CAPÍTULOS
OPÇÕES
Cor de Fundo
CONTROLE DE FONTE
HOME INDEX
Capítulo 21.2 -『CANTOR, A LAMENTÁVEL PRIMEIRA BESTA』- um pedaço de bolo -

Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii desu ka? Sukutte Moratte Ii desu ka? (SukaSuka)

Capítulo 21.2 -『CANTOR, A LAMENTÁVEL PRIMEIRA BESTA』- um pedaço de bolo -

Tradução: Itsuki Lonely Driver

Parte 02 - Os Aventureiros da Guilda

Um rumor peculiar começou a abrir caminho em todo o hospital público de Gomag. As pessoas falavam de uma música estranha que podia ser ouvida na ala especial à noite. A voz aparentemente se parecia com a de um homem, mas também de uma mulher ao mesmo tempo, uma criança e também ainda uma pessoa idosa ao mesmo tempo. A música parecia um pouco como uma exaltação de amor, mas também um tanto como um lamento de saudade. Todas as noites, aquela melodia enigmática ressoava de algum lugar dentro das sombras.

Claro, muitos suspeitavam que um dos pacientes fosse o misterioso cantor. No entanto, os únicos residentes atuais da ala especial eram 5 homens e mulheres, todos em um coma de causas desconhecidas. Além disso, esses 5 passaram a ser alvo de algum culto estranho, de modo que uma segurança pesada cercava o prédio 24 horas por dia, tornando efetivamente impossível para qualquer intruso entrar despercebido.

Isso deixou apenas uma conclusão: os pacientes, atraídos por sonhos de um mundo vasto e cinzento, estavam cantando enquanto dormiam, tentando arrastar aqueles que os rodeavam, para esse mesmo sonho com sua melodia sugestiva e repulsiva...

[Pare de falar sobre isso!] Lucie disse com um arrepio. [Eu vou estar de guarda esta noite! Você vai pagar caro se eu ver fantasmas ou algo assim!].

[Ah, é tão divertido ver você reagir assim, não pude me conter], disse Ted com uma risada saudável antes de receber um punho de ferro no nariz e cair.

[Se você continuar provocando garotas assim, você experimentará dor de verdade em breve].

[Eu acho que qualquer garota adequada classificaria aquele soco agora como uma dor de verdade]. Ted recebeu um olhar frio de pedra. [Deixa pra lá].

Naturalmente, não havia escassez de histórias semelhantes de fantasmas associadas ao hospital. Alguém inventou uma história de uma menina infeliz que morreu enquanto anseava por seu noivo no dia seguinte ao sopro de fortes ventos. Havia também uma lenda de um misterioso homem coberto de branco que tinha um rancor toda a vida apareceu no dia seguinte às cortinas do segundo andar serem mudadas para branco, e todas as crianças falaram sobre isso excitadamente.

Então, em outras palavras, Lucie provavelmente não tinha nada com que se preocupar. A canção poderia ter sido apenas o vento assobiando através das janelas, ou o miado de um gato de rua, ou o zumbido alto de alguém que vive nas proximidades. Talvez não tenha havido nada de sobrenatural sobre isso. Mas ainda assim, ela sempre teve uma fraqueza para as histórias assustadoras.

[Ugh... Talvez eu traga tampões de ouvido].

[Você deveria estar protegendo o prédio, então provavelmente não seria uma boa ideia].

[E quem você acha que está fazendo me preocupar tanto!?].

Os dois sentaram-se em uma mesa no canto da guilda do aventureiro, tomando um vinho barato, aguardando a chegada da noite.

A investigação sobre os incidentes de coma ainda não havia progredido muito. As vítimas apenas continuaram aumentando gradualmente sem rima nem razão. Eles não compartilhavam origens em comum ou estilos de vida em particular, e nenhuma tendência em grupos etários ou gênero poderia ser observada.

Indícios sobre o paradeiro da sede da True World ainda eram praticamente inexistentes. Apenas 3 mil pessoas moravam na pequena cidade de Gomag, então, onde na Terra eles poderiam estar se escondendo? Ou, em primeiro lugar, sua sede era mesmo nessa cidade?

Aqueles homens com quem eles lutaram antes, permaneceram calados desde a sua captura. A tortura e outros métodos foram banidos sob uma carta internacional, para que não pudessem fazer absolutamente nada enquanto os homens se recusassem a conversar. Após essa batalha, vendo como as vítimas do coma não apresentavam sinais de parar, todos se prepararam para outro encontro semelhante. Seus preparativos acabaram por ser inúteis, mas a ausência de outra tentativa de sequestro pareceu ser uma sugestão útil.

Recentemente, Lucie parou de ver aquele jovem Quasi Brave, já que considerava que o perigo da situação era moderado o suficiente para que os aventureiros pudessem lidar com eles sozinhos. Aparentemente ocupado com investigações próprias, ele também parou de aparecer na guilda.

[... Então sobre esse cara, o Willem...]. Lucie quebrou o silêncio.

[Sim?]. Ted respondeu.

[Ele não é casado, certo?].

[Não, mas, por um lado, a imagem está certa, há tantos filhos, por ser o gerente efetivo do orfanato].

Crianças, hein. Tomando um gole de vinho, Lucie pensou um pouco. Ela nunca foi muito boa com crianças.

[Ah, mas aparentemente há muitas garotas com quem ele está perto. E algumas delas também são super famosas], acrescentou Ted.

[Hmm? Como quem?].

[Ouvi dizer que a Regal Brave Lillia Asplay é uma discípula do mesmo mestre que Willem].

Aglhgh. O vinho desceu pelo caminho errado.

[Além disso, sobre aqueles aventureiros que conhecemos, ele lutou com Emissa Hodwin e Kaiya Kaltran muitas vezes].

[Aqueles com nível maior que 30?].

Uma vez que os aventureiros usavam o nível como uma forma de avaliar a força dos outros, aqueles com um nível ridiculamente alto, naturalmente se tornavam bem conhecidos entre eles.

[Willem também tem um nível superior a 30, de acordo com ele].

[... Ughh...]. Lucie não achou difícil acreditar. Embora ela o visse apenas lutar uma vez, sua habilidade naquela batalha parecia esmagadora. [O-O que ele pensa? Ele disse alguma coisa sobre quem ele quer?].

[No outro dia, ele disse que encontrou uma garota muito legal e propôs ela em casamento].

Droga. Lucie bateu a testa contra a mesa.

[Não perguntei quem era, mas parece alguém que não conhecemos].

[Ahhh... Bem, acho que não tenho chance então...].

[Pessoalmente, eu realmente não posso recomendá-lo. Se você revelar que tem um namorado, o chão da guilda provavelmente ficará vermelho com sangue]. Ted se virou. Imediatamente, cerca de 10 rapazes reajustaram seu assento, abriram um livro, tomaram uma bebida ou olharam pela janela, fingindo não estar espiando. [Eu estou atrás de Almaria, então eu realmente não me importo, mas há muitos homens aqui que querem você, você sabe? Não tenho certeza se gostaria de ver todos eles chorando].

Na opinião de Lucie, se aqueles caras ainda não tivessem tentado se aproximar dela, eles realmente não estavam mesmo atrás dela. As suas paixões não eram mais do que uma admiração rasa. Então, muito provavelmente, todos acabariam chorando de qualquer maneira. A única diferença era se isso seria agora ou mais tarde.

[E o que devo fazer sobre o meu desejo de chorar agora?].

[Devote-se ao trabalho e esqueça-o. Isso soa como um bom plano].

[Trabalho…].

O relógio de cuco na parede fazia pequenos sons tolos. A hora para a mudança de turnos dos guardas no hospital estava se aproximando.

[... Waaah]. Lucie jogou a cabeça na mesa mais uma vez.

[Está bem. Os fantasmas não são reais].

[Se alguma coisa me acontecer, a primeira coisa que vou fazer é te amaldiçoar!].

[Estou lhe dizendo que nada vai acontecer. Essa história é apenas um boato. Venha, levante-se e trabalhe].

[Não, sem coisas assustadoras! Eu quero ir para casa!].

Por ScryzZ | 03/08/18 às 13:39 | Aventura, Fantasia, Sobrenatural, Romance, Drama, Tragédia, Protagonismo Feminino, Guerra, Mistério, Sci-fi, Japonesa