CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 14.4 -『A BELEZA DESTE MOMENTO』- minha felicidade -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 14.4 -『A BELEZA DESTE MOMENTO』- minha felicidade -

Tradução: Itsuki Lonely Driver

Parte 04 - A garota mais feliz do mundo

Quando ela chegou, a menina encontrou-se em meio a ruínas sombrias. Uma criança familiar à beira de lágrimas estava diante dela.

O que há de errado, Elq? A memória da menina recordou vagamente desse nome. Você teve um sonho ruim?

O corpo de Elq de repente estremeceu.

[... Chtholly...]. Ela olhou para a menina e murmurou o nome de alguém.

A menina se perguntou de quem era o nome. Parecia estranhamente familiar. Depois de um momento pensando, ela percebeu que era, na verdade, seu próprio nome. Um sentimento nostálgico dominou a garota, como se estivesse encontrado um velho conhecido. Ouvindo agora, soava como um nome bastante estranho. Era difícil lembrar, difícil de dizer, e, o mais importante, não muito charmoso.

[Desculpe], disse Elq.

Pelo quê?

[Eu sabia que isso seria assim. Eu sabia que seria difícil].

Ah, não se preocupe com isso. Na verdade, eu deveria agradecer-lhe. Por causa de você, porque você manteve os olhos fechados, eu consegui cumprir minha promessa. Eu consegui voltar para casa para o lugar que eu desejava. Embora parece que eu perdi um monte de coisas que eu não queria perder...

[... Chtholly].

Tenho um desejo. Este provavelmente será o meu último.

[Mas…].

Não consigo lembrar com precisão, mas sinto que há alguém que eu quero salvar. Há sentimentos que quero transmitir.

[Não importa como?].

Não importa  como.

[Desta vez, você realmente vai desaparecer, você sabe?].

Quero dizer, eu praticamente já desapareci. Além disso, eu entendo agora. Isso é apenas quem eu sou, certo? Essa é a verdadeira razão pela qual fui escolhida por Seniorious, não é?

 

[...].

Eu entendo tudo agora. Mas eu ainda estou pedindo para você. Por favor. Apenas mais uma vez. Deixe-me voltar.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Uma menina de cabelos vermelhos levantou-se lentamente da cama.

[Hmm...].

Onde estou? Quem sou eu?

Ela não conseguia se lembrar de uma coisa, como se um forte nevoeiro cobriu sua mente, ou mais como se tivesse sido obstruídos com lama. Com um estrondo alto, o mundo inteiro parecia tremer violentamente. De algum lugar ao longe, ela ouviu os sons de metal entrando em choque contra outro metal. Isso é um campo de batalha?

A menina encontrou seu caminho até a saída e saiu em um corredor estreito. Ela vagou sem rumo até encontrar um lugar com uma bela vista. A parede tinha sido completamente removida, revelando o vasto céu além. Grande parte do azul vívido já havia escurecido em uma luz-púrpura, e parte disso já havia dado lugar a um vermelho mais profundo. Crepúsculo.

[Chtholly...?]. Uma voz quase como um gemido soou por trás dela.

Virando-se, viu uma menina caída no chão do corredor sujo, deitada de costas com as pernas e os braços abertos. Uma quantidade grande e intensa de Venenum parecia emanar dela, mas as feridas pesadas em todo o corpo dela a deixaram incapaz de se mover.

[Você é burra? Isso é perigoso... Se você está acordada, vá se esconder em algum lugar].

Conheço essa pessoa? Pensou a menina. A pessoa no chão parecia reconhecê-la. A menina, no entanto, não tinha a menor lembrança do novo rosto. Talvez esse fragmento de sua mente desapareceu há muito tempo.

Através do grande buraco na parede, fora dos tons ondulados de azul e vermelho, a menina vislumbrou a figura minúscula de uma pessoa. A cada segundo, diminuía cada vez mais, ameaçando desaparecer a qualquer momento.

[Ah].

A menina lembrou-se. Era ele. Ela não conseguiu lembrar seu nome, mas ele era uma pessoa muito importante. Ela não podia ter certeza, mas ela vagamente sentiu que ele era o tipo de pessoa que acumulava desnecessariamente um monte de problemas e funcionava para seu próprio estereótipo. Mas de qualquer maneira, por que ele estava atualmente em queda livre? Ela estava bastante segura de que ele não tinha asas nem qualquer coisa do tipo, então, se ele continuasse seu curso, ele não iria colidir com o chão e pereceria?

[Acho que não tenho escolha].

Uma espada de aparência agradável estava apenas deitada nas proximidades, então a garota pegou. O nome gravado no punho era ‘Desperatio’. Esperança rompida. Um nome apropriado, a garota pensou.

[Pare. Não vá], disse a pessoa que estava no chão. [Você não precisa lutar mais. Você não precisa se sacrificar. Estamos aqui para lutar por você. Então...].

Talvez porque seus pulmões estivessem feridos, ela precisava pausar para soltar uma tosse pesada.

