CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 12.1 -『MESMO QUE O SOL CAIA UM DIA』- luz frágil, esperança frágil -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 12.1 -『MESMO QUE O SOL CAIA UM DIA』- luz frágil, esperança frágil -

Tradução: Itsuki Lonely Driver


Parte 01 - Muito Abaixo do Céu Estrelado

Há muito tempo, a vida florescia na terra. As árvores cresciam em magníficas florestas, os animais vagavam livremente, e muitas raças começando com o Emnetwyte encontraram seus próprios modos de vida. Essa prosperidade foi de repente quebrada pelo que mais tarde seriam chamadas de '17 Bestas'. Elas surgiram de quem sabe onde, e simplesmente devastaram qualquer e todas as formas de vida sobre a terra. O Emnetwyte caiu, junto com os Dragões, Moleians e Elfos. Apenas os poucos que conseguiram escapar para o céu mal mantiveram suas vidas.

Desde então, mais de 500 anos se passaram. O único mundo deixado para os sobreviventes, Règles Ailés, ainda não afundou. Com a cristalização da esperança deixada pelo Emnetwyte, os Carillons, eles continuam a defender desesperadamente as repetidas invasões das Bestas, eliminando as vidas passageiras de jovens a cada vez.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Os constantes tremores do reator de queima de feitiço continuamente sacudia os quartos mais baixos da aeronave. Isso definitivamente é ruim para minha saúde, pensou Nopht quando ela se afastou da janela. Além do vidro, apenas a pura escuridão e o reflexo de uma criança olhando para trás com uma expressão mal-humorada. Tal concurso de encarar proporcionava pouco entretenimento.

[Ahh, droga! Estou entediada! Estou aborrecida!!].

Ela jogou as costas na cama espartana e agitou as pernas no ar. Claro, ela sabia que fazer birra não mudaria nada, mas seu corpo desejava se mexer.

A aeronave em que estavam, a aeronave Saxifraga, pairava a uma altitude de cerca de 50 malumel acima da superfície. A altura dela era o suficiente para proteger contra os ataques das Bestas, que não podiam voar por conta própria. Mas às vezes, a segurança pode levar ao tédio.

[Eu pensei que a terra deveria estar transbordando de romance e aventura! Onde estão as princesas Falcon rodeadas por uma centena de Bestas esperando que um príncipe venha salvá-las? Por que eu não encontro um monte de tesouros quando desenterro esta areia cinzenta estúpida!? Onde estão todos os fantasmas dos reis bandido mortos? Onde estão as Bestas!?].

[Nopht, cale a boca]. Uma voz calma a repreendeu.

Virando a cabeça, Nopht viu Rhantolk sentada na cama ao lado dela, lendo algum tipo de livro.

[O que é isso?].

[Foi desenterrado ontem. Eu pensei que poderia ser útil para matar o tempo, então eu peguei emprestado secretamente da sala de armazenamento].

Rhantolk sempre parecia um pouco chateada. Além disso, ela não usava palavras tão agradáveis às vezes. Como resultado, ela era temida e odiada por todas as pequeninas no armazém, mas... Bem, se você passasse algum tempo com ela, ela não era tão ruim assim. Nopht não iria tão longe a ponto de dizer que ela era uma boa pessoa, mas, novamente Rhantolk provavelmente pensava o mesmo de Nopht.

[Então é um livro antigo. Você pode ler essas coisas?].

Nopht envolveu seus braços em torno de Rhantolk por trás e espiou por cima do ombro. Como esperado, era um livro. Estava um pouco desbotado, mas a forma ainda estava intacta. Não mostrava sinais de que ia desmanchar. Deve ter tido muita sorte para ser preservado tão bem. Quanto ao conteúdo, é claro tudo que Nopht podia ver eram símbolos sem sentido alinhados nas páginas.

[Mm... Eu só entendo algumas palavras], respondeu Rhantolk enquanto pegava um biscoito. [Não é o suficiente para entender com precisão o conteúdo real. Eu apenas tentei juntar as palavras e usar minha imaginação para adivinhar o significado. É como um quebra-cabeça para passar o tempo]. Ela parecia um pouco mais irritada do que o habitual com o objeto pesado apoiado em suas costas.

[Ooh. É sobre o que?].

[Eu disse que estou apenas adivinhando].

[Ok, então me diga o seu palpite. Espalhar suas asas da imaginação e decifrar registros antigos tem uma espécie de sensação de aventura].

Rhantolk suspirou e fez uma cara que Nopht conhecia bem. Foi o fato de que significava que ela teria pacientemente ir junto com o egoísmo de Nopht apesar de reclamar sobre isso.

[O Emnetwyte não deveria ter surgido. Sua criação foi o primeiro e maior erro dos Visitantes].

[Hã?].

[Eu disse a você, é só o que eu acho depois de ver isso. Com base na introdução, a primeira parte provavelmente é algo sobre isso].

[Hm, então, se esse livro foi encontrado em ruínas de Emnetwyte, significa que alguns deles reconheceram que eram maus?].

[Sim, mas aparentemente essa crença foi tratada como tabu e perigosa entre o Emnetwyte na época. Para comparar com o os dias atuais de Règles Ailés, poderia ter sido algo como a crença de ascensão].

A crença da ascensão. Nopht já tinha ouvido falar disso antes. Seus defensores acreditam que Règles Ailés não é nada mais do que um ponto de passagem, e que a vida deve um dia se separar ainda mais da terra corrompida e ascender para as estrelas acima... Ou algo assim. Claro, apenas acreditar nisso não faz mal a ninguém, mas alguns radicais roubaram ou pilotaram aeronaves ilegalmente modificadas, assim por diante em muitas ilhas flutuantes a crença é desaprovada.

[E então...]. Os dedos finos de Rhantolk deslizaram através das páginas. [Os humanos... Não... As Bestas foram liberadas e a verdade cinzenta... Preencheu o mundo?].

[Ooh]. Nopht inclinou-se para frente em excitação, o que também significava colocar mais peso nas costas de Rhantolk.

[Nopht, você é pesada].

[Está falando sobre como a terra foi destruída pelas Bestas, certo? Legal, é como uma profecia].

[Hm, eu me pergunto. O livro parece que foi produzido em massa, e parece ser feito para crianças ou livros didáticos ou algo dessa natureza, então talvez as Bestas foram criadas posteriormente para se ajustar ao conteúdo do livro].

[Entendo].

Nopht agarrou um dos biscoitos que Rhantolk estava segurando. Como simples rações do exército, eles definitivamente não poderiam ser chamados de deliciosos, mas eram suficientes para satisfazer um estômago solitário.

[Há mais... Os 16 fragmentos cantam sobre a re-visualização do verdadeiro mundo e da salvação no fim... Oceano e mãe, medo, dependência, coração completo... Abertura... Amanhecer?].

Nopht parecia completamente confusa. Rhantolk parecia estar listando palavras aleatórias que nem pareciam estar relacionadas, muito menos formavam uma frase completa. [O que aconteceu com essa sua imaginação?].

[É realmente apenas uma série de palavras separadas. Não há nada para interpretar ou imaginar...].

Uma batida soou na porta.

Franzindo a testa, Nopht saiu de Rhantolk e caminhou.

Elas eram convidadas especiais nesta aeronave. Todos a bordo sabiam disso. Ninguém tentou conversar com elas ou até se aproximar delas, e, claro, ninguém jamais visitou seu quarto. Uma exceção provavelmente significava que havia algum tipo de perigo extremo que só elas poderiam lidar. No entanto, parecia muito calmo na aeronave para isso. Nopht ouviu atentamente, mas não ouviu nenhum grito ou artilharia, apenas o zumbido do reator de feitiços.

[Entre, não está trancado], disse ela cautelosamente ao visitante atrás da porta.

A maçaneta girou.

[Este é o quarto de espera da escolta?]. Um homem Borgle apareceu na entrada. Ele claramente favorecia a durabilidade e praticidade na moda de seu vestuário. Ele não era um soldado, com base em sua falta de uniforme, mas ele também não parecia um comerciante. [Eu quero conversar com a escolta enviada para nos proteger das Bestas... São apenas vocês senhoritas?].

[Eu não sei quem você é, mas vá embora], Rhantolk disse com uma voz fria. [Os membros da expedição estão proibidos de interagir conosco. Você não poderia ter chegado perto dessa sala. O que os guardas estavam fazendo?].

[Ah, sua dívida com os jogos de cartas se acumulou ao longo dos anos. Eu apenas perguntei e eles olharam para o outro lado], disse o Borgle com um sorriso enquanto ele avançava no quarto. [Oh, eu me esqueci de me apresentar. Eu sou Grick. Eu sou apenas um salvager normal, mas fui contratado pela Orlandri para atuar como conselheiro nesta expedição. Eu nunca fiz isso antes, mas eu apenas vou com o fluxo... Então, quais são os seus nomes?].

[Você acha que nós lhe contaríamos? Além disso, nós nunca perguntamos o seu nome]. Nopht acenou para o homem ir embora.

[Se você acabou de ser contratado para esta missão, então mais razões para não quebrar as regras da empresa]. Rhantolk seguiu o gesto de Nopht.

[Quero dizer, eu só queria, pelo menos, cumprimentar as pessoas às quais estou prestes a confiar a minha vida].

[O que você está falando velho?]. Nopht olhou desconfiada. [As únicas que vivem aqui somos nós duas. Como você pode ver, somos algumas garotas ‘sem marca’. Parecemos guerreiras capazes de defender esta aeronave das Bestas aterrorizantes?].

[Bem, para ser sincero eu ainda não acredito completamente, e eu realmente não quero acreditar, mas...]. O Borgle apontou para o pacote embrulhado encostado na parede. [Ouvi falar sobre jovens garotas com Dug Weapons. Leprechauns, não é?].

[Como você sabe tanto?].

[Apenas aconteceu de ouvir isso de um amigo no outro dia... Também, a propósito, eu não estou na idade para ser chamado de velho ainda...].

[Bem, você é bem mais velho que nós].

Grick ainda não parecia convencido. [De qualquer forma, eu trouxe uma coisinha para vocês. Achei que vocês não comeram adequadamente por um tempo, estando na terra e tudo mais. Aqui, é uma torta de carne que comprei em um carrinho no porto da 31ª ilha logo antes de partirmos].

Ele colocou um pequeno pacote na mesa. O olhar de Nopht foi atraído por ela, sua boca começou a salivar e seu estômago ressoou alto. O velho estava certo. Desde que deixaram Règles Ailés há um pouco mais de um mês atrás, para proteger esta expedição, elas apenas haviam comido rações como carne seca ou biscoitos, coisas que eram fáceis de armazenar, não ocupavam muito espaço e também não tinham nenhum sabor. Nopht desejava uma refeição bem cozida.

[Se vocês vão estar no chão por um tempo, vocês devem dar atenção à sua comida. O senso comum para nós salvagers. Parece que quem planejou esta expedição não entendeu isso. Oh, eu fiz o cozinheiro colocar algumas ervas fortes na torta para ajudá-la a manter-se fresca, mas seria melhor comê-la o quanto antes].

Nopht podia sentir a excitação em sua garganta. Mas, ela não podia se entregar a seus desejos. Reunindo toda sua força mental, ela afastou os olhos do pacote e olhou para o Borgle.

[Você é engraçado. Você realmente pensa que tal simples suborno irá...].

[Bem, então, vamos comer].

[Rhan!?]. Nopht virou-se para sua amiga com seus olhos marejados e agora de perplexos. [O que você está fazendo? Não podemos aceitar!].

[Está cheirando muito bem e tudo o que comemos no último mês foi biscoito. Esta é uma tentação que não consigo resistir].

[Eu sei, eu sei, mas ainda!!].

[Os gostos dos Borgles diferem bastante dos nossos, então, se não comermos, isso irá para o lixo]. Rhantolk sorriu. [Além disso, não temos muito que fazer no momento, então uma pequena conversa não vai doer, certo?].

Nopht desistiu. Não importa o que ela dissesse agora, não faria diferença. Uma vez que Rhantolk mostrou aquele sorriso malvado, nada poderia mudar de ideia. Cerca de meio ano atrás, ela sobreviveu de uma discussão com a teimosa da Chtholly.

Chtholly.

Um nome que Nopht não queria pensar muito, surgiu em sua mente. Alguma parte dentro dela começou a doer. Chtholly era sua camarada, sua sênior irritante, alguém com quem ela sempre poderia ter uma briga amistosa e, finalmente, um membro da família que nunca mais veria.

Enquanto Nopht e Rhantolk estavam vagando sem rumo no continente, a data já havia passado. Um Timere especialmente grande tinha atacado as ilhas flutuantes, Chtholly foi para a batalha e depois o matou em troca de sua própria vida. Tudo de acordo com o plano. Esse era o trabalho delas como Leprechauns. Não havia nada a temer ou a lamentar. Isso fez com que a Nopht se sentisse um pouco solitária, sabendo que quando terminassem com essa expedição e voltassem para casa, aquela garota de cabelo azul escandalosa e irritante não estaria mais lá.

[Nopht? Algo errado?].

[… Nada. Se você quiser comer, vá em frente]. Nopht mais uma vez deitou na cama. Ela se afastou dos outros dois na sala, não querendo mostrar sua expressão atual.

[Estou comendo...].

[Deixe a metade pra mim].

[Ceerto. Então, de qualquer forma, Grick, não é? Você foi chamado como um conselheiro, então eu suponho que você tenha sido um salvager por um longo tempo?].

[Está certa. Eu acredito que sou relativamente experiente em comparação com a maioria].

[Então você já encontrou uma Besta?].

Nopht sentiu um arrepio na espinha na menção daquela palavra.

[Vamos ver...]. Grick pressionou os dedos contra a testa enquanto ele procurava na memória dele. [Eu fui atacado pela 2ª, 3ª e 6ª. Eu também vi a 5ª e a 11ª, mas apenas de longe].

[Tantas assim!]. Nopht sacudiu e exclamou com descrença. Suas lágrimas haviam se secado e sumiram. [Nós só lutamos contra a 6ª, o Timere!].

[Bem, não é como se eu estivesse lutando contra elas como vocês, garotas. Eu apenas corro e tento escapar com vida].

[Mas ainda assim, é justo dizer que você conhece muito mais sobre as Bestas do que nós]. Rhantolk retomou após a breve interrupção de Nopht.

[Eu não diria que eu sei que muito. Você tem algo para perguntar sobre as Bestas?].

Enquanto ela tirava o embrulho em torno da torta de carne, Rhantolk começou sua pergunta com uma voz tranquila. [Eu sempre achei isso estranho. Fazem mais de 500 anos desde que fomos expulsos da terra. Desde então, vivemos com medo das 17 Bestas. A história de Règles Ailés é essencialmente o registro de como de alguma forma continuamos a evitar as presas das Bestas. Apesar disso, dificilmente sabemos alguma coisa sobre elas].

E lá vai ela outra vez, pensou Nopht. Rhantolk era inteligente, ou pelo menos mais inteligente que Nopht. O que significava que ela estava mais acostumada com o ato de pensar e era melhor encontrar coisas adequadas para pensar. Isso também significava que às vezes ela não podia deixar de investigar questões até encontrar uma resposta satisfatória. Na opinião de Nopht, é melhor simplesmente não pensar em questões que não possuem respostas disponíveis.

[... O que exatamente são as Bestas? Quero ouvir seus pensamentos sobre o assunto].

Rhantolk sempre pensou em coisas que não precisava pensar e queria saber coisas que não precisava saber. Com sua curiosidade totalmente em chamas, ela olhou diretamente para os olhos âmbar de Grick.

Por ScryzZ | 03/08/18 às 10:13 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Tragédia, Protagonismo Feminino, Guerra, Mistério, Sci-fi, Japonesa