CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 19.3 -『DENTRO DE UM SONHO DOCE E GENTIL』- fantoches no palco -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 19.3 -『DENTRO DE UM SONHO DOCE E GENTIL』- fantoches no palco -

Tradução: Itsuki Lonely Driver

Parte 03 - O Quasi Brave que Retornou Para Casa

3 dias voaram sem incidentes. Ou, pelo menos, nada perceptível ocorreu, como um súbito banho de sangue no orfanato ou todas as crianças começando a lançar insultos à Willem.

Almaria estava correndo energicamente para lá e para cá em torno da casa, como de costume.

[Estou em casa!].

[Bem-vindo de volta - Você está coberto de lama! Aqui, limpe-se].

[Almaria! Eu preciso fazer xixi!].

[Ok, Ok, espere um segundo eu vou].

[Eu estou com fome! Eu preciso de um lanche].

[Você acabou de almoçar, não foi? Tudo bem espere um momento].

Direita, esquerda, para cima, para baixo, ela correu de cada lado. Willem a observou do jardim enquanto fazia algum trabalho.

[Bem... É bom que ela esteja cheia de energia], ele murmurou, então balançou o martelo sobre um prego de ferro com um tinido.

[O que você está fazendo?]. Nephren apareceu ao lado dele.

[Exatamente como se parece. Estou consertando essa cerca quebrada].

[Mentira. Você estava olhando para Almaria e sorrindo].

[Vê-la apenas me animou, isso é tudo].

[Hmm].

Com uma expressão que dificilmente dizia se ela acreditava nele ou não, Nephren sentou-se atrás de Willem. Então, ela se inclinou contra ele de modo que eles estivessem de costas um para o outro e abriu um livro que provavelmente pegou emprestado de algum lugar do orfanato.

[Eu não posso trabalhar assim].

[Não se mova].

Willem largou o martelo.

[... Você ficou muito boa com o idioma].

[Eu estudei uma vez com Rhan, então eu conheço muito da gramática básica e vocabulário. Depois disso, eu só preciso ouvir e falar muito].

[Sim, bem, geralmente essa parte não é tão simples].

Lembrando a luta que ele passou por tentar aprender a linguagem comum de Règles Ailés, Willem sorriu amargamente. Além disso, ele achou difícil acreditar que Nephren realmente estava praticando aquela parte ‘falar muito’.

[Você pode usar o idioma comum quando está falando comigo, você sabe?].

[Não]. Nephren derrubou a sugestão de Willem. [A chave para aprender novas palavras é usar apenas novas palavras. Se você fugir para palavras que você já conhece, você vai esquecer todas elas].

[Sério, hein?]. Willem suspirou. [Se eu pudesse te dar esse talismã do idioma único, isso facilitaria as coisas. Mas, por algum motivo, ele não quer sair].

[Mesmo que você pudesse, não preciso disso. A conveniência é o inimigo do crescimento].

[Nossa, quão séria você está?]. Na frente dos olhos de Willem, uma cerca quase consertada. À sua direita, um martelo. À esquerda, os pregos de ferro. Atrás dele, o calor de Nephren. Ele olhou ociosamente para o céu e respondeu: [Não há necessidade de se esforçar tanto para aprender, não é? Depois de sair deste mundo, você nunca mais usará o idioma].

[Mas eu vou usá-lo até eu sair, certo?]. Nephren disse enquanto folheava seu livro. [Você disse para aguardamos. Até que nosso inimigo fique impaciente e comece a interferir com o mundo. Então, isso deixa muito tempo para usar a linguagem].

Willem realmente disse a Nephren isso. Embora, na época, ele não estivesse imaginando um período de tempo tão longo. Ele pensou que só levaria meio dia ou mais.

[Além disso, há muitas coisas interessantes], continuou Nephren.

[Interessante?].

A gramática de Nephren estava um pouco errada, mas Willem podia dizer o que ela queria dizer. Ele começou a se virar para encará-la, mas, como estavam sentados de costas um para o outro, isso fez com que Nephren começasse a cair. Willem rapidamente voltou a sua posição original, onde ele não podia ver sua expressão.

[Se esse é o seu sonho, então as coisas que você não conhece não deveriam aparecer].

[Hm, eu acho].

Willem ouviu o folhear das páginas de trás dele.

[Confederação Gar… Garm... Garmond Ocidental das Areias Fluentes? Dos 20 clãs participantes originais, você sabe quantos membros da realeza ainda estavam vivos no ano de 1030 do calendário imperial?].

[Uh... Que?].

A pergunta inesperada de Nephren deixou Willem um pouco confuso por um momento. Claro, ele sabia da Confederação Garmond Ocidental das Areias Fluentes. Referia-se ao grande deserto que abrangia quase toda a metade ocidental da região de Garmond e o governo dos povos que ali moravam. Eles tinham conhecimento profundo de tipos peculiares de feitiços, especialmente tipos de alteração de existência. Mas pensando nisso, era quase tudo o que Willem sabia sobre eles.

Ele não se lembrava de conhecer sobre sua história ou estrutura política.

[Se eu ler isso corretamente, este fato estará escrito neste livro].

[... Sério?].

Como Willem explicou anteriormente a Nephren, os mundos dos sonhos criados por tais talentos, como o que o inimigo certamente possuía, refletiam as lembranças do alvo. Como consequência, as coisas desconhecidas para a vítima nunca apareceriam dentro do mundo falso.

[Claro, eu nem sei o que é esse lugar Garmond Ocidental. O que significa que há coisas escritas aqui, que nem você nem eu conhecemos].

[Sério... Ai!], Willem instintivamente murmurou na linguagem comum Règles Ailés, apenas para receber um desagradável beliscão na parte de trás.

[Sem linguagem comum].

[Tudo bem, entendi. De qualquer forma, então... O que isso poderia significar?].

[Nosso inimigo está interferindo?].

Poderia ser? Não, se esse fosse o caso, Willem não entenderia os motivos de seu inimigo. Que tipo de efeito prejudicial poderia ler um fato desconhecido aleatório em um livro possivelmente ter em sua moral? E se Nephren nunca começou a ler esse livro em primeiro lugar, eles nunca teriam visto isso. Uma interferência menor seria sem sentido.

[... Não devemos nos preocupar com isso por enquanto]. Willem chegou à conclusão de que pensar mais não renderia nada de uso.

[Podemos nos dar ao luxo de fazer isso?].

[É melhor não irmos muito fundo na resolução de mistérios quando temos pouca informação. Quanto mais hipóteses e suposições nós fizermos, mais difícil será ver a resposta mais tarde. Não vamos ler demais sobre as coisas até obtermos uma dica mais clara].

[Entendo]. Nephren voltou para seu livro sem mais comentários.

[... Eu não posso trabalhar enquanto você está sentada aí]. Como antes, a queixa de Willem foi completamente ignorada.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Dentro do território do império, muitos locais eram bem conhecidos por seus belos cenários. Por exemplo, a Avenida Floco de Neve no distrito 1 da capital imperial. Ou a Igreja Comemorativa Negatis. Ou o Lago Fistilas. A Torre Obsidiana e o Túmulo dos Gêmeos também teriam sido incluídos nessa lista, mas foram destruídos pelos incêndios da guerra pelas outras raças. Poetas louvaram o império como a ‘caixa de tesouro da terra’, e os corações das pessoas transbordavam de orgulho nacionalista. Dito isto, no entanto, cada pedaço do império não era tão refinado e cheio de beleza como esses monumentos. Independentemente de quão grandes cidades cresçam, a zona rural é tão antiga quanto em qualquer outro lugar.

A cidade de Gomag pertencia à zona rural. Conseguiu estar um pouco fora de todas as principais rotas comerciais que atravessavam o império, não se orgulhava de nenhum edifício famoso e não tinha produtos particularmente famosos. Consequentemente, não havia muitos turistas ou aspirantes a empresários que paravam. Gomag, situada a uma razoável distância das fronteiras, também não tinha necessidade de temer os incêndios da guerra. Seus moradores viam os mesmos rostos, falaram sobre as mesmas coisas e passaram os mesmos eventos dia após dia.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Pegos por uma chuva repentina, Willem e Nephren correram para um café nas proximidades para se abrigarem.

[Uau, veja isso].

Do lado de fora, a chuva continuou a bater com uma intensidade cada vez maior. Limitando sua visibilidade, mas mesmo assim eles conseguiam distinguir as figuras das pessoas correndo apressadamente. Um vento também começou a soprar, tornando um guarda-chuva efetivamente inútil.

[Acho que devemos matar o tempo até ela parar... Hey, podemos pedir?]. Depois de uma breve olhada no cardápio, Willem chamou um garçom. [Vou tomar um café e... Batatas fritas. Ela vai...]. Ele olhou para Nephren e perguntou na linguagem comum de Règles Ailés. [Você está bem com um suco de laranja?]

[Também vou querer um café, e também este bolinho com 3 variedades de geleia]. Nephren o ignorou completamente e fez o pedido ela mesma. [Não me mime].

[Certo]. Willem encolheu os ombros. Bem, pelo menos ela não beliscou a bunda dele dessa vez.

[... Eu sei que é óbvio, mas todos aqui são ‘sem marca’].

[É igual ao armazém de fadas também, não é?]

[Eu raramente tive a chance de ver um lugar com muitos adultos ou homens ‘sem marca’].

As raças ‘sem marca’ tendem a ter um físico mais fraco do que as outras. Como resultado, muitos deles não se tornaram soldados na Winged Guard. Para Nephren, que praticamente só viu os moradores da 68ª ilha e os soldados, este lugar deve parecer algum tipo de zoológico exótico.

[Então, você encontrou algum livro interessante?].

[Não vou saber até eu lê-los. Acabei os pegando aleatoriamente, então não espero muita coisa].

Uma sacola de papel preenchida com alguns livros estava sentada no colo de Nephren. Eles estavam verificando uma livraria próxima um pouco antes de a chuva começar.

Nessa época em que eles estavam, as grandes máquinas de impressão já estavam sendo amplamente utilizadas, tornando os livros muito mais fáceis de se obter em comparação com as épocas anteriores, quando cada um precisava ser copiado à mão. A rua na qual eles estavam, também estava situada atrás da única faculdade de Gomag, então havia muitas livrarias, desde lojas formais a barraquinhas de rua. Desnecessário seria dizer que uma grande variedade de livros aguardava nas muitas prateleiras.

Willem sentiu como se ele pudesse ver os olhos de Nephren brilhando. Mesmo que ela não estivesse relativamente familiarizada com a linguagem Emnetwyte, ela parecia estar bastante animada com a chance de ler todos os novos livros. Eles decidiram fazer compras com o objetivo de esclarecer as anormalidades do mundo ao seu redor. Examinando e comparando livros que continham informações que nenhum deles conhecia, poderiam ser capazes de obter algum tipo de indicação quanto aos motivos do inimigo. Mas mesmo que esse plano falhasse, apenas ver Nephren tão feliz por si só fez a viagem de compras já valer a pena. Willem escondeu um sorriso enquanto pensava consigo mesmo.

Quando eles entraram no café, cerca de metade dos assentos haviam sido preenchidos. Aqueles clientes permaneceram todos por causa da chuva, de modo que ficou bastante cheio. Naturalmente, quase todos eram estudantes universitários. Willem sentiu que ele, que não parecia muito intelectual, e Nephren, que era muito jovem para frequentar a faculdade, se destacavam um pouco da multidão.

- O que Chtholly diria sobre esta situação? Ela provavelmente olharia para baixo e diria algo como ‘parece que somos um casal em um encontro?’, enquanto corava. Então Willem responderia ‘provavelmente parece que você é a minha irmã mais nova’, e Chtholly diria ‘não me trate como uma criança!’. Quando a situação acabou em sua cabeça, seu peito apertou.

[Willem?]. Nephren perguntou preocupada.

[Não é nada]. Ele deve ter deixado suas emoções amargas aparecerem em seu rosto.

[Você descobriu algo errado?].

[Hm?... Oh, isso]. O mundo ao seu redor não era nada mais que um sonho baseado na memória de alguém com algumas mudanças possivelmente feitas pelo criador. O que eles já sabiam. O problema foi depois disso. [É difícil, nem sabemos de quem estas memórias desse mundo se baseiam].

Como eles estavam em sua cidade natal, no início Willem pensou que era sua memória. Mas se esse fosse o caso, o mundo não conteria informações que ele não conhecia. Ele olhou para fora da janela nas ruas de inverno de Gomag. As sombras verdes de musgo crescem no pavimento de pedra. Pequenas rachaduras nas paredes de tijolos. Grafites espalhados aqui e ali.

[Quem quer que eles sejam, eles sabem muito mais sobre Gomag do que eu, leu mais livros e deve estar tão familiar com o orfanato quanto eu. Não tenho a menor ideia de quem poderia ajustar todas essas condições].

[Hmm].

[Além disso, nós éramos os únicos lá embaixo na terra. Ninguém mais poderia ter sido o alvo do ataque. Não tenho ideia do que está acontecendo].

[Hmm].

Nephren também não parecia muito envolvida com na conversa. [Hmm? Isso é tudo o que você tem a dizer?].

[Eu não estou interessada], ela respondeu friamente.

Não está interessada nisso? Se eles não resolverem esse problema, eles nunca seriam capazes de voltar para a realidade.

[É um pouco confortável aqui. Eu não me importaria ficar mais tempo], Nephren acrescentou.

[Este é um mundo falso, cheio de pessoas falsas. Nada aqui é real. Todo momento passado aqui é vazio e sem sentido].

[Você está me dizendo isso?].

Willem ficou em silêncio. Leprechauns são vidas falsas. Falsas Emnetwyte’s feito com o único propósito de enganar os Carillons. Nada sobre elas era real. No entanto, elas inequivocamente existiam. O 2º técnico Willem Kmetsch não conseguiu ignorar esse último ponto, e então ele decidiu cuidar delas, desafiando a natureza vazia de seu trabalho.

[Almaria está aqui. Eu estou aqui], disse Nephren.

As pessoas no sonho provavelmente eram falsas. Criaturas criadas com o único propósito de enganar as vítimas presas. Em outras palavras, exatamente o mesmo que as fadas no armazém.

[O mundo real, ou este. Você pode escolher qual você mais gosta].

[... Nossa, você está tornando isso muito mais difícil para mim], Willem resmungou silenciosamente.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

A chuva não mostrava sinais de que iria parar.

Quando seus cafés chegaram, Nephren tirou um de seus brilhantes livros novos e mergulhou-se na leitura imediatamente. Willem, que, infelizmente, não tinha nada para matar o tempo, olhou para a janela e ouviu o som da chuva.

Ele odiava estar entediado. Ou mais, ele não aguentava perder o tempo. Afinal, ele tinha um objetivo. E não apenas qualquer objetivo, mas um que até agora era inatingível com uma quantidade decente de trabalho duro. Então ele foi além. Se ele tivesse mesmo um pouco de tempo livre, ele gastaria tudo em melhorar a si mesmo.

No final, seu trabalho duro o levou a uma zona cinzenta peculiar que ele não sabia se deveria chamar sucesso ou fracasso. Certamente, tendo adquirido inúmeras habilidades e estudado inúmeras técnicas, Willem ficou bastante forte. Seu arsenal diversificado levou a resultados consistentes no campo de batalha. Alguns dos companheiros de equipe também disseram que ele poderia fazer quase tudo em sua capacidade humana, e o próprio Willem sentiu que estava ficando bastante próximo da verdade.

Mas ainda. O objetivo de Willem era se tornar um Regal Brave. E isso significava não só ser capaz de fazer qualquer coisa que outros pudessem fazer, mas também coisas que ninguém deveria ter sido capaz. Não importava quão perto Willem chegasse ao pináculo da humanidade, ele nunca poderia colocar um pé no território acima disso. Treinar e estudar não tinha significado. Ou pelo menos, eles nunca o levariam para o seu objetivo, por mais diligentemente que ele trabalhasse. No entanto, mesmo depois de saber e aceitar esse fato, Willem não conseguiu parar. Ele sinceramente não sabia o porquê. Talvez ele simplesmente não quisesse deixar todo o seu esforço passado ir para o lixo.

Houve momentos em que ele pensou que talvez fosse inútil. Talvez, se ele tivesse desistido de seu sonho impossível imediatamente e passasse seu tempo livre como um adolescente normal, ele teria experimentado mais coisas e viveria uma vida mais gratificante. Talvez ele tivesse conseguido melhorar em lidar com as meninas. Talvez ele teria sido capaz de realmente trazer felicidade para quem o amava.

[Willem!?].

A voz súbita de um homem cortou a linha de pensamento de Willem. Virando-se, viu um jovem de cabelos prateados que se aproximava com um sorriso alegre. O corpo inteiro do homem estava encharcado com o aguaceiro do lado de fora.

[Willem! É você! Faz tanto tempo! Quando você voltou para a Gomag?].

Nephren parou de ler por um segundo e deu um olhar a Willem do tipo ‘um conhecido seu?’ Willem assentiu.

[Há apenas alguns dias].

[Oh, nunca a vi antes. Uma nova garota do orfanato?].

[Sim, algo do tipo].

O jovem se sentou sem se preocupar em pedir permissão e sorriu para Nephren. [Prazer em conhecê-la. Meu nome é Theodore Brickroad. Sou amigo de Willem há muito tempo. Meus amigos me chamam de Ted, então você pode me chamar assim também].

Os olhos de Nephren nunca se moveram a uma polegada de seu livro. Completamente ignorado. Willem pensou que viu gotas de suor de nervosismo aparecer na testa de Ted.

[Você parece que está indo bem, Ted]. Willem quebrou o silêncio incômodo.

[Sim, eu sou tão bom quanto você! Eu também consegui subir de nível!].

[Nível...]. Willem pensou um pouco. [... Ah, você se tornou um aventureiro?].

Os aventureiros ganhavam a vida colocando-se em perigo. Eles lutavam contra monstros, exploraram os misteriosos labirintos e arriscavam suas vidas derrubando os Dragões. É claro que todas essas missões, sendo extremamente perigosas, ofereciam recompensas atraentes aos valentes, ou talvez tolos, o suficiente para aceitá-las.

[Você não sabia!?], exclamou Ted.

[Não. Faz algum tempo desde que estive em Gomag e não tive interesse de saber sobre você].

[Pelo menos, pretenda conhecer! A honestidade é uma virtude, mas às vezes a verdade dói demais, você sabe!].

Hahaha. Esse cara. [Bem? Qual nível você está agora?], perguntou Willem.

O ‘nível’ de um aventureiro indicava sua habilidade na batalha e extensão de seu treinamento. Quanto maior, melhor. Um civil comum se classificaria entre 2 ou 3. Um soldado capaz, por volta de 10. Um que viveu e morreu pela batalha chegaria em cerca de 30. Isso foi considerado como uma espécie de limite superior para o que a humanidade poderia alcançar. Para chegar além desse número, seria preciso sair do enquadramento de um ser humano.

[Eu sou nível 8], respondeu Ted.

Bastante na média para um aventureiro cotidiano. Tendo em conta a sua idade jovem, pode até ser um pouco alto. O nível de Ted era algo de que ele poderia se orgulhar.

[Por sinal, eu ouvi dizer que seu nível é realmente alto, indo além da barreira do nível 30].

[Ah... Bem, sim...].

Willem não era um aventureiro, mas ele muitas vezes lutou ao lado deles, então ele teve seu nível estimado algumas vezes. A última vez que ele marcou, seu nível era de 69. Desnecessário seria dizer que todos próximo à ele ficariam surpresos com aquele número ridículo.

[Uau isso é incrível. Existem métodos de treinamento especiais que a Igreja da Luz Sagrada ensina apenas a Braves ou algo assim?].

[Não, na verdade]. Willem tomou um gole de seu café. [Além disso, é apenas um número. Você quer tanto assim?].

Certamente, o nível servia como indicador da força de alguém. Mas, inversamente, não era mais do que um único indicador. Havia uma abundância de baixos níveis que provaram serem úteis no campo de batalha, e infelizmente, havia ainda mais o oposto. Willem nunca pensou nisso como algo com o qual se preocupar demais.

[É claro que eu quero isso. Para nós aventureiros, nosso nível também determina nosso salário. Se seu nível não for alto o suficiente, você não pode obter informações sobre as missões de recompensa alta].

Ah, entendo. Então foi assim que a Guilda impedia mortes desnecessárias. A ideia de um aventureiro não ser permitido chegar perto do perigo parecia divertida.

[Se você realmente quer apenas aumentar seu nível, não é tão difícil. Apenas mantenha a força bruta forçando o seu caminho através das dificuldades e vai subir por conta própria].

[Eles são chamados de ‘dificuldades’ por um motivo...].

[... De qualquer forma, não é exatamente um truque secreto, mas tenho uma ideia de como subir de nível rapidamente].

[Sério?!]. Ted inclinou-se para frente com entusiasmo.

[Vamos ver... Em algum lugar perto daqui... Ah, certo. Na cidade de Alvalie, tem um cara chamado de ‘Lâmina Sagrada do Oeste’ reunindo os discípulos. Vá lá e aprenda as ‘técnicas secretas finais’].

[Técnicas secretas finais?]

[Uma vez que você começar a treinar, ou você domina as técnicas e vai para casa, ou você morre. É um desses tipos de acordo].

[... Morre?]. Uma pitada de ceticismo começou a aparecer na voz de Ted.

[Era uma espécie de composto de múltiplos tipos de habilidades diferentes que permite que você esmague as entranhas de um oponente mesmo ele dentro de uma armadura. Os indivíduos com alguma inteligência geralmente podem entender a técnica quando são levados à beira da morte, e caras que não tem inteligência, bem, eles nunca conseguiriam aprender].

[... Hum?]. A inquietação estava clara na voz de Ted.

[Agora em relação à prática, deve se matar um Dragão de verdade].

[Eu definitivamente morreria. Não há nenhuma maneira de eu sobreviver por 5 segundos].

[Bem, tecnicamente, é uma subespécie do Dragão, mas ainda é um Dragão. Então, basicamente, ridiculamente forte, escamas resistentes como o aço, resistente às armas normais... A única maneira de sobreviver é alcançar a iluminação e adquirir a técnica secreta durante a batalha, então a use imediatamente para matar o Dragão. Ou é assim que é supostamente para ser. Essa iluminação nunca veio até mim].

[... Hein?]. Os olhos de Ted se abriram. [Ah, você usou algum tipo de truque sorrateiro?].

[Eu suponho que você poderia chamar assim. Como não consegui usar a técnica secreta, acabei o matando na base da força bruta].

[... Hã?].

[Eles disseram que o Dragão era resistente às armas normais, mas aparentemente, isso significava que as armas apenas tinham um efeito muito pequeno, e não nenhum efeito. Eu tentei todos os tipos de habilidades, e depois de cerca de uma semana as pequenas feridas se acumularam e o Dragão foi abatido].

[... Ah...].

[Como eu disse, contanto que você mantenha a força bruta forçando seu caminho através das dificuldades, seu nível aumentará. Eu acho que apenas a partir disso meu nível aumentou em 10. Esse cara, o Lâmina Sagrada ficou sem palavras, para dizer no mínimo].

[... Eu também estaria]. Por algum motivo, a voz de Ted soava exausta.

Quando o mestre de Willem e Lillia ouviram falar daquela pequena prova, eles explodiram de gargalhadas, dizendo algo como ‘pessoas sem noção com certeza tem uma vida difícil’. Malditos bastardos.

[Se você continuar fazendo coisas assim, seu nível e o número de dojos que você estará banido aumentará constantemente. Usar feitiços proibidos também é um bom método. Eles são fáceis de usar, mas a reação pode ser bastante desagradável. Se você pode suportar isso, você pode obter cerca de dois ou três níveis]. Willem sorriu amplamente para Ted. [Se quiser, posso-lhe escrever algumas cartas de referência].

[Não, desculpe, mas acho que vou passar. Eu quero viver uma vida estável].

Então por que diabos você se tornou um aventureiro? [Então, o que você planeja fazer uma vez que seu nível for alto?].

[Bem, você sabe...]. Por alguma razão, as bochechas de Ted coraram, e ele as coçou nervosamente enquanto falava. [Então eu poderei propor um casamento à Almaria].

[Oookay, vou apresentá-lo a um programa de treinamento que você terá 50 níveis instantaneamente, então prepare seu último desejo e testamento].

[Desculpe, não vou fazer isso, por favor, me perdoe]. Ted apoiou a cadeira para longe de Willem, só para que um garçom lhe dissesse para parar.

- Willem de repente sentiu como se um objeto afiado estivesse roçando contra a parte de trás do pescoço dele.

[... Willem?], perguntou Ted.

[Ah, desculpe. Preciso ir]. Esfregando a nuca com a palma da mão, Willem levantou-se.

Nephren ergueu os olhos do livro. [Você está indo à algum lugar?]

[Sim, parece que tenho mais um velho amigo para encontrar... Ted, desculpe, mas você pode levar ela para o orfanato?], ele disse, depois deixou o café.

[Hã? Uh... Willem?].

Willem ignorou a voz confusa de Ted e continuou andando. A chuva ainda não tinha parado, mas agora não era hora de se preocupar com isso.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Uma velha memória subitamente percorreu a mente de Willem.

O cenário foi há pouco mais de 527 anos, alguns dias antes de ele e outros 6 amigos se reunirem para derrotar a visitante Elq Hrqstn.

[Eu realmente não gosto de espadas grandes], disse Lillia. De acordo com ela, ela preferia uma com o comprimento de seu braço e leve o suficiente para balançar facilmente com uma mão. Em outras palavras, uma longsword anti-humanóide com a qual ela poderia usar a ampla gama de habilidades que ela aprendeu com seus pais, professores e mestre (aparentemente, os dois últimos eram pessoas diferentes).

Carillons, por outro lado, eram espadas enormes feitas para matar aqueles que superaram os humanos. Algo como um banquinho para ajudar o fraco Emnetwyte a ficar o mais alto possível. Então Lillia não gostava muito deles.

Willem entendia o que ela estava tentando dizer. Ele entendia, mas, ao mesmo tempo, não tinha tanta certeza de que a atual Regal Brave e a usuária escolhida da lendária Seniorious deveria estar falando tal coisa. Inúmeras pessoas no mundo desejavam ser escolhidas por um forte Carillon, mas permaneciam não sendo escolhidas e ansiavam por ter esse grande poder, mas ainda não conseguiam alcançar. Para quem tinha estes dois e falasse levianamente deles não seria fácil fazer amizade com outras pessoas. Se Lillia dissesse essas coisas publicamente, algum dia algum cara irritado poderia apunhalá-la. Na verdade, Willem queria fazer isso nesse instante.

[... Então eu a desafiei a um duelo prático e fui destruído], Willem gemeu para Navrutri, que não parecia muito impressionado.

Shining Staff into Bear Palm. Fox Tail into Needle Elbow. Demolishing Nightingale Dash into Frolicking Iron Bell Smash. Todas as habilidades que Willem se esforçou para aprender com Hilgram não foram compatíveis com a capacidade de percepção especial concedida apenas ao Regal Brave escolhido. Usando aquele Olho Abissal, como aparentemente era chamado, ela viu diretamente todos os movimentos de Willem e os contra atacou rapidamente. Ele mesmo tentou usar o 'Blazing Sun Walk' e 'Footsteps of the North Star', que ele aprendeu com Navrutri, mas não foi de nenhum uso. A parede do talento e habilidade da Regal Brave se elevava acima da cabeça de Willem.

[Willem, acho que você está se equivocando], disse Navrutri com um suspiro exagerado. [Nós homens não podemos vencer contra as mulheres. Não importa quantas vezes você desafiá-las, você nunca se aproximará. Tudo o que podemos fazer é implorar por seu amor].

[Eu fui um idiota em pensar que eu teria algum conselho sério de você]. Willem gemeu novamente.

[Não, não, estou sendo muito sério. Eu acho que essa questão pode ser devido a uma diferença na espada. Navrutri cortou o ar com o dedo, como se estivesse brandindo uma espada imaginária. [Seu estilo de luta é adequado para a batalha. O objetivo é superar a força do seu inimigo, tirar grandes quantidades de dano e destruir. Você poderia dizer que é um estilo que classifica tudo na sua frente em duas categorias: coisas que você pode matar e coisas que você não pode. E rejeita mais informações do que isso].

[Isso é ruim?].

[Não, é o padrão para um guerreiro. Ninguém vai achar falhas nesse estilo]. Navrutri encolheu os ombros. [Mas você realmente não quer derrotar Lillia, então esse estilo não é realmente adequado para um adversário desse tipo].

[... Bem, se eu pudesse vencê-la, então eu gostaria de tentar, mas...].

[De fato, esse é o sonho de todos, mas, infelizmente, é inútil. Vou torcer por você embora. De um lugar seguro nas sombras].

[Então, se minha esgrima é adequada para a batalha, e então sobre Lillia?].

[Hmm, o estilo dela se parece muito com o de Nils]. Talvez ela tenha aprendido bem com ele, porque ela no fundo é obediente, ou talvez sua personalidade seja feita apenas das mesmas coisas que as dele].

Nils D Foreigner. O mestre de Lillia e o ‘mestre bom para nada’ de Willem.

[Não querendo se machucar, e não querendo machucar os outros, mas pegando a espada porque não há outra escolha... Caso típico de um espadachim covarde].

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Willem chegou a um beco estreito e parou de andar. Uma lâmina prata de repente apareceu pressionada contra a parte de trás do pescoço. Um filete de sangue escoou para fora, apenas para ser lavado pela chuva.

[Ei], ele gritou calmamente. [Uma maneira bastante antiga de convidar alguém para conversar, você não acha? Não é como se fossemos estranhos, se você quiser conversar, pode me dizer com palavras, você sabe?].

[... Não é um assunto que eu quero discutir na frente das pessoas]. Um homem vestindo um manto preto à prova d'água apareceu atrás de Willem e respondeu casualmente. [Antes de reavivar velhas amizades, há algumas coisas que eu quero lhe perguntar. Eu ficaria grato se pudesse responder honestamente, Willem].

[Bem, vá em frente. Você sabe que sou ruim em esconder as coisas, não é?].

[Primeira pergunta], continuou o homem, ignorando os comentários engraçados de Willem. [Por quê você está aqui?].

[... Bem, Gomag é minha cidade natal, sabe? Se você me perguntar, é muito mais estranho que você esteja aqui].

[Eu acho que você não entendeu minha pergunta]. A lâmina que estava no pescoço de Willem se afundou ligeiramente. [Naquele dia da batalha final, você e Ebon Candle simultaneamente se derrotaram em sua batalha. Por que você está de repente aqui e agora?].

[… O que?].

Por um segundo, Willem não conseguiu compreender a questão. Então, no momento em que ele compreendeu o significado dessas palavras, ele percebeu que ele havia se esquecido de pensar em um ponto muito importante até agora. Ele ficou tão preso no fato de que o mundo era simplesmente um sonho que ele se esqueceu de confirmar exatamente quando o sonho estava configurado.

Pelo que o homem acabou de dizer, Willem poderia deduzir algumas coisas. Primeiro, o mundo foi configurado em um momento depois que eles saíram para derrotar os Visitantes, mas antes das 17 Bestas aparecerem. Em segundo lugar, Willem nunca voltou para casa daquela batalha - Provavelmente, seu corpo era agora um pedaço de pedra no campo de batalha. E, finalmente, o mundo não estava apenas baseado na memória de Willem, como ele e Nephren haviam suspeitado. Além dos fatos desconhecidos nos livros, ele agora sabia que o mundo estava progredindo através de um tempo em que ele nunca experimentou para ele naquela época.

O que diabos está acontecendo?  Willem provavelmente gastou apenas alguns segundos perdidos em pensamentos. O homem que estava por trás dele, aparentemente tomando aquele silêncio como um tipo de resposta, retirou a lâmina do pescoço de Willem.

[... Você tem certeza que está tudo bem me deixar ir? Ainda não lhe dei uma resposta].

[Eu não pretendia ameaçá-lo em primeiro lugar. Contra o Quasi Brave mais forte, esta lâmina não é mais útil do que uma espada de brinquedo].

[Mais forte?]. Willem riu. [É uma sensação errada ser chamado assim por você, Navrutri].

Lentamente, Willem virou-se. O homem tirou o capuz de seu manto à prova d’água, revelando uma cabeça com cabelo um vermelho brilhante e o rosto não barbeado de um homem com cerca de 30 anos.

Navrutri Teigozak. Um Quasi Brave reconhecido pela Igreja da Luz Sagrada. Surgindo de um dos clãs de Garmond Ocidental, sua arma escolhida eram as lâminas curvas duplas hereditárias de seu clã. Quando chegou a hora de se opor a inimigos mais fortes, no entanto, ele desembainhava seu amado Carillon Lapidem Sybilus.

[Não há necessidade de me fazer tanto elogio], disse Willem. [Você é um Quasi Brave há mais tempo, e você é mais hábil. Você também exerce um Carillon de classe superior ao meu].

Navrutri soltou uma pequena risada. [O fato de você estar sério e não modesto quando diz isso é o que te faz assustador].

Willem riu de volta. [O fato de você estar sério e não apenas me provocando quando diz isso que é o que te torna irritante].

Um breve silêncio. O som da chuva atingindo violentamente a pavimentação de pedra sozinha encheu o ar.

[... Sim, aquela caveira preta e eu, derrotamos um ao outro. Não lembro o que aconteceu depois disso. Quando voltei a mim, eu estava em Gomag. Isso foi de manhã, há 3 dias]. Willem respondeu a pergunta anterior de Navrutri. Para dizer honestamente a história completa, ele precisaria explicar que esse mundo inteiro era falso, e isso parecia uma tarefa bastante difícil, então ele decidiu manter essas partes escondidas. [Na verdade, eu gostaria de saber o que aconteceu comigo].