[- Se você não precisa lutar mais, então não faça. Você finalmente pode perseguir a felicidade, então faça isso. Se você não fizer isso, por que estamos lutando?]. Ela implorou desesperadamente. Parecia que sua consciência estava começando a hesitar, provavelmente devido à ignição do Venenum.

[Desculpa. Mas nunca mais poderei me tornar feliz], disse a garota quando começou a derramar Venenum em Desperatio. A lâmina aceitou o poder sem problemas, como se sempre tivesse sido parte do corpo da menina. [Porque eu percebi. Eu já fui feliz por um longo tempo agora].

Então, depois de mostrar a estranha um sorriso alegre, a menina deu um passo sobre os restos da parede e mergulhou no céu sem fim.

Seu cabelo soprava violentamente. O Venenum dentro de seu corpo já estava transbordando com todo o potencial.

Muitos livros em chamas caindo. Uma cobra nadando através de chamas. Uma lua prateada desmoronando.

Imagens e vozes estranhas preenchiam a cabeça da menina. Fragmentos de sua mente estavam desaparecendo um após o outro.

Um navio atravessando as estrelas. Uma fileira de caixões. Uma cúpula quebrada.

Tudo estava saindo. Momentos divertidos. Momentos dolorosos. A menina podia sentir sua mente desaparecendo constantemente em um pedaço de papel simples e branco.

Boa sorte.

Um sorriso naturalmente se espalhou pelo rosto da menina.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Willem agora realmente se arrependeu de nunca completar seu estudo de técnicas de arrancadas no ar. Bem, é claro, é questionável se ele poderia produzir resultados, mesmo que ele terminasse o treinamento, dado a falta de talento dele, mas não conseguia parar de pensar ‘e se?’.

Ele expulsou as bestas vizinhas e protegeu a inconsciente Nephren em seus braços. Então, com a quantidade máxima absoluta de Venenum, que seu corpo poderia inflamar, ele conseguiu negar uma grande quantidade do impacto da queda. No entanto, a colisão com o chão o deixou gravemente ferido. Agora, ele simplesmente estava rolando na areia cinzenta, ainda segurando Nephren. O atrito da areia arranhou sua pele, dividindo-a e depois dilacerando a carne exposta embaixo da pele.

[Agh... Ah...].

Finalmente, ele parou. Ele conseguiu tossir uma mistura desagradável de ar e sangue de seus pulmões esmagados. Uma sensação de dormência alcançou cada parte do corpo. Provavelmente era algo para se agradecer. Se seus receptores de dor funcionassem adequadamente, ele provavelmente ficaria louco. Isso é quanto de dano tinha sido causado em seu corpo.

Isso é ruim.

Willem há muito superou o ponto em que ele poderia fazer um último esforço desesperado. Muito provavelmente, ele nunca mais poderia se mexer novamente. Infelizmente, no entanto, o perigo imediato não havia sumido completamente. As bestas que ele não matou durante a sua queda começaram a despertar da areia que os cercava. Além disso, as bestas deixadas no chão quando a aeronave decolou começaram a se aproximar. Eles provavelmente totalizavam nada menos do que 100.

Alguma coisa. Deve haver alguma coisa.

Sua consciência sentiu como se pudesse parar a qualquer momento, mas, por enquanto, ele conseguia mal mantê-la conectada e desesperadamente forçou seus pensamentos funcionarem. Mas nada surgiu em sua mente. Todas as situações possíveis levam ao mesmo final: a sua morte. Ele apertou os dentes, dos quais quase metade havia se quebrado.

Eu não posso... Não posso desistir de seu futuro agora.

[E então você ficará ao seu lado e os protegerá para sempre, certo?].

O sorriso de seu mestre de repente apareceu na cabeça de Willem. Cale-se! Este não é o momento para me lembrar de você. A imagem, no entanto, não foi embora tão facilmente.

[Alegre-se, Quasi Brave! Você nunca vai ser capaz de se tornar um Regal Brave].

Quando lhe disseram isso, Willem apenas escutou e não pensou muito, mas o que seu mestre quis dizer? Para tornar-se um Regal Brave exigia um plano de fundo especial. Willem, no entanto, não tinha absolutamente nada de original em seu nascimento, criação ou destino. E ele sabia disso muito bem. Então, por que seu mestre sentiu a necessidade de dizer isso de novo?

Quem se preocupa com isso agora?

Uma das bestas aproximou-se na frente de seus olhos. Willem queria lutar em resposta, mas ele nem conseguia levantar um único dedo. Tinha acabado. Um pequeno broto de resignação começou a brotar dentro dele. No mesmo momento, sua consciência começou a desaparecer rapidamente.

Me desculpe Nephren. Eu não pude protegê-la.

Me desculpe Chtholly. Eu não pude trazer-lhe felicidade.

E... E…

Na fração de segundo, antes que a escuridão total engolisse a consciência de Willem, ele pensou que viu alguém pousar junto a eles.

Por ScryzZ | 03/08/18 às 12:27 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa