de tornar isso mais difícil.

[Mais uma coisa, eu estava esquecendo de algo, diga para Marcos ser mais discreto. As ações dele não estão passando despercebidas, Wellington estava me dizendo que é como se ele estivesse querendo ser detectado de propósito, como um grande sinalizador.] Antes de Wilson conseguir responder, Wanderson desligou.

Wilson massageou suas têmporas, se essa informação veio de Wellington, então ela é absolutamente verdadeira.

Isso o fez pensar em algumas possibilidades.

‘Será que Marcos descobriu algo? Mas ainda não é a hora dele saber dos nossos planos, ele pode embaralhar o jogo completamente com uma interferência indevida. Eu sabia que ele não iria ficar quieto, mas agir tão abertamente assim não faz parte do seu estilo também. Acho que terei que chamá-lo de volta assim que uma boa oportunidade surgir…’

Ele olhou novamente para o terminal e o desligou.

‘Letícia irá começar depois de amanhã, ainda terei que entrar em contato com ela. Sabrina pode ter falhado, mas pode ser de grande ajuda para Letícia. Além disso, com esse terremoto que ela causou, pelo menos um pouco da atenção de Vitor deve ter sido desviada para nós.’ Ele pensou.

Com esses pensamentos, ele saiu do escritório e subiu para o seu quarto.


Por Matheus Freitas (Leia SZPS) | 07/04/21 às 09:30 | Ação, Romance, Ficção Cientifica, Super-Poderes