Willem levemente coçou o cabelo encharcado pela chuva. [Como essa batalha acabou no final? A julgar pelo fato de que a humanidade ainda não está extinta, acho que derrotou os visitantes. E agora eu sei que você voltou com segurança, mas e os outros?].

Navrutri não respondeu.

[E também, porque repente colocar uma faca no pescoço do seu camarada? Explique a situação para mim].

[True World], murmurou Navrutri. Um nome bastante embaraçoso para uma organização na opinião de Willem. [Você se lembra, não é? O que eles fizeram uma vez para tentar derrubar a capital. Os remanescentes desse grupo ainda estão tentando realizar seu plano].

Ah. Bem, quando Willem pensou nisso, não era muito surpreendente. Este mundo de sonhos foi criado com base no passado, em um momento após a sua batalha com os Visitantes, então, claro, com a aparição das 17 Bestas em seguida. Poucos dias depois, a cidade seria devorada, o país cairia em ruínas, e toda a raça de humanos desapareceria da face da Terra. O que significava que os caras da True Word que criaram as Bestas estavam planejando em algum lugar do mundo, mesmo enquanto falavam, prontos para por um fim a tudo isso.

Willem sentiu se um pouco como um profeta. Mas sentiu-se meio estranho em saber o futuro com certeza. Era como uma mistura de ser onipotente e impotente ao mesmo tempo. Se Willem tivesse que dizer, entre agradável e desagradável, o sentimento se inclinava pesadamente para o desagradável.

Escondendo os pensamentos problemáticos atravessando sua cabeça por trás de um rosto sério, Willem perguntou: [E como a True World está relacionada a você estar aqui?].

[A True World tem um Brave ou um ex-Brave entre eles].

[- O quê?]. Isso era uma novidade para Willem, e notícias inesperadas sobre isso. [Eu diria que é uma mentira, mas eu sei que você não é do tipo que age com informações não confiáveis. O que significa que você tem uma boa fonte. E uma vez que você não está escondendo as notícias, você deve ter julgado que retardar as ações do traidor fazendo com que ele seja mais cuidadoso é mais importante do que realmente descobrir sua identidade ou impedir que os Quasi Braves desconfiem uns dos outros].

[Você entende rápido, como sempre], disse Navrutri. [Agora, se você pudesse entender as mulheres tão bem, você seria mais popular].

Cale-se. Willem não queria particularmente ser popular com as damas, mas isso sendo dito por Navrutri, que sempre se gabava de suas numerosas amantes, o fazia extremamente frustrado.

[A julgar pela sua reação, acho que posso assumir que você não tem laços com a True World]. Navrutri esticou as mãos, e a faca prateada que ele segurava na mão direita há poucos momentos atrás desapareceu, como se fosse um truque de mágica. [Mas, acho que você não foi inteiramente honesto. Eu acho que nós dois sabemos que você não acordou há apenas 3 dias atrás].

... Ele entende rápido, como sempre. E ele também pode ler as mulheres. Droga.

[Tudo bem, Willem. Você está livre de suspeita, por enquanto. Faça-me um favor, não se destaque demais até que esta situação se estabeleça], disse Navrutri, depois se virou.

[Você tem certeza de que não precisa de ajuda?]

[Meu trabalho agora é duvidar de meus camaradas. Não posso confiar minhas costas a alguém que eu não posso dizer se é inocente com 100% de certeza], respondeu Navrutri com as costas indefesas voltadas para Willem. Ele não poderia dizer se isso foi de propósito ou não.

[... Suponho que posso dar-lhe mais uma resposta. Os únicos que sobreviveram à batalha contra os Visitantes e os Poteau, foram eu e Lillia apenas. Bem, e eu também acho que você].

[... Entendo]. Willem já havia ouvido o resultado do Grande Sábio, Suwon. Então, é claro, a notícia não era surpreendente, mas ainda assim amorteceu seu humor.

[Os únicos corpos que conseguimos recuperar foram os de Suwon e Emissa. Suwon lançou algum tipo de feitiço complicado sobre si mesmo, então seu corpo está atualmente armazenado com segurança no santuário subterrâneo da igreja].

O que você está fazendo, Grande Sábio? Este não é o momento para tirar uma soneca. Aparentemente, o feitiço de ressuscitação de Suwon ainda não havia começado.

[Eu acho que é tudo sobre o que posso te dizer por enquanto. Quando tudo acabar, eu vou te contar o resto com algumas bebidas], disse Navrutri, depois começou a sair.

[Ei, Navrutri]. Impulsionado, Willem gritou para trás de seu antigo camarada. [Ah... Como você tem estado?].

Navrutri parou por um breve momento e respondeu: [Tudo bem]. Então, ele desapareceu na chuva pesada.

Willem olhou para o céu.

Mesmo neste mundo de sonhos, as gotas caindo sobre sua pele ficaram tão frias como sempre.

Um espirro barulhento ecoou pelo beco estreito.

Por ScryzZ | 03/08/18 às 13:03 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Protagonismo Feminino, Guerra, Tragédia, Mistério, Sci-fi, Japonesa